Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 12 de março de 2012

Queres ver a máquina que eu tive em 1969?

É sabido que a maioria dos homens tem um problema genético no que toca a decorar datas de acontecimentos, com a honrosa excepção dos anos em que o seu clube ganha o campeonato, claro. No entanto, há outra situação em que a memória machual é bastante apurada: a referente aos carros que já possuiu (aplicando este verbo poderia falar aqui de outro aspecto em que a memória é igualmente boa, mas vou-me manter na área automobilística, ok?), chegando mesmo ao pormenor de se lembrarem da cor, modelo, quilometragem, matrícula e outros pormenores parvos.

Até eu, que não ligo nenhuma a carros, me lembro perfeitamente do meu Fiat Punto, do meu VW Polo e de outro que assim de repente não me recordo da marca, mas sei que era giro. Aposto que as gaijas devem ter ciúmes do relacionamento que alguns homens têm com a sua viatura. Evitam passar por poças para não a sujar, dão-lhe banho todos os Domingos, polindo-a com carinho, não deixando escapar nem um pedacinho de fuselagem que seja, aspiram-na, protegem-na dos pássaros incontinentes, ameaçando terminar com a espécie se algum lhe acerta em cheio... Agora experimentem ir ao lado de um homem e um pássaro cagar-vos em cima. Todos nós sabemos qual é a nossa reacção, não é? Mas também é verdade que logo que nos passa o ataque de riso nos prontificamos a auxiliar na limpeza, ou pelo menos a sacrificar o nosso lenço!

Eu acredito convictamente que devem mesmo haver tipos que na sua carteira trazem fotografias do seu carro, para mostrarem aos parentes e amigos, enquanto produzem frases como estas:
- Vê esta, vê esta! Tinha acabado de o ir buscar ao stand, diz lá se já viste coisa mais linda!
- Esta foi tirada quando fez a primeira revisão. Portou-se tão bem, pá, nem imaginas o orgulho que senti!
- Ah, esta tirei num dia complicado, até se nota que está com mau ar, tadinho. Apareceu-lhe a primeira ferrugem, passei duas noites em claro...

Perto da casa da minha irmã morava um tipo que todo o santo Domingo descia à rua, tirava a capa ao carro, lavava-o e encerava-o até metade da vizinhança ficar cega com o brilho, voltando depois a aconchegar-lhe a capa, só faltando o beijinho. Este comportamento, já de si bastante parvo, assumia contornos macabros por causa de um pormenor: o carro não andava há já uns anos. Mas como este caso existem muitos por aí fora, só isso pode justificar o facto de tanta gente insistir em manter o seu carro velho à frente de casa. É o amor a ir demasiado longe, pois não suportam separar-se deles, optando por atulhar as estradas e ruas com monos inúteis. Pese o carácter ecológico da coisa, por causa do matagal que cresce por baixo destes carros, não deixa de ser uma situação grave, uma vez que vai tirando lugar aos carros que ainda estão vivos e de saúde.

Vá, sejam fortes, dêem um fim condigno ao vosso carro, entreguem-no a quem melhor pode tratar dele nesta fase da sua vida. Façam de conta que vão meter o avô no lar, e se quiserem até podem continuar a visitá-lo aos Domingos. Convém é não se esquecerem de qual cubo de metal corresponde ao vosso carro...

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

48 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

"Eu acredito convictamente que devem mesmo haver tipos que na sua carteira trazem fotografias do seu carro"

Na carteira? Naaa... com as tecnologias de hoje em dia está tudo no telemóvel!!!! E podem não saber mexer em mais nada mas tirar fotos ao carro e depois mostra-las, é obrigatório saber! :)

Orquídea Selvagem disse...

Bem... o que te vale é que tu em 1969 ainda nem nascido eras, pelo que essa frase nunca poderia ser proferida em discurso direto e na 1ª pessoa do singular.

Beijinhos sem ferrugem :)

Teté disse...

As pessoas têm uma memória seletiva, imagino é que os assuntos de interesse para homem e mulher são diferentes - enquanto ele sabe os resultados de todos os jogos dos campeonatos portugueses dos últimos 10 anos, ela é capaz de saber a trama toda daquela novela da TVI, que, por ser bem sucedida, foi esticada até ao 389º episódio! :)))

Dito isto, e não sendo daquelas que anda de camurça na mão a dar polimento ao carro todos os domingos de manhã, também me custa separar-me do meu "bólide", que já me acompanha há mais de 23 anos! Mas lá terá de ser, que com as últimas amolgadelas que o meu filhote lhe pregou, aquilo só pede sucata... ;)

Beijocas!

Ana disse...

Oh... eu não sou gajo e ainda mantenho o meu primeiro boguinhas arrumado e bem tratado. Vai à inspecção todos os anos e leva umas banhocas de vez em quando. Já não ando com ele, mas não consigo desfazer-me do desgraçado. Estão ali 19 anos da minha vida, é mais que muitos casamentos!:D

Boop disse...

Ah... o 1º carro...
O meu tb foi um fiat Uno, e se me esforçar um bocadinho ainda te digo a matricula!
LOL
FD -27-72 (a que os meus amigos da faculdade apelidaram de "filho de Deus") Bons tempo - optimas férias...
LOOLOLOL

Tio do Algarve disse...

Caro Rafeiro,
Será por essa razão que alguns condutores ficam tão lixados com outros?

Fartei-me de rir com a imagem do vizinho a lavar o carro ao Domingo! Mas vê-se cada vez menos :-(
Abraço!

Barroca disse...

É berdade, berdadinha!

Na rua dos meus pais há um proprietário desse género. Tem um peugeot 206 ancião em tons cinzentos que lava e encera todo o santo domingo; mas o carro dele sai, com o dono e sua senhora para ir ao supermercado, mas 1x/semana, não vá gastar demasiado as ferraduras!

aespumadosdias disse...

O meu precisava de um banho. Nunca mais chove!

AmSilva® disse...

Eh pah, por acaso recordo de todos os carros que já tive, e até matrículas parciais!!!
Fotos deles... as fotos só foram inventadas á cerca de 2 anos não foi?!?!? Logo não tenho fotos deles eheheh
Lavar... sim, antes de ir á inspecção !!!!
Mas atenção, não confundir carros velhos com carros clássicos!!
Ainda procuro um Capri 3.0 V6 , mas barato!!
Abraço

Rui Pascoal disse...

Tocaste o "meu ponto fraco"...
Se souberes de "um lar" que o aceite...
:)

http://tintacompinta.blogspot.com/2009/02/httppicasaweb.html

conchita disse...

Lol, eu conheço uma pessoa que todos os sabados lava o seu carro, isto apesar de ele (o carro)já estar mais do que limpo!
Enquanto os homens têm a panca dos carros e futebol, as mulheres é a panca das roupas, sapatos e afins, c´est la vie:)
Beijos e boa semana:)

Vício disse...

realmente!! ainda se fosse uma árvore de natal... podia manter-se, ma um carro?

Pitanga Doce disse...

Pois! E se esse gajos levassem mais tempo a "polir com carinho, não deixando escapar nem um pedacinho da fuselagem das suas gajas" não haveria tantos automobilistas com outras coisas na cabeça, que não detritos de pombo.

PS: Hoje estou má e fina ao mesmo tempo. Atenta para a palavra "detritos". Não é fino?

Malena disse...

Oh pá!!!! O meu tem 9 anos e ainda tenho que fazer um esforço para dizer a matrícula certa!!! :P

Marta disse...

Eu lembro-me bem do meu primeiro carro, um Renault 5. E na altura também o lavava todos os Domingos. Hoje, não tenho tempo para essas mariquices. Levo-o à lavagem automática de dois em dois meses e já goza!

Maria Santos disse...

A proposito... o meu pai tem um Renault 5 GTR de 1988!!! Serviu para mim e para a minha mana e ainda lá anda... desconfio que ele (o meu pai) tem um acordo manhoso com os gajos da inspecção: o raio do carro passa sempre...
Para meu proprio conforto, nem lhe toco!
Onde jogo as unhacas estrago sempre.... melhor é prevenir!!!

tétisq disse...

A culpa é nossa que antropomorfizamos os automóveis e dizemos que estão em "fim de vida"...os donos ficam a acreditar que os pobres têm sentimentos...*

Vítor Fernandes disse...

Estou farto de soluçar. Já me estragaste a segunda feira, quiçá a semana (adoro dizer quiçá). Se o Jesus pode ser processado por falar assim dos árbitros, nem sei o que te possa eu fazer a ti por dares cabo das minhas machas convicções. Eu só lavo o carro de dois em dois meses e é se estiver muito cagado. Não sou homem, é isso que queres dizer? Processo em cima e não se fala mais nisso. Minha rica segunda feira.

VdeAlmeida disse...

Há também o caso das mulheres que se queixam que o marido já não dá uso ao instrumento. Deverias escrever um post semelhante a este, a abordares tão premente tema, e apontares os teus conselhos para resolver esse problema!

Patrícia disse...

Não podia concordar mais contigo. Há homens que trocam as mulheres por carros e se por acaso acontece alguma coisa à pobre da viatura, cai o Carmo e a Trindade e sei lá mais o quê... na verdade eles não se importavam que caísse, desde que não fosse em cima do carro de estimação!

Beijinhos
Patrícia

FATifer disse...

Eu nem devia comentar pois a maioria dos sentimentos que tenho em relação a veículos com mais de duas rodas não é assim tão simpático… talvez por isso tenha gostado da imagem final “o cubo de metal que corresponde ao vosso carro” ;)

Abraço,
FATifer

Graça Sampaio disse...

És tão mau Rafeiro! Um dia, se morderes a língua, morres envenenado...

Coruja disse...

Pois olha, Rafeirinho perfumado, eu já tive um mini, mas o carro que mais amei foi um Citroen Dyane... e gostava de ter outro... muito embora hoje traga más notícias:
"
O cão está furioso de fome e de frio e de desconforto.

É uma desumanidade despejar naquele ermo um animal para sofrer
só para masturbar a vaidade e a falta de juízo dos humanos..

Que falta de consciência!

Apelo ao criador de todas as coisas
para que esteja atento
a mais esta demonstração de crueldade!"

Que sejas muito feliz.
Ah! E carros por lavar... é comigo!
Eles nem gostam, coitados, constipam-se...! Shame!

danadinho disse...

Sei de quem tem uma adoração pelo seu carro...e da respetiva esposa que se sente mal-amada!!! LOLOLOL...é um caso típico cá do burgo!
Cumps

TERESA SANTOS disse...

Essa conversa toda para tentares arranjar um lugarzito para o teu "carocha"?

"memória machual"?
Gostei, sinceramente gostei e muito!

Ai, Rafeirito, nem sei que te faça!!!

Alien David Sousa disse...

"Esta foi tirada quando fez a primeira revisão. Portou-se tão bem, pá"

LooooooooooooooL

Um texto que só podia ter sido escrito por um macho. Adorei cão, e concordo contigo. Existem momentos dolorosos em que temos de ser corajosos. É uma vida de cão é o que é, mas é a nossa vida ;)

Bjs cão

S* disse...

O namorado não se lembra de coisa alguma mas os carros ele não esquece...

paulofski disse...

Carros, qué isso! Falemos de bicicletas, tá!

Patrícia disse...

Tens um desafio no meu blog =D

Beijinhos
Patrícia

bee disse...

eu gosto muito do meu carrinho, mas não entendo essa relação que vocês, gajos, conseguem ter com eles. lá em casa, se risco o meu carro, quem protesta mais é a cara-metade, que tem o dele para proteger, mas mesmo assim sofre com os riscos no meu. homens!....

turbolenta disse...

Diz-me onde mora o vizinho da tua irmã ,pois pode ser que ele queira fazer o mesmo aos meus. DEsgraçados!actualmente são todos cinzentos, pois nem sequer tem chovido para os lavar.
O meu pai, por exemplo, trata o carro melhor que a mim ou aos netos. AQuela relíqui não pode apanhar sol e quando vem da rua e vem molhado é logo posto na garangem, todo limpinho na perfeição e portas e bagageira abertas para escorrer alguma água que esteja entranhada!
Só os km que ele faz para o estacionar à sombra no pino do VErão e depois anda km para se deslocar pelo seu pé (que já pouco anda)POrtanto: o carro é todo estimadinho e por aqueles lados é o homem que serve o carro e não o contrário.
beijos

Alguém que te quer bem. disse...

Mas que descaramento falar de quem laya os carros.
Até se esquece que o desporto dos
rafeiros, é regar os pneus dos ditos
e nem todos são perfumados.
Beijinhos.

White_Fox disse...

Essa da foto do carro na carteira foi muito boa.
Como os meus pais têm um stand, estou constantemente a trocar de carro, mas vou andando com as gamas baixas (que serão para vender). Acho que por isso não tenho essa ligação ao carro.
Quem sabe quando comprar um Juke ou um Audi TT :P

Táxi Pluvioso disse...

Só me lembro de ter tido uns patins e nem me lembro da marca. Agora fazia-me falta, com a expulsão do euro.

Felina disse...

Então o teu primeiro carro não foi o carrinho de bebé?

Kok disse...

Não! O meu carrinho actual não toma banho com assiduidade.
E os anteriores também não!
Afinal os gajos estão sempre na rua...

Mz disse...

Nesse caso, que tal dizer ao carro:

Carrinho, porta-te bem (não dês muita despesa ao teu dono, não o deixes ficar a pé, etc... etc....) pois no fim da tua vida, é o teu dono que te vai escolher o asilo?

;)

Rafeiro Perfumado disse...

Especialmente Gaspas, só para teres uma ideia de há quantos anos escrevi isto...

Orquídea Selvagem, não era nascido mas era muito desejado! Beijocas oleadas! Ups, isto soa mal...

Teté, não nos menosprezes, por favor! Últimos 10 anos? Desde sempre! E tu mete o puto a trabalhar para pagar os arranjos, para não ficar mal habituado. Beijocas!

Ana, queres ajuda? Pensa como se contratasses um assassino, que te livra de um problema que não tens coragem para resolver. Diz-me onde deixas as chaves e eu trato do resto. Prometo que ele não sofrerá...

Rafeiro Perfumado disse...

Boop, com uma matrícula FD e os teus amigos dizem “Filho de Deus”? Tens uns amigos muito porreiros...

Tio do Algarve, tens de vir dar uma volta às minhas bandas, aquilo é porta sim porta não! Acho que se um dia estacionar o meu perto até o lavam, por piedade. Abraço!

Barroca, e aposto que é daqueles que anda a 18 à hora numa zona de 90...

Aespumadosdias, já somos dois. O meu até já começou a ganhar relevos!

Rafeiro Perfumado disse...

AmSilva, tu tens desculpa para tirares fotografias aos carros, afinal a tua vida depende disso! Abraço!

Rui Pascoal, conheço um perfeito: Cova da Moura. Basta estacionares lá, deixar a chave na ignição (optativo) e garanto que alguém trata dele.

Conchita, quero ver quando quiseres viajar se montas num vestido... Beijoca!

Vício, a tua boca falhou por uns dias, já arrumei a minha!

Rafeiro Perfumado disse...

Pitanga Doce, há sempre a desculpa que os carros raramente têm dor de cabeça, não se furtando aos carinhos masculinos. E “detritos” é chique!

Malena, isso já pode sugerir outro tipo de problemas... ;)

Marta, mais um exemplo de como os piqueniques de Domingo são substituídos pelo chat via Internet...

Maria Santos, lembra-me de nunca te emprestar o meu carro.

Rafeiro Perfumado disse...

Tétisq, “antropomorfizar” é uma palavra linda, acho que a vou tatuar algures. E obrigadinho por me obrigares a ir ao dicionário. Beijoca!

Vítor Fernandes, quiçá quererás pensar melhor na história do processo, pois se só lavas o carro de dois em dois meses quiçá serei eu quem te mete um processo em cima, por atentado à higiene pública!

VdeAlmeida, infelizmente só abordo temas com os quais tenho alguma familiaridade, evitando os que desconheço por completo. Como esse.

Patrícia, e se vissem que estava a cair ainda atiravam a mulher para cima do carro, para servir de amortecedor. Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

FATifer, caladinho que isto também é válido para motas. E bem sei que despendes muito tempo a tratar da sua higiene íntima... Abraço!

Graça Sampaio, é por isso que eu só ingiro líquidos!

Coruja, li bem? Gostas de lavar carros? E vais ao domicílio ou posso colocar-te o carro estacionado ao pé de ti? Beijoca!

Danadinho, fica-te bem, reconhecer essas coisas. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Teresa Santos, o meu carrito, coitado, cabe em qualquer lado, ainda mais porque não sou esquisito no que toca ao local, quero lá saber se apanha ou não sol. Beijoca!

Alien David Sousa, tu gostas de dizer a palavra “cão”, não gostas, Alien? Beijocas, Alien.

S*, tens de começar a fazer uma ligação dos vossos acontecimentos com as datas de realização de salões automóvel, ou do lançamento de novos modelos. ;)

Paulofski, mas haverá alguém que tire fotografias a bicicletas?!?

Rafeiro Perfumado disse...

Patrícia, acho que já respondi! Beijocas!

Bee, só chateei a jove uma vez, no que toca a riscos no carro, e foi porque ela se justificou com um “desta vez tive mesmo de bater”.

Turbolenta, pelo menos esses quilómetros fazem com que ele faça exercício. E sabes qual é o truque para não ter de lavar o carro tantas vezes? Comprá-lo já cinzento! Beijocas!

Alguém que me quer bem, na prática os rafeiros só estão a dar pretextos aos homens para lavarem os carros. Achas que algum deles se fica pela jante? Aproveitam e lavam logo tudo! Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

White_Fox, espero que os teus pais nunca tenham um bordel! Abraço!

Táxi Pluvioso, mas qual expulsão, ainda só levámos um amarelo, agora basta jogar o resto da partida sem fazer faltas!

Felina, não tive direito a isso, quanto muito à aranha!

Kok, nem no Inverno? Não me digas que os tens com uma capa!

Mz, eu digo ao meu (e estou a dizer a verdade): ouve, meu sacana, deixas-me empanado e troco-te por um mais novo, mais potente e com mais extras. Tu é que sabes...

Bianca disse...

Como SEMPRE perfeito! Só rir, que bem que me fazes,
obrigada Mister Rafeiro
Beijo

Rafeiro Perfumado disse...

Bianca, sabes que sou um rafeiro à tua disposição. Beijoca!