Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Fátima meets Caldas da Rainha?

Fui bombardeado nos últimos dias com reportagens sobre Fátima e o culto que existe à sua volta. Antes que comecem a juntar lenha para a fogueira, deixem-me dizer que não só respeito quem tem fé como os chego a invejar, pois em alturas de aflição ou de desorientação, têm ao que se agarrar, ao passo que pessoas como eu apenas encontram conforto na lógica, e nem sempre com grandes resultados.

No entanto, claro que existem pormenores que me prendem mais a atenção e despertam violentamente a minha veia inquisitiva, neste caso a figura dos ex-votos. Pelo que percebi, trata-se do pagamento de uma promessa, através da oferta de algo que represente o milagre ou graça obtida. A minha questão é: quando alguém vai agradecer a cura da impotência sexual, oferece o quê?

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

58 comentários:

Orquídea Selvagem disse...

heheheh
Passa antes pelas caldas e leva... eeeeee... leva inspiração para agradecer ainda com mais fé!!

Beijinhos de fé em ti :)

Portuguesinha disse...

O que quiser.

the big fox disse...

ó meu bom amigo,
diz o que te preocupa
que não farei qualquer juízo
pois certamente não é tua a culpa

mas ofertas para essa cura
em muitas podemos pensar
mas a melhor de todas
é continuar a rezar

para se não acabar o "rancor"
em altura de necessidade,
olha que não há remédio nem cura
para o "mal" da idade

mas sempre podemos pensar
em novas motivações
andar sem qualquer problema
na praia (até de nudistas) sem calções

abraço

Imperator disse...

deixas lá uma velinha com um formato... fálico... :P

embora isso de comprares a boa louça das caldas é fomentar a aquisição de material fabricado em Portugal, o que é bonito...

Ana disse...

Um comprimido de Viagra em cera.

Tio do Algarve disse...

Deve haver uma relação entre o tamanho da promessa e o ex-voto...Quanto è forma do mesmo, não parece haver dúvidas!

Ti Coelha disse...

oh... hum... boa pergunta... é que não me ocorre nada que não venha a ferir susceptibilidades. Oh espera! Uma cara sorridente de satisfação?... Não..? hum...

Vício disse...

quem sabe se pagam a promessa, em vez de irem de joelhos, vão de gatas e de marcha atrás...

L.O.L. disse...

A orquídea Selvagem tirou-me as palavras da boca.

Maria Pitufa disse...

Confesso que pensei exactamente o mesmo que o imperador!! :)

Vic disse...

Sabes que essa é de difícil resposta. Uma pessoa tem que passar por elas...

Maria disse...

Hummm, um vibrador ?! mas sem pilhas claro !

Textículos disse...

Um bracinho! :)

Rui Pascoal disse...

A embalagem do Viagra?
:)

Rainha ST disse...

O problema é que ninguém admite esse problema, são todos muito viris.

elvira carvalho disse...

Um cérebro. Afinal não se diz que o homem só pensa em sexo?
Um abraço

Teté disse...

Essa é fácil! Oferecem uma vela da própria altura, na esperança que a promessa ainda dê novos frutos... :))

Beijocas!

bee disse...

gosto de pensar que leva uma caneca das caldas. parece-me apropriado :)

S* disse...

Pois... os car*lhos das Caldas deve ser uma boa oferta. lol

Carolina Tavares disse...

Um pênis ereto.

Coruja disse...

FÉ!
Apenas FÉ, que é uma energia que se manifesta e obra sem necessidade de qualquer objecto. Basta fechar os olhos.

E, pelo sim, pelo não, vai ao Sexólogo mais a sua cara-metade!

... penso eu...de que...

FATifer disse...

Sem dúvida uma pergunta pertinente a que deixas, na mesma linha perguntaria o que deixou o treinador do fcp (que segundo consta foi lá a pé agradecer o título)?

Abraço,
FATifer

Inês disse...

Será que existem velas com a forma dos caralhos das caldas????

tétisq disse...

Um daqueles frades das caldas, que só quando se lhes puxa pelo cordelinho é que nos apercebemos do tamanho da sua fé...*

Marta disse...

Imagino que ofereçam uma vela do tamanho da pessoa mas em formato...fálico...completamente fálico...digo eu :P

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Rafeiramigo

Só o pudor e o recato me impedem de responder. Mas, sempre digo que era o caso daquela madre superiora a quem uma beata ofereceu um paio de lombo e que logo comentou: «se não fosse o cordel...»

Abç canino

AvoGI disse...

se calhar uma cabeça não é em vao que se diz que o homem só pensa em sexo; ora se só pensa... deve levar a cabeça
kis .=)

Anónimo disse...

Nem val a pena responder a tamanha parvoice.
Com a fé de cada um não se brinca.
Que nossa Senhora lhe valha.

pássaro viajeiro disse...

A Fé nada mais é que uma esperança alicerçada na concretização de uma, ou mais, expectativas.
De uma maneira ou de outra, nunca soube que em qualquer parte do mundo, de qualquer cor ou crença, quem as não tivesse.
Logo, sou absolutamente contra quaisquer tipos de ironias sobre religiões, quaisquer que elas sejam.
Mas não sou contra o humor sobre religiões.
O que manifestamente não é disso que trata o post

Vera, a Loira disse...

Uma mãozinha de cêra? (A direita, de preferência)

Jose Torres disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jose Torres disse...

Tive que eliminar tanto erro de português. Mas, então aqui vai o que já devia ter ido:
Como diz a "tétisq"... bem, se não for um frade, este sempre necessita do instrumento para receber as criancinhas que "hão-de vir até mim", que seja um boneco qualquer,
MAS... Se tem um cordelinho pode até nem ser um frade mas um cordelinho de uma freira (do Tampax)
Há sempre um mas, mais grandioso o tacanho...
MAS agora não posso dizer mais.
Não vou muito à bola da fé que se compra com cera... e faz “milagres” com a crendice popular, (alguém que me aponte ou indique um ser mais ou menos erudito que tenha observado um milagre ou o descreva).
O meu caso. Toda uma vida fiz cera e não estou assim tão bem na reforma.
Até um FDP dum desconhecido me rouba na reforma e subsídios.
Se tivessem feito o Freeport no local da azinheira ou do pinheiro, ou lá do que era, (onde apareceu o fotógrafo a arrebanhar ovelhas) já não existia tanta FÉ e não era feita aquela obra farónica que nem o Ramsés II, aquele iluminado pelo sol, que não aquenta nem arrefenta o nosso homem das homilias (o Gaspar, ou Gaspacho, até já lhe troco o nome).
Mas sempre é melhor queimar a vela que outra coisa...

Mz disse...

A impotência sexual é um problema muito sério e que atinge muitos homens independentemente da idade.
No que respeita a fé, o que se pede em graça abrange um cem número de causas que apenas a cada um diz respeito. Muitas graças pedidas são segredos que jamais se revelam, provavelmente esta da impotência sexual será uma delas.
Quem tem por hábito recorrer à fé sob todas as manifestações, muito concretamente esta que aqui expões e muito bem, porque até tem alguma razão de ser, a forma fálica é de todo a mais lógica. MAs acho que iria causar algum constrangimento.

Penso que uma vela do mesmo tamanho em comprimento e espessura da graça obtida iria resolver muito bem.

Alien David Sousa disse...

LOL
Uma caixa de viagra?
Beijos cão

O BLOG DE UM HOMEM disse...

gostei do blog!

visita o meu blog e dá a tua opinião:http://oblogdeumhomem.blogspot.com

Maria Flausina disse...

Até à última linha havia uma vozinha que insistia no meu subconsciente: "Mas onde é que Fátima encontra as Caldas da Rainha? Querem ver que o tempo que passou ao sol, na feira do livro, fritou de vez o miolo ao Rafeiro?".
Afinal acaba tudo bem e Fátima encontra as Caldas mesmo no fim, com direito até a uma bela aparição em cera.

Close up! disse...

Para quando um passatempo no Meet & Greet aqui no Porto, pá?
Quero um livro autografado!
Não é só andar a fazer-te publicidade, sem ter direito a pelo menos ouvir o teu ladrar simpático (ou não!)
Já foste ver o nosso último passatempo?
http://close-up-blog.blogspot.pt/2012/05/passatempo-agarrem-me-ou-dou-cabo.html
:)

Graça Sampaio disse...

Ó balha-me deuzzzzzz! Este homem não existe! Teve de ser inventado! E depois o requinte do título... Não havia nezezidadezzzzz

Rauf! Rauf! Auuuuhhhhhh!

nómada disse...

Caro Rafeiro,

Vou dizer-te o que eu faria... ofereceria o que bem entendesse e não ficava a pensar muito sobre o assunto. Infelizmente há sempre aqueles que nunca ficam satisfeitos com o que se dá ou a quem se dá e assiste-se muitas vezes a cenas de ingratidão. Por vezes demais.

Malena disse...

Já vi muita pila de cera, pá! :P

Malena disse...

Vera, e os canhotos, pá? :P

Kok disse...

O que oferecem não sei.
Mas acredito que o que oferecerem não deve ser nada que se derreta com o calor!
É a minha ideia...

1 abraço!

Jaime A. disse...

Penso que se deve ficar pela intenção: a imaginação "au pouvoir".

Márcia Lourenço disse...

ahah, adorei o teu comentário no meu blog. nota-se que és um homem cómico. assim ainda me dá mais vontade de te ler :)

Táxi Pluvioso disse...

Fátima é melhor que a Autoeuropa. Se tivéssemos 10 Fátimas o PIB seria melhor que o alemão.

Rafeiro Perfumado disse...

Orquídea Selvagem, não preciso de ir às Caldas para arranjar essa inspiração, basta ir tomar banho! Beijocas agnósticas!

Portuguesinha, mesmo que seja uma estátua de três metros de um demónio?

The Big Fox, preocupa-me tanta coisa, felizmente nessa área ainda estou intacto. Mas também me preocupa o comércio à volta de uma religião que tinha tudo para ser maravilhosa. Assim? É apenas mais uma seita. Abraço!

Imperator, formato fálico todas elas têm, e com grossuras para todos os gostos. Até o pavio me faz lembrar o fio dos tampões!

Rafeiro Perfumado disse...

Ana, existem aquelas velas mais achatadas, pintadas de azul até passavam por isso. O pior é se depois algum padre a papava.

Tio do Algarve, então aquela malta que leva velas com mais de um metro, quer dizer que...

Ti Coelha, não tem de ser sorridente, há outras expressões que mostram satisfação.

Vício, em certas posições não sei se a fé os consegue salvar...

Rafeiro Perfumado disse...

L.O.L., não sejas queixinhas!

Maria Pitufa, sua tarada...

Vic, eu prefiro passar sem essa experiência...

Maria, sim, as pilhas eram capazes de fazer um efeito estranho lá no crematório das velas.

Rafeiro Perfumado disse...

Textículos, talvez fosse mais apropriado uma mãozinha.

Rui Pascoal, e achas que o padre abençoaria a caixa, além de a borrifar com água benta?

Rainha ST, pois somos, pois somos! Isto é, pois são, pois são!

Elvira Carvalho, se bem que neste caso seria uma oferta pequenina, pequenina... Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Teté, e quem quereria uma coisa desse tamanho? Só se existir uma posição no Kama Sutra chamada “Espetada”. Beijoca!

Bee, eu gosto de pensar que essa malta bebe muitas canecas.

S*, que mania de meterem astericos a torto e a di*eirto!

Carolina Tavares, e achas que seria aceite no santuário? Além de que poderia ser roubado...

Rafeiro Perfumado disse...

Coruja, como eu gostava de acreditar nisso.

FATifer, garantidamente alguma peça de fruta. Abraço!

Inês, se não existem deveriam existir, se bem que seria um bocado deprimente ver aquilo arder até aos tomates.

Tétisq, especialmente se o cordelinho estiver atado ao dito. Um puxão com mais força e vira satânico!

Rafeiro Perfumado disse...

Marta, acho que até eu começaria a ir a Fátima, ver essas penicissões!

Henrique Antunes Ferreira, recuso-me a acreditar que figuras tão castas como as freiras cedam aos prazeres demoníacos da carne. Isso seria trair tudo aquilo em que acreditam, certo? Abraço!

AvoGI, resta saber se ainda a tem. Beijoca!

Anónimo, eu diria “que Deus te valha”, mas atendendo ao teu comentário seria proferir o seu nome em vão.

Rafeiro Perfumado disse...

Pássaro Viajeiro, aceito todas as formas de interagir e compreender o mundo, por muito parvas que me pareçam. Mas a partir do momento que alguma dessas formas tenta limitar a minha liberdade, estamos mal. A história ensina-nos o que foi provocado quando uma religião tenta obrigar os outros a segui-la ou persegue quem não a professa. Direi sempre o que me vai no espírito, deixo que todos respondam (concordando ou não comigo), mas sempre respeitando a escolha de cada um. E nisso ninguém me mudará. Abraço.

Vera, a Loira, isso seria sinal que a promessa não foi suficientemente forte.

Malena, os canhotos são coisa do Demo, pá!

José Torres, já em tempos escrevi sobre isso. O Santuário de Fátima era um local que até a mim, não crente, incutia uma certa paz e tranquilidade. Mas quando resolvem construir um mamarracho que até foyeur tinha, quando colocam avisos do género “se prometeu 10 velas pague as 10 mas leve só uma, a promessa fica cumprida” deixam antever o que verdadeiramente está por detrás. Não me lixem, neste momento a Igreja Católica é uma empresa, em que os accionistas não são os que verdadeiramente acreditam na fé. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Mz, se isso fosse assim, já estou a ver alguns machos a entrarem no santuário com velas do tamanho de barris...

Alien David Sousa, o viagra já era, só se fosse Cialis. E sei estas coisas não é por causa própria! Beijoca!

O Blog de um Homem, feito!

Maria Flausina, ou em cerâmica...

Rafeiro Perfumado disse...

Close Up!, já fui ver, já agradeci e espero ver-te em breve, no Porto!

Graça Sampaio, acredita que o título foi onde tive algum cuidado, pois o que me veio à cabeça era ligeiramente mais provocador.

Nómada, o ser humano é um ingrato por natureza. Basta ver o que fazemos ao planeta que nos deu tudo. Abraço!

Malena, eu já vi pilhas de cera, serve?

Rafeiro Perfumado disse...

Kok, sabendo do calor que faz no crematório, é bom que arranjem ex-votos em titânio!

Jaime A., comigo isso não resulta, tenho uma imaginação incontrolável.

Márcia Lourenço, também gostei de te descobrir, jove, ainda se vão encontrando novos cantos por aqui. Beijoca!

Táxi Pluvioso, seguramente seria nosso o reino dos céus. Que era para onde todos iríamos, se não produzíssemos coisas que se vissem...

Pérola disse...

Ora aqui está um tema quente, a condizer com a metereologia.
A religião pode, e é, uma poderosa 'muleta' em casos desesperados.
No caso das promessas, do que tenho estudado e pesquisado (sou uma curiosa da Bíblia - só o livro mais traduzido e editado em todo o mundo-), remontam a eras pagãs e a cultos à natureza e seus deuses e divindades. Os sacrificios e as ofertas das primícias são bons exemplos. A Igreja católica misturou tudo e saiu este cocktail, de sabor indefinido.
No caso da tua dúvida, pode-se oferece um pénis em cera: há todas as partes do corpo.
Para mim é superstição. Deus, a existir, não nos pede estas coisas.

Mas, isto sou eu a falar,não ligues.
Um beijinho.

Rafeiro Perfumado disse...

Pérola, quanto mais sei menos gosto da religião, católica ou qualquer outra (com a honrosa excepção daquelas que não tentam impingir ou converter ninguém). Beijoca!