Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Em certas coisas prefiro ter os pés assentes em terra

Levei nos últimos tempos umas pinceladas sobre o conceito nuvem, ou cloud, como preferem os entendidos. Em traços gerais, e se estive com atenção suficiente e copiei bem da wikipedia, trata-se de uma tecnologia que fornece serviços informáticos, desde utilização de software a alojamento de ficheiros, passando por outros termos que coincidiram com os meus bocejos, pelo que não os entendi bem. Isto traduzido para linguagem comum, a minha, significa que utilizamos ferramentas e fazemos troca de ficheiros não se sabe bem como e para onde. O normal, portanto, mas com termos mais giros.

Isto levanta uma série de questões que me apetece aprofundar. Será que em dias com céu limpo não temos acesso aos dados? E se os dados se perderem, quer dizer que por engano em vez de os termos enviado para a cloud os enviámos para o fog?

Por outro lado temos a rectificação de expressões populares como “andar nas nuvens” ou “ter a cabeça nas nuvens”. Se antes estas expressões significavam pessoas que andavam felizes ou simplesmente eram sonhadoras, agora vão indicar indivíduos que ou são defensores/utilizadores desta tecnologia ou alguém os tentou mandar para lá num anexo de e-mail, só que por erro seguiu apenas a cabeça.

Por último, os termos download e upload terão forçosamente de serem revistos, passando a serem conhecidos como chuva e evaporação, respectivamente. Digam lá que não fica no ouvido:
- Vou ali evaporar os dados financeiros da minha conta na Suíça.

Ficamos é sem saber se está a actualizar os ditos ou a prevenir-se contra uma investigação criminal.

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

42 comentários:

Teté disse...

Xi, pá, essa nuvem deve estar carregada de moscas tsé-tsé, que também adormeço ao ouvir/ler a linguagem técnica que a explica... :D

Afinal, não sou a única a olhar o céu! :)))

Beijocas!

Ana disse...

Se vais fazer evaporar dados financeiros da tua conta na Suíça, faz chover torrencialmente na minha continha. lolololol ;)))

Janita disse...

Gosto desta profundidade pensativa e levitativa com que começas o dia, Ó Rafeirinho!
Cá pra mim, ainda meio-adormecida e envolta em nuvens de remela, nem sequer percebi bem ao que te referes! Mas deixa lá que a culpa não é tua.

Deixa-te estar com os pézinhos e as manitas bem assentes no chão, porque quanto mais alto se sobe
maior é o trambolhão.

Agora diz lá que eu não sei rimar!

Uma grande beijoca para ti.

bee disse...

muito bem apanhado... e eu que de há uns tempos para cá não oiço falar de outra coisa, vou guardar estes ensinamentos sobre cloud. quem sabe não me serão uteis numa próxima reunião...

boa semana!

Textículos disse...

Isso quer dizer que o Antímio de Azevedo vai voltar à TV para nos informar de como a Web2.0 vai estar amanhã?

Boop disse...

Tens razão. Andar com a cabeça nas nuvens de repente vai ser altamente recomendável por professores catedráticos e afins!
Vão-se ouvir coisas do género: O que está a ler??? Não devia estar com a cabeça na nuvem?!?!

paulofski disse...

"O pessimista só vê o lado negro das nuvens e resmunga; o filósofo vê os dois lados e encolhe os ombros; o optimista não enxerga as nuvens, porque anda sobre elas." Quem o disse foi Leonard L. Levinsson. O gajo ia ali numa nuvem passageira.

Marta disse...

Eu uso uma "nuvem" onde tenho alguns documento que partilho em casa e no trabalho, mas se queres que te diga, desconfio um bocado do conceito.
Quanto às expressões, acho que as devemos manter, com ou sem conotação informática.
Beijos

Rui Pascoal disse...

A semana passada também andei entretido com os pincéis, quase me senti nas nuvens...
:)

estrela disse...

estamos sempre a aprender mas realmente nuvem (cloud)talvez não seja o nome mais apropriado!

Janita disse...

Raférito...atã na te esqueceste de nada??
Anda, vai lá...!


Obrigada!
Por seres um "Rafeiro" mais Gente que muita gente e teres um coração ainda maior do que tu. :))

+ outra beijoca.

Janita

mixtu disse...

eu ando sempre com a cabeça nas nuvens
jaja

abrazo serrano

Carolina Tavares disse...

Boa! Como sempre muito inteligente. Não esperava que o texto fosse ter o final que destes. Parabéns! Fez me rir...

E sabe de uma coisa... Para onde vai essa produção virtual toda? Com certeza para o espaço virtual, evapora, condensa, vira nuvem e chove.

Beijos

Jace Beleren disse...

Conta na Suiça? Só se fores pagar a dívida que tens naquela pastelaria que fica ali para os lados da baixa Lisboeta.

conchita disse...

Sinceramente também não entendi bem, na altura vi no telejornal a falarem disso, mas achei um pouco confuso, ou então eles não sabem explicar nada bem!!. Fiquei com uma vaga ideia, mas muito vaga mesmo!!. Mas o que é afinal cloud computing?, será que alguém consegue explicar num português simples?!!
Beijos e bos semana:)

Jace Beleren disse...

Se estivesse no teu lugar começava a cobrar as explicações... mas isto sou eu!!! Talvez efeitos da crise!!!!

Matilde disse...

Eu acho que é computação em nuvem, cloud computing.
Deve ser o Céu informatizado. Com tanta sacanagem que ultimamente grassa por aí, o Poderoso teve que se informatizar a fim de dar conta do recado não vá algum patife passar impune na hora do julgamento final. Acho; não sei.
Botões preguiçosos, isto é; com pouco trabalho, só mesmo em África. Aqui os desgraçados são uns mouros de trabalho. Fechadinhos de manhã até ao deitar.

Com simpatia.

M.

José Durães disse...

Se isso um dia acontecer, lá terei eu de passar a ir ao site do instituto nacional de metereologia para medir a largura de banda da minha ligação à internet.

carol disse...

Como será que diz o Duarte Lima? E o Dias Loureiro? E esses filhos da p... todos que roubaram quanto puderam e os deixaram e agora andam com a cabeça nas nuvens a pensar como se hão de continuar a safar...

Paula disse...

A verse cai uma chuva torrencial na minha conta em Portugal...
E se a crise sofre uma evaporação!

ψ Psimento ψ disse...

Bem mas que divagação por temas tão actualmente eruditos!! Gostei muito já tinha ouvido falar mas nunca fui investigar o assunto. Este teu blog é um mar de cultura e informação. Um abraço

tetisq disse...

O S. Pedro guarda agora a password do céu, em lugar da habitual chave.É isso!?

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Rafeiramigo

Bato no peito, convicto e reconheço, contrito, que há uma porrada de tempo que não vinha cá: Mas tu tens-me retribuído a atenção e o carinho.

Vamos, portantos (sem s) a factos. Dizes tu:

Por último, os termos download e upload terão forçosamente de serem revistos, passando a serem conhecidos como chuva e evaporação, respectivamente. Digam lá que não fica no ouvido:
- Vou ali evaporar os dados financeiros da minha conta na Suíça.


Ai fica, fica; no ouvido e nos ouvidos que por aí andam cada vez mais. E que não são os do Santana, a quem saiu a Sorte Grande. Ganda cena, bué da fixe!.

Prontos (também sem s), siga a crise. Ó malhão, malhão, que vida é a nossa; apertar o cinto, apertar o cinto e puxar a carroça...

Abç

Vício disse...

eu acho que se trata dum assunto muito nublado...

ellen disse...

Poissss...já te imaginaste a fazer certas coisas com os pés no ar? não dava lá muito jeito pois não Rafeirinho? ehehheeheh


Um biscoito para ti :)

Felina disse...

É agora que vai aparecer El rei Don Sebastiao... e finalmente seremos salvos... tenham cuidado nao o confundam com um vírus

Kok disse...

Depois da chuva, neve e granizo?
Não restam dúvidas que a informática mudou muita coisa.

Rafeiro Perfumado disse...

Teté, será que dão desconto de grupo para sessões de fisioterapia? É que isto de estar sempre a olhar para cima, não vá um ficheiro nos cair na cabeça... Beijocas!

Ana, só se forem dívidas!

Janita, se sabes rimar? Uma poeta de se lhe curvar! Vês, também sei! Beijocas!

Bee, só não digas que obtiveste a informação aqui, era capaz de denegrir a tua imagem profissional. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Textículos, se eu soubesse quem é esse tipo seria mais fácil responder-te...

Boop, e quando derem uma cabeçada, só quer dizer que tentaram aceder ao mesmo ficheiro ao mesmo tempo.

Paulofski, o Leonard era um bocado despassarado, não achas? Ainda mais porque me cheira que nessa filosofia o optimista andava sempre constipado, à conta das molhas.

Marta, e tens algum nome fofinho para essa nuvem, do género Nebulosa ou Algodosa?

Rafeiro Perfumado disse...

Rui Pascoal, isso soa tãaaaaaao mal...

Estrela, claro que não é, “sabe-se lá onde” era bem mais apropriado.

Janita, mas que grande falha a minha, felizmente corrigida a tempo. Espero. Beijoca!

Mixtu, és um visionário, portanto. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Carolina Tavares, a produção vai ficando no virtual, até um dia cair no esquecimento. Beijos.

Jace Beleren, eu bem sabia que aquele flash que vi ao correr para a saída não era um relâmpago...

Conchita, português simples não é comigo, eu sou contra o Acordo Ortográfico. Beijoca!

Jace Beleren (já não te respondi?), eu actuo movido por um sentimento absolutamente desprovido de interesses materiais, daí não cobrar nada. Isso e não conseguir que alguém me pague...

Rafeiro Perfumado disse...

Matilde, quer dizer que os patifes que forem hackers vão safar-se, não é? Basta-lhes penetrarem no sistema, substituírem a ficha deles pela minha e tungas, lá vou eu servir de guisado ao Belzebu. Beijocas abotoadas.

José Durães, se acertarem tanto como acertam na previsão do tempo, não te metas a fazer downloads de filmes.

Paula, estás cá com uma sorte...

Psimento, um mar, dizes tu? Olha que acho que anda mais na categoria de charco. Mas obrigado, jove! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Tetisq, e com a idade que o tipo tem, o mais certo é esquecer-se dela.

Henrique Antunes Ferreira, por esta altura já viste que eu curto é retribuir atenção e carinho, sempre em igual ou maior medida. E não invejes o Santana, o homem está habituado a andar rodeado de beldades, já viste o que lhe calhará em sorte na Santa Casa da Misericórdia? Abraço!

Vício, em vez de comprar uma expansão para a memória do meu PC estou a pensar instalar-lhe uns faróis de nevoeiro.

Rafeiro Perfumado disse...

Ellen, as coisas que eu consigo fazer com os pés e outras coisas no ar! ;)

Felina, só que em vez de surgir num Domingo surgirá quando existir um servidor com largura de banda suficiente.

Kok, e atendendo ao granizo que está a cair, até a nossa fisionomia pode mudar. Abraço!

Francisco Castelo Branco disse...

e ter a cabeça em fog?


podia ser uma expressão, era tirar o O. mai nada

Malena disse...

Porra! Agora é que vou desejar céu pouco nublado, de preferência limpo!!! ;)

tetisq disse...

Ai rafeiro, não digas isso se o São Pedro se esquece da password, perdemos o acesso ao céu e teremos que nos contentar com o quentinho do inferno, as suas cores vivas,as pessoas divertidas que foram encaminhadas para lá...seria uma pena...Ou então não...Esperemos que não seja 123456

Gata2000 disse...

Eu tenho ouvido isso dia sim dia sim, porque trabalho no meio de pessoal para quem parece que isso é importante, a mim o que me preocupa é quando eu perder uma foto minha um pouco mais descascada na net, vou recuperá-la onde, no espaço sideral, é que as núvens ouvi dizer evaporam.

Pitanga Doce disse...

Eu não me incomodava nada de evaporar os dados da minha conta na Suiça. Se fossem só os dados e se eu tivesse conta lá, é claro. No momento, da Suiça, nem relógios nem chocolates. É uma tristeza, pá!

Táxi Pluvioso disse...

E que dizer do provérbio "a candeia a espirrar, e as nuvens a chorar"; como é que ele ficará? agora que voltará, pois com as contas da luz, voltaremos às candeias (as famílias mais ricas, claro, que o azeite não é produto de primeira, nem segunda, necessidade).

Rafeiro Perfumado disse...

Francisco Castelo Branco, muitas pessoas têm fog na cabeça, tal a confusão que lhes reina nas ideias. Abraço!

Malena, e que os Deuses te concedam essa graça e que mores perto de mim!

Tetisq, tenho quase a certeza que a password de São Pedro é ******. E quem é que te contou a minha?!?

Rafeiro Perfumado disse...

Gata2000, tu tens fotos mais descascadas? Qual é o link?

Pitanga Doce, chocolates ainda se vão arranjando, nem que não seja nos saldos.

Táxi Pluvioso, se não voltarmos aos tempos das trocas directas já será uma sorte.