Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A minha peidola não é igual à tua, ok?!?

Que título porreiro para fazer furor nas pesquisas da Internet... infelizmente, se vieste aqui parar à conta dele, desengana-te, pois apesar do tema girar à volta de peidolas, não vai haver nada no texto que possa mexer-te com a libido. A não ser que sejas mesmo tarado, nesse caso deixa-te ficar por aí mas caladinho, que não tenho paciência para aturar gente da tua laia.
O cu. Tanta coisa que haveria a dizer sobre o principal cano de esgoto do nosso corpo, mas hoje não, pois quero simplesmente falar sobre uma das coisas que mais vezes lhe acaricia o rego. E se pensaste em outra coisa que não no papel higiénico, então fica sabendo que também estás englobado no aviso feito aos tarados!
É sabido que em indústrias que fabricam um produto simples, como é o caso do papel higiénico, existe uma luta tremenda para tentar distinguir uma marca da outra, como que tentando fazer esquecer o fim último do papel, que é mesmo limpar o cu, não me lixem com os embelezamentos ou eufemismos. Eles bem tentam jogar com a textura, com o perfume, com o número de folhas, com o padrão, epá, vai tudo parar ao mesmo sítio, garanto que não é por um papel ter cheiro a pêssego que o vou passar com mais cuidado no cu ou verificar se depois da passagem ainda conserva o aroma original! Já no que diz respeito à textura, eu quero lá saber se tem desenhos em forma de diamante, com a cara do Gansolino ou o raio que o parta, aquilo é para limpar, não é propriamente para ter uma experiência sensorial ou para ver que tipo de sulcos faz!
O mais estranho é que, no meio de tanta inovação, esquecem-se da mais importante: o cu em si! Estão a cair no erro primário da indústria, que é fabricar produtos que acreditam ser o que os consumidores querem, sem se preocuparem com aquilo que os consumidores realmente necessitam. E, tratando-se de peidolas, basta uma pequena observação (por vezes bastante demorada) para constatar que não há dois cus iguais.
Querem inovar realmente? Larguem lá o cheirinho a limão ou lavanda, esqueçam a textura em trapezóides, desistam de engrossar cada vez mais as camadas e concentrem-se na largura do papel! Sim, na largura! Porque se há por aí cuzinhos que uma tira de papel seria suficiente para recolocar tudo no estado original, há outros que nem com um rolo A3 dão conta do serviço! E depois quem se lixa é o consumidor, não é, que leva com produtos de tamanho padrão que não o satisfazem minimamente! E continuo a falar de papel higiénico!

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

54 comentários:

Ana disse...

E aquele papel higiénico da Renova que é preto?

Janita disse...

Credo Rafeirito,
que raio te aconteceu este fim de semana pra vires com essa má vontade toda com os cus?
Será que te deram cus-cus estragados?
Claro que não há dois cus iguais!
As pessoas só são parecidas na testa e no umbigo.
Para tua informação, caso não saibas, o papel higiénico quanto menos perfumado melhor, já a textura deve ser bem maciínha.
O pessoal, hoje em dia, sofre todo
de hemorroidal...

Beijiiinhos, boa semana!

Boop disse...

Ahaha
Papel áspero é que não!!!
Mas o fabricante abusa e faz aqueles que entopem qq sanita de tão espeços que são.
Seja como for - enquadro o papel higiénico como uma invenção mto útil! Não quero imaginar a vida sem ele!

difusosreflexos disse...

Já me ri, Jorge! e olha que acordei de cu para o ar e ainda é quase madrugada para mim, estou no p.almoço!

Pois é verdade, não há mesmo dois iguais, não que eu visse, mas desconfio!

Quanto ao papel e o seu tamanho, acho que estás desactualizado. Há papel mais largo, bem mais largo. Repara nos rolos usados em sítios públicos (quando há, claro)...
Sou contra os perfumados (faço alergia anal, ahaha, juro) e quanto à ser macio, ah.. isso aprecio, afinal já lá vai o tempo em que na casa dos avós, no campo, até folhas de milho serviam ...
Cores, só branco.

Boa semana
Beijinhos

PS. Não sabia que perdias o tino com uma simples pintura da Claudia.
Mas bom gosto não te falta.

Ciao

A Minha Essência disse...

Risos... nada como o papel do cão. Sim, aquele do anúncio, estás a ver? ;)

Oh céus!

Bongop disse...

A textura não é importante?????
Havias de limpar o teu rego com papel de fotocópia para saberes o que é bom para a tosse! Ou papel almaço. Ou papel de embrulho.
:P

Abraço

Maria disse...

Ahahah, deviam era fazer um papel com a cara de alguns políticos, o meu rabinho de certeza ficava bem limpinho, com as ganas que lhes tenho, gastava o rolo todo de uma só vez.

TM disse...

Realmente é verdade que a largura é importante... mas olha que a textura também não pode ser esquecida... Quem é que quer uma coisa demasiado áspera?

Maria disse...

LOLOLOLOL......
De facto, tens razão!
A largura pode ser fundamental. Falo do papel higiénico :)))))

conchita disse...

LOL!!!És uma moca!!Eu compro sempre do mais barato possivel, embora depois fique mais caro, sim, porque a espessura e a quantidade não é a mesma, mas custa-me imenso dar tanto dinheiro por uma coisa que afinal serve simplesmente para limpar merd...
A única vez em que estive tentada a gastar mais dinheiro nisso foi nuns da renova pretos, e pura e simplesmente porque gosto do preto, lol!!, mas depois concentrei-me e disse para mim mesma: "enxerga-te porque para o
que é não interessa a cor"!!!, e já agora como disses e bem o cheiro!!
Beijos:)

Rui Pascoal disse...

Quem disse que o tamanho, e a largura, não são importantes? Quem foi?
:)

Dom disse...

Eu cá não sou muito exigente no aroma.
Ainda se fossem lenços de assoar, mas o meu cu não tem olfacto. Importante é que seja macio.
Para os cus XXXL há sempre a possibilidade de usar as folhas da Dica. Até é bom, assim o cu fica a saber o preço da embalagem de asas de frango em promoção. lolol

Felina disse...

Se para ti a textura não é importante sem o numero de folhas, porque não limpas simplesmente ao jornal? ainda poupavas um dinheirinho e podias cortar a tua medida

cuca disse...

Assim que comecei a ler o texto pensei logo no papel higiénico. Vês, não sou tarada. Mas olha que se a textura do papel higiénico fosse do tipo "lixa" já te preocupava e aí pensavas duas vezes antes de o comprar, certo? Seria um papel higiénico com uma textura lixada...

Stuckinha disse...

Depois de tudo isto continuo sem entender o goste pelo papel higiénico preto. Textura, arome, largura, nº de folhas ainda vá lá, mas preto???? Não me convencem, nem mesmo a mim que adoro a cor preta.

Malena disse...

Oh Rafeiro!!!! Estás confuso!!! Vê-se logo que não usas papel higiénico quando vais ao jardim!!! Não é o cu que se limpa!!! É o olho do cu!!! Ahahahahah! Esse não exige tamanho XXL!!! Se bem que... Bom!!! É melhor raspar-me antes que saia mais asneira!!! :P

Anna^ disse...

Isto é que vai por aqui um post de caca!Quem diz que tamanho não é documento, nunca se viu numa aflição "à séria"!a textura conta ,claro, porque se se quisesse limpar o dito cujo em algo àspero, comprava-se lixa ao rolo!
Estas tuas crises existenciais estão cada vez mais refinadas. :D

beijoca

Teté disse...

Ora, esqueceste-te de falar dos rolos de papel higiénico colorido, que não têm mais préstimo nenhum que não seja o de combinarem efemeramente com os azulejos da casa de banho... e custam o triplo ou quádruplo de um outro rolo normal! ;)

A peidola que escolheste para ilustrar este post(e) é... como direi... avantajadinha!!! :)))

Beijocas!

AEnima disse...

eix pah... ler isto depois do almoco e' dificil... imaginar o tamanho do teu buraco para te lembrares de uma ideia destas! eix... :)

S* disse...

ahahah

O meu só não gosta de papel que arranha... de resto, tudo na boa.

Utena disse...

pronto venho cá e levo com a típica conversa de rabo... mania canidea pah

Paula disse...

Sim, à velocidade com que aumentam as folhas de papel (agora já são com folha tripla e sei lá), qualquer dia dão-nos uma lista telefónica, cheia de florzinhas desenhadas, com suavidade máxima e cheiro a violetas...
:)

FATifer disse...

Por mais que até possa concordar que o teu argumento das diferenças antropométricas seja minimamente válido, o que sugeres revela pouco consciência ecológica! :P

Abraço,
FATifer

Fê-blue bird disse...

Há cus e CUS!!!
Nunca tinha pensado nisto :))
Uma boa "inovação" para início da semana.

beijinhos :p

LopesCa disse...

LOL esses maiores podem usar... rolos de "CUzinha" ;)

Henrique Marques disse...

Rafeiro,
Mencionares que a textura não importa pode levar a crer que fazes parte das elites privilegiadas que nunca tiveram que limpar o rego com um papel higiénico que arranha o cú à malta.
Já a necessidade de uma folha A3 poderia levar à conclusão de que, para além de elite, é abastada.

Maria Santos disse...

Em tempo de crise até o papel hogiénico tem de ser poupado... defeca em casa e lava a peidola com sabão azul, sim, daqueles que é para lavar a roupa, e limpa á toalhinha!
Poupas no detergente, no papel e contribuis para a natureza, não cortando mais arvores! Claro que a agua é que nao se poupa... mas enfim... não se pode ter tudo!

Sandra disse...

Ó rafeiro...olha que já muitas vezes pensei em imprimir num rolo de papel higiénico uma cara ou outra de alguém por quem nutro um certo sentimento nada abonatório...é que a sensação de esfregar a cara deles com o resultado final de uma bela feijoada...humm...muito bom...portanto os desenhos podem ter um papel fundamental...
:)

sandrablogwithaview

Luis disse...

Meu Bom Amigo,
A ideia de imprimir nas folhas imagens de quem não gostamos parece-me óptima e se esta for mais espessa e larga (do tipo do papel de cozinha) ainda melhor!
Deve ter tido algum "azar" para se lembrar de fazer um post sobre tal motivo!
Um abraço amigo e solidário.

Vício disse...

já pensaste em escrever uma tese sobre o assunto?
se pensares nisso tenta não escrever muito para não teres de usar o grau aumentativo na tese...

Brown Eyes disse...

AHAHAHAHAH, Demais! Delirei e nunca tinha pensado nisso. Pois realmente que um dos grandes, necessita de uma limpeza com mais substância.

AmSilva® disse...

Acho que o papel higiénico foi inventado por um chinês...
é assim meio que mini...
e o tamanho das folhas pelo picotado???
Abraço!

carol disse...

Querido Rafeiro! Estás cada vez mais afinadinho nas tuas escolhas para tema dos teus textos! Este é daquela espécie de texto que se pode chamar "de merda" - na verdadeira acepção! Mas concordo contigo: a largura das folhas de papel higiénico é deveras importante e pode fazer a diferença!
Mas, já agora, acrescento outra sugestão que poderias enviar para a Renova: porque não fazer uma série de rolos de papel higiénico com a cara do PM ou, quiçá, do Vitinho das Fananças? isso é que ia ter saída!

Rauf! Rauf! Beijinho, beijinho!

BlueShell disse...

Isso é que é ter "o cu em grande conta"!!! hehehehehehehehh...está demais...meu querido refeiro...hehehehehehhe....

Só a ti lembram estas coisas...por isoo ´´e sempre um "supresa" vir aqui...nunca se sabe ...

Bj

Inês disse...

Aqui está uma boa observação. Se para a semana vires papel higiénico tamanho xs,s,m,l,xl,xxl,xxxl nas prateleiras dos hipermercados,reclama com o fabricante do dito, que muito provavelmente te terá roubado a ideia.

Bruno disse...

Meu caro,
Tenho uma triste noticia para te dar.
Quem manda no teu corpo é o teu CU.
Se um dia o teu CU descobre que é Português e pode fazer greve por tudo e por nada, tu está lixado, a maquina começa a parar lentamente e podes acabar por morrer cheio de ...
Por isso quando falas do CU, fala bem baixinho para ele fazer o trabalho dele sem stress.

Rafeiro Perfumado disse...

Ana, isso existe?!? Olha se o Javi Garcia descobre!

Janita, desculpa mas não acredito nisso. Há por aí cada testa que mais parecem pistas de aterragem, já no que toca aos umbigos, não conheço assim tantos. Mas o meu é fofinho! Beijocas!

Boop, claro que é um aspecto importante, mas não tanto como a largura! Se não existisse papel higiénico o mais certo era inventarem um desodorizante anal.

Difusosrelexos, sou muito selectivo quanto aos locais onde largo ADN, pelo que nunca me apercebi. Tens a certeza que não entraste numa cozinha por engano? Esses rolos são mais largos. Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

A Minha Essência, nem sei como é que os ecologistas nunca se insurgiram contra esse anúncio, aquilo é um desperdício! ;)

Bongop, olha que há papel de fotocópia de 100 gramas que é bem fofinho, além de te deixar o rabo lustroso! Abraço!

Maria, é melhor não, havia pessoal que lhes dava uso logo ali, no supermercado.

TM, não pode ser negligenciada, claro, mas o que quero alertar é que a questão da largura é objecto de cartel!

Rafeiro Perfumado disse...

Maria, pois claro, haverias de falar do quê?!? ;)

Conchita, já estive para comprar um daqueles rolos que têm desenhos de arame farpado, lâminas, etc., mas depois de ver o preço optei pelo de sempre! Beijos!

Rui Pascoal, na volta alguma marca de automóveis!

Dom, folhas da Dica nem pensar, sabe-se lá a cara de quem me passaria pelo rego!

Rafeiro Perfumado disse...

Felina, porque não quero misérias no meu rabo, ainda mais se envolverem perdas de subsídios ou aumento de taxas de juro.

Cuca, fico contente em saber que pertences ao grupo de não tarados que lêem este blog! Mas claro que importa a textura, simplesmente não se pode ignorar outros aspectos!

Stuckinha, ainda mais porque arriscávamos a pensar que ou estava limpo ou nunca mais ficava limpo!

Malena, e para chegar ao olho do cu, vais-me dizer que a distância é igual para todos, não?

Rafeiro Perfumado disse...

Anna^, esta minha crise deu-se numa estadia mais demorada no WC, quando à falta do Tio Patinhas me meti a olhar para o rolo. Beijoca!

Teté, mais simples e barato será pintar os azulejos de branco, e fico-me por aqui nas sugestões! Beijocas!

AEnima, pensa que de manhã seria bem pior, andar com a imagem de um buraco todo o dia era coisa para ser dolorosa! Beijoca!

S*, então deve adorar o papel de embrulho! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Utena, mas sem snifadelas, isso sim uma mania canídea!

Paula, acho que a indústria do papel higiénico deve ter os mesmo administradores do que a indústria de lâminas de barbear, é sempre a aumentar!

FATifer, pelo contrário, havendo papel higiénico A3, uma ou duas folhas resolviam a coisa, assim com a medida padrão certas peidolas só com muitos rolos! Abraço!

Fê-blue bird, nada de patentear isto antes de mim! Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

LopesCa, bem pensado, jove! ;)

Henrique Marques, a única elite que se cruzou na minha vida foi o filme Tropa de Elite, pelo que garanto que a democracia que governa a minha peidola deve ser semelhante à tua! ;)

Maria Santos, lavar o cu com sabão não é boa ideia. É que depois a malta descuida-se e é denunciado pelas bolinhas de sabão!

Sandra, não sei se essa ideia é boa. È que trata-se de dar razão quando se diz que certas pessoas só nos falta irem ao dito. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Luís, felizmente não foi nenhum azar, só mesmo uma constatação mais demorada do que tinha à mão! Abraço!

Vício, olha que quando estou no WC já cheguei a escrever coisas no papel higiénico, o que só vem demonstrar a qualidade de algumas das minhas ideias.

Brown Eyes, e com mais resistência, não vá aquilo rasgar-se e perder-se para sempre nos confins nadegais!

AMSilva, lá está, é tudo igual, queres mais provas que existe um conluio no papel higiéncio? Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Carol, já fico contente que eles não nos usem a nós para limpar alguma coisa, se bem que certas medidas me fazem sentir um autêntico piaçaba. Beijoca!

BlueShell, surpresa é, mas não garanto que seja agradável. Eu pelo menos divirto-me a divagar! ;) Beijoca!

Inês, desde que me paguem as respectivas royalties, não há crise!

Bruno, sempre que o meu CU se tenta armar em ditador, mostro-lhe uma embalagem de supositórios, amansa-se logo!

Ónix de Saturno disse...

Valha-me São Canídeo! Mas que blog mais divertido... ahahah

TERESA SANTOS disse...

Ah!!!!

Nem sei o que te hei-de aconselhar.
Uma folha de embrulho, daquelas enormes, castanhas, conheces?
Talvez essa dimensão fosse boa. O que te parece? Um tudo nada ásperas, mas...?

Ahhhhhh!

Haja paciência!...

Gata2000 disse...

Tens a certeza que querias mesmo falar de papel higienico?

60 Sinais disse...

Ora bem, eu não me posso queixar que em termos de tamanho o papel a mim serve. Mas no que toca a papel higienico gosto dele fofinho, que se quiser um rabo assado limpo com lixa ou um tronco de árvore. Compreender, não compreendo é papel preto, é para não se ver e reutilizar? Ultrapassa-me...

Boa semana*

BlueShell disse...

Amigo Rafeiro...hoje estou triste...
Vou a Coimbra levar o meu marido ao IPO...

Fica em Paz...

Bj

Táxi Pluvioso disse...

A maior invenção da humanidade foi o papel que realmente corta pelo picotado, coisa impossível aqui há uns anos.

Sérgio Pontes disse...

Lindo, adorei!

Rafeiro Perfumado disse...

Ónix de Saturno, divertido? Raios, e eu a querer dar um tom sério à coisa!

Teresa Santos, demasiado escorregadia para o meu gosto!

Gata2000, tenho, certeza absoluta!

60 Sinais, a mim também me ultrapassa, e pela direita, sem direito a pisca ou buzinadela!

Rafeiro Perfumado disse...

Blue Shell, espero que tudo corra bem, cara amiga. Beijo.

Táxi Pluvioso, um dia tenho de medir a distância do picotado, para saber se também aí existe cartel.

Sérgio Pontes, obrigado, jove, gosto de saber que aprecias um poste com tal conteúdo!