Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Em defesa da Vera Pereira!

Cunha ou a vergonha do sistema português

No fundo ela não teve culpa, limitou-se a seguir o sistema implementado...

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

32 comentários:

Tétisq disse...

Concordo. A coitada teve azar foi o nome dela que apareceu, há muitas Anas a participar do mesmo sistema.*

Rui Pascoal disse...

Não a censuro e muito menos a invejo.
:)

Diabba disse...

... continuo a achar o teu sobrenome altamente suspeito.

]:-D hihihihihihi

Nuno Amado disse...

Sim, o apelido é muiiiiiito suspeito....
:P

Margarida disse...

Eu cá não me importava nada de me chamar Vera Pereira xD

Afrodite disse...

Continuo a achar que foi um descaramento enorme!

Kok disse...

Não sei se é verdade mas vou vender pelo preço que "comprei".

É uma prática usual a menção do nome da pessoa que querem contratar.
Como disse alguém: depois de ver um porco a andar de bicicleta e uma cabra a subir um escadote, já nada me surpreende!

Mas tudo isto faz-me cá uma sede...

1 abraço pah!

JP disse...

Eu gostei desta: "Bom dia! O meu nome não é Vera Pereira, mas pelo salário depressa vou ali ao cartório tratar do assunto!"

No Algarve tudo é possivel.....até era outro reino!

Abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Na verdade, não houve trafulhice neste caso, apenas incompetência.
Há programas em que as empresas podem indicar o candidato que pretendem. Não se percebe é a razão de haver concurso e andar a enganar quem a eles se candidata.
É o novo sistema Opaclex Complicadex

redonda disse...

Uma vergonha que até numa coisa assim nos revelemos incompetentes!

S* disse...

Pobrezinha!

Maria Pitufa disse...

Eu pessoalmente não a censuro!!

Marta disse...

Hum...quem é a Vera Pereira??? Ai senhores, ando desatualizada. Vou pesquisar e se de facto for um assunto muito importante ainda volto, caso contrário...um beijo e um queijo.

Muah ah ah ah

Brown Eyes disse...

Eu gostava é que as bolas do euromilhões tivessem lá o meu nome...assim, quando fossem saindo não haveria dúvidas de que a taluda era minha; isso é que era!

L.Maria disse...

Isto é a incompetência levada ao limite!!
Nem para um concurso viciado sabem fazer a coisa!

Um Sistema implementado em que muitos compram por isso nada muda, dá jeito. E é assim que abunda a tal "chico espertice" e até feita dentro da legalidade.

Bijix

Teté disse...

Claro que não tem culpa, mas foi inopinadamente catapultada para a fama... da pior maneira! :)))

Beijocas!

Cafeína disse...

Pois... limitou-se a seguir o sistema e à custa disso está a ser gozada forte e feio!
Mas pronto, como não conheço a pessoa nem a circunstância, não vou dizer se é bem feito ou nao...

Pérola disse...

Até que enfim: pacificação, sintonia.
Porque tinha de ser em tema de corrupção?

Não podia concordar mais.
És um mestre.

beijinho

Pitanga Doce disse...

Não tenho a menor ideia do que estão falando e se eu for ao Google e lhe perguntar quem é a Vera Pereira ele vai me dizer que há duzentas e cinquenta e dez Veras Pereiras em Portugal. Mais coisa, menos coisa.

Bom fim de semana, Rafeiro.

Malena disse...

Eu não queria estar no lugar dela... Está a ser mais atacada do que os assaltantes do Multibanco de Cascais!

Magia da Inês disse...

♡✿彡╮
Amigo, um bom sábado!
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil.
•°♫¸.♪♫°

TERESA SANTOS disse...

Rafeirito,

Nunca esperei isto de ti. Inveja? Tu?

Invejosos, todos? Não têm vergonha?

Queriam o lugar dela, queriam?

Até nem era grande coisa, coitada!

O teu cargo é bem melhor, diz lá que não!

Beijinho.

Rafeiro Perfumado disse...

Tétisq, a quantidade de Veras Pereiras anónimas que por aí andam, seguramente.

Rui Pascoal, eu até mudaria o nome para algo menos vergonhoso, como Migue Relvas, por exemplo.

Diabba, aqui a tua boca não funciona, toma, toma!

Nuno Amado, o que é que “perfumado” tem de suspeito nesta história?!?

Rafeiro Perfumado disse...

Margarida, e arriscares-te a ser cuspida por onde quer que passasses?!?

Afrodite, descaramento é favor, isto entra na categoria de lata descomunal!

Kok, até acredito, mas não deixa de ser vergonhoso fazerem uma publicação ou concurso para legitimar algo que já está decidido. No mínimo é uma falta de respeito para com os outros, não achas? Abraço!

JP, calhou ser no Algarve, mais acima é igual ou pior, acredita. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Carlos Barbosa de Oliveira, precisamente, se já existe candidato, não brinquem com as expectativas dos outros.

Redonda, realmente, se nem na cunha, desporto nacional, mostramos competência, está tudo perdido.

S*, por 800 euros mês não vai ficar rica, além do que vai ter de pagar em segurança!

Maria Pitufa, eu também não, mas censuro o sistema que permite estas palhaçadas.

Rafeiro Perfumado disse...

Marta, este barulho que ouvi foi a tua nave a aterrar? ;)

Brown Eyes, olha que se isso sucedesse o concurso era anulado, pois as bolas só podem ter números!

L. Maria, e o mais giro é que o IEFP considerou normal o sucedido, em vez de admitirem que fizeram asneira da grossa e que o sistema é estúpido. Beijoca!

Teté, nem sei como é que ainda não existem fotografias dela a circularem por aí. Espero que seja gira... Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Cafeína, daria uma opinião mais substanciada se conhecesse o espécime em questão...

Pérola, estava tanta gente a bater na pobre moça que eu resolvi defendê-la. Achas que ainda há esperança para a minha alma? Beijoca!

Pitanga Doce, eu explico. Houve um concurso para um trabalho publicado na Internet. Alguém fez asneira e no referido anúncio existia uma frase “Apenas contratar Vera Pereira”. Ou seja, a pessoa já estava escolhida à partida, sendo o concurso uma fachada. Tiveram azar, a malta apanhou e agora andam a tentar justificar o injustificável. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Malena, mas quem deveria ser atacado é o sistema, ela é um mero peão neste jogo sujo.

Magia da Inês, uma beijoca para ti!

Teresa Santos, sim, tenho vergonha, vergonha de viver num país e num sistema onde estas situações sucedem. O meu cargo foi conquistado numa situação pouco normal, num concurso sem pré-requisitos e onde eu nem conhecia a empresa à qual estava a concorrer. Outros tempos, sem dúvida... Beijoca!

TERESA SANTOS disse...

Ui, há quantos anos isso foi!

Outros tempos mas, principalmente, outras "criaturas"...

Beijinho.

Táxi Pluvioso disse...

A miúda arranja emprego e toda a gente barafusta, são uns invejosos, deviam era estar satisfeitos por haver menos uma desempregada (por seis meses, nem vai dar para engravidar e ter a criança).

turbolenta disse...

Mas parece que o esquema está mesmo implementado no IEFP porque já apareceu outro caso, também denunciado na imprensa mas que deu menos que falar.
bja

Rafeiro Perfumado disse...

Teresa Santos, ainda me lembro de ver o anúncio na janela da cantina, pensando "que raio de empresa é esta". Concorri e não é que consegui entrar? Beijoca!

Turbolenta, o que mais choca é dizerem que é um procedimento normal. Quando assim é... Beijoca!