Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Eu nem gosto de queijo


Que doença teria um queijo antes de ser curado?

Até quarta-feira,
Rafeiro Perfumado

88 comentários:

Teté disse...

Eu gosto de queijo fresco e amanteigado! Passo sem o curado... :)))

Beijocas!

Teté disse...

Nota-se muito a minha ignorância sobre queijos? Não faz mal, não sei fazê-los, só comê-los... nham, nham... :D

RED disse...

A doença das ovelhas. Ou será das cabras? ( escuro muito escuro, já lá não vou nem com o farol, Rafeirito!)

Pinkk Candy disse...

=p
eu gosto dele curado, mas para bem da 'bemdita' dieta, porque girl que se preze está SEMPRE DE DIETA! arghhh
girl sofre! lá vou comendo os doentes também, queijo fresco, que ODEIO, blarghhh

xoxo

p.s: na saladinha o fresco aka doente, ainda se come bem, lá vai disfarçado o gaijooo, llooolll

Sun Iou Miou disse...

Esta é boa mais é para galego: queixo e queijo escrevem-se igual: com "xis" e assim temos o queixo, o requeixo -requeijão-(que por não ser curado mais se queixa).

Enquanto a doenças, só se for a de ter "nascido" leite, que isso sim é uma dor. Blergh!

Adoro queijos, todos, e quanto mais "perfumados", melhor!

mjf disse...

Olá!
Pelo cheiro e cor de alguns queijos curados...eu coloco a hipotese de : fungos...( no mínimo)
:=)))

Beijocas

Miepeee disse...

Brucelose ??
Foi a unica coisa que me lembrei ;)
Agora so posso comer queijo tipo borracha...que saudades de um bom queijo.

Felina disse...

Como vale mais prevenir do que remediar ele já é curado antes da doença...

Otário disse...

não faço a mínima,
mas devia ser muito má...

Bongop disse...

O queijo é um alimento sólido feito a partir do leite de vacas, cabras, ovelhas, fêmea do búfalo e/ou outros mamíferos. O queijo é produzido pela coagulação do leite. Isto é realizado, em uma primeira etapa, pela acidificação com uma cultura bacteriana e em seguida, empregando um enzima, a quimosina (coalho ou substitutos) para transformar o leite em "coalhada e soro". A bactéria precisa e o processamento da coalhada desempenham um papel na definição da textura e sabor da maioria dos queijos. Alguns queijos apresentam também bolores, tanto na superfície externa como no interior.
Existem centenas de tipos de queijos produzidos em todo o mundo. Diferentes estilos e sabores de queijo são o resultado do uso do leite de diferentes mamíferos ou com o acréscimo de diferentes teores de gordura, empregando determinadas espécies de bactérias e bolores, e variando o tempo de envelhecimento e outros tratamentos de transformação. Outros factores incluem a dieta animal e a adição de agentes aromatizantes tais como ervas, especiarias, ou defumação. A condição de pasteurização do leite pode também afectar o sabor final. O amarelo e o vermelho usados para colorir muitos queijos é o resultado da adição de colorau. Os queijos são consumidos puros ou como ingrediente de pratos diversos. A maioria dos queijos derrete ao serem aquecidos.
Para alguns queijos, o leite é coalhado acrescentando ácidos como o vinagre ou sumo de limão. A maioria dos queijos, no entanto, é acidificada, em menor grau por bactérias, que transformam os açúcares do leite em ácido láctico, seguido pela adição de coalho para completar a coagulação. O coalho é uma mistura de enzimas obtida tradicionalmente a partir do revestimento do estômago de bovinos jovens, mas agora também produzida em laboratório. Actualmente existem alternativas vegetarianas para o coalho; a maioria delas obtida pela fermentação do fungo Mucor miehei, mas outras foram extraídas do cardo (C. cardunculus spp. flavescens), do gênero Cynara.
O queijo é um bom complemento alimentar. É valioso por ser de fácil transporte, ter longa durabilidade e alto teor de gordura, proteína, cálcio e fósforo. O queijo é uma forma mais compacta de nutrição e tem uma validade mais longa que a do leite do qual ele é feito. Os produtores de queijos podem instalar-se próximos ao centro de uma região leiteira e beneficiarem-se do rápido acesso ao leite fresco, dos preços mais baixos do leite e das despesas menores com o transporte. A longa durabilidade do queijo faz com que o produtor possa armazená-lo e vendê-lo quando os preços estiverem altos ou quando necessitar de dinheiro.

:D

Pinguim Alegre disse...

Rafeiro, dizem por ai que é um problema de águas... Mas ficar entre 15 a 20 dias fechado à espera que isso passe... Acho suspeito!

Um abraço

Bongop disse...

Rafeiro
A Wikipédia é linda, não é?

eheheheh

dermatologistested disse...

santa ignorância...não sabes??? então.. o queijo fica para ali a fermentar, a fermentar...o que é que a fermentação faz?? o que é? o que é? ...bolhas de ar e ploff, ploff... está-se mesmo a ver que o queijo sofre de flatulência!
deixo biscoito!:)

the big fox disse...

temos várias :
- Q1Q2
- a doenca dos queijos doidos
- Deficiência do Fator XII
- Degeneração Hepatolenticular
- Demência Vascular
- Dermatite Herpetiforme
- Disautonomia Familiar
- Disostose Craniofacial
- Displasia Fibrosa Poliostótica
- Distrofias Neuroaxonais
- Distúrbios Pupilares
- Divertículo Ileal

mas ha mais... no entanto a mais conhecida é o esquecimento e para essa ainda não ha cura.. temos pena...
abraço

Mãe Carinho disse...

Não faço ideia qual a maleita de que o dito cujo sofria, para ser curado...
mas a julgar pelos cheiros..deve ser coisa muito grave.

bjs

Maga disse...

era "fresco"! ihihihihih
eu gosto de queijo!
beijufas!

S* disse...

Que piada seca seca seca!! :D

Sandra, João e Afonso disse...

Acho que o gajo antes de ser curado tinha aquela doença de falta de pigmentação de pele, por isso é que era tão branquinho!!!!!
abraço

MZ disse...

Rafeiro,
Tu pedes respostas, como quem pede biscoitos!
mas....
1º- deita
2º- rebola
3º- senta
4º- dá a pata
5º- não mexe
6º- quieto!

se ficares assim até quarta-feira e depois mostrares um habilidade eu dou a recompensa!

beijinhossssssssss

CF disse...

Pois, não sei. Mas sei que sou vidrada. Simplesmente não posso ter em casa. Prefiro os mais fortes, mas ainda assim, em matéria de queijos, não sou esquisista ( va lá; pelo menos num sítio). Marcha tudo, num raio de alguns quilómetros. Os preferidos são, da serra, de castelo branco, rockefort, vários de cabra, e por aí fora...

Miss Kitty disse...

Quase que aposto que era Gripe :P

BJS*

Dragão Azul disse...

E EU QUE TE IA CONVIDAR PARA COMER UMA FRANCESINHA QUANDO VIESSES AO NORTE. MAS COMO NÃO GOSTAS DE QUEIJO.....

A Senhora disse...

Aqui existe o meia-cura, o fresco e o fescal, alémd e outros típicos daqui. Se bem que acredito que o curado já tenha passado por todas essas fases, e livre das bactérias que produzem aquele mundaréu de bolhas.
Sim, como disse Dermatologistested - flatulência. :)

Dri Viaro disse...

Uma semana cheia de coisas boas.

hoje não pude ler pois estou com pressa, mas na próxima
virei com calma.

bjsss

PaulaPan disse...

mau halito de certeza xD

gotadevidro disse...

hummmmmmmmmmmmmmm

Talvez seja então mais seguro comer queijo sem ser curado...Não vá haver algum vestígio.

Mas o queijo fresco pode trazer a Brucelose...

Melhor não comer queijo?

Boa semana e uma festinha

bjinho

Majo disse...

Com o cheiro que alguns deitam... deve ser alguma doença nos pés... chulé, talvez? lol

Bjinhos ;)

tulipa disse...

Gostei da questão, mas sinceramente não sei responder.

Apenas sei que gosto imenso de queijo, de várias qualidades de queijo, mas se está curado ainda bem, já não me passa a doença.

Venho dizer que já há "novidades" nos meus 2 blogues, se quiseres dar uma espreitadela, serás benvindo.

Beijinhos.

Gata2000 disse...

Uma coisa meia viscosa e com mau cheiro, só pode estar é podre.
Queijo, bah!!

PaulaPan disse...

lol mil perdoes, mas eu kero k ele volte uma semaninha atras xD

PaulaPan disse...

LOOOOOOOOL isso nao :D
mas so um bocadinho va la :D
lol

Gingerbread Girl disse...

Sífilis!
O queijo tinha Sífilis!



*coffee*

Blossom disse...

tinha uma depressão profunda por causa do leite azedo :)

ainda hoje me pasmo sempre que alguém diz não gostar de queijo...comé qué possível? uma coisa tão boa? e quanto mais mal cheiroso, melhor...nhamie...nhamie (devo ter sido rato noutra encarnação...só pode)

bjs

Mikas disse...

A doença das cabras loucas hehe

Eduardo Ramos disse...

Já me tinha lembrado dessa e cheguei a uma conclusão.

Um queijo antes de ser curado sofria de lectis estragadum.!

Pintora disse...

--'

bom, eu fiquei com esta cara assim que li a tua rica piada...

mas a verdade é que adoro este tipo de piadinhas secas...

Rafeiro, Rafeirinho... uma para ti... só que esta tem resposta, tenta lá...

Como se colam duas vacas???

(esta é das minhas preferidas!)

elvira carvalho disse...

Eu não sei. Mas por via das dúvidas só como fresco. Quem é que me garante que ele ficou bem curado?
Um abraço e boa semana

D.Antónia Ferreirinha disse...

Que doença tem ou teria não me importo nadica, mas que adoro diferentes queijos é uma realidade.
Beijinhos.

Gonçalo disse...

Não sei, mas pelo cheiro deve ser uma infecção mal curada :P

Um abraço!

Boo disse...

Esta piada pareece-me um pouco curada (seca), também estás com alguma doença? Não me digas que agora também gripe canina? ;) (brincadeirinha parva)...
beijinhos
Até quarta
Boo

Tixa disse...

Não sei nem me interessa... adoro todo o tipo de queijo ;)HUMMMMM!!!


* beijocas boas (agora abanas a cauda para ficar giro ;)

Paula Raposo disse...

Não faço ideia!! Mas eu gosto de queijo! Beijinhos.

paulofski disse...

Há bons queijos que não me importaria de curar! Já ouviste dizer que o que mata engorda?

Laura disse...

queijo curado, fica mais tempo a curar a doença, ora bolas nem percebes isso, uma doença leva meses a curar para que o bolor ou amaciamento decorra, namora com uma queijeira e já ficas a saber o que há a curar!...
Beijinhos.

Andreia disse...

então pode trazer a doença das vacas loucas, das cabras ou das ovelhas.

mas tá descansado que nao traz gripe A.

beijoca

marco disse...

sei lá, vens pra aqui fazer perguntas dessas..a uma hora dessas...vou masé dormir!

KOTTA disse...

É doente de nascença, concerteza a vaca ou cabra ou sei lá o quê não lavava as tetinhas daí o mau cheiro.rrrrrrrBjo.

rouxinol de Bernardim disse...

Está curado... mas apesar de tudo, ele mata!

Dizem que mata... a fome!

Otário disse...

Se o Rafeiro se põe
a responder a esta gente
toda, passa uma tarde colado
ao pc :)

é a desvantagem de se
ter muitos seguidores!

Boa semana!

Solteira de Salto Alto disse...

Gripe de Ovelha

Rafeiro Perfumado disse...

Teté, tomaria eu ter essa ignorância, é que nem os posso cheirar! Beijocas!

RED, mas olha que da forma como a blogosfera anda, nunca os faróis foram tão necessários! ;)

Pinkk Candy, eu queijo só mesmo muito disfarçado, ao ponto de não se dar por ele, como nas pizzas! Beijoca!

Sun Iou Miou, por acaso quando cheiro alguns queijos é como se levasse um murro nos queixos! :D

Rafeiro Perfumado disse...

MJF, e fungos já num estado de evolução que nem é preciso microscópio para os observar! Beijocas!

Miepeee, e esse queijo não te apaga a memória? :D

Felina, na prática é um queijo vacinado, então.

Otário, a avaliar pela cara de satisfação das pessoas que o comem não sei...

Rafeiro Perfumado disse...

Bongop, fico lixado com comentários desses, pá. Uma pessoa a tentar manter um blog ligeiro, sem conteúdo e tu vens para aqui com conhecimentos científicos e reais! ;) E sim, é fantástica! Abraço!

Pinguim Alegre, também acho, mais valia vendê-los com uma fralda! Abraço!

Dermatologistested, das melhores explicações que já vi. E a avaliar pelo cheiro, das mais acertadas também! Beijoca!

The Big Fox, não sei se acredito nisso, eu não como queijo e a minha memória degrada-se a olhos vistos. Pelo menos eu acho que não como queijo... Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Mãe Carinho, quererá isso dizer que quem come aqueles queijos mal cheirosos na prática está a ser um necrófago? Beijos!

Maga, por isso é que eu não alinho em “frescuras”. ;) Beijufas!

S*, à conta do teu comentário é que inventei uma piada tão seca, mas tão seca, que até Alcochete parece o Atlântico! Obrigado!

Sandra, João e Afonso, a acreditar no que o Bongop escreveu, isso cura-se com colorau! Beijoca! PS: tentei ir ao teu blog, mas disse-me que rafeiros não entram! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

MZ, como te disse, melhor habilidade do que teclar sem polegares oponíveis, não há. Nem te passa a dificuldade que é resistir a dar umas trincas no rato... Beijos!

CF, isso é que é ser amante de queijos. Olha, já eu sou assim com After Eights. Parecido, não achas? ;)

Miss Kitty, nem brinques, ainda o metiam em quarentena e havia tumultos! Beijos!

Dragão Azul, podes convidar na mesma, que eu já comi e o sabor a queijo nem se nota! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

A Senhora, está bem que eu não sei nada de queijos, mas não era preciso humilhar-me com esses nomes todos que eu pensava serem de marcas de desodorizante! ;)

Dri Viaro, ainda tens um ataque cardoso, com tanta pressa! Beijo!

PaulaPan, mas isso de quem o come, não do próprio! ;)

Gota de Vidro, essa é uma pergunta para a qual tu és a mais habilitada a responder! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Majo, bem pensado! Será que em vez de colocar o queijo em cima de pão se deveria colocar em cima de palmilhas? Beijinhos!

Tulipa, claro que darei uma espreitadela, a todos não prometo, mas a um não te livras. Beijoca!

Gata2000, vem a meus braços, finalmente encontro outra pessoa no mundo que não pode com queijo!

PaulaPan, nem bocadinho nem meio bocadinho, a malta distraía-se e tínhamos aí outra vez o Salazar! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Gingerbread Girl, não me digas que as ovelhas não usavam preservativo! *tea*

Blossom, ou rato ou outro animal que goste de coisas putrefactas. Abutre, talvez? Beijo!

Mikas, há quem diga que as cabras são pouco ajuizadas, de facto. ;)

Eduardo Ramos, e contra um nome em latim não há qualquer contra-argumento possível! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Pintora, não percebo porque é que dizem que a piada é seca, há queijo fresco e tudo. Quanto à colagem das vacas, só conheço como se colam cinco, mas julgo que colar duas é um dos passos! ;) Se não desconfiaste, não faço ideia!

Elvira Carvalho, também acho, o queijo além do certificado de qualidade deveria vir com o papel da alta hospitalar! Beijoca!

D. Antónia Ferreirinha, e eu é uma das minhas disfunções alimentares, é que nem o posso ver. Bom, ver posso, comer é que não! Beijocas!

Gonçalo, do género da micose, aposto! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Boo, se achas esta seca, foge quando vierem as próximas! :D Beijocas!

Tixa, todo o tipo? Isso até parece mal, uma pessoa para ser fina tem de ser minimamente selectiva! ;) Beijocas e ó prá cauda a abanar!

Paula Raposo, que se lixe o quadro clínico dele, então. Depois admiram-se de surgirem pandemias... Beijinhos!

Paulofski, não me fales em matar porque descobri que vais quatro semanas de férias! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Laurinha, conheces alguma queijeira ruiva e discreta? Depois vais ter é de explicar à jove porque é que me estás a tentar desencaminhar... Beijoca!

Andreia, juras pela tua saúde? ;) Beijoca!

Marco, às 00:19? Fracote, vê-se logo que deves ser um comilão de queijo...

Kotta, essa imagem consegue ser a mais assustadora até agora, os pobres animais todos badalhocos. ;) Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Rouxinol de Bernardim, a outros mata o apetite, só com o cheiro. Abraço!

Otário, é tudo uma questão de gerir bem o tempo e não ter medo de ter os dedos em ferida! Abraço!

Solteira de Salto Alto, é um nome que fica no ouvido, apesar de já existirem tão poucos animais que não tenham gripe.

Little Box disse...

Doença??? GOD!!! Só de pensar nisso... com tanta doença que há para aí, qualquer dia comemos terra! LOL
Beijo!

Dri Viaro disse...

kkkk, não sei não
mas tb não gosto deste queijo, mas de outros sim
bjsss

Chupa Misto disse...

Este teu post deixou-me um pouco a filosofar sobre a origem do queijo.
Sim, porque a pessoa que o descobriu deve ter muito de espetacular ou de nojenta.
Se para fazer o queijo temos de coagular o leite, então quem será que foi o porco que se esqueceu do leite num canto durante um mês e depois se lembrou de o provar? Ou quem será que foi o génio que viu um balde cheio de leite fresquinho e pensou 'epá, eu não gosto nada de leite, será que se enfiar com vinagre lá para dentro a minha mãe me obriga a bebe-lo?'. (In)Felizmente para o segundo, lá teve de o beber.
Dá que pensar não dá?

Andreia disse...

jurar não juro, mas que eu saiba não há queijo de porca.

:)

Violeta disse...

prefiro o queijo de entorna, de Serpa bem gordo...
bjs

NuPa disse...

Eh pá... Com essa é que me tramaste...
E já agora, que doenças é que os Curas curam?
Hum?

escarlate.due disse...

quem anda a precisar de cura és tu!
olha manda para cá o queijo que eu gosto de todos

Dragão Azul disse...

Então está combinado... convido-te para comer uma francesinha aqui no Norte, bem recheada de queijo bem derretido, pago eu... mas não abuzes.

Abraço!

Nuno Medon disse...

Lol...bela pergunta! Seria a Gripe A ou será apenas pelo queijo cheirar mal... ? hahaahahahah. Um abraço Rafeiro

alfabeta disse...

Alguns cheiravam a chulé, uma doença terrível, mas tão terrível que já não tem cura para alguns, lol

Solita disse...

Essa agora tá boa.



Heheheeheh!!!!


Joka

Pintora disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaai Rafeiro... que essa não foi seca... essa estava completamente desidratada!!
:D

Bom, a das 5 vacas não conheço... mas cá vai a reposta da que te tinha dito...

portanto, como se colam duas vacas??

Com cola-cao! Tambem deve dar para colar 5 vacas... :P

Rafeiro Perfumado disse...

Little Box, qual terra, e a contaminação dos solos, onde fica? Beijo!

Dri Viaro, é precisamente nos outros que reside o perigo! Beijos!

Chupa Misto, deve ter sido o mesmo inteligente que um dia resolveu fazer manteiga a partir de amendoins e óleo a partir da soja! Abraço!

Andreia, mas que há queijo porco, seguramente! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Violeta, seja lá o que isso for... ;) Beijoca!

NuPa, a curarem alguma coisa, só se for do foro espiritual. ;)

Escarlate.due, lá estás tu com o teu mau feitio. Não tenho culpa que tu inventes personagens, pá...

Dragão Azul, combinado, as bejecas pago eu! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Nuno Medon, ou uma combinação terrífica das duas! Abraço!

Alfabeta, cura tem, implicava era um serrote. ;)

Solita, uma beijoca para ti!

Pintora, se a minha piada é seca, a das vacas é mumificada! :D

Papoila disse...

Curtas e boas;)

BF

Táxi Pluvioso disse...

Queijite aguda.

Rafeiro Perfumado disse...

Papoila, curtas sim, boas não me atrevo a dizer, ainda mais que algumas até têm bicho! ;)

Táxi Pluvioso, ou coalhada desnaturada!

bjecas disse...

Mais depressa comia uma sandes de arame farpado...

\m/

Rafeiro Perfumado disse...

Bjecas, também não curtes queijo?!? A meus braços, irmão!

AEnima disse...

Gripe Q!!

ellen disse...

Brucelose :)

Vani disse...

aiiiiiiii, qto pior cheiram, mais eu gosto deles ihihihihihihih!

Bem, o verbo curar também remete para um significado de "endurecer", que é o que a maturação, ou cura, faz ao queijo.

nOgS disse...

Devia sofrer de moleza. As fábricas de queijo curado são como a tropa para os homens, endureçem um gajo (dizem, por aí... :P).

Beijocas

nOgS disse...

PS: Com os queijos eu não sou esquisita, gosto deles fundidos, moles, curados, picantes, salgados, frescos, a cheirar a chulé...

Rafeiro Perfumado disse...

AEnima, não fales de mais gripes, não tarda nada ainda temos de nos socorrer de outros abecedários!

Ellen, essa seria demasiado fácil, prefiro uma com um nome em latim! ;)

Vani, espero que te estejas a referir aos queijos...

Nogs, ai endurecem? Então as histórias de caserna que eu já ouvi devem ser falsas... Beijocas!