Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Então e “águas de costeleta”, não existe?

E quem diz costeleta diz costela ou espinha.

Texto tão brilhante que teve de ser removido para um local mais seguro, mais precisamente o livro Agarrem-me ou dou cabo desses palhacitos!

56 comentários:

MARGE SIMPSON disse...

Resume na perfeição a situação em que o nosso país se encontra.. e não há modo de mudar a água nem o bacalhau...será que o mesmo bacalhau vai ficar mais anos de molho.. até não haver águas para o mudar?

Vício disse...

sem querer estar a analisar a tua analise, sabias que o bacalhau é o animal mais sexual que existe?
chupam-lhe a cabeça, comem-lhe o rabo e fazem punhetas com o lombo...

A. disse...

O que se passa no nosso país é ligeiramente diferente... há por aí certas figuras que ficam na prateleira até acharem que podem voltar a intervir e dar uma opiniãozita, apesar de no seu tempo, nada terem feito para melhorar a situação. Um pouco como se em vez de ir pelo cano, guardássemos a água de deomolhar o bacalhau num Tupperware no frigorífico... é que nunca se sabe se pode vir a ser útil :S

Textículos disse...

Há uns anos na China construiram um aquário, tipo Oceanário e puseram no mesmo tanque um bacalhau e um tubarão de tamanho igual, pensando que se iriam dar bem, passados uns dias já não havia tubarão! :)

FATifer disse...

Mesmo já habituado à tua forma, digamos, peculiar de analisar expressões que todos damos como adquiridas sem questionar muito, ainda me consegues surpreender, nem que seja porque não esperava ler um texto com menção a “quecas bacalhoeiras”!

Na minha opinião não estamos a ir pelo cano abaixo ainda mas temos umas limpezas a fazer, sem dúvida, assim houvesse vontade… (isso é que não vejo, só vejo merda!)

Abraço,
FATifer

PS – e não me venhas dizer para limpar os óculos! :P

Orquídea Selvagem disse...

Se querias com este post um comentário político... "tira lá o cavalinho da chuva"!
Agora que teremos de colocar as "barbas de molho" à espera de melhores dias... isso és capaz de ter razão, mas para esse dia chegar teremos todos de "arregaçar as mangas" e trabalhar em prol de um país mais produtivo!


Nota: achei um piadão ao comentário do Vício... ainda não me tinha apercebido que de facto o bacalhau é f###do por todos os lados!... lol

Anna^ disse...

Ele haverá comprimidos para estas tuas crises existenciais??? Sossega rapaz... :)

Felina disse...

Se os bacalhaus praticarem sexo tântrico as àguas quase não mexem...

Barroca disse...

Um amigo meu não bebe água... because the fishes fuck on it!

Um pretexto tão válido como outro qualquer. ;)

Sandra. disse...

:D

é memo só pa te dezer q tás mui sexual hoje!! tens alguma cena q ver ca bidinha dos pobres dos bacalhaus pracasu???

besuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus

Malena disse...

Não consigo imaginar o bacalhau a fazer sexo!!!
Mas, não sei porquê, só me vem à cabeça o Quim Barreiros e a canção " Quero cheirar teu bacalhau Maria!"!
Olha que os nossos candidatos andam todos ao cheiro do bacalhau... ;)

Cristina Torrão disse...

Bem, se realmente a expressão for uma alusão ao facto de se pôr o bacalhau de molho, enquanto se cozinha e não cozinha o bicho, ou seja, fica em situação de stand-by, também se poderiam usar expressões como "em águas de feijão", ou "em águas de grão-de-bico", ou até "em águas de cogumelos" (às vezes, compro cogumelos secos e tenho de os demolhar umas horitas, antes de os utilizar) ;)

Isabelices disse...

Acho este teu post tem pouco a ver com o sexo do bacalhau certo?

Também não será para chamares "bacalhoeiros" ao politícos será?

Cá para mim estás só a refrerir-te ao bacalhau mesmo que virou artigo de luxo.
ahahahahahahh Fazes as segundas feiras mais fáceis sabias!

Marta disse...

É algo que oiço muitas vezes mas na verdade não me cheira nada bem!!!
LOL

Ardnaxela disse...

Ainda há uns dias utilizei essa expressão para comentar já não sei o quê que aconteceu no debate do Paços Coelhos e o Sócrates ao que ele muito prontamente disse 'Eu cá só vejo água'.

Beijinho.

Janita disse...

Ah Rafeirinho, venham pra cá dizer que a tua imaginação extagnou...que eu parto-lhe as trombas!!

O que eu me ri com essa do estrebuchanço das quecas bacalhoeiras!
Ai..ai, que marasmo seria a minha vida sem ti!

Não fiques amargo Rafeirinho, mesmo que fique tudo em águas de bacalhau, a culpa não é tua...

Xi grande e beijoquinhas pra ti.

gota de vidro disse...

Em " águas de bacalhau" já andamos há muito e nem sei se temos dado bem por elas....
Note-se que para ficar nas ditas se vai perdendo o sal....

Se já estávamos no marasmo agora nem pitada de sal temos para dar um "ar de graça"

Boa semana

Bjitos da gota

Eva Gonçalves disse...

Sabe-se lá porquê, ainda não tinha vindo cá parar e gostei. Entrei, não calquei nada... e ainda saí inteira. Not bad! O País, não está de molho... já foi pelo cano abaixo, e já não está nessas águas, está no mais vasto conjunto de águas de esgotos.... onde me parece que nem bacalhaus teriam grande vontade de se reproduzir!! Beijo

paulofski disse...

É isso, proponho desde já o Gomes de Sá e o Zé do Pipo para agitar as águas no próximo prato eleitoral.

Rafeiro Perfumado disse...

Marge Simpson, acho que quem tem de se mudar somos nós.

Vício, e eu a pensar que era o porco, o tal que tem orgasmos que duram horas.

A., essas figuras deveriam ir para a prateleira, sim, mas embalsamados. E na totalidade, pois actualmente só o cérebro é que passou por esse processo.

Textículos, na volta o tubarão foi ocupar algum cargo na União Europeia...

Rafeiro Perfumado disse...

FATifer, pois eu acho que já fomos pelo cano abaixo, neste momento estamos em plena ETAR, a dar voltinhas. A esperança é que possamos sair de lá purificados. Abraço!

Orquídea Selvagem, por alguma coisa chamam ao bacalhau o “fiel amigo”. Longe vão os tempos em que esse papel era destinado ao cão. Não que me importe, é da maneira como não olham para mim de forma gulosa!

Anna, isto já só lá vai com injecções...

Felina, se eles não se mexerem correm o risco de irem parar às fossas abissais...

Rafeiro Perfumado disse...

Barroca, e esse teu amigo respira? Muita gente se peida... ;)

Sandra., claro que tenho, ou tu comes alguma coisa sem saber primeiro por onde ela andou?

Malena, eu por acaso consigo imaginar o bacalhau a ser comido, e em várias posições, ou melhor, receitas!

Cristina Torrão, já para não falar em outras coisas que ficam de molho, para a sujidade sair melhor. E não, não vou dar mais exemplos...

S* disse...

E que tal... em águas de panados? Bem melhor que costeletas.

Rafeiro Perfumado disse...

Isabelices, “bacalhoeiro” seria um elogio se aplicado aos políticos, pois não os estou a ver a terem um trabalho árduo. Beijocas!

Marta, é sinal de que está de molho há demasiado tempo!

Ardnaxela, o tipo não vê é um boi à frente, ou já se tinha pirado para longe! Beijocas!

Janita, isso são bocas da reacção, entram a 100 e saem a 100 (sinal de que não provocaram qualquer efeito). Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Gota de Vidro, mas pelo menos em sal a malta ainda se conservava, o que se passa é que estamos a ficar cada vez mais chupadinhos! Beijos!

Eva Gonçalves, aqui ninguém é mordido, a não ser que faça por isso. Quanto ao país, eu já nem sei onde estamos, mas que cheira mal, seguramente! Beijo!

Paulofski, e para mandatário da campanha o Bacalhau com todos!

S*, quem mandou comentar no meio das minhas respostas? Ia-te perdendo, jove!

Junkie Jones disse...

Foda-se, muito tem este gajo a mania de implicar com as expressões tipicas portuguesas, às tantas se te disserem que te vão deixar em banho maria começas logo a afiar o pincel a julgar que te vão presentear com um Jacuzi na companhia da Maria.

Utilizando uma das tais expressões tipicas, diria que com este tipo de criticas aos dizeres tipicos, acabas por não foder nem sair de cima.

paulofski disse...

Com todos!!! Epá, isso já me cheira a caldeirada!

the big fox disse...

á bacalhau, bacalhau
o piteu Nacional
vindo das aguas do norte
á espera de melhor sorte

quanto ao marasmo que falas
não o vejo tanto assim
até porque até as eleições
temos mentira do inicio ao fim

será que conheces um bacalhoeiro?
daqui te posso convidar
a passares por Ilavo
e o museu visitar

é bem explicado toda a faina
e mesmo a vida de homens bravos
que para sempre haver bacalhau
se aventuram em mares revoltos

posso, se ajudar na escolha
dar guarida a ti e á jove
podes tambem trazer calçoes
para a praia agora que não chove

abraço

Teté disse...

Ahahah, não és grande especialista em quecas bacalhoeiras, mas deduzes que deve haver algum estrebuchanço e uns gritinhos de prazer??? Grande dedução, digna de um verdadeiro Einstein... :)))

Ou deveria dizer Darwin? Enfim, para o caso tanto faz!

Mas pronto, só para tua informação, existem mesmo águas de carne e até rebuçados. E leite em pó de cavalo. Nunca provei, mas parece que os chineses os acham uma delícia... :D

Beijocas!

ψ Psimento ψ disse...

Ou se calhar não e o povo até esta certo. O que seria algo inédito diga-se desde já.
O bacalhau tem todo o ar de ser um mastronço com muita baixa actividade. Nem no sexo se devem empolgar. Então não vez que até estão em vias de extinção! As bacalhauas devem viver num tédio, ainda para mais naquelas aguas frias sem ninguém para as aquecer!! Um abraço.

Kok disse...

Se tens razão ou não, não sei.
Todavia, acreditando que sim nada mais acrescento.
E porquê?
Porque tudo o que eu possa acrescentar ao que já foi dito, não altera a situaçõn da coisa.
Ou seja, fica tudo em águas de bacalhau!
Que é como quem diz: são águas passadas.

1 abraço pah!

Carolina Tavares disse...

Ora, pois, nunca pensei em ficar esclarecida em um assunto tão importante como ¨Ficar em águas de bacalhau.¨

Rafeiro às vezes me deixas sem palavras.

Mal Educado disse...

calhau é mesmo com grão e batata o resto são histórias..

Rafeiro Perfumado disse...

Junkie Jones, sobre o “banho maria” já me pronunciei há uns tempos. E sim, impliquei com ela!

Paulofski, e se for acompanhada de arroz malandro, ui ui.

The Big Fox, agradeço o convite, ainda mais em forma de poesia. Só recuso a parte da praia, porque ao contrário do bacalhau eu sou um bicho de águas quentes! Abraço!

Teté, leite em pó de cavalo?!? Realmente aqueles tipos papam tudo, e metade por pensarem que é afrodisíaco. Muito dinheiro devem ganhar os psicólogos naquela terra, é só gente traumatizada! Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Psimento, o bacalhau está em vias de extinção exactamente por estar constantemente a ser comida! Abraço!

Kok, essa das “águas passadas” é outra expressão ursa. Então e a evaporação e posterior precipitação, vais-me dizer que não vão ali no meio gotas repetidas? Abraço!

Carolina Tavares, um dia tenho esperança em esclarecer-te sobre um assunto do qual possa efectivamente tirar proveito. ;)

Mal Educado, não discrimines a couve, pá!

JP disse...

Especialista em quecas bacalhoeiras!!!

Essa está boa! Mas reflecte bem a situação deste país.

Abraço

Sérgio Pontes disse...

Também não sou especialista em quecas bacalhoeiras, mas gostei de ler este post

♥ κєκєl ♥ disse...

Olá

Sou professora de uma escola estadual e estou aqui lhe convidando para conhecer nosso blog de LIBRAS – VEJO VOZES, onde o nosso objetivo é expandir a Língua de Sinais, pois somos escola pólo para atendimento da pessoa com deficiência auditiva.
Se você tiver um tempinho e interesse pelo assunto, venha nos visitar. O endereço é:

http://eeblmlibras.blogspot.com/

Abraços fraternos

Gata2000 disse...

Mas por acaso pões as costoletas de molho?

Maria Santos disse...

àguas de bacalhau, molho de broculos, no mato sem cachorro... desculpa amigo, mas vai tudo a dar ao mesmo... só me lembro de uma expressão de uma colega, muito alentejana (garanto que muito mais que eu!!!), quando penso na situação que vai/está este país: "TENHO OS CORNOS FEITOS EM MERDA!"

Beijos...

Sentaqui disse...

O meu comentário não vem acrescentar nada de novo ao que já aqui foi escrito, apenas o meu enorme apreço pelo post, portanto fica tudo em águas de bacalhau:))

Beijinhos

elvira carvalho disse...

Quantas saudades destes textos cheios de humor e ironia. A nossa língua tem umas expressões engraçadas. Estas águas de bacalhau oiço falar nelas desde que era miúda. Nunca tinha ligado o sentido ao estado do País mas não deixa de ter sentido. Se bem que acho que já não há águas do dito cujo suficientes para demolhar as ideias de alguns políticos.
Um abraço

Teresa Durães disse...

bom, larga o sal. pode ser que signifique que lava o esterco também ehehehehhe

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

hehehehehehehehe

Pitanga Doce disse...

Eu precisava vir aqui só para me lembrar como é que se ri.

Agora fico na dúvida se volto a comer este bicho que, segundo tu, faz uns "estrebuchanços " de vez enquando.

Patrícia disse...

Por acaso nunca tinha pensado na reprodução do bacalhau. Visto por esse prisma, (e eu até que gostava dessa expressão), vou pensar duas vezes antes de a usar. Já agora, o neologismo de "quecas bacalhoeiras" arrasou completamente com qualquer outro neologismo que pudesse suspeitar que viesse do título.

Beijinhos=)
Patrícia

Anjo De Cor disse...

Gostei deste teu pensamento sobre bacalhau, não dou opinião porque de bacalhau entendo pouco só de receitas com bacalhau....
que receita com bacalhau caia que nem uma luva ao nosso Portugal?
bjs*

Laura disse...

Oh, gostei de ver o rafeirito de molho é o que é...quanto ao país se for pelo cano abaixo, mais valia, livravamos o pessoal de tanta miséria, e venham outros noutras águas mais calmas, trazer a bonança porque esperamos...

Beijito.

laura

AmSilva® disse...

Fiquei com a ideia de que querias dizer que há "luvas" em Portugal, que os politicos nada fazem, excepto agora em campanha que até parecem formigas, e que este país á Beira Mar plantado está a afundar-se que não é o mesmo que a maré a subir...
Estarei levemente certo ?!?
Abraço

José Sousa disse...

kkkkkkk... o amigo Vicio disse uma que eu já sabia mas que ele se saíu muito bém! Quanto ao que o rafeiro escreveu, fartei-me de rir, pois este rafeiro danado não dá ponto sem nó! Concordo plenamente, grande achega. kkkkk.

Um abraço rafeiro.

centro das marradas disse...

...eu gostava de "raufeirar" o seguinte. Porque razão há tanta pessoa a gostar de praia, se esse é o preciso local onde todo o peixe se alivia?
Já nem falo dos cetáceos cuja ejaculação é enorme! A próxima vez que engolirem um "pirolito" de água do mar, lavem bem a boca...

Rafeiro Perfumado disse...

JP, como é que num texto tão profundo é essa a expressão mais comentada? Abraço!

Sérgio Pontes, se eu encontrar uma formação sobre o tema vamos os dois. Abraço!

Kekel, terei todo o gosto em passar por lá. Beijocas!

Gata2028, só as minhas costelas...

Rafeiro Perfumado disse...

Maria Santos, e se fossem só os cornos... Beijocas!

Sentaqui, quais, as do molho ou as das quecas bacalhoeiras? Beijocas!

Elvira Carvalho, por acaso, há muito tempo que não te via por aqui. E há águas, mas muito estagnadas. Beijinhos!

Teresa Durães, o esterco só com aqueles jactos de areia, e mesmo assim...

Rafeiro Perfumado disse...

Especialmente Gaspas, tu não rias do nosso estado!

Pitanga Doce, acho que na travessa é seguro. Beijoca e ânimo, ok?

Patrícia, quase que estou arrependido de o ter utilizado, aniquilou completamente o resto do texto. Beijocas!

Anjo de Cor, bacalhau à Brás. É que isto está tudo enrolado... Beijos!

Rafeiro Perfumado disse...

Laurinha, águas mais calmas? Quem sabe um dia, mas com o aquecimento global o melhor que pode acontecer é elas subirem e afogarem a malta. Beijoca!

AMSilva, levemente é favor, se os tipos trabalhassem tanto como em campanha, Portugal era dos países mais desenvolvidos do mundo ou mesmo da Europa. Abraço!

José Sousa, olha que eu não sei costurar, nem para remendar uma meia! Abraço!

Centro das Marradas, mas de preferência sem fazerem gargarejos! Abraço!

Táxi Pluvioso disse...

Acho que um povo rico, como nós somos, devia dizer "águas de salmão" ou "águas de cherne" ou do peixe mais caro na praça no momento em que se usa a expressão (agora com os telemóveis ligados à net é fácil saber as cotações).