Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Torces o tanas!

É comum ouvir pessoas que têm discussões comigo dizerem “tenho de dar o braço a torcer”. Apesar de me alegrar o significado da expressão, de que são umas cavalgaduras e que nunca deveriam ter duvidado dos meus argumentos, fico a pensar que está aqui mais uma expressão parvinha, ainda mais porque estas mesmas pessoas fogem quando lhes tento agarrar o braço. Cambada de mariquinhas...

Se isto fosse levado à prática, o número de inválidos por esse mundo fora, só à conta de braços torcidos, ascenderia a umas boas centenas, sendo que só em Portugal seriam uns quantos milhões! E não será esta expressão uma reminiscência de tempos antigos, onde o erro implicava castigos corporais, tal como a sua irmã “dar a mão à palmatória”? Quer dizer, gosto de pensar que a sociedade actual evoluiu ao ponto de, quando alguém reconhece que está errado, um simples pedido de desculpa serve perfeitamente, pois quando a asneira é grande, o que dá vontade de torcer é o pescoço, não um mísero braço.

Por outro lado, temos aquelas pessoas de quem se diz serem “torcidas”, ou seja, terem um feitio complicado. Será que estas pessoas nasceram assim ou apenas desenvolveram o mau feitio por lhes torcerem repetidamente o braço ou mesmo outros apêndices? E agora que penso nisto, a minha mãe costuma costurar uns rolos para tapar as frestas das portas, que ela chama de torcidas. Querem ver que o recheio daquela treta não é areia, como eu sempre pensei?!?

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

35 comentários:

Teté disse...

O cão, coitadito, é que já ficou com os olhos tortos e a língua torcida! Será que entretanto ainda lhe torceste as patas ou ele afinal tem mau feitio e não as dá a torcer? Dúvidas e mais dúvidas, logo de manhã... :)))

Beijocas!

Dona Sra. Urtigão disse...

humpf

Teté disse...

PRIMEIRAS!!! nham, nham, nham, nham nham! :D

Isabelices disse...

Ahahahah

É sempre um prazer vir aqui!

Essa de não dar o braço a torcer toca-me de perto porque eu nunca dou segundo dizem! Porra pá os braços são meus certo?

Mas imagina só que certos hábitos perduravam nos dias de hoje como aquele de cortar a mão aos ladrões.... éramos um país de governo maneta!

Abraço

bee disse...

olha que muitas vezes até dava vontade de voltar a esses tempos e aplicar castigos físicos a quem se engana, ou a quem faz asneiras...

Maria Pitufa disse...

Estás a ver na minha zona somos bem mais simpáticos...aquilo a que a tua mãe chama torcidas, na minha zona são chouriços!! Muito melhor!!
O pior é que também na minha zona as pessoas "torcidas", são classificadas de outra forma... por exemplo em vez de dizeres "aquela pessoa é torcida" dizes, " aquela pessoa é enxertada em corno de cabra"!! E acho que já te aqui deixo muito para poderes divagar sobre esta expressão!!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Não dou o meu braço... e muito menos para torcer!

Vicio da Silva disse...

não fazia ideia que também tentavas agarrar braços! pensava que era só pernas e peidolas...

Marta disse...

Pois que eu nunca dou o meu, estou contigo, dou o tanas ;)

AVOGI disse...

Bem, tanto ouvi falar,melhor, tanto ouvi ler acerca desta personagem "rafeiro Perfumado" que ...eis-me aqui a prestar vassalagem ao rafeiro

Kis :=)

paulofski disse...

Ninguém gosta de dar o braço a torcer, agora o que está na berra é torcer o nariz!

Janita disse...

Acho que estás a ver mal as coisas, Ó Rafeirinho!
Mas quem, neste País onde todos são cheios de certezas e nunca se enganam...dão o braço a torcer?!
Dão o tanas!
Vais ver que na volta o recheio são pepinos.lol

beijinhos.

Ana disse...

Vão torcer o braço a outro, que o meu não dou!

FATifer disse...

Acabo de constatar o que me dizias em resposta ao meu comentário no teu texto anterior, o universo onde vives é deveras alternativo, até há lá “seres que reconhecem estar errados”, é mesmo fantástico! (sim que duendes e dragões ainda é como o outro :P)

Abraço,
FATifer

TERESA SANTOS disse...

Rafeiro (des)Perfumado,

Só um aviso à AVOGI.
Cuidado, olha que ele é menino para te torcer qualquer coisita!

Agora nós, Sr. Rafeiro.

Nunca deste o dito a torcer?
Ah, então (pensas que) tens sempre razão?!!!!

Ilusões, isso sim!

Abraço
E o braço bem torcidinho doi? Óptimo!

Teresa Durães disse...

são rolos das parvoíces dos demais

ψ Psimento ψ disse...

Reparo agora com estes ditados que temos uma certa tendência para o Sado-Masoquismo...
Abraços

LopesCa disse...

Bem que pensamentos retorcidos LOL

Kok disse...

A propósito disso o que sempre ouvi dizer é que:
há pessoas torcidas que nem cornos!
Expressões provinciais... (que evitam apelidarem alguém de fdp)
De resto, torças o que torceres, não serão muitas as vezes que aceitam os teus pareceres!

1 abraço, pah!

§-será uma língua daquelas que o vício procura?

Otário disse...

rauf!
feliz natal!

José Durães disse...

Após esta leitura, tenho a dizer que não vou dar o braço a torcer, mas que por outro lado também não torço o nariz perante este texto.

AmSilva® disse...

Será que isso tem alguma coisa a ver com o dito... de pequenino se torce o pepino??
Apesar de já tentei fazer isso na horta e o máximo que consegui foi partir... torci de mais??
Abraço

helia disse...

Um texto que nos dispõe muito bem !

DESIRE disse...

Muito eu gosto de me rir por aqui!
Bjs prometidos

Simplesmente eu... disse...

sou cusca e por isso vim aqui! ehehe
Já cá não passava há tanto tempo... E hoje precisava mesmo, mesmo de sorrir...

60 Sinais disse...

O que para nós significa que a pessoa apesar da teimosia se deixou levar pelos nossos argumentos fabulosos...deve ter um passado que explica muita coisa...como o portugues gostar de levar no focinho (ou no braço)

Táxi Pluvioso disse...

É um problema que os manetas não têm.

Rafeiro Perfumado disse...

Teté, se lhe torcesse alguma coisa era só para colocar coerência naquela tromba, tu viste bem como o moço tem a língua? Beijoca!

Dona Sra. Urtigão, toquei nalgum ponto sensível?

Isabelices, só maneta? Acho que mesmo sem mãos os tipos continuavam a ir-nos ao bolso! Beijoca!

Bee, nem me fales nisso, se um dia calha darem-me imunidade e um bastão de baseball, nunca mais volto a casa, de tanto malhar.

Rafeiro Perfumado disse...

Maria Pitufa, e esses chouriços também são fumados? E sinceramente vejo coisas bem piores nas quais essas pessoas podiam ser enxertadas. Olha, por exemplo num chouriço!

Especialmente Gaspas, mesmo se prometerem devolvê-lo?

Vício da Silva, é que pernas e peidolas são mais difíceis de torcer.

Marta, dizes isso porque não discutes comigo. ;)

Rafeiro Perfumado disse...

AVOGI, podes parar com a vénia, olha que nem todos são de confiança como eu. ;)

Paulofski, e em breve estará na berra torcer os bolsos, a ver se pinga algum.

Janita, essas pessoas que não se enganam nunca não têm recheio, pois são ocas. Beijocas!

Ana, nenhum dos dois?

Rafeiro Perfumado disse...

FATifer, são difíceis de encontrar, mas existem, que eu já os vi. Tenta, num dia de nevoeiro, andar numa estrada de sentido único, tens boas possibilidades de encontrar em sentido contrário quem se engana! Abraço!

Teresa Santos, juro que nunca dei o dito ou mesmo o braço a torcer. Quando me engano... espera, não sei o que faço, nunca aconteceu! Beijoca!

Teresa Durães, duvido, costumam ser fininhos.

Psimento, certa tendência? Eu começo a pensar que quem criou estes ditados era uma mente distorcida! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

LopesCa, tu assim insultas-me, pá!

Kok, alguns cornos são tão lisinhos, como é que podem chamar “torcido” àquilo? Abraço!

Otário, bom ver-te por aqui, grande abraço e feliz Natal!

José Durães, ainda bem, não gostaria que um texto tão simples alterasse o olfacto e a aerodinâmica a alguém.

AmSilva, ou então enganaste-te na cultura. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Hélia, raios, e eu a tentar que o pessoal ficasse com a barriga às voltas! ;)

DESIRE, mas baixinho, que há quem não goste de demonstrações públicas de agrado. Beijoca!

Simplesmente eu, estou a ver que hoje é um dia de regressos. Beijoca!

60 Sinais, a explicação para o comportamento actual dos portugueses acho que nem Freud conseguiria encontrar.

Táxi Pluvioso, desde que ainda tenha o braço...

LopesCa disse...

Eu???? Longe disso LOL

Rafeiro Perfumado disse...

LopesCa, não sei se fico convencido com esse teu ar inocente...