Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

terça-feira, 14 de junho de 2011

Olha se fossem vacas...

Uma das grandes pragas que as cidades portuguesas têm, a disputar renhidamente o pódio com os arrumadores de carros, os vendedores de Time Sharing e os políticos em campanha, são os pombos.
 
Vantagens em relação às outras pragas? São mais fáceis de espantar com um bater de palmas, tendem a reagir menos violentamente se lhes dermos uma biqueirada e, acima de tudo, têm uma cara fofinha. Desvantagens? Estragam igualmente os carros, são inoportunos e obrigam-nos a desviar quando caminhamos e, se não tomarmos cuidado, podem mesmo lixar-nos o dia ao quererem contribuir para o padrão da nossa roupa.
 
Eu próprio já tive uns quantos encontros imediatos com estes bichos, que me acertaram com tal violência na cabeça que podia jurar que diminuí uns quantos centímetros. E só não reagi à pedrada porque ao olhar para cima não consegui descortinar qual deles estava a rir com mais vontade.

No entanto, acho que o problema dos pombos não passa pelo seu extermínio ou controlo populacional, mas antes pela sua reeducação. Era metê-los a todos numa sala de aulas e com o auxílio de uns gráficos e desenhos ensinar-lhes conceitos básicos de evacuação anal, do género “monumentos não, arrumadores sim, e com genica”, “pessoas a caminho do trabalho não, carros mal estacionados afinfa-lhes que só se perdem as que caírem no chão”.

Se conseguíssemos colocar os pombos a desempenharem este papel cívico, garantidamente que a vida nas cidades ganharia outra qualidade.
 
Até sempre,
Rafeiro Perfumado

74 comentários:

Rui Pascoal disse...

O pessoal em Lisboa safa-se bem... têm um grande Pombal.
:)

Bongop disse...

Acho que o trigo roxo (ou será que é milho roxo...?) tem grandes potencialidades na reeducação desses cagadores voadores... experimenta!
;)

Abraço

the big fox disse...

meu caro não entendo a tua comparação entre pombos, arrumadores de carros e politicos.
se aos 2 primeiros creio ser possivel desempenhem um papel civico na nossa sociedade, seguramente, com os ultimos, será uma "guerra" bem mais complicada.
abraço e cuidado com as "bombas" não dos pombos mas dos politicos que doem bem mais....

José Sousa disse...

Querido amigo Rafeiro!
A minha vida não me propociona a poder vir mais vezes ao teu blog para ler e comentár. Tenho tantos blogueiros que me acompanham e tenho também de os ler e comentar. Mas, com toda a certeza, adoro este teu espaço que tem sempre uns textos em forma de sátira! Adorei esta ideia também! Ainda dizem que um Rafeiro não tem as grandes qualidades que um Pastor da Serra de Estrela ou um Doberman! Quem dera a eles terem a tua sabedoria!

Um grande abraço meu amigo Rafeiro.

Textículos disse...

Com o que vi este fim-de-semana em Paris, desconfio, que por lá as vacas voam mesmo. Quanto aos ratos-com-asas, solução final com eles!

Diabba disse...

Pois a mim parece-me que os pombos vão começar a desaparecer, drasticamente. Vais ver os novos pratos que vão aparecer nas tascas "arroz de pombo, com pombo", "pombo, a sério, assado", "pombro, crrruuu cruuu, de fricassé", etc etc
enxofre

Sandra. disse...

:))

Sabes duma cena?? se num tás bem, muda te!!

E os pombos, essas grandes ratazanas aboadoras, têm cara desde candu?? Cara tens tu pa lebares dois bons estalos ehehehehe

besuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Isso é bom é em canja :)

ADLuxor disse...

Mas olha que os pombos podem vir a salvar-nos a economia!

1º-Transfere-se os pombos todos para as terras de gentes ricas.
2º-A sua péssima educação fará com que as pessoas ricas fiquem todas... sujas vá XD
3º-Abre-se uma empresa de capas impermeáveis e vende-se às gentes ricas para não ficarem sujas.
4º-Vende-se as capas impermeáveis em diversos modelos!

E assim deve servir! LOL

Abraço!

FATifer disse...

É uma pena estarmos em tempos de contenção financeira senão encorajava-te a candidatares-te a um subsídio europeu para essa formação cívica aos pombos!

Abraço,
FATifer

Conchita disse...

Como eu te compreendo...eu já fui vitima por 2 vezes, se não foram pombos foi por uma raça semelhante, e se fosse verdade o que o povo diz que "merd... é sinal de dinheiro", eu tou a espera até hoje, chiça!!

Táxi Pluvioso disse...

Se não fossem eles, Hemingway, em Espanha, teria passado mais fome. E servem de medidores da sorte: se um homem, na rua, no meio de meia dúzia de marmelos, leva com a bomba de um pombo, é um aviso do destino, o melhor é ir à bruxa logo, porque é mesmo azarado. E, se estiver sozinho, é a mesma coisa: em tantos kms à volta, vai logo acertar nos poucos cms que ocupa um homem na verical.

Cat disse...

Ratos com asas. Que nojo!

Felina disse...

Agradece aos céus por serem pombos... imagina se fossem gaivotas... não era só o padrão da roupa que mudava...

Dragão Azul disse...

...e se os caçadores se dedicaçem á caça de pombos?? OK, não seria boa ideias, á que reiducar as pombas.


PS- não tenho tido muito tempo para passar por cá e pelo fc, sorry... isto vai melhorar, penso eu de ke!!!

A. disse...

... olha, se fossem vacas ao menos comiam-se!
Nada de re-educação para ninguém. Já tiveram tempo suficiente para isso, e uma vez que o serviço cívico não é opção, eu sugiro contratar umas quantas aves de rapina.

A Minha Essência disse...

E viva aos pombos! Bicharocos tão bilu-bilu... ;)

Utena disse...

Olha que isso é que era... e já agora bombas em politicos também pode ser?
Agradecida
Beijo rafeiro mai lindo

Ana S. disse...

Eu cá tenho uma teoria: os pombos são seres de outro planeta disfarçados de bichos fofinhos mas com a intenção de estragar o dia a uma pessoa. Porque é que nunca acertam no chão, numa árvore ou na vizinha maldosa do lado???

Bernardo disse...

Muito bom :D

aespumadosdias disse...

Os pombos não são capazes de aprender. São como muitos dos alunos que andam nas nossas escolas. Eram capazes de passar de ano mas aprender...

Vício disse...

se falasses em humanos é que eu dizia que era impossível ensinar-lhe papeis cívicos! mas pombos... quem sabe?

Anjo De Cor disse...

Aqui não há assim tantos pombos, quando vou visitar a minha sogro em Lisboa realmente reparao que é aos montes quase entram para dentro de casa... é estranho, tenho que tirar umas horas para estudar esse facto.
Em relação aos arrumadores não me incomodam se calhar porque os trato normalmente e até tenho pena deles, tinha um que me guardava sempre lugar, heheheh e nem sempre lhe dava moeda, as vezes pagava-lhe o lanche.
Em relação aos politicos deveriam haver um spray para acabar com a praga.
bjs*

Cristina Torrão disse...

Ora, aqui está uma boa ideia: reeducá-los, acabando com outras pragas!

Eva Gonçalves disse...

Aí está uma boa ideia para o próximo governo implementar quanto antes!! Até podia ser criado um Ministério dos assuntos de evacuação... não haviam de faltar quem corresse a apanhar lugares do lado dos reeducadores!!

Teté disse...

Não convém mesmo olhar para cima, em caso de bombardeamento aéreo. E se resolvem repetir a dose??? :)))

As aulas de reeducação aos pombos é uma excelente ideia. Não sei se resulta, mas como ideia é genial... :D

Beijocas!

Constantino, Guardador de Vacas disse...

Se fossem vacas estavas safo porque eu tomava conta delas. Mas eu se fosse a ti não falava mal dos pombos até porque como bem sabes. deixa-te chegares aos 60. Só vais fazer cagada. e depois em vez de uma bosta na cabeça ficas com um peso na consciência.

Carolina Tavares disse...

Interessante seu humor. Por aqui estão a aumentar, parece praga. Pergunto-me quem é o predador natural dos pombos, devem estar em baixa.

Sérgio Pontes disse...

É muito bem observado, há que contribuir para uma melhor civilização =)

helia disse...

Se os pombos conseguissem desempenhar um tal papel cívico ,seria realmente uma maravilha!

Tio do Algarve disse...

Caro Rafeiro,
Só não queria era apanhar uma turma desses alunos...

Ardnaxela disse...

Aqui no Porto também há pombos até dizer chega, principalmente na rotunda da Boavista e gaivotas na Faculdade. Já viste a minha vida? Vivo em constante perigo! Mas sabe-se lá porquê nunca fui vitima de tal fraca sorte (palminhas para mim e nada de ser invejoso!)

«(...) “monumentos não, arrumadores sim, e com genica”, “pessoas a caminho do trabalho não, carros mal estacionados afinfa-lhes que só se perdem as que caírem no chão”.» Que piadão xD

Beijoca Rafeiro.

Marrie disse...

Quem sabe se nós (ditos racionais) déssemos o exemplo de civilidade, os pobres pombinhos não iriam atrás, não é?

bjs civis

PS: A propósito.... o dia dos namorados deste lado de cá se comemora em 12 de junho. rsrs

Junkie Jones disse...

Quer dizer que até os pombos te cagam em cima, e tu ainda ficas contente por não serem vacas, isso é que é ver o lado positivo da vida, e olha que há caca pior que a das vacas, imagina que além de vaca era também uma puta.

Henrique Marques disse...

E no fim dava-se-lhes um diploma das novas oportunidades.

sara disse...

Não me perguntes o porquê, porque nunca cheguei a uma conclusão, mas tenho pavor a tudo o que tenha bico. Se bem que ultimamente lido melhor com esses animais!
beijos

Marta disse...

Ainda os vejo como aviões de combate, principalmente quando "disparam" uma bombocas para cima dos desgraçados dos transeuntes. Eu já fui uma vitima!

Magia da Inês disse...

Amigo...
Escola para ensinar pombos a largar o barro!...
Kkkkkkkkkkkkk
Já rachei o bico de tanto rir...
Como você é criativo e tem bom humor... virei sua fã número um.
Beijinhos.
Brasil
✿•.¸¸♪♫♪
。˚ ˚ ˛✿

Beth/Lilás disse...

Já sei o que fazer para livrarem-se desta praga. Vou enviar-lhe um mapinha que os levará direto para uma região central aqui em meu país, onde se reunem os políticos que sujam mais do que estes pobres pombinhos.
Cada um desses deverá acertar com uma generosa quantidade fecal, os fatos de cada maldito político corrupto desta nossa rica terra.
um grande abraço, carioca claro!

Anna^ disse...

E as caçadeiras? são prós pombos ou prás vacas???
Tu andas a comer qualquer coisa que te anda a fazer mal,pá!?! ;)

beijoca

Jaime A. disse...

Ganhava também outra dinâmica passarinheira...

Pitanga Doce disse...

Então vamos lá à história da reeducação pombal. Sentam-se na sala de aula e a professora lhes distribiu um mapa da cidade onde haja uma área destinada á "tiro ao alvo" e a "descarga direta à distância". Por ali voam, dão à lingua sobre o rabo mais curto do gajo da frente e quando lhes apetecem "abram as comportas que aí vai".
Assim, tudo bem reeducadinho. Civilização europeia, pá!

Cacarol disse...

E,para castigar alguns pombos que se armam ao pingarelho (é assim que se diz não é?),era por-los a gramar alguns professores que eu conheço...

JP disse...

Tive um prof de um cadeira na E.S. A. de Castelo Branco que dizia que os pombos são uns autênticos ratos, devido ás doenças que podem disseminar, assim sendo, Rafeiro se me permites:

Criptococose: micose profunda, cujo agente etiológico, Criptococus neoformans, tem afinidade pelo sistema nervoso central. Os sintomas são: febre, tosse, dor torácica, podendo ocorrer também cefaléia, sonolência, rigidez da nuca, acuidade visual diminuída, agitação, confusão mental. São transmitidas através da inalação de poeira contendo fezes de pombos contaminadas pelos agentes etiológicos

Histoplasmose: micose profunda, cujo agente etiológico, Histoplasma capsulatum, tem afinidade pelo sistema respiratório. Os sintomas que podem ocorrer variam desde uma infecção assintomática até febre, dor torácica, tosse, mal estar geral, debilidade, anemia, etc. São doenças oportunistas: o indivíduo pode ou não desenvolver a doença, dependendo de seu estado de saúde

Ornitose: doença infecciosa aguda, cujo agente etiológico, Chlamydia psittasi, tem afinidade pelo sistema respiratório superior e inferior. Os sintomas são: febre, cefaléia, mialgia, calafrios, tosse. Também do tipo oprtunista.

Salmonelose: doença infecciosa aguda, cujo agente etiológico, Salmonela typhimurium, tem afinidade pelo sistema digestivo. Alguns dos sintomas são: febre, diarréia, vômitos, dor abdominal. É transmitida através da ingestão de alimentos contaminados com fezes de pombos contendo o agente etiológico

Dermatites: são provocadas pela presença de ectoparasitas (ácaros) na pele, provenientes das aves ou de seus ninhos.
Fonte(s):
http://www.geocities.com/~esabio/pombo/p…


Dá que pensar...

Rafeiro Perfumado disse...

Rui Pascoal, só que o sacana tende a ser muito passivo no que toca a espantar os pombos.

Bongop, o arroz também parece que faz bem, apesar de os fazer aumentar (por momentos) de tamanho. Abraço!

The Big Fox, com a desvantagem dos últimos terem imunidade parlamentar, logo são mais difíceis de espancar sem consequências. Abraço!

José Sousa, é o preço da fama, e bem merecida no teu caso, pois os teus relatos são cativantes. Um abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Textículos, mas a vaca que mostraste era bem jeitosa!

Diabba, ou então pagamos a dívida à troika com eles. Ainda deveriam restar umas dezenas...

Sandra., mas que agressiva que estás, não me digas que um pombo te acertou! Lindo menino... Beijocas!

Especialmente Gaspas, o pombo ou o político? ;)

Rafeiro Perfumado disse...

ADLuxor, o pior era se os ricos não te pagassem as ditas capas. É que alguns é mesmo só fachada, a merecerem a atenção dos pombos. Abraço!

Fatifer, e achas que não me safo com uma microempresa, criada na hora? Abraço!

Conchita, se isso fosse verdade estava rico, então numa das vezes foi como se o prémio do euromilhões me tivesse caído em cima!

Táxi Pluvioso, mas antes de ir à bruxa convém ir lavar a cabeça, elas não dão consulta a qualquer badalhoco...

Rafeiro Perfumado disse...

Cat, os ratos são fofinhos, e guincham de uma forma gira quando lhes passamos com o pneu por cima.

Felina, dessa espécie nunca desbundei, e olha que costumam andar muitas ali pelo Rossio. Mas no fundo a bosta deve ser parecida...

Dragão Azul, se os tipos no campo de vez em quando já mandam chumbadas uns nos outros, imagina dentro da cidade. Abraço!

A., comiam-se se as conseguisses caçar! Olha que aquilo é bicho para custar a apanhar, ainda mais se tivessem asas!

Rafeiro Perfumado disse...

A Minha Essência, bilu-bilu? Eu acho que são mais bichos pum-pum!

Utena, mas só depois de vermos o rumo que isto leva, não estou para ter trabalho a governar Portugal pelo facto de não termos políticos inteiros! Beijocas!

Ana S., a única explicação é que a vizinha maldosa também é um ser de outro planeta. Foge!!!!

Bernardo, dizes isso porque nunca levaste com uma descarga pombalina, confessa...

Rafeiro Perfumado disse...

Aespumadosdias, talvez tenhas razão. Se tantos humanos ainda hoje não aprenderam coisas básicas como a reciclagem, o que esperar de um pombo?

Vício, tenho a ideia de colocar o chimpanzé Gervásio a ensiná-los!

Anjo de Cor, não suporto os arrumadores. E não me venham dizer que há alguns fofinhos, que até ajudam, e tal. Se têm tempo e força para estarem ali a gesticular, também têm para ir procurar emprego onde não chulem as pessoas. Logo, a carreira de político não é uma opção. Beijos!

Cristina Torrão, o pior é se ficavam demasiado inteligentes e a praga seguinte a ser eliminada éramos nós...

Rafeiro Perfumado disse...

Eva Gonçalves, não acho que a Troika achasse interessante a criação desse ministério...

Teté, eu uso óculos, estou protegido, e fecho sempre a boca! Beijocas!

Constantino, Guardador de Vacas e quiçá Pombos, se agora com 40 já faço, nem quero imaginar nessa altura. Na volta começo a gostar de pombos e de políticos. Promete que me abates!

Carolina Tavares, ou de baixa, com atestado médico.

Rafeiro Perfumado disse...

Sérgio Pontes, o problema maior da civilização são os “civilizados”, isto é, nós.

Hélia, se me pagarem eu posso tentar ensiná-los... queres o meu NIB?

Tio do Algarve, realmente não seria agradável imaginar uma excursão desta turma ou pior, a sua viagem de finalistas!

Ardnaxela, isso foi uma forma subtil de nos dizeres que és elegante, confessa... Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Marrie, essa data de Junho é tanga, o massacre de São Valentim foi a 14 de Fevereiro! Ou houve outro massacre interessante nesse dia? Beijocas!

Junkie Jones, estou em vias de me tornar num daqueles indianos que usam um pano na boca, não vão ingerir algum insecto por engano. Um homem tão santo, mas tão santo que até apetece dar-lhe porrada. Quieto, larga esse bastão! Quieto, já disse!

Henrique Marques, mas só se tivessem aproveitamento. Ah, espera, nesse caso não era preciso, até podiam enviar o teste final por FAX.

Sara, tens razão, não vou perguntar porquê, pois poderia levar-nos para questões demasiado constrangedoras. Beijos!

Rafeiro Perfumado disse...

Marta, temos de criar uma fundação, o GLUP “Grupo de Lesados Urbanos por Pombos”.

Magia da Inês, fã número um? Ena, isso é bom! Se eu vender canecas e canetas com a minha fotografia tu compras?!? Beijocas!

Beth/Lilás, nem pensar! Trata lá dos teus políticos que por aqui todos os meios são poucos para tratarmos dos nossos! Beijocas!

Anna^, são para os primeiros que me sobrevoarem. Espero que sejam pombos, era capaz de apanhar um cagaço se visse vacas no céu. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Jaime A., eu até era capar de começar a trazer pão para os alimentar, caso cumprissem esse dever.

Pitanga Doce, diz lá que não era coisa para colocar Portugal nas bocas do mundo, e por bons motivos, para variar?

Cacarol, não sabias que a crueldade para com os animais é crime? Sádica...

JP, obrigadinho. Depois de ler essa tua descrição, as minhas futuras saídas à rua vão ser feitas a correr, de parapeito em parapeito, dando gritos histéricos sempre que alguma sombra passar sobre mim. Maldito sejas!!!

Pitanga Doce disse...

O que? Eu acho que Portugal ia dar cartas ao mundo no quesito "seguuuura, peão"! Toca a distribuir as apostilas, vai!

jorge vicente disse...

e podia-se construir um pombal bem jeitoso em são bento :D

auf auf

Mz disse...

Olha que na minha aldeia o meu avô construiu um pombal e as canjinhas de pombo eram deliciosas.Davam-se aos bébés nas primeiras sopinhas.
Os pombos não abundavam e ai de quem roubasse os pombos uns dos outros!
Depois com os químicos utilizados na abricultura toda a população foi aconselhada a não incluir o pombo nas suas refeições para meu desgosto.
Enfim... os pombos das cidades são uns rebeldes!

Beijocas.

Lima e Tequilla disse...

O Mundo ficaria sem dúvida um sítio melhor ah ah ;)

Paloma disse...

RAFEIRO, os pombos são arteiros e certeiros. Eles nos acertam em seus voos razantes ou quando apoiados sobre nossas cabeças. E é um desacerto.

PetiteLarousse disse...

O problema aqui não são os pombos... mas temos outra praga que é igualmente pior... a mijadinha de rafeiros na tinta do carro... que estraga a pintura..com pombos nunca tive queixa... agora tremo cada vez que um cão ronda o carro.. escolhe logo a parte da pintura... aiiiiiiiiiiii que nojoooooooooooo....

Rafeiro Perfumado disse...

Pitanga Doce, se Portugal desse cartas nesse campo, acho que começava a dizer que era sudanês, ou outra coisa estranha.

Jorge Vicente, aí é terreno de raposas, não duravam muito! ;)

MZ, basta um olhar atento para os pombos para ver que saúde é coisa que não abunda. Até ouvi dizer que a saúde desses bichos é reflexo do ambiente das cidades. Se bem que nunca vi nenhum armado... Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Lima e Tequilla, que se lixe o mundo, eu já ficava contente em que Portugal ficasse um sítio melhor! ;)

Paloma, deve ser por isso que eu gosto tanto de andar de metro.

PetiteLarousse, tu não ofendas a minha classe, quem te manda ter jantes a brilhar? E que raio aconteceu ao teu blog? Beijoca!

Malena disse...

Porra prós pombos!
Sala de aula?? Agora que acabou o ano lectivo tu queres mandar os pombos? SOCORRO!!! ;)

PetiteLarousse disse...

Não me digas que andas a dar mijadinhas nas jantes.. por aí não afecta agora na pintura.. o carro é preto oras... o anterior carro que tive tinha uma mancha que NUNCA saiu... o que valeu era do lado e pouco se notava... parecia gasolina assim depois de lavado, neste ainda não se atreveram.... mas tenta na revista D-mail.. comprar uns óculos.. para não manchar carros!
O blog acabou ... férias de net...falta de tempo e falta de paciência para aturar doidos!

Francisco Castelo Branco disse...

tive uma situaçao curiosa com um arrumador

certa vez deixei o vidro da janela do meu carro aberta.
Tinha os meus oculos escuros la dentro.

No dia seguinte, o arrumador veio ter comigo e disse que viu a janela aberta e que tinha estado ali a guardar o carro.


só quando entrei no carro é que reparei que me tinham roubado os oculos.
Depois fiz um flashback e me recordei que os oculos do arrumador eram-me familiares....

eram os meus lol!

Kok disse...

Tens toda a razão.
Mas eu não posso, não devo, sem contra a existência livre dos animais com penas.
Irradiá-los seria uma pena.
Já imaginaste uma cidade sem pombos?
Seguramente seria uma cidade mais triste.
(Acho que na Holanda há uma cidade com esse nome: Maastricht).

O que me assusta mesmo são gajos como esse JP que vem jogar o pânico na malta urbana!
Deve ser por isso que é o JP! Livra...

1 abraço pah!

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Cachorramigo

Estás cada vez mais quente e cheiroso, éoké.

Mas sempre te digo que eu, quando vivia na Travessa do Ferreiro, na Lapa - sempre pensei que um presidente da CML mudasse o nome da artéria, mas helas nenhum o fez - recorri muitas vezes a essa tal coisa roxa - e era um vê-se-te-avias.

O mais curioso éke nenhum dos vizinhos me enviou sequer umas linhas de felicitações; se calhar não sabiam que o Libertador era eu... Coisas.

Só para terminar. Face à sobranceria das presidências camarárias - criei a minha Travessa do FerreirAAAAAA

Abç

C Valente disse...

Saudações amigas
Bom fim de semana

Me,myself & I! disse...

Ainda ontem um desses malditos pássaros me cagou no meu gelado!
Fiquei f... possuída!

turbolenta disse...

Os pombos são uma praga.Desde que lhe dêem comida, habituam-se e nunca mais saem do local.Depois o factor que mais influi é a capacidade que têm de grande reprodução, apesar de cada postura ter muitos poucos ovos. O problema é que, passados menos de 20 dias os pombinhos já nasceram e 15 dias depois os animais já sairam do ninho e começam a alimentar-se sózinhos. é muito pouco tempo. Vem nova postura de imediato e o ciclo continua.
Não gosto nada deles e só passo lá perto quando não há hipótese de fuga da minha parte.
Cagadela em roupa é o mesmo que dizer que ela fica estragada.
Tenho aqui um vizinho que tem uns pombos correios que eu odeio porque assim que ele os solta eu , se tiver roupa estendida, tenho de a tirar logo. Assim que saem do pombal é cagadela que ferve...
Mas o grande problema da reprodução dos animais é o facto de as pessoas lhes acharem graça e darem pãozinho e milho.
Há uns tempos houve até uma grande polémica porque os pombos em Lisboa desapareciam a olhos vistos. Então, veio a lume que os serviços camarários os andavam a matar.
E isto porque as equipas lhes davam milho.
A Câmara veio dizer que lhes davam milho com contraceptivos para que eles não se reproduzissem e assim acabar com as pragas deles.
Mas o facto é que eles apareciam cada vez em menor quantidade.
Cá para mim o que lhes deviam dar era milho-roxo, que é a melhor e mais rápida maneira de os liquidar.
Dizem que eles são transmissores de várias doenças para o homem. Quer sim, quer não, é um bicho que eu gosto de ver muito, mas muito afastado da minha pessoa.
Ainda o ano passado apareceu uma praga destes animais na minha zona. Conspurcavam os telhados todos.Faziam ninhos nos algeirozes que depois se entupiam.
Não sei as voltas que a coisa deu. Só sei que desapareceram todos de um dia para o outro apesar de por estas bandas abundar alimento para os malvados se safarem sózinhos.

paulofski disse...

E pá, não sei se alguém já falou dele aqui na box de comentários mas eu sou pelo pombo, o da paz!

Rafeiro Perfumado disse...

Malena, claro, que é para não te desabituares da pressão!

PetitLarousse, fico então à espera do novo projecto. Sim, porque tens um bichinho dentro de ti que te puxa para este meio, confessa. Beijoca!

Francisco Castelo Branco, espero que ao menos não lhe tenhas dado uma gorjeta grande!

Kok, nem pensar em erradicá-los, mas sim domesticá-los! Se não funcionasse, aí sim, chumbada neles! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Henrique Antunes Ferreira, na volta acabaste com o petisco de muitos, se bem que assim até iam recheados! Abraço!

C Valente, um abraço!

Me, Myself & I, no gelado?!? Vá lá, não pensares que era da cobertura...

Turbolenta, por alguma coisa são conhecidos como “ratos com asas”, pois são portadores de muitas doenças. Eu acho-lhes piada, mas quando começam a tornar-se numa praga, começo a pensar em tiros. Beijoca!

Paulofski, eu sou pelo borracho, o bêbedo!