Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Nunca te enganaste, não?

Se me safei a esta vergonha, devo estar safo para o resto da vida...

Texto tão brilhante que teve de ser removido para um local mais seguro, mais precisamente o livro Agarrem-me ou dou cabo desses palhacitos!

76 comentários:

Pedro Pisco disse...

A jove parece sem dúvida alguém com muito sentido de humor, pois o resultado mais esperado da constatação de serem de plástico seria uma casa cheia de restos de flores de plástico trituradas chão fora, à conta do ramo servir de cacete contra uma cabeça incauta :)

Tulipa Negra disse...

O que te safou foi que, apesar de as flores serem de plástico, não te esqueceste do dia. É mais do que se pode dizer de muita gente que por aí anda. E podias ter dado a desculpa de que esperavas que o vosso amor durasse tanto como as flores (dizem que o plástico demora séculos a desintegrar-se). :)
Beijinhos

Manuela disse...

Caro Rafeiro, para nós mulheres, o que conta é que os queridos nunca se esqueçam das referidas datas. A sua jove denotou gostar de si até à medula e um sentido de humor, sem par. No entanto há umas lojas que têm um dístico - Ourivesaria ou Joalharia - em que o produto que lá se vende, arranca grandes abraços e alegria sem par, às mulheres (de uma maneira geral que isto há, sempre excepções).
Um abraço.

MRPereira disse...

Quando o amor abunda, até o ramo mais plastificado te salva!

Ela que saiba que compraste aquele por ser o mais barato da loja e logo vês...

Aquele abraço

Pequena Lince disse...

Não duvides que foi assim mesmo que a conquistaste! Nós mulheres adorarmos sentido de humor e com uma grande dose de atrapalhação da vossa parte!!! ;)

TM disse...

Podes sempre argumentar que assim as flores vão ficar sempre tão coloridas como o vosso amor... :P

anouc disse...

Tendo em conta que os plásticos demoram uns 400 anos a decomporem-se, acho que tens aí um amor para a vida toda.

the big fox disse...

é pá é sempre a mesma coisa nunca nos dão valor.
diz a verdade amigo, eu entendo-te, eu sei que o ramo ser de plastico não foi ao acaso, foi mesmo assim que querias a coisa.
assim ainda hoje ela tem o ramo e bonito, e sempre que olha para ele ri (por te teres lembrado claro)...e ainda por cima com as flores sempre bonitas e airosas...
abraço

Salvador disse...

O que conta mesmo é a intenção. Se bem que Elas adoram quando ficamos embaraçados... rsrsr.
Pelo que escreve, depreendo que formam um Casal bem humorado... Amor e Humor combinam sempre bem.
Abraço.

Três Tempos disse...

Good Lord, what is the matter with you? Your other attributes must be overwhelming for a lady to over come this awfull episode...

Fa menor disse...

Está demais!
Assim o amor fica sempre fresco como as flores...
:)

Vício disse...

não dá para entender as mulheres!
reclamam de algumas cosias serem de plástico e passam tanto tempo a pensar em materiais semelhantes... tipo silicone, latex...

Noviça disse...

Afinal de contas acertaste em tudo. Tens o momento, o riso, a mulher e as flores.

Só há um senão, essas não dão para desfolhar ;)

Hannah Chá disse...

Valeu a intenção, e nós mulheres perdoamos tudo em troca de um bocadinho de humor... porque isto não se compra. Tem-se o não e o cãozinho, pelos vistos, tem, mesmo que seja um sentido de humor acidental. Felicidades! :-)

Caia disse...

É só fama porque nem somos muito mázinhas... sabemos ver a intenção :P

Cat disse...

Se da vez seguinte lhe tivesses oferecido um aromatizador para as ditas flores, tornavas-te logo o namorado perfeito :)

Cate disse...

Hm, acho que a intenção é que conta! :)

Kok disse...

O mínimo que se pode dizer é que deste uma oferte duradoura e que pelos vistos até foi bem aceite...
E o perfume floral é somente uma questão de pormenor...

Um abraço, pah

Tulipa disse...

Muito bom rafeiro, parabéns ;) arranjaste maneira de durarem para sempre...

Maga disse...

ai Rafeiro, Rafeiro...
a tua gata é uma santa! safaste-te de boa... a tua expressão deve mesmo ter-te salvo a vida. e a relação!
flores de plástico??? pfff
beijufa! e outra à gata, que bem merece!

Dragão Azul disse...

Parece que te safaste bem embora gozado sempre que ela vê a flor...

Mas podias sempre ir à farmacia comprar um daqueles brinquedo da chicco para um mês de idade.... ahahahahahah

Rosa Negra disse...

kuytre

Rosa Negra disse...

(Isto não está fácil para deixar comentário...)

Não te sintas mal, o meu jove já chegou ao pé de mim com o sorriso mais aberto e o ramo de flores mais bonito e cheiroso nas mãos (e não eram de plástico) e de braços abertos exclamou para toda a gente ouvir "PARABÉNS!!"... 3 dias antes do meu aniversário... ;P

(eu agora podia dizer que os homens são todos iguais, mas isso é cliché a mais)

Beijoca

Bongop disse...

Bem... se isso é verdade... só posso dizer uma coisa:

ahahahahahahhahahahahahhahahahahah

:D


Abraço de plástico
;)

turbolenta disse...

lol lol
Essa é boa! Inexperiência de um jove que nem sabe o que é plástico.
Mas valeu a boa vontade e a lembrança desse dia tão especial. Afinal nem deviam ser assim tão feias, senão não as tinha guardado durante todos estes anos.
Mas deixa que te diga que são poucos os meninos que querem saber dessas efemérides ao fim de uns parcos 8 ou 15 dias de namoro. Eles querem outras coisas...querem lá saber de flores,chocolates ou qualquer outra oferta.
beijos

ψ Psimento ψ disse...

Ahahah eu adorei este episodio!! Não sei como ainda não o tinhas partilhado antes!! Os primeiros tempos de namoro têm sempre a sua graça. É sem dúvida é aquela fase em que tudo é perfeito. Se fosse hoje se calhar não ia ser tão engraçado, não sei, experimenta e depois diz-nos o resultado eheheh. Abraços para ti e beijos para a Gata. ;)

maria teresa disse...

Os "bons momentos" surgem quando menos se espera...cá está um episódio terno para recordares ( e não me venhas dizer que não foi uma ternurinha).
Toma lá um abracinho meu porque no fundo és um sentimentalão ( e não digas ão, ão)

Kássia Kiss disse...

Gostava de ter visto a tua cara de espanto, pois também acho que foi isso que te salvou ;)

Maria Santos disse...

A tua JOVE é um amor e deve ser doidinha por ti... se não te pregou com as flores de plástico nas fuças é porque é mesmo maluquinha por ti... aproveita, miudo, porque amor como esse não se encontra assim ao virar na esquina!!!

Bjocas

Pedro Lino disse...

Realmente as mulheres são tramadas em termos de "coisinhas que não lembra nem ao menino Jesus porque são tão banais que nós nem nos apercebemos mas elas fazem logo um filme dos diabos". Mas o que conta é a intenção, e tu portaste-te como um homem, ou seja, deu para desenrascar.

Mary Jane disse...

Aproveito para te dizer que a Farmácia poderia ter sido uma boa solução: as farmácias vendem excelentes cremes e produtos de beleza. A maior parte das mulheres gosta de os receber, com a pequena excepção daquelas que acha que se um homem lhe oferece um creme hidratante ou uma loção corporal é porque ela tem algum defeito.

Mas o ramo de flores intemporal de plástico foi uma prenda poética. Poderias até ter escrito um cartãozinho: Uma prende intemporal para um amor intemporal!

Speedy disse...

desculpa... acho PERFEITO. todas as relações precisam de uma boa história para se contar à família e amigos. esta é das melhores que ouvi nos últimos tempos :)

.I. disse...

Nada a dizer.

uminuto disse...

só te digo que o meu ataque de riso foi tremendo...e bem vistas as coisas até tiveste sorte, podias ter levado com as ditas cujas :)
um beijo

Teté disse...

O que te safou só pode ter sido o sentido de humor da Gatinha, mas este episódio é hilariante mesmo! Homens... :)))

Beijocas!

Sandra disse...

Tiveste sorte que ela não estava com a TPM!!!
Senão levavas com uma choradeira e com as flores na "tola"
;)

Sara S. disse...

A frescura do inicio da relação traz sempre consigo um misto de expectativas. O lembrar de algumas datas também está incluído. (Atenção que nós, as mulheres, não queremos que se lembrem de tudo... Não é como os homens tentam fazer entender. São só dois dias ou três, ou até quatro ou cinco, mas nunca, ou quase nunca, mais que uma dezena hehe.) Bem, é que o facto de eles se lembrarem dessas pequenas coisas já demonstra o valor que nos dão e a importância que a ligação tem para eles. Talvez por isso a jove em questão tenha ficado contente mesmo com um ramo de plástico, porque afinal a intenção é que conta e só essa pequena oferenda pode ter servido para fortalecer, mesmo que minimamente, essa boa relação.
Agradeço imenso o comentário deixado no meu espaço.

Pedra Filosofal disse...

à conta desta história já me fartei de rir. Valha-me a Santa...
Registei, acima de tudo a tua capacidade de te rires de ti. Importantíssimo!!!
Beijos aos dois e uma festa ao Beethoven

Gata Verde disse...

Ainda fiquei a gostar mais de ti...
:D

Pronúncia disse...

rafeiros com sorte... o que te safou foi o perfume, Rafas!

MEU DOCE AMOR disse...

Ora aí está um post que define o que é o Amor!

Ai Rafeiro Perfumado por um ramo de plástico ehehe!!!E ainda perduraaaaa!!!

Hummm...

Ok

Yesssss!!!


Beijo doce sem inho:))

Malena disse...

O que interessa é que "mais nada" fosse de plástico!! :P

Nuvem disse...

hahahahahahahaha
ainda estou a rir!!!
E ela gostava mesmo de ti e tinha um fabuloso sentido de humor.
Mas é uma realidade que são as melhores - duram para sempre e vão sempre lembrar esse dia :)
O que vale é que o meu homem também é assim... mas ele preocupa-se com as datas, embora finja sempre que não - até as sabe melhor que eu :)
beijinhos

cassamia zaratustra das metamorfoses disse...

ahahahahaha
que história de lobe tão romântica e bonita ;)

Pepper disse...

Antes flores de plástico do que o quadro do menino da lágrima. Eheheheh.

Bjs

PS: I'm back

Joaninha disse...

Se eu te disser que normalmente sou eu que me esqueço dessas coisas?...Normalmente sou eu que apareço com as flores de plástico...:-

Devo-te dizer que foi genial, rafeiroso tu sabe-la todinha ;)

beijos

gota de vidro disse...

O facto é que o ramo se tornou eterno...Talvez se não fossem de plástico o dia até estaria esquecido e abalroado por outro acontecimento.

Afinal ficou bem marcada a data...

Gostei deste episódio, próprio de ti.

bjito da gota

Andreia disse...

mas como foi possível não teres dado conta que eram flores de plástico?

FAQ(er) disse...

Ah, o amorrrrr...

Vera, a Loira disse...

Quando me oferecerem flores de plástico também me caso.

Sofia disse...

Bem, eu vou dizer-te Rafeiro: este texto está sublime! Adorei, pura e simplesmente. Até porque, para mim, paira um passarinho verde no ar :-) Achas que posso partilhar o teu texto no meu blog, com os devidos créditos e honras?!
Beijinhos,Sofia

Rafeiro Perfumado disse...

Sofia, o passarinho já tem 16 anos e felizmente ainda voa. E sim, claro que podes. Beijoca!

Sandra. disse...

:))

Té me custa ler semelhante, nunca imaginei q antes de dares o nó já eras ismifra LOL Essa cena faz se a uma gatinha pah?? Agora vivo ca esperança q ela te parta todo todos os dias :O)))

besuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

Rafeirito amigo, que lindo é o amor
:-))) e que bonito estás apaixonado ainda por essa jove que mesmo com flores de plástico te aceitou inteiramente com direito a gargalhadas e tudo :-))) Beijinho e PARABÉNS!!

Francisco Castelo Branco disse...

llololol, situaçao tipica de primeiro namoro.

Olhamos para trás e vemos estes episodios que na altura nos deixaram "vermelhos".

mas eu acho que é com estes pormenores que as conquistamos.
Se fizessemos tudo certinho elas nao rir.

e é isso que elas mais gostam : que as façamos rir

abr

BS of Life disse...

As de plástico são as melhores. Não se estragam, perduram como o amor, que bonito.

Ela que não se queixe muito, que uma vez a mim ofereceram-me aquelas flores brancas que metem nos cemitérios... Também porque o moço pegou nas primeiras que encontrou.

:p

Diabba disse...

Pff e ainda dizem que eu sou forreta e coiso... ao pé de ti sou uma esbanjadora. Tu nunca mais tiveste que oferecer uma flor, essas ainda não murcharam, e só nesse dia é que ponderarás oferecer outro viçoso ramo. Poupadinho. hihihih

enxofre

Janita disse...

Afinal o que conta mesmo é a intenção e a vontade de festejar o acontecimento. Estupenda moçoila essa Rafeiro, que soube ter fair play. Também já deve saber com o que conta, ou não?
Já voltei, quando quiseres passa lá no meu cantinho.
Beijo

Marta disse...

Ahhhhhhh de plástico :)
O que tu querias é que durassem para sempre certo?

Há.dias.assim disse...

Rafeiro,
tu és tramado... andaste no teatro certamente. E ela agora que te conhece melhor não desconfiou que foi encenação?
Ah! o amor...
bjocas

MZ disse...

Hahahahaa...mentiroso!
O(s) 69 não te vais esquecer decerto...

Adorei o teu lado romântico!

Bj*

tialatas disse...

Rafeiro Perfumado!

Eu adoro flores de plástico! Regam-se 2 vezes por anos e estão sempre floridas! E não fiques intrigado. Há lá coisa pior do que mudar a água às jarras, apanhar as pétalas que caem e tendo um rafeiro em casa corre-se o grande risco de uma mijadela na jarra!
A tua mulher soube ver a longo prazo que o Rafeiro era de confiança.São os mais gratos e só vão uma vez por ano ao Vet levar as vacinas! Enfim, são de manutenção de baixo custo, amorosos, e dão muitos mimos.

Cumprimentos da dona do rafeiro Miró.

JMoreira disse...

Para acabar com a onda de paixão.....
Confessa, eram as mais baratas......
Longos anos a esse amor.

aespumadosdias disse...

Muito original parabéns. Eu no início também comemorava os meses, agora até me esqueço do aniversário. Acho que foi no final de Abril. Ela também já não se lembra.

MEU DOCE AMOR disse...

Raufff...béu,béu...

Raufbéujinho:)

AmSilva® disse...

Eh pah, essa coisa das coincidências de namoro e ordenado...
Mas gostava de ter visto a tua cara aquando a observação acerca da "natureza" das flores... eheh
Abraço

conchita disse...

Lol, que fofo!! o que valeu foi a intenção.
Bjs.

Salete Bet Cattae disse...

Namoro novo é bommmmm!Não tem flores de plástico no mundo que estrague a delícia que é namoro novo...principalmente quando o casal tem bom humor!

bjs

Graça Pimentel disse...

ahahah
Essa é mesmo de um homem.
Mas tudo acabou bem e isso é que importa.

beijo

Sónia Caires disse...

Olá Rafeiro!
Eu sou mulher e não ligo a essas coisas...de datas...de flores... o que interessa são os sentimentos.
O verdadeiro amor é mais que prendas...
Beijos

Táxi Pluvioso disse...

O namoro está muito facilitado agora com os electrodomésticos electrónicos, nunca uma data fica esquecida ou uma prenda por comprar (online), e até substituem o namorado naqueles dias de menor testosterona.

Olhos Dourados disse...

Que distraído, pá!

Nuno Medon disse...

olá! Eu atrevo-me a dizer que visionaste o futuro. Em vez de dares flores frescas, que murchavam passado dois ou 3 dias, ofereceste-lhe umas flores de plástico, que duram para toda a vida e que, a tua jovem ao olhar para elas, nunca se esquecerá daquele momento, e que de certa forma, acabou por ser romântico... e as mulheres adoram romantismo.

centro das marradas disse...

...não basta a originalidade dos teus textos, também o és nos ramalhetes de polipropileno...de flores, quero dizer...

paulofski disse...

Pois o que te safou foi a florista ter um raminho de plástico do mais florido que havia para os cabeças na lua!

Só sedas disse...

O sentido de humor e o riso salvam-nos das situações mais desconfortávies e delicadas... deve ter sido isso!