Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Jogos Rotímpicos

Sei perfeitamente que falar agora dos Jogos Olímpicos é como falar de crescimento económico, está desfasado no tempo, mas é uma das vantagens do blog, falo do que quero, quando quero. Perceberam ou tenho de aquecer o cachaço a alguém?

Dito isto, falemos dos Jogos Olímpicos. Gosto deles. Claro que a maior parte dos seus valores há muito que foram pervertidos, pois mais do que uma competição sã entre atletas, aquilo é uma luta desgraçada para ver quem é que consegue mais medalhas entre os países concorrentes, sendo que qualquer dia até o jogo do berlinde entra, bastando para isso o país anfitrião ter alguma vantagem nessa modalidade.

Antes a diferença entre a vitória e a derrota residia sobretudo nas características dos atletas, a sua força, velocidade, resistência, sendo que agora as vitórias podem ser decididas pelo tipo de equipamento que usam, pois este pode ser mais aerodinâmico, oferecer menos resistência à água ou aquecer os tomates como incentivo a lançar o dardo mais longe.

Para que houvesse justiça, penso que todos os atletas deveriam competir em igualdade de circunstâncias, pelo menos no que toca ao equipamento, pois nem todos têm dinheiro para as melhores substâncias dopantes. Mas o que é que isso implicaria? Voltar aos primórdios dos JO, em que os atletas competiam como vinham ao mundo, à excepção do cordão umbilical. Claro que até arrepia imaginar a luta greco-romana entre dois gaijos nus, da mesma maneira como a corrida de cem metros poderia levar a traumatismos cranianos, pelo embater do aparelho reprodutor na testa, tal a violência com que aquilo é balançado. Mas só de pensar a trabalheira que daria às redacções dos canais de televisão árabes, tapar aquela nudez toda, acho que valeria a pena.

E não me venham dizer que seria algo muito roto, pois os JO já têm algumas modalidades que são do mais rotos que há! Olhem o Voleibol, por exemplo, aquilo é uma rabetice pegada! Já tentei e já desisti várias vezes contar o número de palmadas no cu que aqueles gaijos dão durante um jogo. É ponto, palmada geral. Reconquistam a posse da bola, toca a massajar as nádegas da equipa toda. Ganham um set, ui, toca de vergastar a peidola. O tipo que serve tem uns ténis novos, tungas, palmadinhas no rabinho. Nem quero imaginar o que se passa no balneário quando ganham um jogo!

Sendo assim, não sejam puritanos e vamos lá a regressar à nudez competitiva, ok? Claro que eu só assistirei às competições femininas, mas isso é um pormenor insignificante...

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

28 comentários:

Vítor Fernandes disse...

Discordo completamente pois isso dará aso às maiores batotas. Se quisermos usar um dos teus exemplos, imagina na luta greco-romana um gajo a utilizar o vil golpe de tentar arrancar o zezito ao outro? E se ele for roto como tu adjetivas, já viste o árbitro a apitar e o gajo "não largo, não largo, não largo|"?. Bom, no feminino será outra coisa. Não há nada como experimentar.

Nuno Amado disse...

Amigo Rafeiro, se queres que os jogos voltem a ser como na antiga Grécia só me deixa pensar que és um pouco "roto", pois tenho-te como um Rafeiro informado e sabes decerto que as mulheres não podiam participar nestes jogos... portanto tu querias era uma desculpa para ver o "pilum" dos jeitosos e vibrar com a luta Greco-Romana!
Acho que já era hora de "saíres do armário"!
:D

Matilde Jones David disse...

Gaijos nús a lutarem... Parece-me bem Rafeirinho, ehehe
Bom dia!

Cantinho da Bê disse...

Mas com quem é que tu jogas voleibol Homem??

Poppy disse...

jogos Olimpicos do tempo da Grécia... Será que eles lutavam mesmo nús como pintam nos vasos, deixando ao léu tão preciosa parte da anatomia masculina sujeita a possíveis desastres?
Hum, tenho as minhas dúvidas... E voltando para a actualidade também não acahria muito interessante na parte que me toca, ver carne pendurada podia desviar-me as atenções de outras partes da anatomia mais interessentes ao olhar... Ao olhar, eu disse ao olhar!

Assinado, sócia nº 969 aqui das rafeirices, um número no minimo peculiar...

Teté disse...

Eheheh, essa tua opinião e respetiva imagética está demais! :)))

Eu não veria à mesma, mas só de pensar nos gajos de sumo nus, deu-me cá um arrepio... :D

Beijocas!

Tétisq disse...

preferias uma 'cheiradela' canina no rabo, em vez das palmadinhas...

Magia da Inês disse...

Rafeiro querido... você só tem ótimas idéias!...
O certo seria igualdade de competição... todo mundo nu com a mão no bolso.
Mas eu só ia assistir as competições masculinas, e, que vença o melhor!!!
Ótimo início de semana!
Beijinhos do Brasil
¸.•°✿✿⊱彡

S* disse...

Nunca reparei nessas palmada, no voleibol... que badalhoquice. ahahah

Marta disse...

Olha que não é só no Volei no futebol também dão umas palmaditas no rabo uns dos outros.

Pérola disse...

Adoro os Jogas Olimoicos, digam lá o que disserem.

Eu não sou sexista ou homofóbico.

Vejo as modalidades que mais aprecio: a ginástica, natação, atletismo, os saltos para a água arrepiam-me.
Enfim, um entretenimento até fartar.
Quase me esqueço da situação do país.

Beijinho

dioguinho disse...

ÉS UM CÃO PÁ!
ÉS UM CÃO!

dá-me o dinheiro todo
OU ROUBO-TE OS OSSOS PÁ!

different girl disse...

Gosto disto. És um rafeiro com piada. Abraço.

Táxi Pluvioso disse...

Os jogos olímpicos deveriam ser feitos no seu uniforme original na Grécia antiga, tudo em pelota que é para não haver batota, mas como não há nada disso, a Nike nem a Adidas deixam, contento-me com uns jogos com a Olímpia, a vizinha do prédio em frente.

► JOTA ENE ◄ disse...

«Roto, palmadas no cu, rabetice e outras coisas que tais»... bom até ruborizei com este post !

Mas isto é o Jota que fica corado com este tipo de assuntos.

different girl disse...

já agendei uma viagem a jupiter, mas obrigada ;)

Ti Coelha disse...

Ai que imagens do Inferno!!

Maga PatoLógica disse...

Gajos em pelota, coisas penduradas... isso era quase como se já tivessem a medalha (um pouco mais abaixo, é certo) antes de a ganharem! Ná, não me parece ético.

gota de vidro disse...


Concordo contigo em tudo menos num ponto....É que eu só verei as competições masculinas ao contrário de ti..... De resto de acordo.

Bom fim de semana

Bjocas da Gota

GarçaReal disse...


Passei a correr a caminho dos 100 metros...De algo eu fujo...

Bom sábado

Bjgrande do lago

Felina disse...

Por acaso já tinha notado alguma falta de transparência nos JO

somaijum disse...

Os 110 metros barreiras também deviam ser interessantes.
Aposto que aqueles gajos mais toscos que costumam escachar os tomates conta as barreiras, saiam de lá com a medalha do salto em altura. xD

Rafeiro Perfumado disse...

Vítor Fernandes, ora aí está, não se perde nada em experimentar, ainda mais porque seguramente eu apenas assistiria às modalidades femininas. Consegues imaginar uma corrida de 100 metros, com as glândulas mamárias a dar a dar?

Nuno Amado, nem todas as evoluções são boas como nem todas as evoluções são más. No caso dos JO, foi mau terem introduzido a roupa, foi excelente terem introduzido as mulheres. Aliás, sempre que me lembro da equipa de voleibol da Suécia, até me dão os calores, e não é por estar fechado no armário!

Matilde Jones David, acho que nesses combates eu me limitaria a observar as bancadas, aquilo deveria estar repleto de mulheres com as hormonas em efervescência! Beijoca!

Cantinho da Bê, deixei de jogar, pois claro, chegava a casa com as nádegas negras!

Rafeiro Perfumado disse...

Poopy, pois, pois, muito puritanismo no “só olhar” mas depois tens um número de assinante capaz de obter os mínimos olímpicos.

Teté, esses seriam o que menos arrepiariam, com tanta banha não verias nada da genitália! Beijocas!

Tétisq, prefiro que me deixem o rabo sossegado, a bem dizer.

Magia da Inês, nu com a mão no bolso seria algo que gostaria de ver… Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

S*, então presta atenção, aquilo é pior que uma aula da primária nos tempos da palmatória e rabetória!

Marta, tu não coloques em causa a macheza do futebol, não te desgraces!

Pérola, já fui mais fã dos JO, quando o grande interesse passou a ser o número de medalhas que cada país conquista e não a competição em si. Beijoca!

Dioguinho, pois sou. Quanto aos ossos, podes levá-los todos, pessoalmente sou mais apreciador da carne que estava agarrada aos ditos.

Rafeiro Perfumado disse...

Different Girl, muito obrigado. Mas não retribuo o abraço, prefiro mandar uma beijoca.

Táxi Pluvioso, foi essa Olímpia que deu o nome ao teatro ali dos Restauradores?

Jota Ene, esse rubor é o benfiquismo a transbordar, pensas que me enganas?

Different Girl, não tens de agradecer, estou cá para isso mesmo!

Rafeiro Perfumado disse...

Maga Patológica, agora que falas nisso, a cerimónia de colocação da medalha ganharia outros contornos…

Gota de Vidro, és uma desmancha-prazeres, é o que é! Acredita em mim, o sexo feminino é infinitamente mais belo que o masculino. Beijoca!

GarçaReal, e pelo tempo que levas, vais a fugir de algo grande! Beijoca!

Felina, e haverá algo mais transparente do que a inexistência de vestuário? Pronto, convém irem lavadinhos, também…

Somaijum, ou então teriam de fazer as barreiras com um pequeno (ou grande) corte a meio, para que o material passasse sem perigo.

Rafeiro Perfumado disse...

Ti Coelha, chamas inferno porque imaginaste a prova de ciclismo!