Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O típico tiro de gasolina seca

Começou a circular um e-mail que visa incentivar as pessoas a boicotarem durante um mês o abastecimento de gasolina na Galp e na BP, visando dessa forma desencadear uma guerra de preços. Como se os tipos não estivessem todos combinados...

Por muito voluntariosa e fofinha que esta iniciativa seja, nada me tira da ideia que quem lançou isto foi alguém ligado à REPSOL, CEPSA ou qualquer uma das outras sanguessugas do nosso meio gasolineiro.

Querem efectivamente provocar uma guerra de preços? Andem a pé, gordos do catano! Deixem de ir ao café de popó, preguiçosos da treta! Vão de transportes públicos para o emprego, finórios de meia-leca! Caso optem por estas medidas, então sim, estarei convosco de corpo e alma!

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

59 comentários:

Manuela disse...

Rafeirinho, é assim mesmo! Toca a andar e a poluir menos!
Beijinhos e um osso :)

Margot disse...

És capaz de ter dito a coisa mais acertada de toda a tua vida.

Sofia disse...

OPA à vista?!
Eu não vou participar em qualquer guerrilha, raramente abasteço o carro de gasolina na Galp e/ou na BP ;-)
Beijinho,
Sofia

Kapikua disse...

escusavas de ser tão rude comigo, eu não falei em boicote nenhum e começaste logo a chamar-me de gordo! Só porque estou com 10 kg a mais...

Estou contigo nessa luta, andar a pé tem de ser desígnio nacional!

Grande abraço

Tulipa Negra disse...

A pé, de bicla, de patins... Não só fazem descer os preços do combustível, como melhoram o estado de saúde.

(É impressão minha ou andas a usar muito o termo fofinho? Primeiro era o talibã, agora é a iniciativa... Começo a ficar preocupada!)

Beijos fofinhos :D

Janita disse...

É assim mesmo!
Nós portugas temos a mania da grandeza. Mais que brandos costumes, temos é preguiça. Leva-se o carrito até ao café da esquina, se se vai à máquina multibanco estaciona-se em cima do passeio em frente à dita e por aí adiante. Depois admiram-se do Governo pensar que nos sobra dinheiro, aumente o IVA, congele as reformas e corte nos vencimentos.
...Bem feita!...
Fica bem.

MRPereira disse...

Ir ao café a butes e dar uns passeiozecos a pé ainda vá! Agora para mim, demorar 30 minutos de carro ou 150 minutos de transportes (4, diga-se de passagem) para o emprego faz uma diferençazita, não achas?

Aquele abraço

Teté disse...

Que suspeitas tão infundadas! Afinal de contas porque é que essas gasolineiras teriam interesse em pôr a circular esse e-mail? Só para venderem mais e terem maiores lucros??? Impossível! Gente séria não age assim, muito menos a coberto de anonimato... :D

Vais estar de "corpo e alma" com todos os que começarem a andar a pé e a utilizar transportes públicos? Xi, pá, vê lá onde te metes... :)))

Beijocas!

Felina disse...

Eu aderi às energias renovaveis, adaptei o meu veiculo para energia solar, mas este inverno lixou-me tive de o adaptar para energia hidraulica...

ADLuxor disse...

Concordo! Até parece a minha mãe, tem de ir de carro para todo o lado e depois não gosta de andar. Eu ando todos os dias ou a pé ou quimboio! Ahahahah!

Abraço!

Vício disse...

de alma tudo bem, mas estar de corpo por causa das medidas...

the big fox disse...

tasse mesmo a ver que nunca namoraste no carro....é que certamente não é a mesma coisa num autocarro.... digo eu...
abraço

Imperator disse...

a pé ao café... tá bem... então e depois como é que mostravam o novo autocolante colado na traseira do para-choques?

S* disse...

Nunca ando de carro... mas eu moro numa cidade pequena. A pé, todos os dias, para o trabalhinho.

Cat disse...

Eu já ando a pé por toda a Lisboa, e de transportes, e coiso.
Só me falta mesmo passar a vir para o trabalho de bicicleta :P

beijos, Rafeiro

Tulipa disse...

Verdade! Tens toda a razão!

BS of Life disse...

Estou contigo, vão a pé, em vez de gastarem € nos ginásios.

Palavrinhas para ti no meu blog. *

AmSilva® disse...

Começou agora ?!?!?
Acho que esse mail já circula à muito tempo... pelo menos já faz tempo que o recebi..
Mas explicando assim de maneira simples...
Quem são os únicos fornecedores de combustível para Portugal ?!?
Depois funciona do tipo... quem fornece por exemplo aos hipermercados que têm bombas?!?!?
Gastem pouco ou muito... são os mesmo a receber, ainda tendo em conta que quem recebe a maior percentagem de lucro é.... o governo!!

Abraço

Rui Pascoal disse...

Isso é que é ladrar!...

JP disse...

Façam como eu, sempre que posso abasteço em Espanha!!

Gordinha disse...

lol mt bem :)

Anónimo disse...

Se por um lado tens razão, por outro não tens nenhuma.
Não tenho transportes públicos na minha área de residência e vivo praticamente no centro da cidade.

Abraço!

Pai da Vi

Little Tomato disse...

E mai nada!! Dá-le!! Tou contigo!!Aliás, assim que acabar o Inverno (aka chuva) vou de bicla pro trabalho!! Pumbassssssssss!

Piston disse...

O pessoal que envia estes e-mail tem um holograma no pulso.

Eu já não abasteço na BP e Galp há anos. E passei a andar muito mais de comboio.

Textículos disse...

Eu tive uma ideia melhor, instalei uma chapa de ferro na frente do carro, comprei uma cana de pesca e um super-mega-brutal magneto, agora conduzo o carro como se fosse um cavaleiro da antiguidade. Só não sei como recuperar o meu relógio que ficou colado ao imãn! :D

ajoaninha disse...

lolololol
epá concordo a 100% contigo! Mas não vou deixar de vir de rabo alapado na minha bela viatura para o trabalho... hihihi

aespumadosdias disse...

Agora já nem 20€ de gasóleo me dão para uma semana. Onde vamos parar? Quando é que há 1 manifestação a sério como foi no tempo do bloqueio da ponte 25 de Abril?

Espaço do João disse...

Meu caro.
Seu comentário bem oportuno.
Eu fui trabalhador da PETROGAL ( agora GALP ), e digo-lhe com toda a honestidades que as tretas desses E-Mail, não valem nada.
Todas as destribuidoras que operam em Portugal, abasteçem na Refinaria de Sines. Portanto o boicote às duas gasolineiras não vale de nada. O que vale , sim senhor é andar a pé ou de transportes públicos.As grandes superfícies que dão alguns descontos nas gasolinas, também se abastecem lá. A única diferença é que nos postos de abastecimento GALP.os aditivos são injectados na Refinaria. Nas outra gasolineiras, os "blendigs" ( mistura de aditivos) são de conta e rico das empresas respectivas. As Linhas brancas,(vendidas nas grandes superfícies) não levam quaisquer adiditivos de proteção, remetendo-se a GALP. a não se responsabilizar por lamas que daí advenham com as respectivs inconveniências para os motores. Inclusivamente as gasolinas para os motores a dois tempos, o óleo adicionado é de conta e risco das destribuidoras. Acontece que nestes casos como é uma adição de óleo para motores a dois tempos, as destribuidoras reservam-se ao direito de não adicionarem as quantidades adequadas, poupando assim neste producto. Acredito no boicote geral, mas também sei que nas localidades onde não há transportes públicos é difícil.
Repare que a Galp em Hespanha vende a gasolina mais barata porque é adquirida na CEPSA Companhia Espanhola Petróleos SA e, não via GALP. A marosca está bem feita. Em França deu Resultado , pois é autónoma. Nota:- Na Refinaria de Sines, a maior parte do producto refinado é consórcio com o estrangeiro, até o Tio Sam manda refinar em Portugal por ser mais barato do que refinar nos Stats.

Julie D´aiglemont disse...

Era o que faltava deixar de abastecer na Galp! Então e os pontos, ah? Ia eu ficar sem pontos no meu cartão "Fast Woman" (o facto de eu não rebater os pontos é absolutamente irrelevante).
Beijos.

Kruzes Kanhoto disse...

Pois! Mexam mazé esses cús!

Bola de Berlim. disse...

Apoiado. É assim mesmo. Tens o meu voto ;-) LOL
Beijinho

susana disse...

Eu já optei pelo metro desde o mês passado para ir para o emprego e sempre que posso ando a pé, evitando pegar no carro para distancias relativamente curtas.
Poupamos o ambiente, a carteira e o coração! Ficamos mais sexys! Só temos a ganhar!

Cortesã disse...

UMA das minhas resoluções de ano novo foi exactamente vir pro trabalho de transportes públicos! Assim a gasolina que gastaria numa semana dura-me quase um mês!

Inês disse...

Eu concordo completamente contigo!!!
Este tipo de boicotes não leva a lado nenhum como dizes.
Andem a pé,vão de transportes para o trabalho e para o café!!! Poupam uns trocos,faz bem à saúde e à carteira!!!
Mas o português tem que andar de carrinho para todo o lado!!!

Caia disse...

Para todo o lado não digo, mas para o trabalho não dispenso! lol

Sofia disse...

Sabes, o país não é só cidades e capital, em que há transportes públicos a qualquer hora e praticamente para todo o lado, há muito boa gente que para trabalhar tem mesmo que usar veículo de transporte, o que implica investir montes de dinheiro no tal veículo, na minha bela terra, só passa um autocarro 2 ou 3 três vezes por dia, apenas com um destino, e só em época escolar! Acho que a ideia de não abastecer nas grandes gasolineiras é óptima, cá para mim, ali no Pingo Doce da zona fica mais em conta... Bom Ano Novo e tenta ser um pouco menos impulsivo nas opiniões, há que pensar um pouquinho em certas coisas, e não sucumbir a desconfianças aparentemente infundadas... :)

Rafeiro Perfumado disse...

Sofia, penso que quem deveria ser menos impulsivo é quem faz forward destes e-mails, pois é sabido que não dão em nada, além de que abalam a credibilidade de outras campanhas feitas por este meio. Claro que há casos em que o automóvel é necessário, mas também te garanto que nos locais onde a rede de transportes é bastante boa há quem prefira ir com a peidola no carro do que sofrer os "horrores" de se misturar com o povo nos transportes públicos.

Beijoca! Não desejo bom ano porque o meu limite era dia 5, mas desejo-te um bom FDS!

gota de vidro disse...

Pessoalmente, acho mesmo que tudo é combinado....Ou não vivessemos num país de trafulhas...
Usamos o carro para tudo. Se parássemos de abastecer....Eles pensariam duas vezes. Mas a união não habita por cá...............

Jitos da gota

Joel de Sousa Carvalho disse...

Olá a todos os que vão ler este comentário neste blogue ou noutro muito bom como este. Pois é, estou encantado com todos estes posts bem feitos, quase que desenhados. Pois, eu gostava de fazer igual, mas não consigo. O meu dilema agora é cozinhar… A vida é dura e obrigou-me a morar sozinho, e a cozinha não é de todo o meu local favorito. Mas estou a tentar conhecê-la, mas as aventuras têm sido imensas. Fiz um blog humilde para colocá-las em forma de crónica pouco extensas. Gostava muito que todos vocês o visitassem e se possível o seguissem. É que tentar cozinhar e depois não ser ajudado, é algo muita mau.
Cumprimentos a todos!

http://tenhosalfaltamecolher.blogspot.com/

turbolenta disse...

O meu marido sempre que passa por uma bomba abranda um pouco para ver no painel o preço dos combustíveis e depois é sempre a mesma ladaínha: aqui é.... tanto e na da..... custa x...mas sem carro não passa.
Agora o que eu gabo é a pachorra de todos quantos fazem uma fila de quase meio km para abastecerem uns cêntimos mais baratos numa bomba ali ao pé do Almada Forum. Enfilam numa subida, vão no para arranca, arranca para durante largos minutos . Feitas as contas, já gastaram nesses minutos, mais que vão poupar no gasóleo ou gasolina.
O bom protesto e o realmente eficaz, seria se todos boicotassem o seu consumo. Mas isso é impossível,pois muitos necessitam mesmo de usar o transporte próprio. Pela parte que me toca, durante toda a semana só ando 3km por dia-Mas ao fim de semana gosto de dar uma "voltita" e como a pé não posso ir, lá uso o carrito.
beijos

Nanny disse...

Tu querias era ver a malta toda a pé!

Mas concordo que estas iniciativas não dão em nada... nem sequer há capacidade de mobilização para ter qqr efeito...

Beijocas rafeirote

Parisiense disse...

Eu até seguia o teu conselho, se tivesse um belo traseiro musculado de macho á minha frente.....agora 6 km a pé e em montanha é um pouco demais para as minhas belas pernas, e sem motivação!!!!!

Mas concordo contigo.....quantos só não levam o carrinho para dentro do café porque as portas do mesmo não dão.....

Beijokitas

Marta disse...

Eu cá assumo que vou de carro para o emprego, mas também não me queixo dos preço da gasolina. Cada um suporta os luxos que tem. De qualquer forma isto cheira-me a tanga, tipo a cena do açúcar.

Beijos

MEU DOCE AMOR disse...

Eu também.

beijo

Maria Santos disse...

Querido amigo canideo: Bom ano para ti, e para a tua jove tb! Passei por aqui para te dizer tambem que há 3 dias que utilizo os meus belos pés para ir trabalhar... claro que é aqui em "santiágua", se fosse para Santo André, chegava ali aos Escatelares e ja estava morta... são 16km... assim faço todos os dias 300 metros para aí umas 4 vezes por dia... é agora que vou ficar "enxuta"!!!!
Pronto, ja chega... festas nas orelhas...

AEnima disse...

Ah caracas... que estou a gostar ainda mais do rafeirote neste novo ano :)

Malena disse...

E para começarem a treinar para as caminhadas, vão fazer chichi numa árvore longe de casa! :P

Maria disse...

Andar a pé é óptimo.Na A3,dispenso!

paulofski disse...

Pois eu estou contigo de corpo e alma! Para ir para o trabalho, uso três meios de transporte: o metro, o autocarro e os sapatos. A bicicleta é a alternativa para ir a todo lado. A barriga e o bolso agradecem.

A Lei da Rolha disse...

Hà ganda rafeiro, pensas como eu...mas mexe-te, não te esqueças e tira o cu da cadeira do computador de vez em quando, tá?
Looooooolllll
abraço

LopesCa disse...

Transportes públicos são fixes ;)

ψ Psimento ψ disse...

AHHHHHHH não Rafeiro! Desculpa mas não, andar de transportes públicos em Portugal é um atentado à vida e à sanidade mental de cada um… De resto quero la saber eheheh o meu chaço é a GPL!! :p
Abraços.

Cadinho RoCo disse...

Bela reação em favor inclusive de uma atitude mais ecológica, pra não dizer limpa.
Cadinho RoCo

TM disse...

Pois... tens toda a razão... mas isto de fazer 100 km a pé por dia não dá muito jeito...

refemdabd disse...

Compre um carro que gasta 15 litros aos 100, e só consuma produtos GALP. Contribua para Portugal sair da crise.

Pedra disse...

Autocarro... depois barco. A seguir autocarro. Pelo meio uns passitos a pé. É assim o meu dia-a-dia há quase 20 anos (tou mesmo a ficar velha, bolas!!!) nas raras vezes que trago o carro (agora é só quando ele tem de vir à revisão e porque a oficina fica aqui mesmo ao lado) acabo por demorar bastante mais do que se vier de transportes. Com a agravante que não posso ler (eu fui das que ficou chateada quando o barco começou a demorar menos nas viagens... dez minutos a ler faz alguma diferença).
Adiante.
Isto para te dizer que concordo contigo em género, número e grau.
Beijos beijos
(e como conta Google já não tenho, fica assim mesmo)

Sara S. disse...

Há que dar o devido valor a um rafeiro que se preocupa com a terra onde habita e, enfim, onde faz outras coisas :) Cá da mnha parte também tenho um pouco dessa preocupação, pois não há manhã que não apanhe os madrugadores autocarros e o rico do metro que por vezes apanha alguns obstáculos ou tem algum problema pelo caminho. Por isso junto-me a essa campanha pelo ambiente! lol Beijinhos

Templedread disse...

Concordo absolutamente contigo Rafeiro e gostava de seguir essa alternativa, mas no local onde vivo, estar dependente de autocarros para ir para a estação de comboio significa sair da cama demasiado cedo e mesmo assim arriscar-se a não ter autocarro porque o senhor motorista adormeceu... E como a empresa de transportes é apenas uma, faz os horários que quer e quando quer. Limito-me a usar o comboio para fazer o trajecto Porto-Aveiro e os autocarros de Aveiro (porque estes dois funcionam), ou então nos dias quentes, ando de Buga. xD

André Gonçalves

Táxi Pluvioso disse...

Lá isso é verdade. Guerra de preços, francamente. E querem continuar a andar de carro, mas com gasosa mais barata. Acho que ainda não perceberam a situação do país, e a nossa, que lhe estamos atrelados.