Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

domingo, 23 de abril de 2006

Espargata no Metro: falta de espaço ou vontade de empernar?


Texto quase brilhante sobre a personagem "macho da espargata"

Texto disponível no livro
Rafeiro Perfumado - a minha vida dava um blog

10 comentários:

Anónimo disse...

Gostei muito deste post... finalmente alguém que compreenda o que as mulheres sofrem com esses machos da espargata!

Anónimo disse...

Fala por ti! Eu preciso de espaço para os meus amigos... em vez dos lugares reservados para grávidas, velhos e outros parasitas, deveria haver lugares especiais para os abonados como eu!

Anónimo disse...

esses gajos são fogo de vista. Em vez da mão no joelho, é mas é o cotovelo no abono a ver se não fecham logo a perna. É que ás vezes não há paciência!

Anónimo disse...

Eu não ando de metro e depois desta descrição vou tentar não andar!

Filipe Cardoso

Anónimo disse...

Então e os tipos com sovacos malcheirosos? Ainda são piores que os empernadores. É que os malcheirosos levamos com eles quer quieramos quer não, os outros podemos sempre sentar-nos noutro lado.
Assinado:
Verde para Sempre

Vitor Dias disse...

Então és tu que me andas a tentar fechar as pernas. Da próxima já saberei quem és na realidade, rafeiro! LOL

hesseherre disse...

,,,mas antes ajeita os brincos e tira os óculos, porquê das duas uma: ou vais desejar ter antes ligado para 962219643,ou vais levar no pé do ouvido para não seres baitola, ora se não!

Rafeiro Perfumado disse...

Hesseherre, essa confesso que me passou ao lado. Explica, anda...

Linda disse...

eu nao ando de metro, confesso, mas ando de autocarro todos os dias (o 751 e um pesadelo sobre rodas) e os machos da espargata existem na mesma, apesar de terem sempre oitenta e tal anos e fazerem um esforço descomunal para se sentarem ao nosso lado e abrirem a perninha mesmo quando o resto do autocarro esta vazio..
sinceramente, um senhor nas suas oitenta primaveras de perna aberta encostado a mim, dispenso..


(e so de mim ou as pessoas nos transportes publicos conseguem sempre cheirar a suor que tresandam, ainda que sejam 8 da matina?)

Rafeiro Perfumado disse...

Linda, de metro ou de autocarro, o pesadelo é parecido. Quanto ao cheiro, desconfio que ele já vem de fábrica! Beijocas!