Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Viva a Greve Geral!


A minha infância mais tenrinha foi passada a ver a frase “Viva a Greve Geral!”. Quer dizer, não foi bem passada a olhar para isto, porque apesar de não existirem consolas de jogos, das miúdas ainda serem meras parceiras de brincadeiras inocentes e a televisão ter apenas dois canais, a malta sabia bem como ocupar o tempo. Vou ser mais preciso: durante vários anos, da janela do meu quarto, podia ver uma parede que ostentava orgulhosamente o slogan “VIVA A GREVE GERAL!” (como é um nível mais pormenorizado de informação, achei por bem também revelar que era tudo em maiúsculas).

Claro que uma frase deste calibre provoca uma grande curiosidade na cabeça duma criança, pelo que resolvi consultar o grande banco de informação disponível na altura, os meus pais, sobre o porquê de se darem vivas a uma greve, sendo esta geral. A parte do que era uma “greve” e do significado de ser “geral” foi relativamente pacífica. Já a parte do “viva” foi arrumada com um “não te metas nisso, filho”.

Ainda hoje me questiono que género de mentalidade poderá levar alguém a escrever em letras garrafais uma frase como esta, que encerra em si uma, digamos, preocupante estupidez. Está certo que este episódio se passou numa terra que durante muito tempo exibiu cartazes de “Viva Estaline” nas suas ruas, mas chegar a este ponto?

Será que o autor é um dos actuais dirigentes sindicais que caprichosamente escolhem as horas de ponta ou os dias que antecedem os fins-de-semana para marcar as greves? Se assim for, aceito e compreendo perfeitamente o “viva”. Mas não à greve, que esse é um direito inalienável, mas à possibilidade de poder fazer uma viagem à santa terrinha ou à praia por conta do sacrifício dos outros.

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

155 comentários:

Eduarda disse...

Hoje encabeço a lista, vim cá cobrar promessas que foram fielmente (ou nao fosses tu um cão) cumpridas...

Aproveito para comentar e concordar ... e ate dizer que acho que essa malta dos sindicatos so existe para lixar a vida aos empregados!! era erradica-los..um a um

Estranha pessoa esta disse...

.

Teté disse...

"Viva Estaline"? Ai, deixem lá estar o homem morto e enterrado!!! Ele não era assim um grande queriducho, a quem se possa dar vivas!!!

Sabes lá se os actuais dirigentes sindicais não tinham vista da janela para a mesma parede e se o "banco de informações" deles lhes dizia: quando fores grande tens de dar muitos vivas à greve geral, de preferência quando for para alargar o fim de semana??? E se depois essa informação (facciosa, digamos para não exagerar) lhes afectou as futuras decisões? Há que ver essa matéria de um ponto de vista socio-psicológico... :)))

Ai e Santo António sem sardinhas, não é a mesma coisa!

Beijocas!

jasmimdomeuquintal disse...

E VIVA...tanta coisa...
Em míuda sempre tive uma história asim com uma frase no muro d euma casa abandonada lá na minha aldeia: "Viva os antifascistas"; devem saber que se se é lerdo aos 44, imaginem aos 9, por isso nada de espantar que me questionasse o que eram os antifascistas...

Hands of Time disse...

Queres saber, VIVA MOI! Estou farta de idealismos baratos!!! :D

Canephora disse...

OK... "bobi"... não comento o texto na totalidade pq acho triste vir à janela todas as manhãs dar de caras com um dizer desses... eu ao menos tinha uma ou duas vizinhas na frente.
Mas qto a ires para a praia ou à santa terrinha às custas dos outros?
Não sabes que é a ti q descontam o dia?
Mas gosto dessa expressão pq no fundo as greves não reivindicam nada... levam apenas os militantes a dar dinheiro a ganhar ao estado, pq é como afirmas... as greves são marcadas para momentos muito oportunos, como as 6ªs feiras. São logo 3 dias no Algarve... e esta? Reivindicar direirtos do estado e a entregar-lhe de mão beijada milhares de contos... em descontos de dias de trabalho em impostos de hotelaria, em lucros de gasolinheiras...

bem é melhor para ou o meu comentário torna-se mais extenso que a tua postagem.

Um abraço...

silvia disse...

O teu texto fez-me lembrar o cartaz do PNR: “Basta de imigração! Nacionalismo é solução!” e pensei a confusão que deve ter causado nos miúdos em geral e muito principalmente na cabeça dos muitos filhos de emigrantes que estão no nosso país.
Sabes…acho que estamos a regredir…desde o tempo em que afirmávamos com convicção os nossos direitos, os direitos que tão duramente conseguimos alcançar, para os tempos em que de uma forma impune proclamamos a castração dos direitos dos outros.
Na minha zona habitacional existem muitos emigrantes da ex União Soviética e são inúmeras as histórias que conheço desde médicos prestigiados que mendigam aqui trabalhos no talho para não perderem a definição do corte até ex atletas olímpicos que vivem na rua.

Eles vieram ocupar os trabalhos que os portugueses não queriam e tem todo o direito a estar aqui.
Eu costumo dizer que a turma da escola da minha irmã é um autêntico anúncio da Benetton: com crianças loirinhas, ciganas, negras, chinesas, brasileiras..e isso permite-lhes um intercâmbio de ideias inigualável.
É esta a revolução de ideias que se terá que instalar em todos nós…para crescermos como um todo, um todo mais forte e mais enriquecido de ideias e saberes.

julie disse...

Ora aqui tá um post da qual eu nem sequer sei o que comentar, mas que tenho que dizer qualquer coisa para provar que o li!(E viva a liberdade de epressão!)

Felizmente a minha infância não foi passada a olhar e a pensar numa simples frase, mas sim andar atrás de gatinhos e acho que devo ter pensado na altura que era um deles!

Sobre os sindicatos não tenho nada a dizer porque não me ocorre nada; agora sobre a greve que é um direito de todos , deve ser utilizado mas antes ser comunicado ás pessoas que serão penalizadas com isso (aqui tá um grito de revolta)!

bjs
julie

Diabba disse...

(pondo um ar revolucionário)

Viva o trabalho!
Viva a produção do tomate!
Vivam as vacas leiteiras!
Vivam as cabras, abaixo os cabrões!
Vivam todos os animais, excepto as melgas!
Vivam as férias!
Viva eu!

Ufa arf arf, isto de alombar com tanto cartaz custa...

beijo d'enxofre

expressodalinha disse...

"Viva" é a chave. Para mim tem a ver com a percepção, por parte de quem a escreve, de que se está a opor ao poder. Nesse sentido é importante, embora ineficaz.

Enfim... disse...

greve geral e o que todos nos deviamos fazer...

eu nunca liguei muito a essas coisas, e tens que razao quendo dizes que as escolhem para dias estrategicos...talves de fomra a haver mais aderencia sei la somos trao frouxos

enfim...

Beijinhos

Andreia do Flautim disse...

Se for greve para baixar os combustiveis, concordo!

Patrícia disse...

Sim, as greves neste país são quase sempre marcadas "a dedo"! Uma das excepções foi a greve dos professores a um sábado.
sempre pensei que as marcações das greves tinham relação directa com a "razão" que lhes assistia.
Quando é algo verdadeiramente importante para nós, não achamos que dar do nosso tempo é uma perda de tempo.
beijinhos

Lyra disse...

Provavelmente o teu palpite está correcto... e o autor será mesmo um desses energúmenos que agendam as greves para vésperas de fins-de-semana e afins, assim descredibilizando o motivo das mesmas perante a opinião pública.
Beijos e festinhas Rafeirito :)*

My Way disse...

Bem, a greve, em tempos de escolinha era um motivo de "Viva", então não ia haver aulas, e nessa altura não se dá importância ao conhecimento...

Eu concordo com as greves...

Por exemplo...Uma necessária:
"Greve de meter combustiveis nos veículos"

Contribuía para a elegância de todos e alguém ia ficar lixado com isto.

Claro que era mais directo agendar (como no 25 de Abril) um programa muito bem feito e prender todos os políticos possíveis... O resto quando soubessem da notícia, fugiriam do País!

E ir à Galp, BP e Repsol (mas à Mãe, não aos pobres dos pequenos que só querem ganhar a vida!) e meter lá uma bomba.

Greve é um direito que temos para mostrar o descontentamento, viva só deveria ser pronunciado quando o objectivo fosse alcançado, mas ainda há muitos meninos da escola...

Fica bem.

hiltom disse...

O menino ainda é do tempo de haver só 2 canais de tv?
A sério? (em muito do meu tempo havia mesmo só 1)
Na altura ainda havia pouco quem escrevesse nas paredes. Agora: qualquer um escreve o que lhe vem à cabeça, nem que seja uma declaração de amor. O pior é que, quanto mais limpinha e pintada estiver a parede, mais ela aparece escrita.
Ainda sou do tempo em que as greves eram mesmo greves. Agora não passam de fantochadas e meras brincadeiras com tudo e com todos. Ninguém lhes dá atenção.São coisas sem importância. Até que não sejam proibidas........a ver vamos!
boa semana

Francis disse...

Toma lá mais, estas do meu tempo.

Viva o Camarada Vaso.
Viva a reforma agrária.
A terra a quem a trabalha.
Libertem Arnaldo Matos.
Viva a revolução dos cravos.

E pronto, bute prá praia.

António Rosa disse...

Na "minha" infância (sou muito antigo!) não havia greves. Só praia no Índico.

Vivas para o Rafeiro!!!

Abraço

António

PsYcHo_MiNd disse...

Eu nem questiono o facto de servir apenas como fim de semana prolongado, por que é só mesmo para isso o uso que lhe dão. Se o pessoal se sente vivo não sei, mas não querem é deixar os outros 'viver'. Com muitas dessas cabeças pensadoras que por ai andam é que isto vai, como vai!

Clepsydra disse...

VIVA A GREVE GERAL, em tempos de pra-cima-de-100-canais-por-cabo, será sem dúvida anacrónico.

O geral, no sentido de abrangente, de mobilização colectiva esboroou-se, dissolveu-se num individualismo invertido e egoísta em que tudo vale, em que todos nos estão sempre a querer passar a perna, "mas a mim, não, que sou muita esperto".

Greve? Mas, porquê? O que está a dar é modalidade do assistencialismo e da solidariedade aeróbica: bora correr para ajudar os pobrezinhos, bora correr para ajudar o cancro da mama, bora correr para dar uma cedeira ao aleijadinho. Isso está bem, porque nos coloca na alva posição de quem dá. Não queremos e nem sabemos estar na posição de quem reivindica. De quem come (e sabemos que em Portugal há muito quem nem sequer coma!), mas não cala!

Quanto ao VIVA? Bom, viva a possibilidade de coexistirem raufs antagónicos, sobrepostos, complementares ou convergentes!

Rita disse...

Em vez de Viva a Greve podiam dizer Viva a Balda ao fim ao cabo a finalidade é a mesma...
Festas

Vício disse...

será que aceitas e compreendes se alguém disser VIVA A GERAL?

Yashmeen disse...

Viva a Reforma Agrária!

Carla disse...

greves com dias bem escolhidos têm sido a regra...o que não quer dizer que o princípio e o direito à greve não seja uma conquista a preservar...esses eram tempos de reivindicação com os excessos daí inerentes...
...hoje em dia os objectivos são outros, mas uma mente crítica é sempre bem vinda
beijos

Ácido Cloridrix HCL disse...

HCl + H2Oh! = Novo Elemento da Tabela Periódica ,,, mistura explosiva que originou o novíssimo elemento H2CLOhhhhhh, Hiper Clorito de Hidrogénio Ardente. Se tiveres paciência em ler todo o texto, prepara-te para um convite extravagante, em data a fixar, num laboratório a determinar para a experiência final desta mistura insolúvel de elementos químicos. Em : http://sexohumorprazer.blogspot.com/2008/06/hcl-h2oh-novo-elemento-da-tabela.html , HCL

cosmic girl disse...

normalmente só digo BIBÓ PORTO... lol

Francis disse...

18h34m, 26 comentários.

Queres ver que é uma greve ao Rafas ?

aorta disse...

Eu morava numa rua que fazia esquina com umas instalações do PCP... nem imaginas a quantidade de cartazes e coisas escritas na parede que tive de ler na minha infância mais tenrinha...

Olha lá... greves em vésperas de fim de semana? Nããããã... Ainda não dei por isso... eh eh eh

tavguinu disse...

epahhhhhhhhhh, com esse final não percebi se fizeste greve ou se não foste à praia !

Miriamdomar disse...

Olá rafeiro
Isso é que foi !Tanto quiseram fazer-te a cabeça, com essa do "VIVA A GREVE GERAL" ,que se virou o feitiço contra o feiticeiro!E tu hoje, nem podes ouvir falar em greves! hehehehe:)
Mas que jeitinho que fazem , para os fins de semana prolongados ..!;)
Eu não lucro nada com as greves! Embora reconheça que por vezes, não há outro meio ! Mas se tu reparares, não são os que mais precisam que fazem greves !
A única greve que eu acho que seria necessária ,neste pais, era a greve ao voto!:)
Beijos rafeiros

Safira disse...

Vais ter os sindicalistas todos à perna, mas não temas, que eu estou ao teu lado para lhes dar uns cascudos!

Se a greve é um direito alienável, também é uma obrigação alienável prestar um bom serviço e ser eficaz. Correndo o risco de ser trucidada, todos os que andam com as greves para trás e para diante não são dos que mais 'aproveitamento' têm, de certeza!

mariam disse...

já fiz greves (bastantes)
agora
desisti!

um sorriso :)

vita disse...

E viva os feriados..viva as sardinhas assadas..viva a sangria e viva a nós..;)

(Estou em "mode" santos populares)

Dualidades disse...

Ora pois, conseguiste tocar no ponto certo. Como querem convencer alguém seja do que for e credibilizar os motivos pelos quais dizem lutar, se toda e qualquer greve é feita em dias estratégicamente colados aos fins-de-semana ou a ajudar a uma pontezinha!

Dualidades JP

Laura disse...

Olá. Um dia bom para ti, e por tua causa e o começo do teu post, lembrei-me que em pequenita (5 anos) já soletrava e lia tudo o que apanhava e vi no jornal algo como "os comunistas" e viro-me para o meu pai e pergunto; ó pai o que é comunistas? resposta do velhote; são as pessoas que comem muito!... Assunto arrumado... Mais tarde quando via a palavra e já era gente grande dizia-lhe; ó pai, pregaste-me cá uma peta...e dizia ele, achas que entendias com 5 anos o que era isso? ehhhhh, pois... Beijinhos.

Balbino disse...

lol Tens uns pais bacanos

Parisiense disse...

Mas por acaso neste país lá se sabe o que é fazer Greve Geral??????A maioria não sabe o que é ter direitos e deveres quanto mais greve....

Já a fins de semana prolongados todos dizem VIVA!!!!!!!!

E viva o proximo que já é prolongado....auauauauauauau

Beijokitas

eu mesma! disse...

no meu prédio estava escrito "João ama Luísa" uma frase com muito mais nível e audacia (sim estavamos numa epoca em que era proibido escrever nas paredes ou colar cartazes) e que faz o imaginário de qualquer criança funcionar de um forma completamente diferente desse da greve. Sim, o amor era qualquer coisa que nos tocava e de que queriamos saber mais, enquanto que essa tal greve nem sabiamos da sua existencia, nem a palavra estava no dicionario. Talvez por isso hoje sou uma romantica e acho que nunca vou deixar de ser

Rafeiro Perfumado disse...

Eduarda, mas duvidavas da minha capacidade de cumprir promessas? Só não me meto de joelhos porque o chão está um bocadinho para o badalhoco... Beijo!

Estranha Pessoa esta, fiquei comovido com o teu comentário...

Teté, podes crer, tenho pena de na altura não ter uma máquina fotográfica para imortalizar o momento. Felizmente a cidade acabou por evoluir... Quanto ao Sto. António, eu nem gosto de sardinhas! ;) Beijoca!

Jasmim do Meu Quintal, eu recordo-me de ir no carro e ir a gritar me voz alta todos os slogans que via escritos nas paredes, para desespero dos meus pais! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Hands of Time, TOI? E porque não MOI ou NOUS? ;)

Canephora, pois sinceramente não sei, uma vez que felizmente nunca fui forçado a recorrer a esse instrumento. Mas também sei que a utilização selectiva que por vezes fazem da greve faz com que a mesma perca credibilidade, e infelizmente são inúmeros os casos em que tal se verifica. Abraço!

Sílvia, concordo com tudo o que disseste, e convictamente. O direito a procurar melhores condições de vida é uma obrigatoriedade, o direito a lutarmos pelos nossos direitos nunca poderá ser colocado em causa. Agora eu bem vejo alguns sectores, especialmente nos transportes, em que a prática da greve, mais do que marcar uma posição, procura juntar o útil ao agradável, muitas vezes nem se preocupando em cumprir com o estabelecido na lei, que é a prestação de serviços mínimos ou o pré-aviso nos dias estabelecidos. E isso também não pode ser tolerado...

Julie, vês como me percebes (não a parte de perseguir gatinhos)? A mim deixa-me possesso chegar a um meio de transporte e não haver nada, nem transporte nem informação. Sempre acreditei que a liberdade de um indivíduo termina quando começa a liberdade de outro, e no caso das greves raramente vejo isso. Beijo.

Rafeiro Perfumado disse...

Diabba, e esse cravo na boca, é para dançar o tango? ;) Beijoca!

Expresso da Linha, também é uma forma de ver a coisa. Mas a oposição, se não respeitar as leis que permitem a mesma, acaba por ser contraproducente. Abraço.

Enfim, quando há uma greve, afecta tanto as pessoas a uma terça como a uma sexta. Já em relação aos grevistas não é bem assim... Beijo!

Andreia do Flautim, se isto continua a subir, ainda aparece por aí o Robin Gasoline, que rouba às gasolineiras para dar aos apeados!

Rafeiro Perfumado disse...

Patrícia, ora aí está um exemplo duma greve que nitidamente cumpre com o seu papel fulcral, que era o de protestar. Agora outras não lembra nem ao Diabo. Lembro-me duma gira, da CP, que fizeram greve para exigir a reincorporação dum funcionário que tinha sido despedido. Motivo do despedimento: violação duma passageira deficiente mental. Palavras para quê?

Lyra, é que se fosse de vez em quando, pronto, cada dia da semana tem 20% de hipóteses de ser escolhido para fazer greve. Agora quando é quase sempre o mesmo dia, a malta desconfia... Beijo!

My Way, que não fique a mínima dúvida que eu defendo o recurso à greve, como última opção para defesa dos nossos direitos. Contra o que me insurjo é o aproveitamento desta acção para outros fins, o que nitidamente acontece. E nem vou falar do tempo em que se faziam greves por solidariedade com outras empresas, que contribuíram para levar muitas empresas à falência. Abraço.

Hiltom, proibidas acho que não se atrevem, agora que já fazem bases de dados com grevistas, tiram fotografias e afins, isso é um facto, e preocupante! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Francis, quem raio é o Arnaldo Matos? E não posso ir para a praia, vou à santa terrinha! Abraço!

António Rosa, mas no teu caso a antiguidade dá-te sabedoria e ponderação. Já no meu... Grande abraço, como é bom ver-te por aqui!

Psycho Mind, é isso que me chateia, desvirtuarem uma forma de luta que custou tanto a conquistar. É quase como conseguir plantar uma floresta e depois utilizá-la para os pirómanos darem largas às suas fantasias.

Clepsydra, valha-nos isso, apesar de muitas vezes quem ousa levantar a voz contra uma situação instituída correr o risco de passar por anarquista ou revolucionário, e isto vale para tudo. Quanto à capacidade de mobilização, já tive a felicidade de constatar como o nosso povo é capaz de se unir, quando sente que a causa é meritória, como foi o caso de Timor. O pior é que a mobilização e o sentido de “meritório” são conceitos bastante elásticos, o que nos leva a situações como a que referi... Um grande RAUF (simples) para ti!

Rafeiro Perfumado disse...

Rita, mas não devia ser, e é isso que me enerva... Beijos!

Vício, claro que compreendia, já o aceitar depende do papel que me estivesse reservado!

Yashmeen, essa frase estava no prédio ao lado, mas só a conseguia ver se saísse de casa! ;) Beijo e RAUF para ti!

Carla, eu não resumiria melhor a intenção deste texto... Beijos.

Rafeiro Perfumado disse...

ÁcidoCloridriz HCL, pois claro que irei espreitar! Um abraço!

Cosmic Girl, esta não é uma boa altura para falar do Porto... ;)

Francis, ou então é o princípio do fim. Pelo menos serviu para eu descobrir um tema mais sensível que a Religião! ;) Abraço!

Aorta, tens de estar com mais atenção, olha que vais acabar por reparar que a percentagem de greves à sexta é “ligeiramente” maior! ;) Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Tavguinu, mesmo eu continuo sem perceber muita coisa, nesse e noutros temas... Abraço!

Miriamdomar, pois nem sabes o quanto estás certa, muitos dos exemplos que eu vi quando era pequenito moldaram-me o feitio, mas no sentido inverso. E a greve ao voto é perigosa, pois se um dia topam que a malta não se interessa em votar, podem pensar que já não é preciso. Beijo!

Safira, já estou mesmo a ver os sindicalistas a virem e tu quando topasses que eles eram muitos começares a gritar “eu seguro o gaijo, eu seguro o gaijo!”. Beijo!

Mariam, nunca desistas, jove, isso é que é mesmo entregar os pontos. Funda uma guerrilha, por exemplo, mas nunca baixes os braços! Beijo!

Vita, estás é em “sardinha and bifanas”, mode! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Dualidades JP, é que é exactamente isso que eu quero focar, mas pelos vistos as interpretações que fizeram foram outras. Azar... Abraço!

Laura, vá lá, não te pregou a peta de que os comunistas comiam criancinhas já é bom sinal! Beijocas!

Balbino, bacanos é pouco, são uns porreiraços! Abraço!

Parisiente, e com jeitinho vai haver muita gente “doente” na segunda! Beijoca!

Eu Mesma!, audácia era se a frase fosse “Luísa ama Telma”, agora disso estão as paredes cheias. E felizmente “ama” é uma palavra que a maior parte das pessoas escreve sem dar erros, havendo alguns que até se atrevem a metê-la em inglês! ;) E fica-te bem o romantismo, jove.

Cláudia disse...

Graças à nova presidente do PSD, eu fiz greve às Provas Globais, acho que na altura ainda nem as podia fazer...mas para me baldar às aulas...tudo servia...eheheheh

Viva A greve geral!

Anónimo disse...

It's getting worst and worst...

Sol disse...

Viva o Rafeiro Perfumado, viva!! Apoiado!!

Beijinho

Belzebu disse...

Acho que sou um privilegiado! Eu cresci com uma boazona a morar em frente da minha janela do quarto e garanto que cresci...oh como crescia só de a ver! Nunca lhe fiz greve e dei vários "bibas" a tudo. Não trocava aquela visão por cartaz nenhum deste mundo!

ehehe!! Aquele abraço infernal!

Atlantys disse...

Devemos ter sido vizinhos Rafeirito... Em frente à minha casa também existia uma frase dessas na parede =D

Sandra disse...

:))

oya eu concordo, nada como uma grebe geral :)

antigamente, nos teus tempos, é kera: o boss tá ma xatear?? tungas cuma grebe kera geral emainada :)O pobinho acomodou se :)

besuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus dartista pa tu :PP

Carracinha Linda! disse...

Gostei do comentário da Safira, ela deve ser mesmo boa rapariga!

É greve disto e greve daquilo... E depois querem que o país avance como????

Deviam era lembrar-se de fazer greve às greves!

Se precisares de ajuda contra os sindicalistas, avisa!!! Eu levo a Netty para te proteger!

:D

Menina do Rio disse...

Dois canais de Tv? Por isso te prendestes tanto ao cartaz...Queres saber? Estou entrando em greve; GERAL...
VIVA QUEM INVENTOU A GREVE DOS DEDOS!!! Ou será que vou ter que inventar esta?
Beijos e fuiiiiiiiiiiiii

paulofski disse...

Tivesse eu mais bem informado, isto de estar a dormir no serviço é o que dá, hoje faria uma grevezita que me dava um jeito do caraças.

VIVA.

Eduarda disse...

Eu não tinha opiniao, a lei diz que se é inocente ate prova em contrario...aqui para os meus lados nada é como devia ser pelo que é tudo culpado ate prova em contrario!!!

Agora estas nas graças rafeirinho... :) sabes onde sao as graças??? para lá do cu de judas :D

conchita disse...

Não é com greves que este país vai para a frente e ainda por cima com a palavra "Viva"?!!, por aí já se vê que a maioria só faz greve para ter uns dias de descanso e mais nada!!
Continuação de uma boa semana :)

elprincipito disse...

Un breve ladrido por aqui.
¡Guau, guau, grrr, guau!

Zé do Cão disse...

Rafeiro. A conchita diz que não é com greves que este país vai para a frente. Concordo
Epara trás como é. Sem greves? Ser submisso e lambe botas, vai.Vao paa a frente, Sendo trabalhador, cumpridor, respeitador e obrigar os outros a respeitar. E o respeito para quem trabalha honestamente e com dedicação e dar-lhe e cumprir com os direitos.
Um abraço rafeiro, que tenho de ir tirar as carraças ao meu canito.

A Grafonola disse...

Viva o Porto, Carago!!!!!!!!
Viva!!!
Viva a selecção!!!
Viva!!
Viva o boicote à galp!!
Viva!!
Viva o abastecimento em espanha|
Viva!
Vivam as mascotes chineses que pelos vistos provocaram o terramoto!
Viva!
Viva a greve dos pescadores!
Viva!
Viva o peixe fresco!
Viva!
Viva os milhares de euros que vamos dar à china, deixando mianmar a chuchar no dedo!
Viva!
Viva o cristiano ronaldo, que se não me ganhas o mundial te espanco todo!
Viva!

Ah! Claro! E viva a greve geral!!!

A Grafonola disse...

Espectacular é a greve geral dos transportadores de mercadorias: bem antes do 10 de Junho. Já que não há ponte, inventa-se uma, e olha, uma greve vinha mesmo a calhar!...estou com a safira: se os sindicalistas te chagarem o juizinho, avisa, que damos conta do recado...ehehehehe...

Um Momento disse...

Olha lá... não há por ai um...Viva a greve da Gripe??
è que estava mesmo a dar um jeitão!!!
Praia, santa terrinha... bem ia ,mas como não fazem greve a aumentar o preço do combustivel... a pé nunca mais lá chegava!

Hoje não te dou um beijo caraguh...estou constipada!
Arranja aí uma greve geral aos virus:P

(*)

Irritadinha disse...

Inalienável? Caraças, pá... E se fosse só "Viva a inalienável greve"? :)

RiC_aRd0_ disse...

Aposto que, como bom rafeiro que és, mandavas sempre uma mijinha na dita parede :D

Sobre greves, partidos políticos, sindicatos e outros assuntos relacionados, não me exprimo, mas sobre frases estranhas em paredes, só mesmo as sobre espíritos, como:

"Os espíritos são ATELANTES" (?)

"Os espíritos matam milhares de pessoas por noite"

e

"Para matar espíritos usar sal, limão e vinagre".

Muito se aprende pelas ruas de Coimbra. RAUF!

NARNIA disse...

Eu já fiz essa pergunta a um sindicalista , que me respondeu :
"já que nos descontam o dia no ordenado pelo menos assim gozamos de fim de semana alargado"

Tal como tu referes aproveitam para ir ou a terrinha, ou a praia ou ao centro comercial...

Marisa disse...

Hoje houve greve aqui na minha zona! Só que não foi geral. Mas tenho a certeza que muita gente gritou viva :P

Gata Verde disse...

Neste momento apetecia-me fazer greve a tudo...ou melhor a quase tudo!!!

Carecaloira disse...

Esta semana tiveste azar: a greve geral foi à quinta, não deu para fim-de-semana prolongado...HiHI
Mas mesmo assim espero que um dia destes nos venhas visitar.

Beijos da careca com cabelo

piggy disse...

À pala de um tal Seabra, ministro da educação da altura, tive a melhor semana de aulas da minha vida de estudante! Greve sim, de zelo. A malta ia pá escola mas recusava-se a ir às aulas. Uns dias fantásticos, aos amassos atras do ginásio e a fumar à desgarrada...
Claro que o prejuizo foi nosso, mas o gozo ninguém nos tirou.
Tiveste sorte Cheiroso... na parede em frente à minha casa alguém escarrapachou um placard escrito à mão que continha:
"vende-se lête de cabra e quêjo" ...
Até hoje nem o cheiro tolero!
Bj

Papoila disse...

Um grande Viva aos raufs que por aqui li...
adorei
Bjs
BF

Casemiro dos Plásticos disse...

A luta pá não pode parar rafeiro, junta-te ao Falancio pá e vamos todos fazer o "kirkirikiri" lol
abraço

Crystal disse...

Eu gostava ! Juro que gostava de, pelo menos uma vez na vida ter direito a um desses fins de semana prolongados...a treta toda é os direitos inalienáveis ainda não chegaram ao meu sector...bem, a esperança é a ultima a morrer, não é mesmo? Pelo menos vou fazendo greve aos blogs de vez em quando : )

Bjus

mjf disse...

Olá!
Eu acho que a greve é uma maneira de os trabalhadores se manifestarem ...
Mas concordo muito com as greves de zelo!!!!
(Nas outras eu também ia á praia ;=( )

Beijocas
Bom fim de semana

HM disse...

Sindicatos?? Não, muito obrigada!!!

A única coisa que não entendi foi a da "infância mais tenrinha". Mordias ou era mordido??
Fiquei curiosa (e não me venhas dizer que a curiosidade matou o gato, porque eu sou fêmea....), como ocupavas o tempo tão tenrinho??

Agora a moda é outra, os slogans nas paredes são bem mais apelativos:

http://i26.tinypic.com/2hgtfsp.jpg

(por acaso alguém sabe como colocar aqui um link que abra directamente?! É que assim não tem piada nenhuma, não é que fosse para ter, mas enfim....lol)

Beijos rafeirosos
HM

Bongop disse...

Concordo plenamente contigo !
E não preciso de dizer mais nada, sobretudo quando os sindicatos e centrais sindicais são "braços armados" de partidos politicos, em vez de serem orientados para os trabalhores, sim aqueles que pagam quota... e tque têm de votar de braço no ar, que diga-se de passagem que é uma votação muito democrática (sobretudo por perseguições posteriores para aqueles que votaram contra a vontade da direcção do sindicaro).
Eu sei o que isso é na primrira pessoa, por isso saí do sindicato finalmente... neste tempo de crise consegui ter um aumento de 1%!

GK disse...

O autor, às tantas, era o jovem Durão Barroso do MRPP. LOL

Então que tal a visita ao RiR no Sábado?

:)

Bom fds.

Francis disse...

Pá o Aranaldo Matos era um dos lideres históricos do histórico MRPP, por volta de 1978...

Cati disse...

Viva a Greve para quem a pode fazer!!!
Eu não posso...
Auuuu! (uivo)

Beijoca Rafeiro

PS - Estiveste no RiR? Sexta, Sábado ou os 2? Eu fui no Sábado... e foi demaissss!!!

Rafeiro Perfumado disse...

Cláudia, eu para me baldar às aulas não precisava de motivos! Se os meus pais lerem isto ainda me metem de castigo... ;)

Anónimo, não sejas tão cáustico, ainda há muitos comentários que se aproveitam! Abraço!

Sol, e viva a mim em geral ou alguma parte em particular? ;) Beijinho!

Belzebu, e quando tu davas os “bibas” ela não fechava o estore? Assim espantavas a caça, pá! Um grande RAUF para ti!

Rafeiro Perfumado disse...

Atlantys, tendo em conta os nossos antecedentes, é bem capaz. Rua Quinta da Lomba, diz-te alguma coisa? ;)

Sandra, antes do mais os meus parabéns também por aqui! E só uma coisinha, porque é que a artista me manda beijinhos e tu não? ;)

Carracinha Linda!, tirando o mau gosto clubístico, é uma boa rapariga, especialmente ao nível da escolha das amizades! E obrigado pela oferta de apoio! Curiosamente ontem atravessei a Av. Liberdade por entre milhares!

Menina do Rio, vais entrar em greve? E sem pré-aviso nem nada? Nem pensar! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Paulofski, desde que o teu trabalho fosse testar colchões, eras capaz de te safar. Abraço!

Eduarda, e ao menos as Graças são giras? Se forem como uma prima minha dispenso! E ai de quem lhe for contar!

Conchita, quero pensar que não é a maioria, mas mesmo se forem poucos, são os suficientes para darem uma ideia negativa. Beijoca!

El Principito, partindo do princípio que um ladrido é um RAUF, sê bem-vindo!

Rafeiro Perfumado disse...

Zé do Cão, para trás existem inúmeras formas, e infelizmente não param de descobrir mais... Grande abraço e força nessa tarefa!

A Grafonola, ainda não mudaste de clube? E mais não digo... Quanto à greve, é sempre bom ver quando as coisas acabam por me dar razão, Apesar de neste caso dispensar tal facto... Beijoca!

Um Momento, eu pelo menos ando a tentar fazer um piquete permanente quanto a essa greve! Beijoca e as melhoras!

Cunhada Irritadinha, curiosamente se assim fosse eu ficaria calado. E os meus pais também, até irem ao dicionário, como eu! :D Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Ricardo, não podia, pois era mesmo em frente à minha casa, e se a minha mãe visse estava lixado! Quanto a essa sabedoria, digo-te, estou abismado. Mas um dia experimenta falar sobre a literatura de WC, tinhas assunto para o resto da vida! Abraço!

Narnia, chama-me ingénuo, mas sempre pensei que fazer greve implicava comparecer no local de trabalho e não trabalhar. Pelos vistos tenho andado bem errado... Beijo!

Marisa, e tens a certeza que era greve? Ou era só a malta a ouvir o anúncio da UEFA?

(esforço mental para me lembrar das últimas asneiras que fiz)
Gata Verde, essa vais ter de explicar melhor!

Rafeiro Perfumado disse...

Careca Loira, eu nisso tenho sempre azar, só levo com as greves, não as faço, também porque nunca precisei. E se tudo correr bem, no FDS de 21/22 aí estaremos! Beijocas e continua essa luta magnífica que estás a fazer!

Piggy, e ao menos metia também um contacto ou o senhor estava por baixo do placard? Beijo!

Papoila, pois então obrigado e um grande “viva” para ti também! Beijos!

Casmiro dos Plásticos, não sei se quero juntar-me ao “falancio”, o nome faz-me pensar em associações estranhas! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Crystal, eu este ano nem direito a pontes tenho. Essa é outra, como é possível haver pessoas que não perdem uma... nem quero falar nisso, que me enerva! Beijos!

MJF, claro que é, e deve ser utilizada sempre que todas as outras formas de discussão falhem, daí eu não gostar que se “avacalhe” a figura da Greve. Beijo!

HM, talvez seja bom não responder à tua pergunta, cheira-me que poderia levar por caminhos nada dignificantes! Beijocas!

Bongop, esse tipo de votação é bom para conduzir o sentido do voto. Conheci um tipo que era presidente de mesa e quando fazia uma votação, ao perguntar quem era a favor ou contra, dizia sempre primeiro a sua própria opinião. Subtil, não achas? Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

GK, então e Barcelona? Quero ver alegria no teu blog, jove, nem parece que acabaste de assistir a dois concertos dos Bon Jovi! Beijo!

Francis, eu por essa altura só lia frases em paredes e o Tio Patinhas, pá. Mas obrigado!

Cati, esse uivo saiu muito fraquinho, pá, a Lua não ficaria nada impressionada. Fui nesses dias que mencionas e mais umas horinhas e estou lá outra vez! Beijo!

lua prateada disse...

Na brisa suave do vento
E, tudo o que dele emana,
Passei atravez do tempo
Deixando lindo fim de semana.
Beijinho prateado com carinho

SOL

Sandra disse...

:))

rafeiroso oya me nuzoyos pah, tás ma ber bem?? esta cena dártista soy eu mema :PP duhhhhhhhhhhhhhh...hello??

ó diz q num são mais jetlegue??

lolol

mai besuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu da lua

Kunta disse...

Pena que as greves, manifestações e paralisações acabem sempre por beneficiar quem menos precisa instrumentalizando os mais fracos. Veja-se a recente instrumentalização dos pescadores pelos armadores.

Mil lembidelas

Dragão Azul disse...

Sou a favor da greve, sempre como ultimo recurso e que cumpram os parametros legais, o uso e abuso da greve já fez vitimas muito graves e os responssaveis passaram sem punição.

Respeito quem tem opinião contraria á minha...


Um Abraço!!!!

Marrie disse...

GERAL???

Não me diga q incluíram neste conceito tbém o sexo??? rsrs

Greve de sexo só se for por uma boa causa e por um tempo mínimo..... para não afetar o andamento do "processo"!

Já tinha saudades de por aqui passar.....

rauf, rauf

Amsilva disse...

se é geral porque é que aqui na Holanda toda a gente trabalha como se nada fosse??
será pelo fim de semana que se aproxima?? não , essa seria a razão da greve por aí...

enfim, com greve ou não vamos a ver o que dá...

Abraço

8 mañana yo disse...

"Estaline" bem eu cá vou por associação:
Estaline- "levas cá uma estaline"

Greve Geral- "coisa devida à falta de feriados Nacionais"

Pois é Rafeiro deves pensar olha este que não vinha cá a tanto tempo...
Voltei e não foi porque o telefone toca, tipo discos pedidos...
foi mais aquilo que um dia disses-te " será que te aguentas?"

umas festas no lombo.

Francis disse...

tou muita maluco pá, já vou no 4º comentário a este post e ainda não recebi o teu de volta...
tou em saldos pá, vai lá.
ó camandro.

Queruby disse...

Passei para desejar um excelente fim de semana.
E umas boas ferias para mim :)

Beijufas de Luz!!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Ai ai estas tuas reflexões matam-me!!

Desculpa as ausências...


beijos

Anónimo disse...

Boas Rafeiro,

Fiquei com curiosidade. Em que bairro social cresceu?

T.

D.Antónia Ferreirinha disse...

Eu li aqui, algures nos comentários, que a greve dos professores foi feita ao sábado. Não, não foi, nem teria lógica alguma sê-lo. Os professores não trabalham ao sábado, foi sim uma manifestação como muitas que têm vindo a ser levadas a cabo em diferentes cidades em horário pós-laboral.
Eu se concordo com os motivos da greve sou a primeira a aderir, não sou daquelas que só aderem se os outros o fizerem. Quanto às greves à sexta feira ou supostamente a uma segunda, não deveriam existir, muito embora elas me saiam do bolso em qualquer dia da semana.
Por achar algumas greves necessárias, não concordo contigo.
Mas o melhor mesmo, era o governo, este e os outros irem com o ca*****.
Beijoca.

Eduarda disse...

Quem te ouvir falar ate pensa que nao sabes que isto para estes lados é tudo giro!!! giro e de uma finezaaaaa...

piggy disse...

O dito senhor morava lá mesmo! E como ASAE era coisa que não existia na altura, era uma romaria todas as manhãs ao "precioso lêtinho" acabadinho de sair das tetas da cabra.....
Bllhhhaaaaccckkkkkkk

bj

Laura disse...

Cãozinho cheiroso,
Pois também me lembra a minha infância, tempos de tumulto, Viva isto! Viva aquilo!
Tempo necessários, outra vez.
Beijos na cabeçinha e bom fim-de-semana

Rosi Gouvea disse...

Procuro dizer o que sinto
Sem pensar em que o sinto.
Procuro encostar as palavras à idéia
E não precisar dum corredor
Do pensamento para as palavras...

...Alberto Caeiro...

Fico muito feliz com sua visita!
Espero ver-te sempre por lá...
Sempre me encontrarás por aqui!

Tenha um ótimo fim de semana!!

Doces beijos

nanny disse...

Percebeste tudo ao contrário, rafeirote!

As greves e manifestações são é uma grande oportunidade para vir passear da santa terrinha até Lisboa, isso é que sim!

E já reparaste que o ponto de concentração é sempre ali estrategicamente ao topo do Parque Eduardo VII, exactamente a meio caminho entre o El Corte Inglés e a esquina mais movimentada das meninas...

É vê-los a dispersar...

Beijocas Rafeiro, e vê lá se comes ao almoço

Um Momento disse...

Olha...vou até a santa terrinha:D
Queres Boleia?:D

Beijo e bom fim de semana!!!

(*)

Nitrox disse...

Realmente "Viva Estaline" é quase a mesma coisa que dizer "Viva Hitler". Uma parvoíce!

Quanto à greve geral, não fossemos um país de ovelhinhas e talvez já estes pulhas tivessem levado com uma, mas daquelas a sério, pelos queixos.

Estou também no http://novaaguia.blogspot.com

Fica Bem!

Lyra disse...

Peço desculpa pela minha ausência...mas às vezes a vida dá voltas inesperadas e o chão parece que nos foge... Torna-se necessário “recolhermo-nos” um pouco, fugir do mundo e fazer uma introspecção profunda. É isso que tenho feito e por isso não te tenho vindo visitar...

A verdade é que me sinto no meio das trevas, onde sorrio à vida, como se conhecesse a fórmula mágica que transforma o mal e a tristeza em claridade e em felicidade. Então, procuro uma razão para esta alegria, não a acho e não posso deixar de rir de mim mesma. Creio que a própria vida é o único segredo...

Quando estiver mais...animada...voltarei aqui...

Beijinhos e desculpa

Sorrisos em Alta disse...

E o que os dirigentes sindicais precisam de greve!
Andam extremamente esgotados com a quantidade de dias que têm de dispensa do trabalho para exercer as suas funções sindicais...

Abraço

São disse...

Os Sindicatos deverão (re)pensar as suas estratégias, acho.
E quem dá vivas a ditadores sejam de Direita, Esquerda ou Lado, deveriam sofrer~lhe os métodos!!!
Feliz fim de semana.

Balbino disse...

Em greve, os cães ladram ou gemem? =P

Abraço

My Way disse...

Este é o comentário mais estupido da minha vida...
Beijos
Raufs
e p mim só abraços!
Vou-m divorciar deste blog...
Com mais d 100 comentários ninguém sente a minha falta!....
ahahahah

Fui...

Olá!! disse...

Estou a fazer greve ao Portugal/Turquia, achas que é grave????

LOL

Beijosssssssssss

Pisces Girl disse...

Na quinta-feira os motoristas de alguns autocarros de Coimbra decidiram aderir à greve, ou seja, para ir pro estágio o meu pai levou-me de carro até um determinado sítio e depois tive que ir o resto do caminho a pé. "Senti na pele a greve geral"...

Um beijinho grande e bom fim-de-semana,

Pisces Girl.

Capriccio disse...

Caprichosamente??? Andas a falar de mim!!!???? Viva o Rafeiro perfumado!!!!!
Concordo com a Conchita.
Um abraço Rafeiro :)

fotógrafa disse...

O valor das coisas, não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem…
Bom fds prolongado, abraço

Animal Candy Sugar disse...

Graças a uma grande fã tua chamada Fabiana (pensavas que era eu? -.-) vi-me a fazer publicidade ao teu blog à minha D.T. que por acaso ficou interessada por teres o nome de "Rafeiro Perfumado".
Como vês, sei ser muito boazinha (a)

Francisco Castelo Branco disse...

E que tal uma greve protagonizada pelos cães?

Contra a falta de condiçoes nos canis municipais?

que tal entregar aos privados?

Água Ardente H2Oh! disse...

"Naqueles" tempos...não havia google...ou ainda terias virado um sindicalista (era capaz de virar Presidente de algum pais)...felizmente os teus pais tiveram bom senso, e viraste um rafeiro! Viva! Beijocas Ardente.

KNOPPIX disse...

Eu sou contra as greves, os tugas fazem tudo para se baldarem ao trabalho :p

Abraço de um fura-greves ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Lua Prateada, isso de passar através do tempo acho que tem direitos de autor do Einstein... Beijoca!

(olhando nos olhos e fazendo esforço para não rir)
Sandra, pronto, se tu o dizes eu acredito... (pffff-pffff-pffff)!

Kunta, vês como me entendes? E ainda mais recentemente os camionistas pelos donos das empresas de transportes! Beijo!

Dragão Azul, e é à conta dessa tua forma de pensar que nos damos bem, certo? Grande abraço, amigo azul!

Rafeiro Perfumado disse...

Marrie, apesar de não haver aqui referências a sexo, a utilização abusiva da greve pode levar a que muita gente saia fecundada... Beijo!

AMSilva, eu até arriscava a falar da correlação entre o abuso da greve e o desenvolvimento do país, mas ainda era acusado de ser qualquer coisa má.... Abraço!

8 Mañana Yo, por acaso já não te via por cá há bastante tempo, folgo em saber que ainda sabias o caminho. Grande abraço!

Francis, tens toda a razão, pá, mas acho que te compensei bem! Grande abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Queruby, por acaso até foi bom, com direito a vitória de Portugal e tudo! Beijo e boa semana!

E se eu fosse puta, tu lias? Matam-te? Mete-me em sarilhos com a lei e vais ver o que te acontece! ;) Beijos!

Anónimo T., não me recordo do nome exacto (ou era 25 de Abril ou da Liberdade), mas sei que informalmente se chamava o bairro dos retornados. Curiosidade satisfeita?

D. Antónia Ferreirinha, mas eu também acho algumas greves necessárias, não tenhas outra ideia. O que não suporto é o uso da figura da greve por tudo e por nada, e muitas vezes não respeitando a lei que as permite. Já me aconteceu mais do que uma vez estar a regressar a casa e ver um papelucho na estação a dizer, por outras palavras “amanhã estamos de greve, amanha-te para ir trabalhar”. Beijo.

Rafeiro Perfumado disse...

Eduarda, mesmo tendo a idade que tenho, ainda continuo bastante ingénuo, o que me leva muitas vezes a ficar admirado com as coisas que se passam por cá. Mas isto mais umas décadas e passa-me....

Piggy, ora aí está uma imagem que me irá atormentar o resto do dia... ;) Beijo!

Laura, sinceramente, olhando com atenção para muito do que nos rodeia, acho que isto não vai lá com greves, seria preciso algo bem mais forte. O pior é que tenho a sensação que quem sobe ao poder rapidamente adopta os vícios daqueles que lá estavam. Beijo!

Rosi Gouvea, vejo que tens a mesma filosofia que eu, “visita-me e serás visitada”. Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Nanny, mas esses são aqueles que são “arrebanhados” para virem fazer número, e o motivo de ser no alto do Parque Eduardo VII é porque muitos deles são velhotes, e a descer todos os santos ajudam! Beijo!

Um Momento, depende, onde é a tua santa terrinha? ;) Beijo!

Nitrox, consegues perceber a confusão que me fazia ver tais cartazes, é que a malta sabia qualquer coisinha de história... Abraço!

Lyra, não tens nada pelo que pedir desculpa. Tenta então encontrar essa tua luz, para poderes voltar a sorrir. Mas se reparares que são duas luzes e que vão na tua direcção, desvia-te, é bem possível que estejas no meio da estrada... Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Sorrisos em Alta, eu acho que até devia haver um modelo de calças especiais para alguns deles, com os fundilhos forrados a aço. É que de tanto coçarem, arriscam-se a chegar ao fim do dia com os tomates em sangue... Abraço!

São, tens toda a razão, não há diferenças entre um ditador de esquerda ou de direita, são ambos umas aberrações que só causam sofrimento. Beijo.

Balbino, uivam! Abraço!

My Way, eu sei que agora o divórcio até está mais simplificado, mas acredita que o abraço que te dei foi daqueles bem apertadinhos. Vá lá, não sejas assim para mim. Uma grande beijoca, à french style, para ti!

Rafeiro Perfumado disse...

Olá, grave não é, estranho talvez, tudo depende dos motivos! Beijos!

Pisces Girl, sentis-te na pele ou nos pés? ;) Beijoca!

Capriccio, pois falei, mas desta vez bem e tudo! ;) Beijo!

Fotógrafa, experimentei na “pele” essa frase da última vez que puxei o fecho das calças sem ver se estava tudo arrumado... Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Animal Candy Sugar, nem outra coisa seria de esperar, isso se quiseres continuar a constar do meu testamento! ;) Beijoca, sobrinha!

Francisco Castelo Branco, e achas que isso resolveria alguma coisa? Isto está mais a pedir uma revolta dos cães danados!

Água Ardente H2Oh, não me incomodaria o facto de ser sindicalista, apesar de pensar que rapidamente saltaria fora da estrutura. Passou-se quase o mesmo aquando da minha experiência política, é que eu não cedo nos meus princípios. Pelo menos se não me pagarem bem... Um grande RAUF para ti!

Knoppix, tudo e todos não, ó pra mim a trabalhar em vez de fazer ponte! Abraço!

foryou disse...

Tu tens é inveja de não ser grevista militante!!!! :P

Mas também quem está sempre de férias vai fazer greve pra quê????!!!!

Francis disse...

pronto pronto pá...estás perdoado.
4 é bom.

ines disse...

ainda ladras????

vejo que sim!

Blossom disse...

e por falar em greve, os maquinistas da cp esdtão outra vez de greve, cheguei meia hora atrasada ao emprego hoje, e logo hoje que só vim eu e o patrão trabalhar, sendo que o patrão teve de tirar o cu da cama mais cedo para me vir abrir a porta...e eu chego mais tarde ... ahaahahhaahahhaahahah...bem hajam senhores da greve
(mas desmobilizem lá à hora de eu ir embora)

Nogs disse...

O Rafeirinho,

Eu cátinha uma cerejeira como vista da janela do meu quarto, por isso...

... que viva a possibilidade de um fim-de-semana prolongado para vocês (repara que digo vocês, pois a greve não chega aos tugas de Espanha:P).

E que viva também o espírito reinvindicativo, desde que esse seja portador de ideais e não apenas uma forma de fazer "gazeta" ao sistema... tão mal organizado...


Beijooo

E... enjoy these days;)

carla granja disse...

pode ser que um dia também ouça E VIVA O PAIXÕES E ENCANTOS :) E veja o livro na mão de alguém :) ja sabes que espero por ti
bjos
carla granja

Miriamdomar disse...

Olá rafeiro
Como eu sei que a maior parte dos rafeiros ,gosta de nadar. Espero que seja o teu caso!;)
Venho te convidar ,para um mergulho virtual ,nas águas fresquinhas das maresvividas.blogspot.com
Bjs maritimos

julie disse...

Na terça feira da semana passada houve greve dos comboios, e eu nem sequer sabia... vá lá ainda houve o último comboio da noite para casa, senão dormia ao relento!!
Hoje tb houve greve dos comboios mas desta vez sabia disso, e tive sorte porque os comboios que queria apanhar ... apanhei os. Bem vamos lá ver como é nos dias 11 e 12 que também vai haver greve dos comboios. Só eu é que não posso fazer greve!

bjs

julie

P.S. E viva a greve geral!!!

Oliver Pickwick disse...

Rafeiro, será que não escreveram originalmente "VIVA A GREVE, GERALDO", e, com o passar do tempo apagou-se a vírgula e o "DO", do Geraldo?
Um abraço!

Humorista disse...

VIVA O RAFEIRO PERFUMADO!
Abraço!

vita disse...

Ainda estás de greve?
;))

Rocket disse...

viva la sardina libre!
abajo la lata de consierva!

fotógrafa disse...

Olá rafeirinho, passando só para ver se a tua "RAÇA", é mesmo perfeita(rsrsrs) não vá ser como a de alguns rafeiros que andam hoje lá para as bandas do norte(V.Castelo) a mandar uns latidos, que mais parecem miados...rsrsrs
abraço
(Ah! a tua "raça", é autêntica!!!)

BlueVelvet disse...

Tenho andado tão atarefada que nem reparei que o meu blog canito preferido tinha dado um Ruaf!
Pois tens muita razão: as pessoas esquecem-se que se há uma greve é porque há muitas razões de descontentamento e nenhuma para se dar Vivas!
Acho muito bem que se façam greves, quando necessárias, mas também sempre me interroguei do porquê de serem à sexta ou à segunda:).
Festinhas na cabecinha

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Hoje de manhã, fiz greve : fui à praia mas não foi geral porque já estava de novo ao trabalho para fazer o almoço ! :-)
Recomecei a greve até ao fim do dia....
Beijinhos verdinhos

Eduarda disse...

a idade nos caes nao é da proporção de 1 Humano= 7 Canideos??

ja não deves é ver nada :)

beijo

Rafeiro Perfumado disse...

Foryou, caladinha que eu bem vi quem é que fez ponte e quem é que foi trabalhar!

Francis, 4 e todas de seguida, não é para qualquer um!

Inês, até que a voz me doa...

Blossom, qualquer motivo é bom para fazer o patrão tirar o cu da cama, não te queixes! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Nogs, pelo que estou neste momento a ouvir, corremos o risco da greve alastrar a toda a Europa, com a questão dos camionistas. Mas neste caso, parece-me uma greve bem justa. Beijo!!

Carla Granja, uma vez tive o prazer de ver o livro do rafeiro nas mãos duma jove no Metro, foi uma sensação fantástica. Espero sinceramente que um dia a conheças. A sensação, não a jove. Beijo!

Miriam do Mar, até que enfim deste uma pista sobre como retribuir as tuas visitas! Beijos!

Julie, mas tenho a certeza que é coincidência essas greves serem numa semana com dois feriados... ;) Beijos!

Rafeiro Perfumado disse...

Oliver Pickwick, a tua teoria é capaz de ter algum fundo de verdade, apesar de já não bastar ao moço ser parvo ainda tinha de ter um nome como “geraldo”? Tadinho... Abraço!

Humorista, eu? Obrigadinho, pá, para ti também!

Vita, nunca, chama-lhe antes “estado de letargia”. Beijo!

Rocket, hasta lo bacalau con todos, siempre!

Rafeiro Perfumado disse...

Fotógrafa, não tenhas nenhuma dúvida sobre a minha “RAÇA”! Miar só quando me descuido a puxar o fecho das calças! Beijo!

Blue Velvet, pois agora já sabes, e acredita que não é uma mera casualidade estatística! Beijo!

Je vois la vie en Vert, eu hoje fiz greve o dia todo, e que bem que soube! Beijo!

Eduarda, vejo, bastante desfocado, mas vejo! Nada como franzir os olhos! :D Beijo!

Leonor disse...

Mas o que eu achava mais apelativo, naquela altura (e não faço ideia se alguém "arquivou" eram aqueles magnificos desenhos que alguém se dava ao trabalho de desenhar nas paredes da cidade com as grandes vitórias do proletariado e outras coisas mais...
Isso sim é que era amor à arte

bsj, boa semana

Rafeiro Perfumado disse...

Leonor, ainda hoje é possível ver várias dessas pinturas, muitas vezes com com mãos ostentando metralhadoras. Não sei se terão alguma coisa a ver com os piquetes de greve... ;) Beijo!

My Way disse...

:) Nem acredito que respondes-te ao comentário estupido. eheheh

Como é obvio tava a brincar...

De qualquer modo...Um beijinho sabe sempre bem.
Beijo.

Rafeiro Perfumado disse...

My Way, não acreditas? Tive o cuidado de lavar a boca e tudo! ;)
Beijoca!

Schlumpy disse...

Depois da greve geral que foi o ano de 1975, não sei o que é pior, se greve geral ou estaline

Rafeiro Perfumado disse...

Schlumpy, ainda me inclino mais para o Estaline...

bjecas disse...

Nessa tal esta ainda minha (hum?...) terrinha já quase que não se dão vivas a nada pá.
Bem, no próximo sábado vou jantar à E.S.S.A. por ocasião dos 30 anos dessa instituição que tornou miúdos em homens e cães. Viva Sto André, portanto.

Abraço pá

\m/

Rafeiro Perfumado disse...

Bjecas, no próximo sábado vou visitar a famelga a Coimbra, de outra forma estava lá batido. Abraço e diverte-te por mim, mas não atrás do pavilhão!