Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Estás a espreitar para onde, pá?!?

Que atire a primeira pedra quem nunca espreitou a indumentária/físico de outra pessoa. Bem me parecia, cambada de voyeurs. Só vos perdoo porque não só eu pertenço ao grupo dos espreitadores como ainda tenho bem presentes as palavras do padre que me deu um curso pré-matrimonial (que foi só conversa, nada de exercícios práticos):
- Não há nada de errado em olhar para outras pessoas. Deus fez criaturas tão lindas, porque não admirá-las? Também fez outras que coitadas, mas pronto...

Tudo assenta na forma e na intenção com que se espreita. A própria palavra espreitar tem uma conotação pouco positiva, mas representa bem o que se faz. Claro que há os discretos, que se aproveitam das sombras, dos reflexos, dos seres que se cruzam com o seu raio de visão e depois há aqueles que até torcem o pescoço ao melhor estilo do exorcista, podendo mesmo acompanhar o miranço com uivos e baba descontrolada.

Na minha opinião, olhar para um decote mais atrevido ou para uma racha mais ousada não pode nem deve ser censurado. É como quando passamos por uma casa e a janela está aberta, o facto de olharmos lá para dentro não quer dizer que nos queiramos afiambrar ao plasma ou gamar os candeeiros. Quanto muito olhamos para admirar o bom gosto do morador, gozar com os cortinados ou tirar alguma ideia que gostaríamos de ver na nossa própria decoração!

Claro que no outro lado temos aquelas pessoas que mesmo que se vistam de verde alface e usem um cinto como saia não toleram que se olhe para elas, gritando “para onde é que estás a olhar?!?”. Em muitos casos nem é uma questão de estar a espreitar, é uma questão de física, pois determinadas indumentárias sugam a visão tal como um buraco negro suga a luz. Ok, má analogia, mas deu para perceber, certo? E o que é que essas pessoas preferiam, que a malta tapasse os olhos e avançasse às apalpadelas? Cheira-me que o caso em tribunal poderia ser bem mais sério...

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

64 comentários:

Diabba disse...

Racha ousada?? hihihihiih
]:-D

Sun Iou Miou disse...

É por isso que é melhor andarmos nus pela rua. Dessa maneira ninguém repara na nossa indumentária.

Abracinho

luisa disse...

E há cada modelo espalhafatoso que por muito que se tente desviar o olhar e ser discreto... não dá. :)

Stargazer disse...

É tudo uma questão de savoir faire, neste caso, savoir voir! E também de quem se exibe, porque existe um pouco dos dois em todos os seres humanos.

Gostei das analogias. Iria mais longe: clean & lean ao estilo purista do "Blueprint", prê-à-porter estilo IKEA, num mix de tudo, ou ainda mais longe, naperons de crochet em cima da TV a servir de amortecedor à jarra estivo Vista Alegre com as flores de plástico?

Tudo formas de decoração. Ou, várias hipóteses, a mesma visºao humana das coisas!

Beijo exibicionista,

:)

Bongop disse...

E depois há aqueles que olham, e espreitam, enquanto conduzem e marram contra um post, ou árvore, ou o carro da frente...
:D

A Minha Essência disse...

Risos... afinal, não nascemos com duas palas, certo? ;)

Teresa Durães disse...

ehehehhe, essa das apalpadelas!...
pois eu sou tão distraída na rua que o mais natural é esbarrar contra as pessoas!

Ana disse...

Enquanto estes olhinhos estiverem operacionais, eu vejo, espreito e torno a olhar. Afinal, servem para isso mesmo!

LM disse...

Eu confesso que tenho o hábito de espreitar janelas... e deve ser até um instinto meio rafeiro,mas ás vezes dá-me vontade de cheirar certas casas quando as espreito. lol Cada um com a sua...né?;)

Vício disse...

agora resta saber se a tua jove vai aceitar a desculpa / justificação...

Francisco Castelo Branco disse...

as pessoas olham para o decote e para a saia porque está a mostra...

e ha quem queira ser notada

Ardnaxela disse...

Não existe nada de errado em se olhar para as outras pessoas. Eu olho e as outras pessoas também olho, agora também não é preciso cair-se no exagero de torcer o pescoço e blá blá. Outra coisa que não percebo é que quando há pessoas que se vestem para dar nas vistas, claramente (!), depois agem como se quem olhasse estivesse a cometer um crime da pior espécie.

Alguém que te quer bem. disse...

Rafeirito, Podes olhar sempre que te apetecer » se a vista valer a pena»
O que é bom é para se vêr.
Beijinhos.

paulofski disse...

Com é que é: "os olhos são para ver e o que os olhos vêem, o desenho nunca o saberá"

Carolina Tavares disse...

Estava cá a rir do emprego da expressão torcer o pescoço associado a uma baba descontrolada. E com certeza este padre foi bem sábio em sua explanação, lembrando que o olhar faz parte, mas ser discreto é tudo, salvo as exceções que um olhar certeiro possa ser usado como arma de sedução. Penso que na hora certa e da maneira certa o efeito é sempre favorável. E os que são babentos ganham um babador isto sim... faz-me um favor, só me faltava um babento ao lado.

Beijo

bee disse...

olha que essa de andar às apalpadelas tem muito que se lhe diga...

Teté disse...

Pois eu reparo em dois tipos de indumentária, geralmente feminina, porque a masculina é de uma enorme falta de imaginação: aquele fatinho elegante e que assenta que nem uma luva à sua proprietária, podendo deixar mais ou menos carne à vista; aquele outro trapinho que, sendo giro ou de mau gosto, não assenta nem com luva nem com coisa nenhuma em quem o veste, tornando a indivídua caricata! E isto tanto pode ser aquela quarentona mamalhuda que veste uma t-shirt para puto de 12 anos ou até um vestido Armani a rebentar pelas costuras numa gordalhufa... Enfim, não sou seletiva! :)))

Beijocas!

ps - com essa de avançar ás apalpadelas, para não teres de olhar para uma boazona mesmo à frente do teu nariz, acho que não te safavas... :D

pássaro viajeiro disse...

O importante é saber-se olhar
Ver sem ser visto a ver
Conseguido isso, viva o desfrute.

Marta disse...

Pois eu sou a primeira a dizer que olho. Olho e admiro o que é belo, oh se olho. E às vezes só não ponho a mão porque é feio e...posso levar uma "solha", claro está!
LOL

Transeunte disse...

Os olhos também comem... não sei se será a expressão mais apropriada mas foi a primeira coisa que me veio à cabeça...

Bernardo disse...

´bom olhar :D

tétisq disse...

Ele há com cada "buraco negro por aí...*

AvoGI disse...

Mas espera lá é proibido olhar, é? atão se não é vamos todos olhar e ver o que de bom há. poça!
KIS :=)

FATifer disse...

… pergunto-me o que terá motivado este teu texto?… (não é que esteja a por em causa o facto de seres um ser muito observador!)

Abraço,
FATifer

Táxi Pluvioso disse...

Eu desvio sempre o olhar quando vejo uma dama mais decotada, espero que apareça na TV em HD.

Trequita disse...

Há que olhar pelo canto do olho,que isso de comer com os olhos, ou engorda ou nos faz indigestão ;)normalmente costumo ignorar mal vislumbro algo intencionalmente "espampanante" como as saias género cinto e os estilos que gritam "estou aqui" ou "I'm sexy & I know it"

aespumadosdias disse...

Boas vistas é o que se pode desejar. Que venha o Verão e depressa.

Je Vois La Vie en Vert disse...

Quem não quer ser olhado que se esconda !
As belas vistas são feitas para ser olhadas mas tem que ser como num museu "olhar mas não tocar" e fotografias ? sem flash...

Beijinhos
Verdinha

Rui Pascoal disse...

Também gosto de dar a minha espreitadela, discreta. Agora essa de avançar às apalpadelas...
Mas o que verdadeiramente me dá gozo é fazer vista grossa quando me cruzo com uma "boazona". É só para lhe tirar as ideias...
:)

conchita disse...

Lol, tens toda a razão, todos temos um pouco de voyeurs, eu sou uma voyeur muito mas muito discreta porque se há coisa que me irrita de morte são aquelas pessoas que olham descaradamente, parecem atrasadas mentais e apetece dizer "nunca viram, é?!!".
Beijos:)

Kok disse...

Este teu texto recordou-me traumas antigos, pá!
Aliás, já escrevi sobre o assunto.
Não percebo (nem quero) as mulheres; acho que elas são mais felizes assim, e eu também!
Mas quando se apresentam na via pública bem "apetitosas" (sabendo-se que tudo na vida é relativo, é também sabido que cada um tem o apetite que merece), porque raio ficam enxofradas quando um gajo e mira atentamente?
Afinal trata-se de um gesto de "apreciador", né?

1 abraço!

§-aquilo do buraco negro sugando a luz, é uma metáfora? É que fiquei na dúvida...

Malena disse...

Como diz a outra: Se Deus não quisesse que eu olhasse, tinha-me feito cega! ;)

Bianca disse...

Há a velha máxima de que "o que é bom, é para se ver!" , bom, se não for bom de se ver, das duas uma, o(a) dador(a) tenha consciência e não mostrem e o observador(ra) não comete! É o mínimo!
Beijo nesses bigodes afoitos de cão. Estás com pulguedo? com tanto sol é normal...

Bianca disse...

desculpem
* mostre
* comente

Ps.= a cabra esta queimadita, sol a mais, falta de chuva no pasto

AmSilva® disse...

Fizeste-me recordar um punk de cabelo azul e verde em crista que vi há uns dias ...
olhei e virei-me a rir...
ele com cara de poucos amigos grunhiu algo que não entendi...
penso que grunhiu em alemão visto estar na Alemanha eheheh
Abraço

elvira carvalho disse...

Ora bem. Imagine o que os agricultores não se fartaram de espreitar as pernas da ministra da Agricultura quando ela apareceu com aquele cinto a servir de saia, na PRODER.
Um abraço

Alien David Sousa disse...

"vistam de verde alface e usem um cinto como saia "

Tens alguma coisa contra as Aliens? :/

Saudações alienígenas cão

Paula disse...

Sim, porque aquelas pessoas que se vestem de verde alface e usam um cinto como saia, fazem isso exactamente para não olharem para elas...
:)

akapink disse...

Epah também espreito porque muitas das vezes é impossível não reparar... acho que fazem de propósito, é da natureza de quem quer chamar à atenção..

Miguel disse...

O que é bom é para ser visto :)

Mas também há pessoas que fazem por ser notadas :P

Matilde disse...

Acho que ninguém pode ser condenado por olhar. Pode ser censurado quando o prazer contemplativo ultrapassa a decência para se transfomar em ofensivo.
Quando uma mulher se alinda ou um homem se embeleza ainda mais...)). E não digam que não que eu sei que alguns homens são mais vaidosos do que as mulheres: quando eles, homens e mulheres metem em evidência os seus atributos fisionómicos, é para serem admirados.
E sem um apreciativo olhar como se pode admirar o que quer que seja?
Espero ter contribuído para o decifrar do difícil imbróglio.
:))
Com toda a simpatia.

Lu! disse...

Concordo com a tua observação :)

Janita disse...

Aqui vou comentar com uma pergunta à Rafeiro...nesse vasto leque de voyeures...e tu onde te encaixas???

Beijocas

pássaro viajeiro disse...

A propósito do comentário da Carolina Tavares, vou deixar um testemunho que pensava nunca fazer.
Depois de uma vida praticamente passada entre mulheres, conheci a minha mulher por um acaso.
Rodeada de admiradores, pretendentes e quiçá, simples amigos, quando a vi senti-me morrer. Não tive oportunidade de falar com ela, mas nessa noite ela comentaria com a irmã.
- Viste aquele rapaz? A irmã disse: vi. Ela disse: se ele não for comprometido vou casar com ele.
Naturalmente surpreendida a irmã indagou: como sabes? Pode não gostar de ti.
Ela disse-lhe: Sei! Gosta! Vi o seu olhar.
Casávamos 42 dias depois.
Pois acredita que nem sei se olhei para ela. Quer dizer: se olhei particularmente para ela.

Há olhares que não são dirigidos pelos olhos.

Abraço!

Mz disse...

Um grupo de espreitadores!!!... Malandreco, isso é um clube?
:)

Vítor Fernandes disse...

E ainda há quem traga um néon invisível na testa a acender a apagar: apalpa-mas.

Boboquinha disse...

Por falar em decotes e rachas... o que te parece as de silicone?

hesseherre disse...

Se Beethoven fosse muito míope e nem um pouco surdo V. acha que ele comporia aquelas obras primas, que nos provocam UM AMOR À PRIMEIRA VISTA?

Graça Sampaio disse...

Todos olhamos! Os homens olham de frente (e viram-se; alguns até vão contra o candeeiro!; as mulheres olham de lado... pelo rabinho do olho...

Rafeiro Perfumado disse...

Diabba, não foi a minha escolha de palavras mais feliz...

Sun Iou Miou, com este frio? Nem pensar, tu sabes o que temperaturas baixas fazem a certos apêndices? Tenho uma imagem a defender! Abracinho!

Luísa, ainda mais porque esses modelos parecem saltitar à nossa frente!

Stargazer, já que falamos de estilos, sugiro também a decoração barroca, com milhentos adereços. E sim, válido quer para as indumentárias quer para certas habitações! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Bongop, mas estás bem, sem consequências de maior?!?

A Minha Essência, nem frontais nem laterais!

Teresa Durães, eu costumo esbarrar contra as pessoas, mas apenas porque gosto de brincar ao “let’s play chicken”... ;)

Ana, e agora com os telemóveis com máquina fotográfica, ainda melhor!

Rafeiro Perfumado disse...

LM, cheirar? Se não estiveres a falar de floristas ou perfumarias, temos aqui material para te deitares num divã durante umas horas para desabafares.

Vício, neste campo aceita, até temos um sistema de aviso mútuo para quando certos espécimes aparecem no radar.

Francisco Castelo Branco, nem mais, depois as mentes maldosas é que pensam que é por cobiça!

Ardnaxela, é exactamente essa última classe que me intriga. Vontade de arranjar confrontações?

Rafeiro Perfumado disse...

Alguém que me quer bem, ora aí está uma frase que deveria ser elevada à categoria de ditado popular. Ditado? Metido na Constituição! Beijoca!

Paulofski, confesso que com essa me confundiste...

Carolina Tavares, nunca fui muito de ser seduzido pelo olhar, ainda mais porque tinha sempre a tendência de olhar para trás (sem baba) para ver se era mesmo comigo. Beijoca!

Bee, conheces algum bom advogado?

Rafeiro Perfumado disse...

Teté, não sei se reparaste mas ofendeste-me. Com que então não tenho imaginação ao vestir-me... deves pensar que a gravata a condizer com a camisa acontece por acaso, não? Beijocas resmungadas...

Pássaro Viajeiro, é quase um chavão para os espiões!

Marta, tenta agora dizer isso sem olhar tão fixamente para mim...

Transeunte, eu experimentei uma vez, mas o oftalmologista desaconselhou-me vivamente tal prática, ainda mais quando a refeição tinha espinhas.

Rafeiro Perfumado disse...

Bernardo, onde, onde?!?

Tétisq, e alguns que se escondem de forma muito pouca envergonhada...

AvoGI, não é proibido mas certas pessoas pretendem que a visão seja selectiva, e só a ideia já é perigosa. Beijoca!

FATifer, a motivação foi exactamente essa, a observação dos observadores e observados da nossa sociedade. Não, não fui apanhado em alguma observação mais embaraçosa! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Táxi Pluvioso, eu gravo essa dama. Quem é que achas que fornece a TV?

Trequita, quando me deparo com esses exemplares faço questão de ao me cruzar com eles não desviar o olhar um milímetro que seja. Claro que antes a fotografo mentalmente, para mais tarde recordar...

Aespumadosdias, no verão terei outra versão sobre este assunto.

Je Vois La Vie en Vert, e também é de bom tom não apontar... Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Rui Pascoal, ainda mais porque isso por vezes provoca curiosidade na boazona “porque será que este piroso não se rendeu aos meus encantos?!?”.

Conchita, e apontam, e cochicham, e tentam enviar vídeos para o Facebook. Conheço o género... Beijocas!

Kok, claro que é uma metáfora, tal como dizer que se conhece as mulheres é uma mentira! Abraço!

Malena, ou à outra pessoa invisível! Mas aí entrariam novamente as apalpadelas...

Rafeiro Perfumado disse...

Bianca, essa máxima é levada ao expoente nas praias de nudistas, pois em locais como os transportes públicos poderia haver quem não se detivesse apenas no olhar. Beijocas “pulguedo free”.

AmSilva, seja lá qual tenha sido a língua, acredito que os teus progenitores foram visados. Abraço!

Elvira Carvalho, e com um nome desses, PRODER, muitas associações devem ter feito! Beijoca!

Alien David Sousa, claro que não, especialmente se o cinto lhe cair bem!

Rafeiro Perfumado disse...

Paula, pois claro. Querem ser discretas, abrem o armário e pensam: que roupa deverei levar que me tape o umbigo?

Akapink, e é da natureza o ser humano ser curioso, portanto aguentem!

Miguel, se bem que a verdadeira beleza costuma residir nas que se notam não se fazendo notar! Isto faz sentido, espero...

Matilde, estou contigo, acho que qualquer observação que exceda os 27 minutos pode e deve ser considerada abusiva. Beijocas! PS: homens mais vaidosos do que as mulheres? Felizmente não conheço exemplos. E agora deixa-me ir ali ajeitar o pêlo...

Rafeiro Perfumado disse...

Lu!, só demonstra que tens um QI muito acima da média, como aliás todos os frequentadores deste espaço.

Janita, encaixo-me nos discretos mas que assume, sem dúvida, que gosta de observar os belos exemplares femininos que circulam pelo nosso querido Portugal. Ou outro local, se eu aí estiver... beijoca!

Pássaro Viajeiro, e tens a certeza que casaste mesmo com ela? Como não a viste bem... Abraço!

Mz, quase uma religião!

Rafeiro Perfumado disse...

Vítor Fernandes, as orelhas, espero...

Boboquinha, já te dei a minha opinião, mas reforço a ideia: é o mesmo que misturar água no whisky, estraga o produto original.

Hesseherre, talvez, ainda mais porque as obras do Beethoven a mim causam um amor ao primeiro ouvido.

Graça Sampaio, colocar as palavras “rabinho” e “olho” na mesma frase é muito arriscado!

Catarina disse...

"A questão fundamental não reside em olhar ou não olhar eis a questão, reside tão somente no modo como se olha! E já agora...Espreita! :p"

Rafeiro Perfumado disse...

Catarina, essa é a essência deste texto, a arte de saber olhar! Beijoca!

Pérola disse...

Espreitar é tão natural como beber água, faz parte da nossa essência, dos genes atreveria.
Conotação negativa? Não lha dou. É diferente de coscuvilhar.
A curiosidade assenta-nos bem