Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Are you ladrating to me?!?


Aqui nasceu o título do novo livro do Rafeiro Perfumado. Fala sobre a qualidade do relacionamento cliente / vendedor, e como existem animais nos dois lados da barricada.

Este texto, tão lindo que dá vontade de chorar, pode ser encontrado no livro
Rafeiro Perfumado - Are you ladrating to me?!?

202 comentários:

1 – 200 de 202   Mais recente›   Mais recente»
medusasss disse...

Não posso crer!
Vou ser das primeiras a comentar!!!
:)
Rafeiro, tens toda a razão, discorreste sobre o tema com toda a razão e desenvolvimento, com excepção do link reclamador, que é no canto superior direito! :P
Beijinhos

Schlumpy disse...

Are you ladraiting to me?

Gosto dessa... acho que vou experimentar :)))

Bruno disse...

Esse PS é muito perigoso... existem alguns empregados que o vão testar e se calhar 2 ou 3 vezes.
Bem existem como em tudo os bons e maus funcionários, ainda esta semana fui meter gasoleo a uma bomba de gasolina, para não dizer a marca posso apenas dizer que começa por G acaba em P e tem mais 2 letras AL, estavam em amena cavaqueira, eu chegui para pagar e não fui corrido mas pouco faltou, nem bom dia nem nada aceitou o cartão pagou e ate era facil eu era o unico carro na bomba e segue a conversa com a outra funcionaria, para falar a verdade só tive vontade de mandar uma porrada de coisas para o meio do chão a ver se percebiam que estava ali um cliente. Enfim funcionários. Concordo contigo no funcionário ideal, mas é muito raro.

Marco Ferreira disse...

Livro de reclamação para clientes ... é um grande negócio.

Isto toca tudo no que eu ando sempre a dizer, temos muita falta de civismo.

marinheiroaguadoce a navegar

aorta disse...

E quando o empregado está a atender um cliente e entra outro, começa a falar, interrompe o que estava a ser feito e no fim não leva nada?
O livro de reclamações sobre clientes teria muito mais o que escrever do que sobre empregados.

mjf disse...

Olá rafeirito!
Já reparou que certas pessdoas quase todos os dias t~em conflitos, enquanto que outras são conciliadoras, diplomatas e amáveis??
Já reparou como certas pessoas são acessiveis, enquanto outras são frias e distantes??
Estas caracteristicas, estão relacionadas com a empatia, as pessoas empaticas são mais agradáveis emais populares enquanto as outras são pessoas frias, insensiveis e pouco atractivas...
Eu acho que cada vez mais, os empregadores se deviam debruçar sobre o QE das pessoas que empregam...e não nas licenciaturas ou montes de formação,que de nada servem... ( que se compram em cada esquina...)
Hoje fico por aqui, j´a estou ensonada...

Beijos

mik@ disse...

tou contigo sr. rafeiro
(isto de cães e gatos sempre deu faísca... mas eu gosto de ti. só não contes aos outros gatos. tenho uma reputação a manter)

ninguém gosta de ser atendido por alguém com as trombas maiores que um elefante. é uma coisa tão básica que acho que a maioria se esquece.

mas também tenho de reconhecer... há clientes que "jasus" só à pancada. já reparaste que nas filas da caixa do supermercado tudo reclama com a operadora de caixa. a funcionária está ali pra passar as compras, que culpa tem ela que não haja o iogurte magro marca xyz e o raio que parta? ouve e cala e ainda sorri para o próximo cliente.

ele há gente pra tudo :) gostei muito do post.

beijinhos

Noivo disse...

aqui certamente não é necessário reclamar:)
somos sempre recebidos com um latido amigo e afável:)

Noivo disse...

ia escrever lambidelas mas poderia parecer estranho:)

julie disse...

Vê-se mesmo que conheces a cadela do Mourinho ;)
"Are you ladraiting to me?

Tens toda a razão! Devia mesmo haver um livro de reclamações de clientes, por causa dos clientes muito chatos e que não estão satisfeitos com nada!
bjs
julie

Hotaskim disse...

Olha com quem tu te foste meter!! No meu blog tem lá um post, algures, em Dezembro, que se chama " Um pouco de respeito, p.f." ( http://hotaskim.blogspot.com/2007_12_01_archive.html#1921772016227223816 ), que retrata uma das variantes do atendimento versus clientes num estabelecimento comercial...
Mas a prespectiva aqui por ti colocada também tem muita coisa correcta e que eu concordo. E ainda acrescento:

- e aqueles clientes que entram e vão experimentar a roupa, e mijam simmm, URINAM, nos vestiários????;

- e os casais que entram para um deles experimentar roupa e fazem sexo lá dentro ???

- e aquelas senhoras da aldeia que entram a cheirar a mijo e/ou os homens com as botas cheias de bosta da lavoura?...

- e aqueles meninos "bem" da sociedade que pensam que a malha chinesa é que é de EXTREMA QUALIDADE ??

- e aqueles tótós que compram camisolas da X marca a pagar 100 eur, quando a dita camisola é feita ali na fábrica da esquina, o transportador leva a camisola para Itália onde é colocada uma etiqueta, remetida a camisola novamente no mesmo contentor e regressa a Portugal dizendo MADE IN ITALY ?? e depois...a X marca É QUE É BOA....

- ou aqueles clientes armados em gringos que gasta, 200euros numa camisa a dizer PORCHES, p.e., sendo elas feitas EXACTAMENTE DO MESMO TECIDO E MÁQUINAS, MULHERES E MÃOS, da fábrica que faz as outras camisas todas?? que custam entre 30 euros e 50 euros?? LOLOL

etc etc etc...

Acho que ainda mais ridiculo que o atendimento comercial e/ou ao publico, que engloba uma certa quantidade de normas pré-estabelecidas, dependendo do ramo, do local do estabelecimento, das técnicas de venda/marketing e afins ; e do tipo de cliente que entra no local; é preciso salientar o papel idiota do consumista PORTUGUES, que por incrivel que pareça, NÃO SABE CONSUMIR NEM SER CLIENTE... mas o mais ridiculo mesmo
é o atendimento dos serviços públicos e bancários deste no/país.

Marina, com ou sem acento no "A" !!! . disse...

e aquelas pessoas que trabalham em lojas super finas, super chiques, super caras, que assim que se entra na loja, e não se trás vestida uma peça que tenha custado no mínimo 100€, fazem questão de nos olhar como se não fossemos bem vindos...
é como se eles não quisessem que nós gastemos lá o nosso dinheirinho....

Quer dizer, e se me apetecer comprar a peça mais cara que eles lá têm?? só assim para chatear... mandam-me embora??
lol

Andreia disse...

até parece eu quando andava no secundário, a escola adoptou o dito cartão magnético, e fazia-se quase tudo com ele, portanto eu ia ao bar, nas horas mortas, as funcionárias levavam-me o cartão da mão e punham-se de novo a cuscar... e eu a querer voltar pá aula de inglês e a cena a ficar preta... e tinha de repetir plo menos 2 vezes o meu pedido...

eu gosto de entrar dizer bom dia, boa tarde, ou até mesmo e responderem-me educadamente e claro ser atendida com educação...

beijoca

Diabba disse...

Ena, ri-me só com o título do texto!! (acho que é o teu melhor)

Confesso que prefiro os empregados-cola (tendo em conta que, sempre que entro numa loja, já sei o que pretendo) do que aqueles que, quando entro, estão a falar ao telemóvel, saio (sem encontrar o que me levou a entrar) e continuam a falar ao telemóvel.

Suspeito que já houve vezes em que nem deram pela entrada de um potencial cliente.

E agora acerca dos empregados do sul: Apesar de aqui o clima ser melhor, haver mais sol, sorriem menos e ignoram-nos mais que os do norte.

beijo d'enxofre

carvoeirita disse...

Para sobreviver quase toda a adolescência trabalhei em restaurantes e lojas de comercio...e é muito complicado..acredita..horas e horas em pé a andar de um lado para o outro carregada de pratos e travessas..mas sim..acho que o cliente deve ser sempre atendido com simpatia, pelo mesmo motivo que acho que todos nós devemos exercer a nossa função com profissionalismo..é para isso que nos pagam..
mas também há clientes muita chatos...
Achei graça a tua frase "are you ladraiting to me"..nós no restaurante tinhamos uma frase...nem sei se devo dizer isto..se os meus ex-colegas sabem que revelei o segredo..esfolam-me..
mas nós costumávamos dizer aqueles clientes chatos, que achavam que nós éramos empregados somente deles e só porque bebiam um café nos podiam tratar como lixo..então nós faziamos uma cara muito séria e diziamos "até choras!!" ..eles ficavam lixados!!!!!diziam "o que queres dizer com isso?" e nós nunca dissemos...porque...NÃO QUERIA DIZER NADA!!!não significava nada..mas tinha cá um efeito...
enfim...já falei de mais ..como sempre...qualquer dia fazem um filtro aos meu comentários testamentais..
Parabéns pelo premio do melhor blog!!!sabes que mereces!!mas a tua humildade não te permite dizer...
beijinhos

Sandra disse...

:))

posso n te dizer nada??

sou um ex profissional do balcão, ora se tem queda pá coisa ora num se tem e acredito q são mais q muis os q n têm queda nenhuma...n é fácil saber lidar c o mais variado tipo de pessoas, acredita no q te digo. Um sorriso pá esquerda ou um para a direita pode fazer toda a diferença.

bejuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu da lua

nb - do q me foste lembrar pah...lolollll...é q o problema n tá só em qm se encontra a um balcão, tumem tá em qm comanda qm lá está...

Balbino disse...

Sim, podia ser que os clientes fossem despedidos (A mãe que castiga o filho a não poder fazer mais compras) ou despromovidos ("Essas gomas, não. Tens de te portar bem primeiro!")

cassamia disse...

primeiro:
obrigada. entrei aqui assim sem o sol ter nascido muito bem, ainda com o frio entranhado e meia mal dispostita... bom, passou-me tudo. já vi o sol, estou quentinha e muito bem disposta pois mal li o título do teu blog figiu-me,sem pedir qualquer licença, ou se importar minimamente com o meu estado de espírito(anteriormente descrito) uma sonora gargalhada.
concordo em absoluto com tudo o que disseste mas acho que pode ser um perigo a sugestão que nos lanças. imagina que alguém se lembra de criar o livro de reclamações contra o cliente e o mesmo alguém se oferece para criar um departamento na ASAE dedicado especialmente para o efeito??
somos piores, muito muito piores que cães - e olha que eu vivo com uma cadela há treze anos - e somos assim, quer atrás, quer à frente de um balcão. em muitas áreas o nosso país está necessitado de uma reciclagem... não sendo esta possível, sempre podemos recorrer à tua fórmula: are you ladraiting to me?? ahahahaha muito bom rafeiro

ines disse...

sabes como desarmar "esses" de que te queixas? entra com o maior sorriso, o ar mais simpático, e começa logo com um grande, bom dia, boa tarde ou "boa"... qualquer coisa! lembra-te que 50% de quem anda pelas lojas é só mesmo para "melgar"... hoje deu-me para aqui!

calúnias? onde?

diabo no corpo disse...

noivo, eu não concordo contigo... aqui corres o risco de levar com um tiro! ah pois é!

Balbino disse...

ATENÇÃO:

Meu querido camarada bloguista, fui informar-me do historial deste blog e do seu autor, procurando críticas do seu livro, fotos suas (que não encontrei), entre outros, para poder perceber o que é que se passa aqui, não fosse o meu interesse. Fui ao google.com e escrevi "rafeiro perfumado jorge pereira" e cliquei aonde diz "imagens" à espera de encontrar um homem de gravata, rodeado de livros, com óculos de sol e uma Sagres e uma mulher elegante a fazer-lhe massagens no pé. No entanto, na seguinda das três páginas com fotos associadas à pesquisa encontrei a Madeleine McCain. Amigo, estou contigo incondicionalmente! Se estiveres fugido ou fores procurado, arranja-se aqui um cantinho para te esconderes.
Se morreres antes ou não se simplesmente não leres (devido ao número de comments por segundo), pelo menos tentei fazer o que pude! Abraço! E tem cuidado! Eles "andem" aí...

tavguinu disse...

vou fazer uma reclamação para ti :

isto de ter post de semana a semana é mau pahhh ... :-)

tocaste mesmo no cerne da questão!

vsuzano disse...

aceitava perfeitamente isso, devia mesmo existir esse livro, e já agora um outro... livro de reclamações de blogs.... uupppsss não tinha lido o PS....
vou lá clicar e já vol........

Stuckinha disse...

Em primeiro lugar, e pela minha boa educação, Bom dia!!!, Depois, peço desculpa pela intromissão e vou ter que fazer uma pequena chamada de atenção à Inês, mas essa do entrar numa loja logo com um grande "Bom(a) Qualquer Coisa", nem sempre surte efeito pois para aqueles empregados que quando entramos estão muito ocupados em arranjar forma de passar o tempo isso não surte qualquer efeito, ainda nos desancam se por acaso os fazemos engasgar ou lhes atrapalhamos o raciocínio. Agora concordo contigo Rafeiro, aqueles empregados melgas que nem os olhos podemos virar pois eles já lá estão, também são uma verdadeira seca. Mas também é pura verdade que estar atrás de um balcão não é nada fácil, para além de uma grande dose de paciência, simpatia, educação, pachorra e sobretudo muito jeito tem de se estar preparado psicologicamente pois ele há com cada cliente, que nem a tiro.
Quanto ao livro de reclamações, não sei se concordo, quando já estamos numa era em que se o cliente pede o livro de reclamações o estabelecimento lhe põe um processo em cima por difamação, acho que isso ainda iria aumentar mais o número de processos pendentes nos tribunais, e aí ainda estariamos a contribuir mais para a desorganização dos mesmos.

P.S. Parabéns pelo prémio de melhor blog.

Dual disse...

Parabéns pelo novo layout. Até já temos latim!

Eu aprecio em especial aqueles empregados de balcão que nos atendem com os cantos da boca colados às orelhas e que nos atacam com todo o seu arsenal de "inhos" (casaquinho, sapatinho, cafézinho, etc.) ARGHHH!

piggy disse...

Onde é que eu assino pa ter esse livrito no meu estaminé??

Sim porque vender viagens é tramado quando o cliente não sabe o que quer, para onde quer nem para quando o quer... mas o smile tem de cá estar.

É tramado quando entra a matar com as Maldivas na ideia e sai a praguejar porque até Ferragudo é caro para o seu bolsinho.

É mais tramado ainda quando me pede um bilhete pá Switzerland e me insulta quando lhe pergunto se é Zurich, Geneve ou Basel... Sua ignorante!!! É Switzerland porque é isso que vem na carta que a minha prima me mandou!!!!!!...

... assino onde, memo ?!?!

bj

Marta disse...

do not stressate!

:)

beijuuuusssss

expressodalinha disse...

Olá,este é o meu primeiro comentário neste já famoso blogue,a que só agora acedo por manifesta falta de navegação.
Numa conhecida e antiga empresa de telecomunicações onde trabalhei muitos anos, costumava-se dizer-se que que tudo aquilo (a instalação da rede, dos repartidores, o projecto,etc)era fantástico, só era pena haver clientes... Este espírito mantém-se na generalidade dos negócios. E, se bem que haja clientes verdadeiramente execráveis, parece-me indicutível a inexistência de uma cultura de atendimento em Portugal.

Arcanjo disse...

E quem "ladra" assim não é gago... :-)

E deixa que te diga que gostei muito, muito do teu novo visual.

Beijocas e festinhas***

Vício disse...

admiro o teu respeito verbal para com os leitores deste blog!
a parte onde dizes que eles estavam evacuando totalmente para a minha presença caiu ali que nem ginjas! outro no teu lugar iria dar um aspecto mais sujo ao texto e diria que estavam cagando para ti!

por experiência profissional posso falar aqui de outro tipo de clientes... os que vêem uma cara nova atrás do balcão e decidem que querem ser atendidos pelo outro a quem já conhecem a cara!
já me aconteceu ter de atender alguém depois de ele estar meia hora à espera do meu colega, que estava bastante ocupado noutro serviço! é claro que o atendi com um sorriso :D

veni_vidi_scribi disse...

"Oh no... I'm not ladraiting to you! Era mesmo aqui para o cliente do lado... :)"

Isto do atendimento é como em tudo: há do bom e do melhor e há de deitar fora... Os clientes: c'est la même chose! Mas tens sempre uma boa solução para não teres que levar com funcionários melgas ou antipáticos: fazer compras pela net :)

Quanto ao livro de reclamações... é melhor não. Não é que eu seja uma cliente chata que não compra nada... Pelo contrário! Corria o risco de receber acusações de "extrovertida, que manda bitaites e piadas"! :)

E já agora... sabes me dizer quem deve agradecer num estabelecimento comercial? O cliente (que foi atendido) ou o patrão/funcionário (que ficou a ganhar com a visita)??? É que eu agradeço sempre... mesmo que não tenha sequer sido atendida! Tenho que perder este vício...

Beijufas

Atlantys disse...

Na mouche como sempre Rafeirito =D
Deixa-me só dizer-te que a tua vontade de pedir desculpa por interromperes a conversa de 2 empregados já foi satisfeita por mim numa loja da Baixa =)
Mas também eu tenho um mau feitio do caracinhas muahahahahaha
Beijoka Rafeirito =)***

Sara disse...

Foste mal atendido nas Finanças? :P

Oliver Pickwick disse...

Eu particularmente prefiro os de cara emburrada, do que aqueles que "se colam a nós de tal maneira que não conseguimos dar um passo sem sentir o seu bafo no pescoço".
Abraços!

alguém disse...

Está tudo dito rafeiro. Não passa só por quem atende mas também por quem quer ser atendido.
Gosto de ser atendido como tu. E quando vou a uma loja seja ela qual for faço por ser aquilo que gosto que sejam comigo. O problema das pessoas muitas vezes está em não saberem o que querem.
Exemplo.
olhe eu vi uma senhora no autocarro com um livro azul que dizia, acho que dizia alma na capa e gostava de o comprar. A senhora tem?
Outro exemplo.
Eu queria o livro daquela escritora dinamarquesa que tem 41 anos....

dá para reparar que trabalho em livro?
lol

Rita disse...

Para mim é tudo uma questão de educação. Ou se tem ou não se tem... Há algumas inergúmenas lá no office que passam pelas pessoas (assim, meras assistentes como eu) e são incapazes de dizer bom dia mas se a mera assistente (assim como eu) estiver em amena cavaqueira com o Director aí já se desdobram todas em cumprimentos. Ás vezes passam pelo nosso estaminé e quando já vão lá ao fundo dizemos:
- Bom dia para si também!
Até já mandei umas bocas ao chefe de uma que se dava ares e que depois mudou de postura. Agora anda aqui outra que já é conhecida pela "Miss Simpatia". Qualquer dia leva um tratamento...
Festas

Teté disse...

Excelente título, a condizer com o texto!

Bom, o rafeiro da foto tem mesmo aquele ar de rufia, adequado ao "are you ladraiting to me?"

Claro que esses bafos no pescoço são muito incómodos... mas a verdade é que tanto há balconistas como clientes antipáticos! Eu conheci um, que de vez em quando tinham que o agarrar para não se atirar ao focinho do cliente, eh, eh, eh!

E nas caixas dos supermercados? Alguns já iam pagar, quando se lembram que afinal se esqueceram de comprar uma tralha qualquer, e lá vão seraficamente à procura do produto e a malta que espere na fila. Embrulhos!

Beijocas para ti e para a jóve!

Maria Manuela (M&M) disse...

Livro para Reclamar dos Fregueses...Ora aí está uma excelente ideia... Para aqu não sei se chegava um livro por dia...lol

Blayer disse...

Então e os empregados que estão a praticar a sodomia uns com os outros enquanto um individuo espera por uma tosta mista? Isso sim é desagradável, visionar o senhor Alfredo da padaria a praticar a cupola com aqulea velhina muito simpatica, se bem que possuio um farfalhudo bigode.

DarkMorgana disse...

Lindo lindo, são aquelas empregadas que, quando se pergunta se tem outro modelo ou outra côr diferente, respondem com um ar afectadíssimo: "sim...mas é muito mais caro!" - ao que se responde : - "qual é o problema? Está a pensar oferecer-mo?"

Ou aquelas clientes, também com um ar afectado, que deitam as unhas de silicone a tudo o que é peça de roupa, deixando um rasto de peças espalhadas no chão à sua passagem e um rol de empregadas a dobrara novamente as mesmas...

Deve dar vontade de lhes morder os calcanhares, não é Rafeirito?

Beijos

parvinha disse...

Nada como um atendimento personalizado, sem incomodar muito de preferência. Se estiver bem disposta falo com todos os vendedores e como eles se queixam, credo!, só têm vontade de dar um valium aos velhinhos, porque será?
Belo Blog
Bj

Nuno disse...

Olá! O que vou aqui dizer aconteceu-me num restaurante, não numa casa de roupas: fui ao restaurante ( que tb serve comida p fora), dirigi-me ao filho do dono e perguntei-lhe qual era o prato do dia, ao que ele respondeu a resmungar " o prato do dia é o senhor sentar-se á mesa e para nõs o servirmos", via-se mesmo que estava muito mal disposto. Esse rapaz é que devia ter aulas de etiqueta. Um abraço

NARNIA disse...

Rafeirinho comportamento gera comportamento (há excepções claro como em tudo)mas eu sou naturalmente simpática e costumam também ser para mim :))

Festinhas no pêlo

Laura disse...

Bem, eu sempre fui bem atendida, menos naquele gabinete do notário onde a tal doutora poor eu não abrir a boca (ela tava a ler porra!) e ver que eu não falava (não falo eu? credo? foi lá para o gabinete ao lado buscar papel e diz para o chefe dela... e os meus filhos ouviram; ela não ouve e não fala é surda muda e se é muda é analfabeta!...o meu nuno levanta-se de um pulo e fala alto, a minha mãe só é surda e não é muda, ela fala, mas ela fez de conta, a neide levantou a voz e ela veio pedir desculpa, é que como não me ouviu a falar..e a porra de dor de cabeça que eu tinha, ai ai ai, aquela merece que eu lhe mande um livro autografado a lembrar que a analfabeta publicou um livro de Poesias e ela publicou o quê? merecia ou não rafeirito? ah magana...
pois dava geito o livro de reclamações dava, naquela altura...hum...
Mas há empregados para todos os gostos e feitios...
Beijinhos pa ti meu jove rafeiro...

Marisa disse...

Essa dos empregados ignorarem os clientes aconteceu-me esta semana. Quando fui ao bar da faculdade estava a empregada em amena cavaqueira com uma amiga! E eu ali com o dinheiro na mão à espera de ser atendida.
Gostei muito!

SílviA disse...

Fizeste-me lembrar a minha prof de Movimento e Drama que nos mandava andar de um lado para o outro com cara de funcionario publico :P

Venho sempre ler o teu blog, mas quando cá chego tens uma catrefada de comentarios que pa ler tudo...Ai Jasus...hoje tive sorte e coragem pa comentar.lol.

AnaD/FG disse...

Muito teria a dizer sobre o teu post.
Pois eu atraio empregados parvos como um iman atrai parafusos ... aliás certa vez entrei numa loja .... chamemos-lhe boutique para ser mais fino, olhei em volta, e perguntei à empregada por uma saia que estava na montra, respondeu-me que já só tinham aquela, quando lhe pedi para a ver a moça olhou para mim e saiu-lhe pela boca fora um "Não lhe serve", devo ter levantado a minha orelha esquerda que ela acabou por ir à montra buscar a saia quando a colocou sobre o balcão olhei para a saia e disse: "não gosto" e fui-me embora, nem lhe toquei!

Mas o que eu queria falar mesmo era sobre o teu PS ... adorei ... aliás é uma frase que vou guardar de estimação para quando certos abelhudos me começarem a chagar a cabeça virtualmente!

Túlio Hostílio disse...

tem de existir um equilíbrio entre vendedor e cliente....
gostei deste artigo...

FATifer disse...

Gostaria apenas de dizer que concordo com o que diz. Se há coisa que incomoda são vendedores que parecem estar a fazer o favor de nos venderem ou que são tão solícitos que parecem querer impingir-nos o que não queremos.

Quanto a clientes “mal comportados” são apenas um dos reflexos do país que somos… o civismo parece uma espécie de religião que todos parecem dizer conhecer mas que poucos (cada vez menos) praticam! :(

Parabéns pela excelente forma como expôs este assunto.
FATifer

nonsense disse...

Rauf rauf!

Sugiro título pro livro de reclamações: clients ladreitions!

Muito bem esganiçado o teu ladrar!lol

Olá!! disse...

A delicadeza e simpatia de um “balconista” depende muito da abordagem do cliente.
Muito te poderia contar sobre uns episódios apreciados da parte de trás de um “balcão”, onde passei momentos agradáveis, menos bons e terríveis… Houve pessoas que me apeteceu espancar, outras a quem agradeci e outras de quem reclamaria se houvesse o tal livrinho.
Muita gente não tem vocação para “atender” e outros tantos não têm humildade para serem atendidos. Respeito seria o ideal… Mundo cão o nosso…
Beijo grande que estou com aftas ;)))
PS. Parabéns pelo merecido prémio.
PPS. Não vi livro cruzinha nenhuma!!! Onde está o raio do livro de reclamações deste canil????

Carracinha linda! disse...

Pois... com em tudo existe sempre o lado bom e o lado mau.

Existem bons e maus empregados nas lojas. Existem também bons e maus clientes.

Essa ideia do livro de reclamações de clientes devia ser bem engraçada!

Beijinhos

Cláudia disse...

Eu também acho que os clientes deviam ter livro de reclamções.
Eu não trabalho directamrnte c o publico, mas às vezes lá têm que ser...
E olha que há mt boa (ou má ) gente que nem um sorriso ou simpatia merece.
Enfim :)

Beijito

Francis disse...

é uma questão de reciprocidade, não há clientes que usem mais as reclamações que os americanos, e nas lojas nos EUA há o melhor atendimento que alguma vez vi.
És sempre recebido com um sorriso e uma frase simpática, sempre disponiveis, e isto obriga-te, como cliente, a seres bem educado tambem.
em Portugal temos o grave problema do novo rico, como cliente, e no caso de quem tarabalha a falta de formação, normalmente são part-times para desenrascar.

conchita disse...

Deixo-te um exemplo que me aconteceu a mim e a minha irmã em 2lojas. Na 1ª as empregadas eram super antipaticas, a minha vontade era de lhes dizer: "se não quiserem trabalhar, não falta quem queira!!". E na 2ª loja a empregada quis ser tão simpatica que até meteu nojo, não largou a minhã irmã 1 minuto sequer (ela foi comprar roupa para ela), queria que levasse a roupa da loja toda, mas no fim a minhã irmã só levou uma peça; havias de ver depois as trombas com que ficou a empregada, que se calhar tinha comissões sobre as vendas, não sei!
Para concluir, quero eu com isto dizer que não sei como é que há pessoas a trabalhar po detrás de um balcão, se não têm jeito nenhum!!
Em relação a haver livros de reclamações para clientes, estou 100% de acordo porque já presenciei cada um!!
Um bom fim de semana :)

Sereia disse...

Já tens o livrinho pronto? :)

isso dava um jeitão.

bjs

Laura disse...

Então nino? andas a curtir o sol pelo pontão? a abanar a caudinha de refastelado? é que o dia dá para isso... vamos a trabalhar...jinho grandeeeee.
Não precisas de fazer fiuuuuuu de novo...

Anónimo disse...

tu e as tuas ideias alucinantes que nao deixam de ter logica. olha se no tiveres medo do virus k ando a espaalhar por aí,passa por cá que tenho um novo poema . a loucura ainda continua desde de sabado k dei a entrevista pa radio francesa. ainda há gente muita doida
•*´¨) ¸ •*¨)¸ •´¸ •*´¨) ¸ •*¨)
*´¨) ¸ •´¸ •*´¨) ¸ •*¨) (¸ •´ (¸ •´
( `•.¸......... ) ` - . .> ' `( .....¸ •*¨)
`•.¸ )........ / . . . .`\ . . \ ....... (¸ •´
( `•.¸........ |. . . . . |. . .| ...... ¸ •*¨)
`•.¸ )......... \ . . . ./ . ./ ......... (¸ •´
( `•.¸........... `=(\ /.=` ...... ¸ •*¨)
`•.¸ )............. `-;`.-' ............. (¸ •´
( `•.¸............... `)| ... , ...... ¸ •*¨)
`•.¸ )................ || _.-'| ........ (¸ •´
( `•.¸............. ,_|| \_,/ ..... ¸ •*¨)
`•.¸ )....... , ..... \|| .' ............ (¸ •´
( `•.¸....... |\ |\ ,. ||/ ...........¸ •*¨)
`•.¸ ).... ,..\` | /|.,|!\, .......... (¸ •´
( `•.¸..... '-...'-._..\|/ ....... ¸ •*¨)
`•.¸ )......... >_.-`| ............ (¸ •´
( `•.¸.............. ,_||......... ¸ •*¨)
`•.¸ )................ \||............. (¸ •´
( `•.¸................. |!......... ¸ •*¨)
`•.¸ )................. ||............ (¸ •´
( `•.¸................. |/*........ ¸ •*¨)
`•.¸ ) *´¨) ¸ •´¸ •*´¨) ¸ •*¨) (¸

fica com esta rosa e uma boa quinta feira para ti
bjo
carla granja

Tita disse...

Bom post, já apanhei muita gente assim, fico muitas vezes à espera de ser atendida e quando sou, finalmente atendida, nem um sorriso nem um "desculpe!".. Boa educação é assim!!


Nunca recorri ao livro de reclamações mas vontade não me falta!


Grrrr

Pretazeta disse...

É mesmo isso!
Aqueles parvos/as não percebem que não nos estão a fazer favor nenhum. E que há mil e um sitios em que podemos ir.

Eu percebo que ganhem o mesmo, mas não ficariam mais satisfeitos por fazerem melhor serviço. Não é por nos tratarem mal que o tempo de saída vai chegar mais rapido. Vivem frustrados/as, dizem mal de nós mal saimos da loja...no final do dia não podem estar felizes!!

bjinhu e se me permite dar uma dica: Fazer como eu, não é mau de todo...sorrio por mim e por eles, até se sentirem na obrigação de rir para mim!!! :p

Parisiense disse...

Pourquoi en anglais et pas en français??????
Uma lambidela ali no canto superior sobre o X......hihihih

Teté disse...

Eh, então ganhas o prémio de melhor blog e nem dizes nada??? Parabéns, ainda mais que merecido!
Beijoca!

Andreia do Flautim disse...

Já fui assistente de eventos e é exactamente isso: sorrir às pessoas e elas são sempre simpáticas! Nunca tive nenhum problema! ;)

Anónimo disse...

Então e aqueles que qdo pedimos algo que não têm nos mandam ir a outro sitio qq com enorme desdém...!!! "tipo tem o nº 34?" Resposta: "Não! O melhor é ir à secção de criança!!!!"
Anormais!!!!!

Bjs
Anónima

Gata Verde disse...

Hummm...esse olhar mata-me!!!

Um grande MIAU para ti...

Bongop disse...

Adoro um empregado de balcão maldisposto! Mesmo! Quando apanho um dou largas a tudo! Posso refilar, pedir livros de reclamação, dar murros em cima do balcão ... ehhhee
(tou só a brincar, mas é que apetece...)

Rafeiro Perfumado disse...

Medusasss, primeiras não, primeira. Mas não tenhas grande orgulho nisso, acredita... Quanto ao teu reparo, obrigado, mas diz lá que não corrigi à altura! Beijo!

Schlumpy, are you? Are you? Não te esqueças desta parte! ;)

Bruno, espero bem que sim, que testem. Infelizmente este fenómeno não está associado a nenhum ramo em especial, existem animais em todo o lado, tal como também existem excelentes profissionais, claro. Eu, por exemplo! ;)

Marco Ferreira, pois temos, e acho que nem à base de porrada isto vai ao sítio. Mas podemos tentar... Abraço.

Rafeiro Perfumado disse...

Aorta, com a frase "é só uma perguntinha". Como esses gaijos me enervam!!! Viessem mais cedo!

MJF, não há dia nenhum que não repare nisso. E concordo contigo, só pessoas com vocação deveriam estar em contacto com o público, as restantes deveriam ir para os bastidores, nalgum sítio escondido e escuro! Beijos!

Milk@, vou bufar ao gatedo todo que aqui vem, vais levar uma coça que nem sabes! Também já reparei que muita gente embirra com as pobres raparigas. Por acaso aí tenho apanhado algumas bastante simpáticas. Bem, eu também costumo escolher a que tem o sorriso mais giro, isso deve ajudar! Beijos!

Noivo, disso podes estar certo, visitas são sempre bem recebidas, faço questão. Já o objecto do meu poste, era eu deitar-lhes o dente... Abraço! E fizeste bem, ia parecer mesmo muuuuuito estranho! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Julie, bute começar uma petição para isso? Se fazem para levar o Figo à selecção, porque não para isto? Beijoca!

Hotaskim, até fiquei parvo com alguns dos teus exemplos (não com o dos bancários, esse já sabia e era pendurá-los, esses sacanas). Então o de urinar nos vestiários, esses era serem apanhados e vergastados com os cabides! Sério, a raça humana não pára de me surpreender, infelizmente quase sempre pela negativa. Um beijo!

Marina acentuada ou não, possivelmente. Eu uma vez entrei num stand numa feira de mobiliário para pedir o catálogo e, por estar com o look FDS (de ganga e com barba por fazer), não mo deram. Imediatamente a seguir vejo entrar outra cliente e a darem-lhe o catálogo. Não vou dizer que foi na Interforma...

Andreia, essa de fazia-se quase tudo com ele... ;) Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Diabba, o título foi feliz, foi. Mas olha que ainda gosto mais da foto! Quanto ao tipo de empregado preferido, terá alguma coisa a ver com o bafo no pescoço? ;) Beijoca!

Carvoeirita, queres que seja sincero? Acho que não conseguiria atender ao público. Tenho a sensação que o primeiro que me levantasse a voz (e fosse mais pequeno que eu) levava uma cabeçada... E qual filtro, adoro os teus comentários testamentais! Beijoca!

Sandra, totalmente de acordo, se bem que com alguns clientes até te podias despir, que de bestas não passam! Beijocas!

Balbino, despedidos não digo, mas evitar que entrassem em certas lojas caso não se soubessem comportar, era bem feito! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Cassamia, acho que a reciclagem teria de ser muito profunda, mesmo. Por vezes pensava que as novas gerações poderiam corrigir erros das anteriores, mas já tirei daí a esperança, ou os agravam ou criam outros novos. Talves o Dilúvio II seja a solução! Beijoca!

Inês, para isso era preciso que eles te ouvissem ou vissem! Beijos!

Diabo no Corpo, aqui só leva tiro quem merece. E pára de te mexer, que não consigo fazer pontaria!

Balbino, não te preocupes, não ando fugido nem corro perigo de vida, acho eu. Quanto ao não achares fotografias do meu dono, é normal, o gaijo tem bem mais juízo do que eu! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Tavguinu, infelizmente é o que o tempo me permite. Sabes que não é isto que me mete comida na mesa... Abraço!

Vsuzano, esse livro também existe, podes sempre denunciar conteúdos impróprios. Só não sei quem é que define o que é próprio e impróprio! Abraço!

Stuckinha, primeiro boa noite para ti. Segundo, obrigado. Terceiro, olha que certos clientes merecem o processo, uma vez que reclamam sem motivo, e acredita que sei bem do que estou a falar, como situações em que contestam seguir-se a lei e não fazer o que querem. Beijoca!

Dual, obrigado, pá! A esses empregados só tens de dizer "não, obrigadinho"! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Piggy, tens blog? É que não deixaste um link para poder retribuir a visita. Mas o cliente tem razão em reclamar, pá, então não é suposto tu leres primeiro a correspondência do tipo? ;) Assinas aqui mesmo! Beijo!

Marta, moi? Jamais! ;) Beijos!

Expresso da Linha, famoso blogue? Tens a certeza que é aqui? Mas o que referes é flagrante. Enquanto as pessoas não se mentalizarem que quem nos paga o salário são os Clientes, isto não vai lá. Um grande RAUF para ti!

Arcanjo, muito obrigado, mas eu gostei mais de te ver por cá! Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Vício, o que queres? Os meus pais costumam ler isto e ainda me punham de castigo se eu utilizasse expressões muito fortes. A minha mãe nem "catano" gosta que eu diga! E posso bem imaginar o sorriso com que atendeste o esquisito! Abraço!

Veni, Vidi, Scribi, a net é boa, mas não serve para tudo. E mesmo aí tens os servidores que te deixam pendurada! Quanto à tua dúvida, eu cá agradeço ter sido bem atendido, mas é por mera educação. Beijufas!

Atlantys, eu o máximo que disse foi "se quiserem posso voltar mais tarde", mas foi o suficiente para corar a menina... Beijo!

Sara, já sou um velho conhecido nas Finanças, não há quase nenhum ano que não seja chamado! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Oliver Pickwick, eu prefiro tudo a bafos no pescoço, acredita! Abraço!

Alguém, quase que nem reparava em que é que trabalhas! Mas conheço esse género, sim. "Olhe, queria aquilo que anunciou ontem na TVI, depois da novela". E eu lá vejo a novela, mulher?!? Beijos!

Rita, o tratamento implica duche gelado e rasgamento de roupa? Posso ver, posso, posso? Eu prometo que nem dão por mim, à excepção dos flashes! Beijos!

Teté, finalmente alguém a gabar a foto! Eu que fiquei tão feliz quando a encontrei, parecia ter sido tirada de propósito para este título! Quanto aos animais que fazem isso no supermercado, é o resto do pessoal encher-lhe o carrinho com doces, sem ele dar por isso! Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Maria Manuela (M&M), acho que haveria pessoas que teriam de andar com um carrinho de mão cheio de livros! ;)

Blayer, isso é horrível, especialmente se deixarem tostar demasiado o pão!

Dark Morgana, a essas dá vontade de morder e não só. Mas a nossa constituição proíbe a tortura com ferros quentes! Beijos!

Parvinha, eu se estiver bem disposto entro, sorrio, escolho o que quero, pago, sorrio novamente e piro-me! Beijoca e obrigado!

Rafeiro Perfumado disse...

Nuno, só me admiro de te voltares a sentar... uma vez fui a um restaurante que me pediu para esperar no hall, e para ir escolhendo o prato, num menú que atirou para cima de um aparador. Escusado será dizer que me vim embora... Abraço!

Narnia, estarás tu a insinuar que eu sou antipático? Chega aqui... ;) Beijo!

Laura, só merece se pagar, porque malta dessa não deve ter nada de borla. A não ser que tenhas pontaria e lhe acertes na cabeça. Por falar em livro, o teu já cá canta! ;) Beijoca!

Marisa, e não atiraste uma moeda mais pequena à testa, assim como quem não quer a coisa? ;)

Rafeiro Perfumado disse...

SílviA, que cara é essa, de funcionário público?!? E não sejas tímida, garanto que aqui ninguém morde. Pronto, houve aquela vez, mas foi só uma! ;)

AnaD/FG, essa tua atitude foi de gaija com ovários! Imagino a carinha dela! Grande beijoca!

Túlio Hostílio, achar esse equilíbrio é que é lixado, ainda mais porque o mesmo se chama "boa educação". Abraço!

FATifer, por isso é que eu gosto, até ver, da FNAC. Quando um funcionário me convence a comprar um equipamento mais barato, porque seria mais adequado para mim, só posso ficar rendido. A não ser que ele me estivesse a chamar de burro... Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Nonsense, ora aí está um excelente título! Um grande RAUF para ti!

Olá, só não concordo com a cena do "mundo cão". Se todos fossem mais como os caninos, de certeza que seria um mundo bem melhor! Beijoca à distância, para não me pegares nada e obrigado. Psssst... é a cruzinha!

Carracinha Linda!, e de preferência com arestas, para os clientes mais chatos! Beijocas!

Cláudia, eu é mais por telefone, mas já me aconteceu começarem a parvar e eu simplesmente dizer "lamento, mas com esse tom não vamos poder continuar a conversar. PLIM". Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Francis, porque sabem que a concorrência é feroz, se não tratarem bem o cliente, haverá 18 lojas que terão todo o prazer em o fazer. Aqui também há concorrência, mas a cultura não eleva o Cliente ao altar.

Conchita, no fundo deste total razão ao meu texto! ;) E sim, o que mais há por aí é malta sem vocação. Mas a culpa também é de quem os contrata, porque não basta fazer figura de corpo presente, tem de se sentir o que se faz. Beijo!

Sereia, queres reclamar alguma coisa de mim, é? ;) Beijo!

Laura, tomaria eu, ando a trabalhar que nem um cão, isso sim! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Carla Granja, vou lá ter medo de parvoíces, sou um cão e tudo. Beijoca e segue o meu conselho!

Tita, eu ainda vou muito pela política de nunca mais voltar. Pelo menos até me fazerem alguma grave, claro! E não me rosnes, pá!

Pretazeta, porque a muitos falta o chamado brio profissonal. Querem é o chequito, o resto é frete. Dica recebida, prometo tentar, mas só se a jove do outro lado for engraçada! ;) Beijoca!

Parisiense, porque o Robert de Niro a dizer aquela frase em francês tirava o impacto todo. Mas olha que em alemão também devia ser giro! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Teté, o prémio que falas é o do Troca Letras? Fico contente, claro, mas acho que não vale a pena fazer grande alarido. Afinal, continuo sem o meu plasma... Beijoca!

Andreia do Flautim, mas isso é porque o teu sorriso é contagiante, jove!

Anónima, quem te manda ser desse tamanhinho? Não perguntarem onde estão os teus pais tens muita sorte! Beijocas!

Gata Verde, mata-te? Isso é desculpa para não ires lavar a louça? RAUF!

Bongop, espero que com essas ganas todas não concretizadas ao menos não lhe deixes gorjeta! Abraço!

Sandra disse...

:))

despir???????????????????????

bom, se bem cá akeles q nos despem cuzoyos né?? q bestisse ihihihihih

bejuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu da lua

Sandra disse...

nb - eskeci de te dizer pa passares lá no vicio profundo pq o rapaz tá c duvidas dos meus traços, e como tu gostas tanto disse lhe q tu o ajudarias de boa vontade :))) né rafeirola de meia tijela??

Kunta disse...

Portugal é o um país (é?) onde a simples ideia de um gajo ter de raclamar de alguma coisa leva ao desespero. Quando compro qualquer coisa mais do que desejar que ela cumpra a função para a qual foi adquirida desejo, sobretudo, que ela não tenha nenhum defeito. Em Portugal todos os livros de instruções deveriam trazer em anexo umas pastilhas Kompensam para tomarmos caso tivessemos de reclamar de alguma coisa.

Mil lambidelas

Maga disse...

certíssimo caro rafeiro, como de costume. no entanto devo dizer-te que ser amável para o cliente é meio caminho andado para ser pago na mesma moeda. e o sorriso, esse não pode faltar nunca!
beijufas!

Troca Letras disse...

Há de todo neste mundo pessoas boas e outras que estão sempre mal dispostas

Vanadis disse...

Estava a ver se era a ultima comentar (já que não consigo ser a primeira), mas a coisa não vai lá e já tava farta de esperar que se decidissem a parar de comentar...

Cof cof

Que tal??? a minha desculpinha, é boa??? =)

Dexcurpa não ter vindo ladrar-te mais cedo. Já te li, claro que já tinha lido, mas não me ocorria nada de perfumado para te jorrar em cima... :)

Tentei ir ao livro de reclamações (calma!! era só pa dar porrada em quem se atrevesse a reclamar do teu perfume!!), mas misteriosamente a tua página apagava-se-me da ecran...ué, onde se meteu ela, e ainda por cima népias de livro de reclamações...

Quanto ao resto do post (porque o tema era mesmo o livro de reclamações, né???), palavras paque??? já disseste tudo, arrisco-me só a repetir-te e plagiar-te....

;-)

Beijocas, ;-)

Vanadis disse...

Ah: ariou ladraiting tumi????????

Dualidades disse...

Também não invejo em nada a malta que trabalha atrás de um balcão. Têm de aturar tudo o que lhes aparece.

Mas é verdade que também há alguns que são umas grandes bestas!

Dualidades JP

diabo no corpo disse...

pois, eu já calculava...

piggy disse...

Cheiroso, tenho uma especie de blog em construção sim... ainda lá andam os trolhas a ultimar umas coisitas, sabes como são as obras...
Quanto a ler as cartitas todas da famelga... gimiabreak!!!
Assim que os trolhas sairem de lá amando pr'aqui o link.
Considera-te beijado.
Oink's

Amsilva disse...

vou tentar não assassinar o meu fraco ingles mas tentarei de todos os modos
intimidar os tipos com o do ladraiting to me....

P.S.
é só para avisar e já não sou o primeiro que o link para o livro não funciona...

Safira disse...

Nem a propósito! hoje de manhã passei numa loja e vi, na montra, um camisolão que me pareceu jeitoso para levar para a neve ;). Entrei, e após ter sido ignorada durante três minutos, cheguei-me a uma senhora que estava a comer o seu belo croissant atrás do balcão e pedi-lhe informações sobre o camisolão. Após processar, decidi que queria levá-lo. E ela, aponta-me para uma montanha de camisolões. E aqui é que reside o truque quando somos mal atendidos: olhar 33, sorriso frio de assassino profissional, debruço-me ligeiramente sobre o balcão, dizendo: não me está a pedir que vá chafurdar no seu caixote de camisolas, pois não? é que eu quero aquele que esta na montra. Hoje, se possível!
Ok, passo o exagero, mas só porque n trouxe o da montra, mas também não andei à procura. Andaram elas, mas com ar muito enfadado, e eu só não lhes mandei o camisolão à tromba depois de o terem achado no meio da montanha porque temi pela minha vida! Afinal perderam 15 minutos comigo e se eu não lhes pagasse a porcaria da camisola haviam de ficar chateadinhas. Coitadas.
Mas é verdade, o atendimento ao cliente é uma miséria. Será que há pena de prisão para agressão justificada a um mau funcionário que nos irrita?

Isabel Magalhães disse...

Here I am 'ladraiting to you'!

Bom, confesso, eu trabalho para comer, e tenho cães para criar, e não estou com tempo de ler o post mas encontrei este link aí, pelos caminhos da blogosfera, e achei divinal, - ou deverei dizer 'caninal'? ihihih - e vai daí tinha que cá vir dizer isto. ADOREI! :)

I.

Miss Slim disse...

Olá Rafeirito :)

Pois eu não vou reclamar, vai de lá ainda me multas... risoss... muitosss... :)

O amigo também é do SLB ?
Bolas estou rodeada deles, por todo o lado, mas também ninguém é perfeito, não é? ... ( já sei vais ficar furisoso.... xiiii )

Oh lindo como é que a Nicole pode ter um ranhoso ???? aiiiii... que tu te estás a passar.... e ainda por cima implorando o teu perdão - Queriassssssss....

E agora que já te provoquei vou a correr antes que me apanhes :)

Beijo Grande e Tem Um Super Fim de Semana :)

** Lá no meu humilde blog, se quiseres escolher uma para ti está á vontade, eu envio-te pelo correio - Balê? ... risosss.....

diogo cão disse...

Hi;

Também vim ladrar. Sou um cão de raça mas não tenho nada contra os rafeiros, e ainda mais 'perfumados'. Aliás, a minha 'cãopanheira' é uma rafeirolas que a minha dona apanhou na rua.

Nice blog.

Pat'aí

www.oblogdodiogocao.blogspot.com

migvic disse...

Quero primeiro dar os parabéns por o teu blogue andar aí na ribalta dos prémios dos melhores blogues, com o devido mérito. :)

Acerca do assunto relacionado com a coisa, penso que somos um país com os seus costumes e tradições.

Faz parte disso, a simpatia no acto do atendimento do cliente.

Para todos os portugueses, isso é muito importante, senão experimentem, ir a uma loja ou a um restaurante chinês.

Quanto à atitude de certas pessoas nas lojas, tem haver com a educação e com o facto de alguns, serem uns pelintras,
mas daquela vês até têm dinheiro para comprar então querem sentir o oposto daquilo que normalmente sentem, - que são uma grande merda e nunca têm dinheiro para comprar nada.

medusasss disse...

Está muito bem corrigido, sim senhor rafeiro! :)
Agora que tenho mais um tempito vou-me pôr a ladrar a ladainha do costume: o blogue está muito giro! Parabéns! Gosto muito do teu novo visual, menos rafeiro mas certamente perfumado!
Fico com saudaditas do rafeirito anterior, que tinha aquele aspecto tão irrascível... este é mais peace and love, mas andamos todos a precisar, não é?
Beijinhos e bom fim-de-semana!

medusasss disse...

Ah! E disse das primeiras porque não sabia se ia ser a primeira a ter o comment publicado!
E assim fecho um círculo, fui a primeira e a centésima!
Hoje vou jogar no euromilhões, que achas?
lol
***

rascunhos disse...

continuas a ladrar que nem um leão!!!!!

ai esquece! isso é rugir

beijo e bom fds

( muitas mércolas com ou sem book of reclamations)

Dragão Azul disse...

Rafeiro...

Parabens pelo novo visual, gostei...

Essa do livro de reclamações para clientes era uma boa medida, e olha que falo por experiencia propria, a caixa de acrilico que esta aqui ao meu lado já esteve para cair na cabeça de alguns clientes mais do que uma vez, isto á cada cliente.....

Quanto a quem esta por de traz de balcão, é assim ou se sabe ou não se sabe estar por de traz do balcão, mas o que mais me chateia é perguntarem-me se eu vendo de um produto ao qual tenho por traz de mim um expositor de 5 metros quadradoa, que esta virado de frente para o cliente, das duas uma ou o cliente é cego ou esta a brincar comigo.... mas os clientes que eu gosto mais são aqueles que pensão se sabem tudo, eu deixo-os falar, falar e quando acavam eu provo-lhes por A mais B que eles estão errados e ficam com uma cara, alguns até ficam mesmo chateados comigo....~


Bom fim de semana, com nuvens AZUIS em Lisboa e nuvens BRANCAS na cidade berço.

ternura disse...

Concordo plenamente com tudo que foi dito, tens toda a razão.
Beijinho e bom fim de semana.

Pacanherros disse...

Éh pá, isto agora tá mais jeitoso pá...

Sim, ele também há clientes que já pediam um livro de reclamações... aplicado com força no centro da testa...

Cabra Expiatória disse...

Gosto da ideia do livro de reclamações do cliente. Parece-me... justa, no mínimo.

Se bem que o que me dá gozo é virar-me para um empregado de balcão daqueles mesmo antipáticos e perguntar lhe "Tem Tums ou Eno ou qualquer coisa que acalme o estômago? Não é para mim... é para si... tem cara de enjoado..."

Já os clientes "porreiros"... epá... esses podem sempre tropeçar num casco qualquer que uma Cabra deixou assim mais ou menos escondido no sítio certo à hora certa... ;)

Gostei.
Tinha saudades!

Ósculos!

Andreia disse...

sim, só não ia às aulas por nós pk é cartão... beijoca

Juanna disse...

Ohhhhhh simmmmm, eu gosto das tuas dissertacoes!

Laura disse...

Olááá´. inté quenfim. Já passaste as bistas pelas páginas amareladas? aproveita-se? a tua jove já começou a ler o que prá li vai? mas, bem, é o primeiro e sempre aprendemos mais no segundo e por ai fora....
Beijinho grande pa ti e ela...
Ah, tamém tenho saudade d eum certo anjinho de quem gosto muito, mas vou falando com a arcanjinha dele...deve ser trabaio em demasia, só pode...

Menina do Rio disse...

Xiiiiii,
O dog tá espumando hoje!
Tu não podia ser vendedor de loja não, rs...Imagina olhar pra cara do cliente e já sair latindo - rauf, rauf, rauf...Se bem que muito merecem uam boas mordidas caninas! É o que eu digo...

beijo

Orquidea disse...

Tou-me evacuating para esses estabelecimentos onde não sou bem atendida. Não contribuo para os ordenados dos gajos e problema resolvido!
Quando atendia clientes (ainda que por telefone) ter-me-ia muito jeito um livro desses mas não penso que fosse boa ideia porque ia passar muito tempo a escrever, ehehehe

LopesCa disse...

LOL vim tarde... e já disseram tudo LOL

lua prateada disse...

Ó Rafeiro mas que espectaculo,/pois para mim que sou empregada de balcão há tantos anos, nunca vi ninguem descrever tanta verdade de uma como de outra parte,serás tu também um empregado de balcão?è que geralmente só se sabe avaliar essas coisas quando as vivemos ...

Nas ruas desertas de minha alma
Passo aqui deixando
O que de mim emana por ti...
Um feliz fim de semana!...
Beijinho prateado
SOL

bjecas disse...

Eu, entre a empregada afável e sorridente e a antipática do telemóvel, escolho a que tenha melhores mamas.

Abraço pá

\m/

JustWords disse...

Olá R. Perfumado :)

Concordo com a tua belíssima exposição de caso eheheh. E nestas coisas claro que há sempre o lado A e o lado B da questão porque os clientes não são sempre os "anjinhos".

No entanto, na maioria dos casos, acho que temos o direito de exigir que nos atendam pelo menos com respeito. Mas não é só em Portugal que isto acontece, disso te asseguro ;)

Beijinhos e bom fim de semana!

Rute disse...

Olá
Fui empregada de balcão durante 3 anos e meio e sempre fui simpática para toda a gente, mesmo ao final do dia quando a vontade de sorrir já vai desaparecendo, a maneira de falar e estar também conta muito. Todas as pessoas que atendi sempre que me vêem na rua falam-me :)

Também detesto ir a uma loja e ser atendida com 3 ou 4 pedras na mão e em vez de um sorriso receber uma trombuda eheh
Também sou a favor dos livros de reclamações

bjokas

silvinha disse...

olá olá canino!

Voltei e tenho uma opção de negócio para si no meu blog lol!

A respeito do que se fala por aqui, devo dizer que não podia estar mais de acordo. Há realmente pessoas que não nasceram para estar numa loja a vender, aliás deve ser por isso que existe tanta loja a falir...má escolha de empregados ;) Por outro lado, existem cliente de levar à loucura. Ainda no outro dia assisti a uma "lady" que parecia realmente uma senhora, muito aprumada, uma executiva, mulher de negócios. Chega à loja com o seu par de sapatos na mão, após uma semana de os ter comprado. Chega ao balcão e diz, minha senhora, vim devolver estes sapatos e quero uns novos. Comprei estes e alargaram!(vá-se lá saber porquê não é, provavelmente já os comprou largos!!!!!)´. A senhora da loja com grande paciÊncia explicou que eram umas sandálias e provavelmente as tinha experimentado sem meias de vidro e achou que estavam bons e blá blá blá...Sei é que no fim das contas à MULHER levou uns sapatos novinhos!!!!! Valha-nos a lata de certos clientes!!!!

Marisa disse...

O meu olhar fuzilante costuma resultar :P

In My Way disse...

Rafeiro Perfumado...
Sou apenas mais uma Téc Comercial(tambem Tec de Oficina - A isto chama-se exploração!). E tenho-te a dizer que concordo plenamente com o teu post, a frisar que os meus labios estão limpos de botox. (e fazem coisas maravilhosas! Mas isso n interessa nada :P)!!!

Tudo isto porque é fim-de-semana e eu estou aqui na loja, e bendita a Internet que me ocupa horas mortas!!!

São disse...

Assino por baixo!
Bom fim de semana.

Bichodeconta disse...

Ó amigo, aqui eu posso opinar!29 anos no mundo das vendas, com um palmarés invejável, posso dizer que o maior elogio que alguém me fez: Tirem-na daqui, ou ela ainda me vende a mãe!1 Isto foi dito por alguém que entrou no estabelecimento para comprar um microondas, e que passado algum tempo estava a passar o cheque de 1800 contos.. Contos, leu bem..Comprou pra ele e para a irmã, o dito microondas, digital com automático de pesos, etec, dois.. MQ DE ROUPA E LOIÇA PRÓS DOIS, MQS DE SECAR COM RECOLHA DE VAPOR, DUAS, FORNO E PLACA VICTROCERAMICA, DOIS, E JÁ NÃO SEI MAIS O QUE.. A marca não vou dizer, mas era das melhores que existem no mercado.. Adoro vender, trabalhar com público, infelizmente estou desempregada e a idade não abona a meu favor.. Eles querem gente nova e com experiencia..Impossível, experiencia adquire-se, e simpatia e boa disposição nasce connosco..um abraço..

Tita disse...

Rafeiro, eu sou mansa, não te rosno :P lol

SILÊNCIO CULPADO disse...

Amigo Rafeiro
Como tu conheces bem a realidade das coisas e a brincar é que as verdades se dizem.
O que eu acho amigo é que a educação nunca fez mal a ninguém. E o que é a educação? Para mim é não fazer nada que incomode os outros.
Estar de trombas e ser agressivo incomoda e de que maneira!...
Abaixo os trombudos, sejam eles empregados ou clientes, e vivam os rafeiros perfumados.

su disse...

Mais uma crónica espectacular bem ao teu jeito irónico e refinado! ;)
Parabéns pela eleição do melhor blog! Nomeação bem merecida de facto!
;)
Bom fim-de-semana.

DiviniuS disse...

Gostei do blog...vou voltar para ler melhor:)

um aprendiz disse...

Estava para aqui eu a dar e a dar á roda, para chegar a esta caixinha e deixar o meu comments, reparo que o rafeirito, tem cá uma pratica de responder que ate fui buscar os oculos para ler com toda a certeza que não estava enganado.
Fazendo jus á minha condição de aprendiz, gostava de aprender como consegues ser tao rapido nas respostas aos comments?refiro-me ao espaço tempo e á velocidade de postagem.
Não quero de maneira nenhuma copiar-te mas sim aprender qq coisa.
Um Abraço.

KNOPPIX disse...

Para tudo é preciso vocação, caro Rafeirão e nas lojas a maior parte das vezes quem lá está está a marimbar-se para os clientes, aquilop é um part-time e se não os chatearem muito, eles até agradecem.
Isto está muito giro, fizeste obras na minha ausência? parabéns, gostei, agora tem um ar mais canino, é cão em ciuma, ao lado, em baixo, qualquer dia a ASAE visita-te para ver se tens as licenças todas em dia eheheh.

Um abração e bom fds.

Laura disse...

xi, a bicho de conta é que er auma boa vendedora, mas está desempregada, agora pões malta jovem que é melhor, mas quantas vezes se enganam...
Ainda nada disseste se gostaste do livro se já passaste as vista por ele...
Beijinho.

Rafeiro Perfumado disse...

Sandra, foste tu que disseste, não eu! Beijo! E não encontrei nada no Vício, pá!

Kunta, concordo, passamos facilmente da fase do sorriso (venda) para a fase da rosnadela (reclamação). Um grande RAUF para ti!

Maga, claro que é, mas o raro é o sorriso ser recíproco. O que está em questão é que o sorriso nunca deveria estar em questão! Beijos!

Troca Letras, pena é não ser legal espancar as do segundo grupo!

Rafeiro Perfumado disse...

Vanadis, desculpar? Doida, vens quando quiseres e se quiseres. Quanto ao livro de reclamações, tens de insistir muito, parece que está a ter uma sobrecarga de acessos! Beijo!

Dualidades JP, se há, acho que isto era tema para ficarmos aqui quase eternamente. Felizmente, temos mais que fazer! ;)

Diabo no Corpo, sossega, anda... isto é pressão de ar, só faz um dói-dói pequenino!

Piggy, pois ficarei então à espera. Mas se é uma obra pública, bem podes esperar! Um grande RAUF para ti!

Rafeiro Perfumado disse...

AMSilva, pareceu-me, sinceramente, que a tua pronúncia foi excelente! E enganaste-me bem, pá!

Safira, desde que consigas fugir a tempo, e se a loja não tiver câmaras de vigilância, acho que te safas. Sempre quero ver se esse camisolão valeu o confronto! ;) Beijoca!

Isabel Magalhães, insondáveis são os caminhos da blogosfera, mas ainda bem que um desembocou aqui! Beijoca!

Miss Slim, pois claro que sou do SLB, não se via logo? E espera, vais ver se a Nicole virá ou não! E ao menos não corras aos ziguezagues, que é mais difícil de te acertar! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Diogo Cão, também eu não tenho nada contra os cães de raça, apesar de achar que por vezes lhes falta autenticidade. Pat’aí!

Migvic, por acaso já assisti a cenas dessas, de conhecidos meus que a vida lhes corre menos bem e resolvem descarregar em quem os está a atender. Coitados, são uns tristes.... Abraço!

Medusasss, atão este não está irascível? Até se baba ao ladrar e tudo! E vais ver se ele não vai continuar a morder a direito e a torto! Beijoca! Quanto ao euro-milhões, foi um sacana dum espanhol que o levou...

Rascunhos, espero que o leão hoje ladre e bem! Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Dragão Azul, são o tipo de clientes engraçadinhos, daqueles que temos de contar até 58 para não responder “não quer ir primeiro ao oculista? É óbvio que está a ver mal!”. Quanto às nuvens, em metade já erraste! ;) Abraço!

Ternura, dizes isso como se fosse uma surpresa, eu estar coberto de razão! ;) Beijoca!

Pacanherros, também tens de fazer um lifting no teu blog, pá, tirar aquelas caricaturas e meter as vossas fotos... são caricaturas, não são? ;)

Cabra Expiatória, o pior é se um dia calhas com um que te pise o casco em vez de tropeçar... saudades? Eu não saí daqui nem nada! Ósculos!

Rafeiro Perfumado disse...

Andreia, não era bem isso que eu tinha pensado, mas a tua explicação é mais conveniente! Beijo!

Juanna, o teu comentário roçou o erotismo, pá!

Laura, já recebi, quem vai ter o prazer de estrear é a sogra. E obrigado pela dedicatória! Beijo!

Menina do Rio, eu estou sempre a espumar, simplesmente umas vezes nota-se, outras não. E não, não me daria muito bem atrás de um balcão, reconheço a minha incompetência nesse campo. Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Orquídea, só que antes de saberes os estabelecimentos em que evacuas, tens de os “provar”. Por telefone é igualmente complicado, felizmente as chamadas têm uma certa tendência a cair... ;)

LopesCa, não disseram nada! ;)

Lua Prateada, por vezes basta estar com atenção, e saber colocar-nos na pele da pessoa que está do outro lado... Beijoca!

Bjecas, tiraste-me as palavras das cuecas, perdão, da boca! Abraço, pá!

Rafeiro Perfumado disse...

Just Words, espero bem que não, ficaria bastante triste se soubesse que a inépcia comercial era exclusiva de Portugal. Beijocas!

Rute, então pertences ao grupo que tem jeito para o atendimento, ou não tendo jeito, pelo menos leva a sério o que faz. Beijo!

Silvinha, são situações complicadas, que não se pode discordar abertamente do Cliente, esperando-se que este seja honesto. A loja, pelo menos, foi... Beijoca!

Marisa, e não chamam a polícia? ;)

Rafeiro Perfumado disse...

In My Way, ainda estou a pensar nas tais coisas maravilhosas que os teus lábios fazem... ;)

São, do texto ou do livro de reclamações? Bom FDS!

Bicho de Conta, infelizmente casos como o teu são comuns, por vezes privilegia-se a idade em detrimento da habilidade. E nem sempre com os melhores resultados, como é fácil de ver. Um beijo!

Tita, nunca fiando... ;)

Silêncio Culpado, plenamente de acordo. Mas mais rafeiros perfumados não, acho que já é complicado aturar um ! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

SU, obrigado pelos elogios. Grande beijoca de um excelente Domingo!

Divinus, mas da próxima não passes a correr, até me ias levando os papéis todos! ;)

Um Aprendiz, não tem nada de secreto. Quando já tenho alguns comentários, pego neles e copio para o Word. Depois respondo tudo de uma vez. Quando termino, copio quatro a quatro para a caixa de comentários outra vez. Abraço!

Knoppix, essa de cão em cima, cão em baixo, cão de lado, foi quase sexual! Grande abraço!

Laura, por cinco minutinhos tinhas a resposta! Beijo!

cruelenelcartel disse...

Rafeiro!
Eu na segunda feira começo uma formaçao de tecnicas de venda e atençao ao publico!
Este post nao me podia vir melhor, adorei.
so tu.
bj

Casemiro dos Plásticos disse...

Surpreende-me quando entro numa loja e a pessoa que me atende não faz uma coisa básica, que é sorrir. Epá, o ser simpático não quer dizer que se queira ter sexo com a pessoa ali mesmo em cima do balcão (salvo algumas excepções), mas sim que se está ali para atender, com a melhor disposição possível. Serei só eu a ter esta ideia?
concordo!
há umas empregadas que apetece mesmo devorar, outras nossa senhora... esse livrinho quase nunca é usado por mim pq dou meia volta e vou-me embora.
abraço e boa semana.

su disse...

Tens razão...olha que eu já devo ter um lugar bem marcado "lá embaixo"...mas se "eles" virem bem...olha que nem sei se por lá também me querem!! ;))

Beijinhos!

feel it disse...

eu sou a típica cliente que gosta de ser recebida com 1 sorriso, mas se sei que em determinada loja, se colam a mim para me ajudar a escolher o que vestir, pode até ter roupas bem giras, mas prefiro nem lá entrar!

Capriccio disse...

Olá! Concordo com tudo o que escrevestes. Lido com clientes desde os meus 12 anos, e é tal e qual como descreves, eu não sou muito simpática, mas tento sempre ter um sorriso para os clientes simpáticos, agora os chatos e os que pensam que são mais de que ninguém,ponho a cara igual a deles, mas com um sorriso amarelo, sei que deveria ser simpática para todos,mas também tenho os meus dias. Um ruaf a mi perro calleguero emperfumado preferido.

Andreia disse...

a tua ideia era distorcida, não era a verdadeira, a minha é que é.

=)

beijoca

Sofia disse...

Eu cá acho que o problema se prende mais com os empregadores do que com os empregados.
Se um empregado é mal-tratado, dificilmente vai receber os clientes como deve ser. Se for bem-tratado e ainda assim for uma besta, deveria levar logo no primeiro dia um chuto no rabo. Aprendiam que era um instante.

eu mesma! disse...

desta vez vim muito tarde! já 144 comentários!!!! não dá para ler...

quanto ao teu post, tenho a dizer que o que me irrita muito são aqueles empregados de café ou restaurante que parecem que estão fazer um favor em nos atender, quando, como tu disseste, isso é que justifica o ordenado deles. Há alguns que me fazem não voltar ao lugar por muito bom que seja o resto.
Agora acho que exageraste com o livro de reclamações para clientes... se bem que acho que alguns são umas verdadeiras aberrações de má criação e prepotencia, para clinets indesejáveis há sempre "o direito de admissão" e o dono do estabelecimento pode sempre alegá-lo e por o energúmeno no olho da rua... e além deste há o "não são permitidos animais"...ehehheheh

walter disse...

A boa educação tem que ser recíproca.

gata disse...

Xi!

Gosto do visual novo! há tempos que n tinha tempo de vir aqui!
e tens livro de reclamações....bah! eu n preciso!
se for caso disso arranho-te a ponta do nariz e temos o assunto resolvido.Parece-te bem?

Beijo Rafeiro!

Laura disse...

Olará pipu, como diz a pascoalita, estive na tét+é e pelos vistos tens lá um prémio, lá votaram nos blogues e claro que tens de ganhar prémios onde quer que entres....E claro que fiquei toda babadinha por ti...
Que bom, eu bem disse para emprestares à sogrinha...mas tens d eprometer ler um dia destes, nem que não gostes de poesia..tens de passar os olhos por lá...
Beijinhossssss.

C Valente disse...

Creio que aturar o publico, não é facil
Saudações amigas

alfabeta disse...

Este blogue tem livro de reclamações?

Kapikua disse...

não sei se sou o primeiro "balconista" a comentar o teu texto. Em todo o caso concordo com o retrato que fazes da classe.

Em relação aos clientes, das únicas situações que me tiram do sério é quando estou a fechar (ou já mesmo fechado) e me batem à porta e dizem "é só para ver, não vou comprar nada". Então porque não vêem no horário da loja que ainda por cima está aberta todos os dias? Aí confesso-te que é difícil sorrir (pelo menos naturalmente).
Outro problema de alguns clientes (sobretudo em restaurantes) é a total falta de respeito por quem os atende. Isso tira qq funcionário do sério.

Grande abraço e se um dia passares pela minha palhota terei muito gosto em te receber (quiçá oferecer-te um ossito)

PDuarte disse...

Podia muito bem fazer parte dessa suprema criação, filha do Simplex que é o cartão unico. O tipo que na loja de ferragens dissesse que nos chineses tira uma chave-inglesa dez vezes mais barata que aquela era logo penalizado em 50 pontos negativos. Via net, essa penalização chegaria ao SIS. Quando o cliente incómodo chegasse aos 500 pontos, tinha que escolher entre ouvir 24 horas de Abrunhosa ou ir fazer companhia ao Zé Diogo Quintela no serviço Civico que vai cumprir durante uma semana nos Volutários de Alijó a conduzir a ambulância.
Quando chegar aos 1000 ou vai a uma estação de serviço Galp e troca por 5 litros de Galp Formula 505 ou terá que ouvir uma sessão de 100 piadas de António Vitorino.
Um abraço ó rafeiro.

sentadanalua disse...

Olá rafeiro perfumado,estou a ler para a primeira vez o teu blog,e estou a gostar:)
Concordo ktg em relação ao k dizes dos vendedores,eu raramente encontro vendedores simpáticos,a maior parte nem bom dia dizem,tão ali a fazer uma espécie de frete,e parece k os clientes têm culpas,outros como por exemplo na loja sephora parecem lapas atrás das pessoas,com medo k roubem alguma coisa.

ines disse...

bom dia, e muitos parabéns! li por aí que o teu blog foi eleito o melhor, the best, the ONE!!!!

beijo

Kalua disse...

não tenho andado por aqui e para variar ando às pressas, mas vim deixar-te um bj com saudades...
espero voltar em breve...
bjs

tantas mudanças!!! mas tb gosto do novo look...

Estrellinha disse...

Eu trabalhei no comércio desde os meus 18 anos e acredita que o que mais levei na vida foi cromos com a mania que eram espertinhos, que tratavam os empregados abaixo de cão e que punham e dispunham como lhes bem apetecia. Os desgraçados do comércio têm de ser como os Palhaços. Podem estar a morrer mas têm de ter um sorriso na cara... Custa! São humanos também!
Tens ideia do que é passar um dia inteiro a olhar para as moscas numa loja, à espera que o tempo passe até á hora de saída, muitas vezes sozinho, sem nada para fazer, porque a loja está limpa e arrumada?
É lógico que existem excepções e às vezes tenho é vontade de lhes dar umas lições de atendimento.

Acho que no meio disto tudo tiro uma situação que se passou comigo há uns anos atrás.

Entrei numa loja e a funcionária estava ao telemóvel a falar com alguém amigo sobre a noite anterior. Não me disse bom dia, nem boa tarde, não se dirigiu a mim perguntando se eu necessitava de ajuda. Niente!
Eu por norma, não chateio os funcionários, mas daquela vez precisava mesmo de uma informação. Não vou de meios modos e fiquei especada a olhar para ela á espera que desligasse o telemóvel.
No fim perguntei-lhe:
"Olhe! Dá-me o seu número de telemóvel?"
Recebi um sobrolho indignado e com ar de quem me ia mandar á outra parte.
"Desculpe não entendi o que a senhora me está a perguntar!" - ripostou.
"Sabe! É que assim quando precisar de alguma coisa em vez de vir á loja ligo-lhe para o telemóvel, é mais simples do que estar á espera que termine as suas conversas pessoais no local de trabalho."
Pois... Chamem-me má!

carvoeirita disse...

you went to my home ladraiting to me???
ok...I will be back baby...dog..

Meg disse...

Caro Rafeiro Perfumado,

Venho retribuir a visita que fez ao meu "canto", agradecer-lhe as palavras simpáticas que lá deixou.
Também estive a ler o que aqui se escreve e achei o espaço bem acolhedor, simpático, onde o respeito anda ao lado da boa disposição, onde se brinca com coisas sérias sem cair no acinte.
Resumindo... gostei, e se não se importa, gostaria de fazer um link para cá.

Saudações da Meg

AcidoCloridrix disse...

E quando não te agradam os latratings, podes sempre responder com uma dentadation, né pá???? Abraaaaaaaço,,,,, HCL

Crystal disse...

Olá. Eu hoje vou ousar comentar sem ler um único comentário dos 159 que me antecedem. E não é só por falta de tempo mas também porque este teu tema bate certinho aqui numa cordinha qualquer. O post está de uma veracidade incrível e consegues com humor relatar na perfeição quase todas as situações, e olha que falo com conhecimento de causa pois, do cimo dos meus 37 aninhos, 18 foram passados atrás de um balcão. Felizmente ainda existem pessoas que sabem sentir-se clientes mesmo quando estão do lado de trás. Ou seja, eu faço aos meus clientes aquilo que gosto que me façam a mim em qualquer outra loja, agora que por vezes (muitas e muitas vezes, diga-se de passagem) os gajinhos não colaboram MESMO! É que esta coisa da ASAE, e de outras instituições afim puseram o rei na barriga de muitos cagões que se sentem donos da verdade. Fazer o quê? Sorrir quando é humanamente possível, virar as costas quando não se pode mais…

É sempre um prazer ler-te.

Beijinhos

paula disse...

Ando com uma crise de preguicíte agúda... só me apetece dizer-te que já tinha saudades de te vir ler e de me rir com esse teu humor tão... tão... perfumado.
beijo raufado!

C Valente disse...

Saudações amigas

Vanadis disse...

O rafeirosky já reparou que venceu o concurso melhor blog??? já já já????????

=)))))) temos baba perfumada pá sobremesa, temos?????

temos 2 postes semanais, temos????

=)))))

walter disse...

No comércio devia ser permitido mandar as pessoas à merda quando passam dos limites. Ou então ladrar.

Betty Coltrane disse...

hehehe!!!! andei sem tempo para cá vir, e quando venho deparo-me logo com imagem nova!!! quer dizer...

gosto!!! =)


essa do livro de reclamação para clientes é mt boa... prendia-se com um cordelinho ao pescoço. ou com uma coleira!! que te parece? ;P

Kuki disse...

Transmitiste completamente o meu pensamento! Sem tirar nem pôr! É que não há um meio termo nem pachorra pra esta gente... E como eu costumo dizer (como cliente e (quase quase) gestora de recursos humanos), o mal não é deles... é de quem os pôs lá a trabalhar ou, ainda pior, que os mantém.
Post aprovado!!!!! :)

Hydrargirum disse...

Bela exposição e dissertação sobre o mundo laboral...!

Olha que eu qd encontro alguém antipático, não me fico!!!! Para cabrão...cabrão e meio!!!...

Sexo no balcão ficou-me no pensamento...!:)

Abraço:)

Actriz Principal disse...

"...mas sim que se está ali para atender, com a melhor disposição possível. Serei só eu a ter esta ideia?"
Claro que és!!! Onde já se viu, pedir para ser atendido por alguém minimamente simpático... já agora, querias também que fizessem um embrulho caso o que comprasses fosse para oferecer, não?
Ou pior, que te passassem uma factura!!!
E que terminassem dizendo "obrigado e boa tarde", querem ver?

Anónimo disse...

nossa! tens aqui uma multidão que nem te digo nada :) passo para te desejar uma boa semana e para vires fazer o k tu tanto gostas ,vires comentar os meus belos poemas :) e hje é sobre a mulher e tudo :) vais adorar lol
(`'•.¸(`'•.¸ ¸.•'´) ¸.•'´)
« Beijinhos !! »
(¸.•'´(¸.•'´ `'•.¸)`' •.¸)
¸.Carla Granja•´
( `•.¸
`•.¸ )

Um Momento disse...

Ui ui ui...
Estou mesmo a ver esse livro de reclamações a ser usado e bem usado( se existisse)
E de facto essa história de "o cliente tem sempre razão", nunca concordei com ela , pois ha clientes que...nem vale a pena lembrar:)))
Tu lembras-te de cada uma que só visto:))))))))))))))
Mas um excelênte post com que me presenteias!
Beijo sorrindo!!!

(*)

Gonçalo disse...

Tocaste num dos motivos pelo qual não gosto de entrar numa loja: o tipo de vendedores que se alapam aos clientes e mesmo percebendo que o negócio será impossível, continuam a sonhar que ainda há um lenço de mão ou um fio dental que o cliente possa gostar e levar para casa. É por estas e por outras que gosto de fazer compras em grandes superfícies como as lojas da Sonae (passo a publicidade), pena que a qualidade dos pordutos não seja tão boa, mas enfim...
Um abraço e fica bem!

cris disse...

Já não chega o papel que a malta gasta, Rafeiro? Refilei nas finanças há canos por modo de um ar condicionado inexistente e muita aparelhagem nova daquelas cenas de ecran tft e senhas maricas. Chegou ontem a resposta... três folhas de papel sem nada de novo... é fixolas. Eu mandava seis a dizer o mesmo: Reformem-me já! Agradeço!


beijocas larocas e boa semana

Vanadis disse...

ATÃO!!! onde está a edição comemorativa do vencimento do concurso dos blogues??????? heeeem

Ana Luar disse...

Rafeiroso mai lindo tu és canhoto né? Olha lá tu andas a bater mal só podes... então dás os melhores motivos do mundo para te deixarem entregue à bixarada?
Tens que ter mais cuidado pulguento... pk deste jeito nem o livro de reclamações te salva. rsrsrsr


Beijo pulguento fofo.

Heidi disse...

Adorei este teu post...mais uma vez, um grande observador social :D
Pois é, acho que é mesmo raro encontrar um vendedor simpático...mas raro, se for de nacionalidade portuguesa...pois os brasileiros a atender, até à data, nunca tive razão de queixa. Fico mesmo, mais à vontade, quando descubro que o funcionário é brasileiro...

mahira disse...

Clientes por vezes conseguem ser do pior que existe, graças que pouco contacto com eles!

Hands of Time disse...

Bem, agradeço todos os dias que tenho de trabalhar somente com os estrangeiros! E eu sou a cliente lololololol

beleza de mulher disse...

um bom sorriso,para mostrar um bom (colgate) fazendo publicidade hehehhehhehehehheheheh

Vanadis disse...

É DIA DE RAFEIRO É DIA DE RAFEIRAO É DIA DE RAUF É DIADE CACHORRO PERFUMADO!!!


considera este o primeiro comment ao teu novo futuro poste que já cá devia tar e não tá e assim lá se foi a foina de ser a primeirissima a comentar e tal e o caneco isso não se faz pah!!


puf, já posso respirar. Nem uma virgula de descanso!

Rafeiro Perfumado disse...

Cruelnelcartel, podes sempre levar o texto e afirmar que eu espancarei pessoalmente quem tiver esses comportamentos! Beijocas!

Casemiro dos Plásticos, mas cuidado com esses apetites, olha que nem só o livro de reclamações serve para nos apontar o dedo! Abraço!

SU, a primeira rodada pago eu! Beijocas!

Feel It, e se não tomares banho durante uns quantos dias, achas que eles se afastam? ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Capriccio, 12 anos? Isso é muito ano a aturar, perdão, a atender pessoas. Aposto que já deves ter o sorriso “13” para certo tipo de clientes! Beijoca!

Andreia, as minhas ideias são sempre distorcidas! ;) Beijoca!

Sofia, totalmente de acordo. Ou aprendiam ou metiam baixa, com tanta nódoa negra na peidola!

Eu Mesma!, fiquei magoado com essa do “não são permitidos animais”. Escusavas de ter dito isso a apontar para mim e a rir que nem uma perdida, pá...

Rafeiro Perfumado disse...

Walter, ora aí está uma verdade inquestionável!

Gata, desde que seja só a ponta do nariz, acho que consigo viver com isso. Beijo Gata!

Laurinha, a Teté foi uma querida, deu mais atenção ao prémio do que eu, confesso. E está prometido, vou dar uma vista de olhos, mas tu já sabes que eu e poesia é mais bolos! Beijo!

C Valente, eu tenho a certeza disso, caro amigo. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Alfabeta, até tem dois, um lá no canto direito e outro na caixa de comentários.

Kapikua, esse tipo de clientes, dos que vão depois da hora, era ter licença para lhes mandar uma chumbada na peida. Ainda por cima confessam que é só para melgar, nem querem comprar nada! Um abraço!

PDuarte, essa de conduzir uma ambulância, nos tempos que correm, não é castigo, é uma oportunidade. Consta que há grandes possibilidades de termos mulheres a abrirem as pernas e tudo! Grande abraço!

Sentada na Lua, uma vez fui a uma loja de móveis e foi a mesma coisa, até parecia que tinha um mimo atrás de mim. Devia ter medo que eu fugisse com algum armário no bolso... Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Inês, uma grande beijoca para ti. Quanto ao prémio, é sempre agradável, sem dúvida...

Kalua, uma grande beijoca para ti também, volta com calma, que até parecias desfocada, tal a velocidade! ;)

Estrellinha, não te chamo nada de má, chamo-te de “mulher com ovários”, se houvesse mais pessoas a darem estas lições, garanto que o atendimento em Portugal subiria para outro nível! Beijo, mulher corajosa!

Carvoeirita, me? Nem pensar numa coisa dessas! RAUF!

Rafeiro Perfumado disse...

Meg, com as duas condições que te disse, temos negócio! Beijoca respeitosa!

AcidoCloridrix, ou mesmo com um mijating! Abraço!

Crystal, acho que até é preferível não ler os comentários que estão para trás, assim não corres o risco de ser sugestionada e darás sempre a tua opinião. E sim, o livro de reclamações é uma boa arma, infelizmente algumas “pessoas” utilizam-no de forma bem errada. Beijoca!

Paula, preguiça? Sabias que isso é um dos pecados mortais? Arrepia caminho enquanto é tempo!!! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

C Valente, grande abraço!

Vanadis, aqui o rafeirosky já viu, já agradeceu e já continuou a sua vida! E não, não temos, não me pagam para isso! ;)

Walter, ou mesmo fazer as duas coisas! Abraço!

Betty Coltrane, e podia sempre puxar-se o cordel, violentamente! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Kuki, quase gestora de RH? Onde te vais meter, rapariga... Obrigado pela aprovação! Beijo!

Hydrargirum, e na cabine de provas? Hummmmmm..... Abraço!

Actriz Principal, o que queres, sou um eterno naif... mas isto um dia passa!

Carla Granja, onde é que está a multidão? Até se respira e tudo! E vou, com todo o prazer. Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Um Momento, essa frase é daquelas feitas e desactualizadas. Aposto que foi inventada por um Cliente! Beijoca!

Gonçalo, mas olha que mesmo nessas lojas da SONAE (passo a publicidade) ainda apanhas com alguns representantes de marcas que te querem fazer demonstrações. Bom mesmo é teres uma horta e seres auto-suficiente! Abraço!

Cris, uma reclamação para as Finanças com menos de 8 folhas está sempre condenada ao insucesso, já devias saber disso! Beijocas!

Vanadis, mas qual edição comemorativa, tenho cara de Imprensa Nacional Casa da Moeda? Heeeemmm?!?

Ana Luar, eu gosto de correr riscos, uma vez que entregue à bicharada já eu ando desde que tomei consciência do mundo em que vivo! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Heidi, os brasileiros têm um jeitinho especial para atender, concordo. Mas mesmo assim, também há muito vendedor qqe não importa a origem, são animais transfronteiriços!

Mahira, já somos dois a dar graças por isso! Salvé, irmã Mahira, salvé!

Hands of Time, e será que eles agradecem também? ;)

Beleza de Mulher, mas olha que se costuma dizer mais “sorriso pepsodente” (fazendo publicidade) ;)

Vanadis, a menina é que não fez F5, o poste já cá estava! INCHA!

Andreia disse...

ordinário... haha... quer dizer, nao tive conhecimento de aluno ou cachopa a fazer coisas indecentes com o cartão da escola, ouvi foi um rumor de terem catado um gajo e a namorada no ginásio...

beijoca

GK disse...

eu podia ter escrito este texto (mas com menos talento, claro!)...
:)

Sol disse...

Digo o mesmo que o gk!!!

Nem mais, nem menos :)

storming disse...

Realmente coisa pior que um empregado mal disposto...só um cliente mal educado!
Infelizmente abundam os dois géneros, especialmente por aqui, nos Algarves(ou será melhor dizer: ALLgarves?)!
Tenho uma idéia, que bem poderia ser uma proposta para ocupar os jovens à procura do 1º emprego:

UM estágio, numa qualquer loja de Albufeira, em Agosto! que tal?!?

Aposto que se acabavam muitos dos maldizeres acerca dos algarvios!!!

Para que conste eu até nem sou algarvia, mas já chateia que toda a gente venha todos os anos, com o rei na barriga e má disposição bater sempre no mesmo ceguinho!
Aqui há bom e mau, como em todo o país e em todo o mundo, muito bem tratados são os turistas para o que temos que aturar!

Isto é um desabafo há muito tempo entalado e se calhar fora do contexto, mas...não "maresisti"!

Saludos!

Pong disse...

Acho que esse livro de reclamações não vai ter qualquer entratada... muito bom! Bem farejado.

lady.bug disse...

caro rafeiro,
eu sou daquelas pessoas que podes encontrar do lado de lá do balcão, mas confesso que nem sempre me apetece sorrir...

é que não me pagam para isso!

Rafeiro Perfumado disse...

Andreia, eu, ordinário? Nem sequer cheguei a dizer o que me passou pela cabeça! Beijoca!

GK, não sejas modesta, e o texto não está assim tão bom! Beijo!

Sol, mau, querem ver que vou ter de bater às duas?

Storming, não consigo saber os males que afectam os algarvios, muito por culpa de não passar lá férias há uns 9 anos. Mas ouve, sempre que tiveres alguma coisa entalada, estás à vontade para o dizeres aqui! Saludos!

Pong, mas tentativas, acredito que vai ter muitas!

Lady Bug, pagam-te assim tão mal ou é mesmo feitio? ;)

Andreia disse...

faço uma pequena ideia do que te passou pela cabeça... beijoca

Rafeiro Perfumado disse...

Andreia, não fazes não, nem eu por vezes sei bem o que me vai na cabeça! Beijoca!

Andreia disse...

então deves ir ao psicólogo...

beijoca

Rafeiro Perfumado disse...

Isto já não vai lá com psicólogos, acho que só abatendo, mesmo... Beijoca!

«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 202   Mais recente› Mais recente»