Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 26 de março de 2012

Eu, macho nojento, me confesso

Já por diversas vezes avisei quem tem o azar de cair neste blog sobre alguns conteúdos menos próprios de alguns postes. Alguém me deu ouvidos? Claro que não, isto está cheio de malta céptica, pelo que desta vez nem vou perder tempo a dizer que o que se segue é material potencialmente danoso para o bem-estar de quem lê. Mas eu que ouça uma queixa que seja, um e-mail mais enojado e nem sabem como elas vos mordem...

O Homem é um animal. Algumas vezes com repentes de racional, mas isso não lhe tira os instintos primitivos, os quais se revelam em múltiplas situações, como a jogar à bola, numa loja em saldos ou com um volante nas mãos. Ora se isto é verdade para o Homem, ainda mais o é para o homem.

E este paleio todo para quê? Para dizer que o homem, esse animal, tem sido aos poucos domesticado por outro animal, a mulher. Servindo-se do facto de serem giras, com vozes suaves e sensuais e poderem fazer greve de sexo, as mulheres têm conseguido ao longo dos tempos modificar o comportamento dos homens, por vezes atentando contra a sua própria natureza. E como? Além de utilizarem os recursos já descritos, fazendo cara feia, comentários depreciativos, tais como “que nojo, pá”, “não achas que já era tempo de cresceres”, “muito gostaria de saber quando é que te decides a deixar de fazer isso” e outros similares.

Tenho sérias suspeitas que, se não fosse pelas gaijas, ainda hoje andaríamos de gatas, mas alguma peluda deve ter dito “isso lá é maneira de andar? Sujas as mãos todas e depois quem limpa a caverna sou eu, não é?”, lá o homem teve de começar a adoptar uma posição mais erecta. Isso e para continuar a conseguir espreitar para os decotes das gaijas, que entretanto já andavam apenas em duas patas.

Esta perseguição feminina não dá tréguas, continuando ainda hoje a catalogar como “falta de educação” hábitos perfeitamente normais e até saudáveis do homem. Pois é a defesa desses hábitos que me proponho fazer, pois é altura da minha classe dar um murro na mesa. Devagarinho, eu sei, porque pode doer-vos a cabeça ou os vizinhos podem ouvir...

Tirar a ranhoca: claro que dito assim até parece uma coisa má. Mas se formos a ver bem, do que realmente se trata é “a eliminação manual dos excessos mucosos das vias nasais”. Dito assim, quem tem a coragem de fazer cara feia? E depois há a hipocrisia à volta deste gesto. Se a malta mete um lenço pelo nariz adentro até desaparecer o cotovelo, tudo bem, mas basta haver o menor contacto dum dedo desnudado com o nariz e Jesus! É quase o inverso da visão da Igreja Católica sobre fazer sexo com ou sem preservativo, uma vez que não está em causa o acto em si mas os utensílios envolvidos! Por último, lembro que a respiração é mais saudável quando efectuada pelo nariz, pois os pelinhos aí existentes retêm muita porcaria. Assim, tentem encarar a libertação dos macacos (quem pertença a uma organização de defesa dos animais até poderá encontrar nisto um simbolismo qualquer) como se fosse uma manutenção aos filtros do ar condicionado, operação essencial para o bom funcionamento da maquinaria.

Limpar o salão: também conhecida por “eliminação do cerume”. Não sei porque é que as mulheres implicam com isto. Estão sempre a reclamar que não as ouvimos, que não lhes prestamos atenção. Pois então encarem a limpeza dos ouvidos como uma tentativa da nossa parte em prevenir essas falhas, tornando o nosso sentido auditivo totalmente preparado e receptivo aos vossos gritos melodiosos e relatos sobre que roupa a colega de emprego levou na semana passada.

Unhaca gigante do dedo mindinho: em tempos também achei este hábito totalmente ultrapassado, mas agora está totalmente in! Uma unhaca proeminente e afiada é cada vez mais necessária, seja como garantia de conseguirmos agarrar o varão nos transportes públicos, seja para executar os dois hábitos relatados anteriormente. E claro, não esquecer factos actuais, como o aumento da criminalidade, que leva as pessoas a andarem com armas, e o advento dos jornais gratuitos, pois ter uma unha destas é a única maneira de conseguirmos sacar um exemplar com facilidade, sem meter 328 pessoas atrás de nós a bufarem, pela nossa falta de jeito.

Arrotos e peidos: ouçam, nem me vou alongar neste ponto. Se é o corpo que os despacha, só pode significar que estavam cá a mais. Boca e cu devem ser comparados a válvulas de segurança, que impedem o corpo de explodir pela acumulação excessiva de gases.

Coçar o escroto: aqui a atitude das mulheres é motivada pela pura inveja, pois lá no fundo também gostavam de ter umas bolinhas peludas para coçar (bolinhas delas mesmo). É sabido que o corpo humano é um autêntico milagre da criação, uma máquina perfeita, em que tudo tem uma explicação. Atendendo a isto, vocês já repararam bem no comprimento dos nossos braços e mãos quando o nosso corpo está erecto e em descanso? Pois é, as mãos chegam exactamente ali, onde elas estão, possuindo inclusive uma curvatura convidativa. Ora sendo o corpo uma obra de arte, seja da natureza ou divina, a única explicação lógica para que as mãos alcancem os tomates é que estes devem ser periodicamente coçados, e negar isto é negar a própria existência. De outra forma os nossos braços alcançariam apenas o umbigo, por exemplo, para remover o cotão acumulado!

Cuspidelas e afins: os machos que me desculpem, mas aqui não consigo inventar nenhuma desculpa, por muito cretina que seja, para justificar este comportamento. Com esta confissão, gaijas, se quiserem eu até seguro nos tipos que fazem isto enquanto vocês lhes arreiam forte e feio...

Roer as unhas e peles: vivemos numa época de escassez de alimentos. Se um tipo, a meio da tarde, optar por fazer um lanchinho de si mesmo, qual é o problema? Não estamos num país livre? E se por acaso o tipo em questão depois de arrancar um pedaço de si o cuspir, vejam isso como um acto de partilha, e não por ser um suíno digno de ocupar a primeira posição num matadouro ilegal!

Espero sinceramente que a leitura deste poste sirva para mudar muitas mentalidades, pois lá no fundo, os homens estão a limitar-se a serem homens.

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

PS: que fique bem claro que isto não é uma lista exaustiva, tenho a certeza que o bicho homem é muito mais badalhoco e consegue ter muitos outros comportamentos não presentes nesta pequena amostra

58 comentários:

Felina disse...

Estes instintos naturais também se aplicam aos rafeiros? sendo assim tu és Rafeiro ou rafeiro?

Teté disse...

Córror! Tens a certeza que estes comportamentos são humanos e não fruto de povos do Neanderthal?

Que sejam todos exclusivamente masculinos (tirando aquele de coçar o próprio escroto, por razões óbvias) é que me parece mais duvidoso... Especialmente no que toca às limpezas! Sinal de trânsito vermelho, descanso das unhacas fincadas no volante e na buzina e há que aproveitar o tempo livre. Claro que elas gostam menos de evidenciar os seus dotes, não vá qualquer gaijo confundi-las com a gata borralheira, e se por acaso topam alguém a presenciar os seus esforços de manutenção e limpeza, param. Mas retomam no sinal vermelho mais à frente, se toparem que o incómodo mirone virou noutra direção!

E o que há aí de gaijas giras e sexys, de bikini reduzido na praia a descobrirem que o cotão armazenado no umbigo já tem no mínimo 3 anos? Aí fingem que sacodem um pozinho de areia. Mais um bocadinho. E por fim, perante a ineficácia da limpeza, confessam-se muito encaloradas e lá se atiram à água para uma limpeza mais eficaz daquele cantinho da "casa"...

Isto não é fado, o Neanderthal é uma herança pesada para qualquer ser humano! O Freud devia saber explicar melhor que eu! :)))

Beijocas!

Textículos disse...

Só faltaram os "combos", duas ou três das que mencionaste em simultâneo. E ainda dizem que não conseguimos fazer várias coisas ao mesmo tempo. :)
Abraço

Diabba disse...

ahahahahahah ]:-D
Ora aqui está outro dos tais, daqueles que me enchem as medidas, e eu sou de medidas largas, qse no triplo XL. ]:-D

beijo d'enxofre

Maria Pitufa disse...

LOOOLL..O seja se as mulheres não existem a evolução da criatividade humana apenas tinha dado para vocês desenvolverem consolas de jogos, aspiradores não porque não havia mulheres a aborrecer por causa da limpeza, haveria máquinas de finos, mas não existiam refeições com mais de 2 condimentos que isso já dava trabalho...no fundo vocês tem que agradecer a vossa evolução ao sexo contrário...parece-me bem!

Bongop disse...

Os homens não se sentirão muito à vontade para te vir dar os parabéns por esta texto... é que por aqui passam muitos elementos do sexo feminino, inclusive as nossas esposas.
Depois um tipo entra em casa e leva com uma frigideira (ainda com óleo sujo) sem saber porquê!
Assim remeto-me ao silêncio de opinião...
:D

Abraço

SDaVeiga disse...

Adorei!!!
E mais ainda o facto de não desculpares as cuspidelas e afins e até te ofereceres p'ra segurar nos caramelos que fazem isso enquanto a gente os endireita!
Muito bem conseguida Rafeiro!

Uma boa semana a mudar mentalidades para ti!

Utena disse...

Queres um lenço para tratares disso?
Ou o contacto do meu psiquiatra?

Beijo e rosnadelas

tétisq disse...

E, decides escrever isto no dia em que me dedicas uma quadra?!?!

Bom já que fazes campanha pela porcaria dos homens resta-me defender as práticas de civilidade impostas pelas mulheres...Se não fossemos nós vocês seriam como o rei Luís XIV que em toda a sua vida tomou um único banho e não foi para se lavar, foi para se tratar, por prescrição médica o banho servia para revitalizar as forças...*

VdeAlmeida disse...

Assino ponto por ponto. :)
Basta de prepotências femininas!
Cedamos aos apelos da mãe natureza!

(agora vou ali para trás coçar-me, a ver se ninguém me vê, que não gosto que me chamem "pouco asseado" ou assim)

Anna^ disse...

Pois que não é uma lista exaustiva, não senhor, mas suficiente para nausear os mais susceptiveis.
(pôrra rafeiro,começar a semana enjoada não era propriamente aquilo que estava à espera...sim eu sei que avisaste mas, a porta estava aberta e eu entrei) :p

S* disse...

Roer unhas e peles é a única que não me enoja. Vício parvo mas também já sofri dele.

Pitanga Doce disse...

Caro Rafeiro. O que descreves é de um mau gosto desgraçado, mas se os gajos o fazem quando estão sozinhos e só eles sofrem as consequências e nem digo nada. O caso é quando numa roda de amigos, um "gentleman" destes, resolve coçar aquilo que quiser e tem em dupla, e logo a seguir cumprimenta a colega que acabou de chegar. Eu tenho vontade de esganá-lo e olha que nem precisava que ninguém o segurasse. Ia forte e feio pra cima do sujeito. Mas aí vem a turma do "deixa disso, Pitanga que ainda estragas a festa e teretetê" e eu fico por isso mesmo.

Ó rapazes! Contenham-se e deixem as mãozinhas dentro dos bolsos até chegarem à casa. Ficam tão lindinhos assim!

apenas umas letras disse...

olá. tudo bem? o que é certo é que se os homens fazem isso, algumas mulheres também o fazem no meio da rua. Pelo menos, eu já reparei nisso. O ser humano não é perfeito. Quanto ao que referes aí, eu evito fazer isso na rua. Quando quero cuspir, afasto-me, vou a um wc e faço isso num local apropriado, mas nunca no meio da rua. E também apanho certas bestas e desculpa-me o termo, a atirarem lixo do carro para a rua. abraço Nortenho.

Barroca disse...

Fazer um lanchinho a meio da tarde roendo as peles e as unhas? HILARIANTE! :D

Anónimo disse...

Modificar o homem????? é a mesma coisa de que tentares modificar um banqueiro(não estou a falar de bancários obviamente)para que ele deixe de comprar fatos na Savile Row em Londres no Anderson&Sheppard.
Elas bem tentam há mais de 5.000 anos e o resultado está à vista....

Capitão U-BOAT

São disse...

Como há uma teoria que defende sermos produto ET...talvez seja bom repensares, rrss

Fica bem

Mz disse...

Se o corpo pede, dá-se-lhe com educação, [escondes, disfarsas, retiras-te]por isso aprendeste a andar em duas patas.
Podes fazer tudo...
Agora roer as unhas... isso não é coisa de homem!

Bj

Luis disse...

Meu Bom Amigo,
Claro que a sua lista não foi nada exaustiva mas para começar não está nada mal... Realmente o "bicho homem"
caiu de "quatro patas" diante da mulher e já anda para aí uma banda feminina cantando que no futuro será ela quem governará o mundo! Cautela, portanto...
Um abraço amigo e solidário.

ψ Psimento ψ disse...

Eu sempre disse que gostar de homens tem as suas vantagens há muito maior entendimento no que toca a algumas destas manias. Aliás só um homem para entender porque que de vez em quando há necessidade de se dar uma arranjadela nas "bolas" :p

FATifer disse...

Não há falha na tua argumentação, que é excelente mas as “gaijas” nunca se vão dar por convencidas (por mera má vontade, claro!)

Abraço,
FATifer

Matilde disse...

Olá Rafeiro.
venho colocar este comentário aqui onde pertence, que por lapso deixei lá em baixo.

Este post vai fazer ficar-te grata eternamente. Muito obrigada.
Olha eu que pensava que tinha pouco menos do que um monstro ao meu lado, acabei de verificar que tenho a maior maravilha de gajo.
Não repara no meu cabelo, nunca se lembra de uma data importante para nós, vista o que vestir nem sabe que me mudei, se lhe peço para trazer ovos traz-me batatas, casaco na sala, gravata numa cadeira mas nada do post se lhe aplica.
Meu adorado Príncipe o que a Matildinha te vai adorar daqui para a frente.
Até mereces um beijo só por me abrires os olhos. :)

Matilde

Carolina Tavares disse...

Cresci a meio de três irmãos homens sendo eu a única mulher. Aprendi desde cedo como funcionam e sempre admirei o sexo masculino.

Agora na vida a dois o necessário fazer os ajustes, porque mulher também tem as suas necessidades, e na intimidade o ideal é que um amolde ao outro sem incomodar ou causar constrangimento, porque algumas coisas que tu falaste são naturais a ambos, mas podem ser feitas de maneiras diferentes.

Quanto a coçar o saco ou os tomates acho um charme, muito sexy mesmo.

NunoSioux disse...

Estou extasiado com tamanha falta de cultura machista da tua parte amigo Rafeiro.
Cuspir para o chão é e sempre será a forma mais moderna que o homem (moderno pois tá claro) arranjou para delimitar e marcar território visto que a capacidade de alçar a pata traseira está reservada aos canedíos e seria demasiadamente pouco ortodoxo tal necessidade de repetir esta acção nas 24 horas do dia.

Abraço


Ps: Já tens a resposta do MEO KANAL no sitio da minha TV (sitio foi descaradamente roubado aos irmões Zuquinhas.)

Au chocolat disse...

Peço desculpa de o estar a incomodar no seu blogue. Mas como comentou no blogue da Carolina Tavares, Café com Canela, num post em que foi visada uma frase por mim escrita, mas cujo meu direito de resposta e defesa foi apagado, impossibilitando-me de fazer mais algum comentário, convido-o se assim o entender e estiver interessado claro, a ler o que o escrevi sobre as interpretações das minhas palavras:
http://croissantauchocolattt.blogspot.pt/2012/03/eu-e-o-brasil.html

Com os meus melhores cumprimentos.

Sexy Couple disse...

E o que faz falta é animar a malta! Já dizia o outro...
Vamos também mudar mentalidades, parece-me bem.
É uma chatice esta coisa moderna de vivermos em sociedade, e estarmos sujeitos a estes constrangimentos criado por ela (e não só pelas mmulheres).
Eu gosto de homens e até concordo que devem ser livres, mas para os comportamentos badalhocos que referes, o meu conselho (eu sei que ninguém mo pediu, mas tem paciência, sim?) façam-nos de forma privada, pois a mulher ainda gosta de andar à procura do príncipe encantado.
Um beijo sexy,
Ana

AvoGI disse...

Rafeiro ó RAFEIRO
nós mulheres, ou pelo menos eu, temos bolinhas, só nao sao peludas
kis .=)

elvira carvalho disse...

Um horror tão grande que conseguiu tirar-me do marasmo "chatérrimo" em que mergulhei logo ao acordar e me fez lançar uma sonora gargalhada que deixou o marido a olhar para mim com cara de desconfiado.
Abraço

Marta disse...

Se queres que te diga, concordo com isso tudo menos a horripilante unhaca, é pá isso é que não!
Bahgggggggggg

LopesCa disse...

LOL acho q já tens uma boa lista :)

Rui Pascoal disse...

Da forma como te confessas, vais ver como elas te mordem...
:)

Um abraço!

nêspera disse...

Sou cusca, corei e apetece-me dizer que não acho nada disso nojento. Nem a unhaca... :D :D :D
Também adoro tira a ranhoca, limpar o salão, etc... só não coço o escroto, por motivos óbvios. Mas coço as mamocas... Devo ser ‘muita' esquisita ;)

turbolenta disse...

És o maáximo!
Só mesmo tu para me tirar do sério e fazer com que uns risos (sem serem forçados) tenham acompanhado a tua escrita.
ah...ah...
beijos rafeirosos

Alien David Sousa disse...

LOL

Cão, conseguiste fazer-me rir durante todo o texto.
Deixa-me sublinhar esta:

"peluda deve ter dito “isso lá é maneira de andar?!

LoooooooooooL Muito bom

Sabes, tens toda a razão se não fossem as terrestres este planeta era uma grande bosta, não é que não o seja, mas seria uma bosta diferente.
Não vou comentar ponto por ponto , mas dou-te os parabén por teres mencionada comportamentos que graças às humanas se encontram em vias de extinção...espero.

És um cão marado, mas inteligente
Beijinhos da amarela

Kok disse...

Achas mesmo que os homens adoptaram uma posição mais erecta porque foram obrigados pelas mulheres?
Eu acho que foi mais pela consequência de existirem peludas do que por uma exigência feminina.
Mas cada um...

Sim, apoio essa ideia das válvulas de segurança corporais; mesmo porque as utilizo com frequência.
Mas a inferior tem um "senão": a impossibilidade de lhe ser acoplado(*) um filtro odorífico. É que às vezes um gajo nem pode estar ao pé de si próprio!
Buffffff

1 abraço!

(*)isto de acoplar pode ter implicações várias, daí que seja necessária muita atenção ao que se passa nas "nossas" costas...

Anónimo. disse...

Rafeirinho, este ataque constante ás mulheres,já começa a aborrecer.
Que eu saiba a primeira mulher a ensinar essas regras de boa educação
é a mãe. Para mim tudo o que enumerou, não ,é só badalhuquice mas uma grande faita de boas maneiras.
Um beijo.

Graça Sampaio disse...

De mais!!! Não faltou nada! Que retrato fiel! Fiel, disse eu? Ou deverei dizer rafeiro?....

Beijinhos rafeirosos...

Vi (Gata Preta) disse...

Caro Rafeiro, querido, fofinho, simpático e asexuado rafeiro (porque o rafeiro ultrapassa essas questões de sexismos e coisos)...
certa vez, em certa aula, sendo a minha vida académica diversa, em 50% do tempo fiz parte de turmas em que as gaijas eram uma miragem. Tipo eu e mais uma, quando tinha sorte... não é diferente agora.
(Muitas vezes passei a ser chamada de "Vero", mas nunca consegui peidar ou tirar verdinhos do salão na presença dos ditos "matchos"...) mas ainda no outro dia , um exmo, apanhou as gajas de costas voltadas, mete a mão DENTRO DAS CALÇAS e puxa do material pra cima, a arruma-lo, em plena sala de aulas...após uma ida ao wc. Ora bem, ... incapaz de comentar o que quer que seja nesta façanha, deixo-te a imagem mental para reflexão...
Gajo que ´gajo arrota, peida (com alguma elegância - o peido tipo eco na caverna não está nesta categoria), tira o macaco e joga pla janela (antes um gajo a tirar um macaco do que a ressonar cm um porco por ter o nariz todo cheio de verdete)... and so on...

Cumps e lambidelas **

Rafeiro Perfumado disse...

Felina, alguns sim, mas em privado.

Teté, vê-se logo que não andas de transportes públicos, verias isto e muito mais! E achas que o Freud também não se peidava à grande e à francesa? Beijocas!

Textículos, gosto de deixar uma margem para a imaginação, se bem que pensar num tipo com um dedo metido no nariz, outro na orelha enquanto roça os tomates no canto de uma mesa pode ser chocante.

Diabba, pelo menos já somos dois a divertirem-se com o texto! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Maria Pitufa, claro que agradecemos, simplesmente uns agradecem mais do que outros. E nem todas as evoluções são boas...

Bongop, e fica contente se o óleo não estiver a ferver. Depois conversamos sobre como sabemos que isto é a pura verdade... Abraço!

SDaVeiga, até eu tenho limites, e certos comportamentos são tão cretinos que nem com imaginação podem ser desculpados. Beijoca!

Utena, psiquiatra? Pensei que não “usasses” médicos! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Tétisq, vais-me dizer que o médico que lhe prescreveu o banho era uma mulher...

VdeAlmeida, nada de ir lá atrás, é já aqui, como prova que não cedemos às pressões do cromossoma X!

Anna^, quem te manda não seguir os meus conselhos? Bem feita!

S*, eu bem tento largar, mas sou tão delicioso...

Rafeiro Perfumado disse...

Pitanga Doce, pelo menos a coçadela ainda é por cima da roupa. Pior é aqueles tipos que vão ao WC e não lavam as mães, aí o contacto é directo! Quanto ao deixar as mãos nos bolsos até chegar a casa, era capaz de dificultar a condução...

Apenas umas letras, ainda ontem levei com uns plásticos vindos do carro da frente. Bestas? Aquilo são uns protozoários, é o que é. Abraço!

Barroca, também válido para outras refeições, dependendo do tamanho das unhas e peles.

Anónimo Capitão U-Boat, em várias coisas têm conseguido, eu em 3/8 das vezes já meto a tampa da sanita para baixo.

Rafeiro Perfumado disse...

São, existe outra teoria que defende sempre termos sido assim, pelo que a importância que lhe dou é igual. Beijoca!

Mz, sim, no caso do homem deveria ser roer as garras! Beijoca!

Luís, no futuro? Já são elas que governam, simplesmente muitos homens ainda não se aperceberam. Abraço!

Psimento, garantidamente que entre homens não se ouve “tinhas de fazer isso agora?”. Elas não sabem o drama que é ir para uma reunião e sentarmo-nos com o material desarrumado. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

FATifer, nem convencidas nem desistirem, enquanto não nos virem todos com um lacinho não descansam! Abraço!

Matilde, fico contente em contribuir para o reforço da tua relação. Se bem que eu ficaria preocupado com a troca dos ovos por batatas... beijocas!

Carolina Tavares, lembro-me de um amigo que casou e a quem eu perguntei como estava a correr. Ele disse “é fantástico, temos é de fazer cedências. Eu gosto de evacuar com a porta toda aberta, ela fechada, pelo que resolvemos passar a encostá-la”. Quatro meses depois estavam separados...

NunoSioux, falo por mim, mas acho muito mais natural a demarcação do território pelo esfreganço do corpo nos limites do mesmo do que isso das cuspidelas e mijadelas. O chato é que lixa a roupa... quanto ao MEO, obrigado, tenho mesmo de investigar aquilo. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Au Chocolat, espero que o assunto tenha ficado resolvido. Beijoca!

Sexy Couple, o problema das mulheres é que de tanto procurarem o príncipe esquecem-se que vivemos numa república. Beijoca!

AvoGI, facto pelo qual não passa um dia sem que eu agradeça aos céus! Beijoca!

Elvira Carvalho, tira-lhe a desconfiança, imprime e mostra-lhe a sua lista de defeitos! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Marta, não digas isso, então quando ainda conserva restos das limpezas corporais, um mimo!

LopesCa, sim, mas nada exaustiva!

Rui Pascoal, me confesso o tanas, vos exponho! Abraço!

Nêspera, e tens outra grande qualidade, que é seres sincera e não ocultares o que quase toda a gente faz. ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Turbolenta, eu consigo ter essa reacção ao ler o memorando da troika! ;) Beijocas!

Alien David Sousa, infelizmente são comportamentos que se vão refinando, mas não se extinguem. E concordo contigo, um mundo sem mulheres seria um mundo sem qualquer interesse e cheio de suicídios. O meu era o primeiro! Beijocas!

Kok, obrigado por me fazeres ficar com a imagem do filtro acoplado! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Anónimo, então eu enumero aqui os hábitos nojentos dos homens e achas que estou a cascar nas mulheres? Gosto tanto delas que até casei com uma! Beijoca!

Graça Sampaio, fiel também se aplica, pois a bigamia é um dos hábitos a que ainda não cedi! Beijocas!

Vi (Gata Preta), tu chamaste-me simpático?!? E obrigadinho pela imagem que partilhaste comigo, foi simpático da tua parte. Só não percebi é como, estando as mulheres de costas, tu conseguiste uma visualização tão completa... Beijocas!

bee disse...

pobre homem! sempre a ser espartilhado pelo sexo oposto...

Vítor Fernandes disse...

Cá em casa, quando ela faz greve de sexo eu comporto-me como um fura greves.

Sandra disse...

As mulheres fazem quase isso tudo...mas apenas com as paredes como testemunhas!!!
Mas há uma que é exclusiva de homens e cães raefeiros ou não...que é a relação directa entre um poste ou tunel e a vontade de alçar a perna e fazer um chichi...explica lá essa Rafeiro!!
:)

▒▓█► JOTA ENE disse...

Desculpa RP, mas o 'dog' da imagem é lindooo!

Abç

Xs disse...

bahhh
Que post da treta!
:)

Boboquinha disse...

O problema não é fazer, é o timming e alguma falta de classe na coisa LOOOL ;)

Táxi Pluvioso disse...

Os homens agora perfumam-se e depilam-se, embora continuem contestatários, segundo o José António Saraiva.

Rafeiro Perfumado disse...

Bee, é a nossa sina...

Vítor Fernandes, e não encontras a resistência de piquetes?

Sandra, não sei explicar, pois garanto que não padeço desse mal, prefiro de longe as jantes dos carros!

Jota Ene, a dificuldade foi na escolha do mais “lindo”! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Xs, são todos, pelo menos não me podem acusar de ser incoerente!

Boboquinha, e o local onde o fazem, igualmente!

Táxi Pluvioso, perfumarem-se percebo, já a parte da depilação faz-me uma certa confusão. Gosto muito dos meus 18 pêlos do peito...

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ vente viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ acquistare viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra generico