Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Chega aqui, que estou stressado!

Existem trabalhos que exigem muito dos seus executantes, trazendo associado um elevado nível de stress. Podia agora fazer uma piadola fácil, dizendo que além destes trabalhos também existem os empregos da função pública, mas não o irei fazer, não só porque conheço duas ou três pessoas desse sector que trabalham e muito como também, e principalmente, são leitores deste blog (nos períodos de descanso, obviamente). Logo, keep up the good work!

No entanto, pese o que acabei de dizer, é sobre a função pública que quero falar. As tarefas desempenhadas são muitas vezes monótonas, repetitivas, enfim, sem grande interesse ou estímulo intelectual, o que leva muitas vezes à desmotivação e, pasme-se, ao stress, uma vez que a qualquer momento esta malta pode ser colocada no quadro de excedentários.
 
Convenhamos, não deve ser nada agradável ser colocado num quadro, assim à vista de todos, ainda mais se o autor da colocação não tiver bom gosto na escolha da moldura. Então se pensarmos que são exibidos no dito quadro e com um rótulo de excedentário na (espero) testa, facilmente começamos a ter alguma simpatia por estes nómadas suplentes, perdão, desalojados públicos.

Pensando a sério nesta situação, surgiu-me, uma vez mais, uma ideia quase brilhante. Porque não utilizar estes inúteis, perdão, excedentários e fazer deles utensílios anti-stress? Em vez de se usarem aquelas bolinhas ridículas, que tendem a ficar sebosas com o uso, era forrar estes tipos com um material esponjoso, tornando-os parecidos com o boneco da Michelin, e “lançá-los” às feras. Desde o simples abracinho ao espancamento selvagem (consoante o nível de stress acumulado), julgo que esta medida, para além de tornar os excedentários em algo útil, faria maravilhas pela moral dos funcionários públicos! Então se o “funcionário anti-stress” usasse uma máscara com a fotografia dos superiores hierárquicos, ui, seria a loucura! Não deviam era durar muito, coitados, mas também era da forma como se resolvia rapidamente o problema de excesso de pessoal.
 
Até sempre,
Rafeiro Perfumado

45 comentários:

Orquídea Selvagem disse...

Tu hoje estás muito mauzinho!!!
Hoje não estás cão raivoso... hoje estás mais para cão debochado!!

(o que vale é que não sou funcionária pública!)

PS: olha lá, não era suposto estares de "papo para o ar" numa praia perto de ti??

Vício disse...

acho que fizeste muito bem em escrever este texto na terceira pessoa.
ninguém precisa saber em quem pensaste e, para além disso, os funcionários públicos já devem estar habituados que falem neles...

TM disse...

O fds fez-te bem.... ficaste tão simpático.... :/

Besta Artista disse...

Epah, este post está bem agressivo...
Mas também é verdade aquilo que disseste...

Mz disse...

Olha, desculpa lá mas eu prefiro a bolinha. A minha!
E tu é que vais ter de forrar o lombinho com uma camada bem grossa.

Utena disse...

Olha é um caso a pensar... o melhor é resistares já a patente boa...
Eu fico com um

Maria disse...

ahahah , está muito bom este post !
Ainda não percebi, é porque é que os funcionários públicos vão fazer greve no dia 6 de Maio, será que é porque vêm aí o FMI ? e o risco de serem despedidos é grande ? ou será que lhes dá jeito mais uma sexta - feira , a juntar a tantas outras entre feriados , pontes , baixas injustificadas , faltas (in)justificadas , etc... ?

Sun Iou Miou disse...

Mais te vale vestires o material esponjoso, Rafeiro!
;)
Abracinho!

FATifer disse...

Queria apenas realçar um particular do que disseste : “… uma ideia quase brilhante.” Com ênfase no “quase”! ;)

Abraço,
FATifer

Petra disse...

Credo... isso não é uma ideia quase brilhante, é no mínimo uma ideia que explode purpurina.

Cat disse...

Aprovo! E não era necessário a máscara dos chefes. Há inúteis que só por si já dão ganas de enfardar uns bons pontapés... ;)

beijinho

carol disse...

Péssimo este cão, hoje! Estava a lembrar-se certamente dos seus antepassados lobos!
A cultura de funcionário público ( e, hélas, eu fui uma dutante 37 anos!...) vem do tempo do Salazar, em que os ditos recebiam mal, menos que os privados e eram mal vistos e mal tratados. Depois, veio o 25 de Abril e tornaram-se mais seguros e aí veio o Cavaco, aumentou-os 28% no ordenado e aumentou-os em número e prontos... foi o que se viu!

João Coelho disse...

Não sejas má lingua, o dia de greve ser a uma sexta-feira é claramente uma coincidência, tal como todos os outros dias que têm caído em sexta ou mesmo segunda-feiras...
Até porque com certeza que as greves são cumpridas como manda a lei, no local de trabalho... Não? Ah pois, erro meu, então eu calo-me! :-P

Beth/Lilás disse...

Uia, Rafeiro, que hoje estás picante!
Mas, por outro lado, gostei muito da idéia, pois os daqui de além mar, são exatamente assim como descreves.
tenha uma linda semaninha e bjs cariocas

Inês disse...

Por acaso esses bonecos hoje davam-me um jeito do caraças.
E com as caras de políticos???
Isso é que era!!

Janita disse...

Rafeirinho, és fino que nem um alho...!

Dizes estas barbaridades e depois, em vez de enfrentares as consequências de peito aberto, encavalitas-te no ombro de um guarda-costas??:-))
Assim, qualquer um é valente!

A propósito do stress provocado pelo não fazer nenhum, dos lacaios do Estado. Então, tu não sabes que isto só de olhar tamém cansa a gente?

Fica bem e olhando em todas as direcções...

Patrícia disse...

xiiii, que maldade. :)
Quando trabalhava numa empresa privada conheci uma pessoa que foi posta de lado. Era tão mau, mas tão mau. A sorte é que ela era assim meio alucinada e sobreviveu lendo livros no local de trabalho. Simplesmente não lhe davam nada para fazer e a maioria dos funcionários não lhe falava.
Não me imagino naquela situação. Acho que ia de baixa psiquiatrica para casa.
(pode haver por aí quem ache que ela devia simplesmente procurar outro trabalho, mas ela estava quase na reforma, não devia ser fácil),
bjs

S* disse...

Com a foto do chefe seria MUITO usado. :P

Teté disse...

O stress tanto pode ser devido a excesso, como a pouco (quase nenhum) trabalho. Já pensaste o que é ir todos os dias para a repartição, das 9 às 17, e ter que andar por lá a inventar cenas para parecerem muito ocupados? Com a tal ameaça de a todo o momento poderem ir para a prateleira dos excedentários?

Mas essa de serem aproveitados como humanos anti-stress, com carinha do chefe a acompanhar é má demais. Já agora porque não com a fronha dos políticos da nossa praça, para serem espancados até à morte, por todos aqueles que "inconscientemente" votaram neles? Ná, ninguém merece essa "caça às bruxas"... quer dizer, os políticos e alguns chefes mereciam, mas eram eles, não os desgraçados por eles, como de costume... ;)

Beijocas!

Bongop disse...

Pah, eu tenho aqui um chefe que me dava jeito para a catarse...
O problema é que eles nunca estão de acordo com essas medidas que só iriam aumentar a produtividade!

Abraço

turbolenta disse...

Olha lá: estás vacinado contra a raiva?
Ainda bem que não sou nem nunca fui funcionária pública, senão, saltavas-me para cima, davas-me uma mordidela no cachaço que depois, quem tinha de ser vacinada contra essa perigosa doença, era eu!
Deixa-me mas é fugir daqui depressa.
desejo uma óptima semana sem más ideias...

paulofski disse...

Estás a falar deste senhor, certo? Acho que tens razão, há muito que os funcionários dos serviços do Estado têm servido de sacos de pancada.

Marta disse...

Ena ena...isso é que é azia :P
Vá, calma, não tarda é Páscoa e sempre comes uma amêndoas para te adoçar a boca.

Susana Gatita disse...

Xiii, Que mente rafeirosa a deste cão hoje...
Mas que eu gostaria de fazer o gostinho ao pé e chutar um desses anti stress, gostava...

A Minha Essência disse...

Quem fala a "sua" verdade não merece castigo! ;)

Kiss

Isis disse...

Gostei particularmente de imaginar a "fronha" dos superiores hierárquicos e de lhes pudermos fazer o que quisessemos consoante o nível de stress ;-)

hesseherre disse...

Queres enganar a patuléia - eu incluso - dizendo sair de férias?! acaso tua casa se chama FÉRIAS?
Um abraço Michelínico e cheio de bolinhas de m.......tu sabes como bom cachorro.

Anónimo disse...

Ai o caraças. Passou-se!!!
Como se despedir um funcionário público fosse fácil... Apre!! Há cada calhau na engrenagem...

Rauf... sem nome, porque sim e... "prontos".

Barroca disse...

Mas por quê tanta virulência? Toma lá para relaxar: boa disposição. ;D

Peter of Pan disse...

Rafa, a minha gaja que não nos ouça (ela é f.p.), mas dou-te toda a razão. Se eu tivesse um cêntimo de cada vez que me apeteceu espancar um f.p., tinha mais dinheiro que o Gates, o Branson e o Jobs juntos!

Felina disse...

Aposto de foste a uma repartição publica recentemente, nota se uma certa tensão

Anjo De Cor disse...

O funcionário público tem as costas largas, heheheheh ;)
Bjs*

Inês disse...

O que dava mesmo dinheiro eram bonecos desses com as caras das pessoas de quem não gostamos mesmo nada.

Pitanga Doce disse...

Ó cum carago! Foste a alguma repartição pública e tiraste a senha de número 429 quando o leitor ainda marcava a de número 18? Quem te manda ir à segunda-feira? Não sabes que as coisas só se desenvolvem lá pra quinta e na sexta é meio expediente? Tão?

Isabelices disse...

Olá

Por acaso sou funcionária pública embora como é obvio não me reveja nestas tuas rosnadelas.

Gostei do post, gostei da acutilância, imagino se fosse sobre a nossa classe política!
Embora eu saiba que (cão que ladra não morde)quem sabe o rafeiro não se virava pit bull.

dinona disse...

Eu sou voluntária para esse tratamento, apesar de não ser funcionária pública e de nem ter muito stress eu faço mesmo por gosto que eu gosto que me maltratem ehehehehehe

(epah, gosto imenso dos desenhos dos cães que tens na barra ao lado, são mesmo giros ☺)

Janita disse...

Ouve lá Ó Rafeirito, agora deu-te pra te armares em caro, é ??

Ou ainda estás zangado por causa da negrura e do dilúvio??
Sim?
Não?
Então porque é?

E...que culpa tenho eu disso??

Olha...depois vai-te queixar ao Sindicato da Fruta...até parece que não sabes como eu sou tinhosa.
Despacha-te que eu não tenho o dia todo!

Me,myself & I! disse...

És tão irónico!
Lol!
É por estes posts que não deixo nunca de cá vir...

Charlotte disse...

Isto hoje anda agressivo!!! A foto do chefe é que era :p BJS

José Sousa disse...

Ruahf, ruahf! Meu querido Rafeiro, vou-te contar uma história que aconteceu na minha aldeia: "Havia um homenzinho que tinha, lá na sua quinta, um boi de cobrição! Em toda a aldeia, as outras pessoas tinham vacas. Então eles levavam-nas lá ao boi para ele as casalar. Um certo dia, já o dono do boi se sentindo debilitado, resolveu vende-lo. Foi uma aflição cá na aldeia, pois era o único boi para casalar as vacas, se era vendido, as vacas não poderiam mais parir! A polpulação, cá da aldei, foi ter com o Presidente da Câmara Municipal lhe contando o caso e o Presidente resolveu ser a Câmara o dona do boi, assim o compraria e o oferecia à população cá da aldeia. E assim foi, o pior foi depois! A partir desse dia, os donos das vacas as levavam lá ao boi mas ele não as casalava mais. A população já desesperada foi ter com o Presidente da Câmara e lhe contou o que estava acontecendo. Então ele mandou lá o veternário. Depois de o veternário o examinar, mandou que colocassem junto do animal uma das vacas, mas ele nada! O veterinário, revoltado gritou ao animal e lhe perguntou o que tinha, porque não trabalhava como dantes que cobria todas as vacas e até umas 6 por dia! O animal "Boi" respondeu-lhe: -Hehehe...Agora sou da Função Pública!". Rsrsrs.

Gostou rafeirinho!

Um abraço.

MARGE SIMPSON disse...

Se o meu estatuto fosse de funcionária pública - sou mas com outro estatuto e regras.. eu respondia-te assim a modos de ser bloqueada.. mas felizmente concordo contigo! O típico funcionário público é aquele que vai às 9h... prepara a secretária, liga o Pc.. vê os mails... e à 10h já está na pausa do café...tive experiências nas finanças e nos Hospitais.. por isso agora graças ao simplex pode-se fazer tudo quase via net...porque em lugares tipo finanças são uns PARASITAS ANALFABETOS que nada sabem esclarecer a quem mais precisa.. e depois de verem a sala de gente à espera começa a tortura.. ou mandam para o seguinte.. ou não é ali, ou é com o colega do lado que por acaso nem está.. Por isso acho que o FMI faz muito bem em reduzir essa tralha toda! Nos hospitais tive duas experiências interessantes de forma a NUNCA mais lá voltar.. nada como o Privado.. pagas mas não és tratado como estúpido! Uma delas cheguei à urgência às 3 da tarde sem conseguir quase respirar..nem pela triagem passei tal o estado.. estive 4 horas à espera de uma ecografia...depois de me darem lá os aparelhos e fazerem o electrocardiograma... venho para casa e volta a repetir.. às 11 da noite.. acredita que estavam lá na urgência os mesmos da tarde? Tive a sorte de ser o mesmo médico e de me atender de imediato.. mas avisei que se algum exame demoraria mais de meia hora bazava... outra.. o meu internado e faço 100km e chego ao hospital ( onde até por mero acaso é conhecido da família..) e um merdas de um segurança me diz que tinha de esperara pela hora da visita.. só lhe disse " eu SOU FILHA... ou entro Já ou ponho-lhe um processo em cima... remédio santo nem precisei de dizer que conhecia o director! Sabes que o país é cunhas e compadrios..e espero que o FMI seja exemplar..por acaso tenho a sorte de não ser estúpida e conhecer alguns direitos.. mas a maior parte da gente acomoda-se ...e isto tem de acabar! Nas Câmaras é a mesma escandaleira..PARASITAS!

Malena disse...

Raufs foleirosos resvalam na couraça da minha indiferença... PFFFFFF!! Oh pra mim a olhar de cima pra baixo!! :P

Tio do Algarve disse...

Caro Rafeiro,
A ideia é gira mas às vezes os que estão nas listas não são os que mais nos aliviariam o stress...
Com as pessoas certas nos bonecos, a medida podia ser alargada aos contribuintes.
:)

Kok disse...

Ministro é funcionário público?
(rsrsrsrssrsrsrsrs)

Táxi Pluvioso disse...

A profissão mais stressante do mundo é ator porno.