Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Toma que já levaste!

Descobri um método infalível para me livrar daqueles peganhentos que me abordam na rua para fazer inquéritos ou tretas do género. Façam assim:
Melga: Desculpe, pode dar-me um minuto?
Rafeiro: NÃO QUERO DROGA, PÁ, ACHAS-ME COM CARA DE AGARRADO?!?

É infalível...

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

PS: se hoje estiverem pelos lados da Feira do Livro, dêem um salto ao stand da Bizâncio, vou estar por lá entre as 17:31 e as 19:28. Depois disso, borga!

49 comentários:

luisa disse...

Coitados... mas a verdade é que também detesto responder a inquéritos :)

Vício disse...

depende da melga!
se for uma melga interessante pode-se responder "pra ti pode ser meia hora!"

bee disse...

a culpa não é deles, mas também detesto, confesso!

Teté disse...

Eheheh, gostei do método. Como é que se arranja uma variante para o telefone? :)))

Beijocas!

ps - que pena não poder estar lá - pelo menos, na parte da borga! Que seja um sucesso tão retumbante como o anterior e... divirtam-se! :D

Gija disse...

parece-me uma boa táctica, vou de certeza experimentar!!

Brown Eyes disse...

O meu método era pedir-lhes as credenciais do Governo Civil; mas esse que comentas é bem mais divertido!

Utena disse...

Eu imagino a cara do desgraçado.
BTW será que resulta nas finanças quando nos tentam chular?

Vic disse...

Isso não será muito radical :)

Maria disse...

Ahahah, que optima ideia.
Infalível !

Textículos disse...

Fingires-te também que tipo que anda a fazer inquéritos ou vendedor de qualquer coisa também funciona. :)

turbolenta disse...

POis eu ainda estou quase a uma milha deles e quando acelero o passo e eles ainda mais, andando em diagonal em direcção à minha fuga, eu só digo: Já tenho! já tenho!
remédio santo.
Dizem obrigado e vão chatear outro

Cacarol disse...

E se tiver cara de agarrada?

apenas umas letras disse...

olá, que tudo corra bem pela feira do livro. Método infalível esse. Um abraço e bom fim de semana

Anna disse...

Eheheh eu assim q os vejo, ponho logo o tlm ao ouvido. Tb costuma resultar ;b

Maria Flausina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Flausina disse...

A sério Rafeiro? Vais estar hoje novamente na Feira do Livro? E eu que estava tão triste porque também lá vou hoje, e vou comprar o teu "4º livro", mas estava cheia de pena por não poder tê-lo autografado e poder conhecer quem está por trás de tão vigorosos latidos.
Ah, não há 4º livro? Então já não quero... Fica pra quando o encontrar à venda numa qualquer bomba de gasolina.

Maria Flausina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Flausina disse...

Bolas que isto hoje estava difícil de comentar. Esta minha perícia digital...

redonda disse...

:)

Inês disse...

E se te oferecessem a droga???

Black Angel disse...

É mazé logo uma trinca..tu claro..que eu não mordo..só digo palavrões :) :)

Beijos..Parabéns pelo livro ;)

pássaro viajeiro disse...

Aprovo!
É sempre muito conveniente nunca falar com estranhos, sabido que é que um forasteiro que vem meter paleio connosco não nos vem engordar a carteira, e muito ao invés. Isso é gente muito duvidosa e sabe-se lá se não é um desalmado de boa memória que nos vem recordar aquele calote antigo, que a gente na boa fé já nem se lembrava.
Todo o cuidado nunca é de mais e na dúvida não se dá confiança a gente suspeitosa.

S* disse...

LOL És genial.

Carolina Tavares disse...

Qualquer dia pegas fama e vão te responder assim... Não, meu senhor. Eu só quero de ti um autógrafo.

* Ah... está faltando a capa do livro novo na fileira ao lado.

Paula disse...

Olha que agora que falas nisso...
:P

60 Sinais disse...

Eu costumo recorrer a algo que se assemelha a um ataque epiléptico mas essa solução parece mais viável...

Alien David Sousa disse...

Vou experimentar essa!!!lol Depois conto-te como correu.
beijos cão

Imperator disse...

pede-lhes dinheiro, eu faço isso que vem bater à porta a pedir alguma coisa...

tétisq disse...

Digo : tenho um minuto mas custa 5€, quer?

Já disse que só quando organizares a excursão a Coimbra para fazer um lançamento como deve ser: com rancho folclórico, velhinhos dos centros de dia a chegar nas camionetas, foguetório...trata disso... Afinal o Rafeiro tem raízes em Brasfémes?

gota de vidro disse...

Para lá dos inquéritos ainda há aqueles/as jeitosos/as que se plantam à porta das grandes superfícies para nos "enfiar" aqueles cartões de um qualquer banco e que faz milagres, mais que o euromilhões.

Mas a tua ideia talvez resulte.....

Bom fim de semana

jocas da Gota

Magia da Inês disse...

Rafeiro não gaste seus raufs à toa.
Bom fim de semana!

¸.•°`♥✿⊱╮
❤♡
BOM DOMINGO!!!

Beijinhos.
Brasil
°º °♫♫♪¸.•°`

Ana Simões disse...

Que horário tão estranho ;)

conchita disse...

Lol!!, não tenho lata para tanto, a única coisa que digo é que estou sempre com pressa, mesmo que não esteja!!
Beijos e bom fim de semana:)

JP disse...

Ora aí está uma boa maneira de afugentar as melgas!!

Agora falando de outra coisa: como poderei ter um livro cá em cima no norte, sem ter de ir ao Porto?
Abraços

Marta disse...

Ahhhhhhhhhhh essa eu nunca me tinha lembrado.
Boa pá! Vou testar em breve, tenho a certeza, pois carrapatos desses há às dezenas, aqui pela Baixa.

Coruja disse...

Farás alguma ideia de que a quem é que devo apresentar a conta?

Obrigada!

Malena disse...

Mijar-lhe na perna tb não estaria mal! ;)

Táxi Pluvioso disse...

Apalpando-lhes as nádegas temos efeito semelhante.

Rafeiro Perfumado disse...

Luísa, a inquéritos ainda vou respondendo, pedinchices é que não.

Vício, são tão raras as melgas interessantes nesse ramo...

Bee, é uma situação complicada, pois alguns é a única coisa que arranjam, por outro lado, alguns têm muito a aprender sobre como abordar as pessoas.

Teté, para o telefone é atender e colocar música do Zé Cabra. Convém é saíres de casa, ou a tortura também é para ti! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Gija, mas com alguém pequenino, não vá a coisa dar para o torto!

Brown Eyes, esse teu método também é giro, ainda mais se isso os fizesse correr para bem longe.

Utena, acho que não, devem estar habituados a bem pior.

Vic, radical seria dar-lhes uma cabeçada.

Rafeiro Perfumado disse...

Maria, mas não para todos, há aqueles que são avantajados e podem não achar piada.

Textículos, isso tentei uma vez com um tipo do Time Sharing, mas o tipo não me quis comprar as rifas!

Turbolenta, não é preciso tanto, basta sacares do telemóvel e falares com os anjos!

Cacarol, reza para que ele não seja sincero.

Rafeiro Perfumado disse...

Apenas umas letras, e correu, obrigado! Grande abraço!

Anna, se não resultar é porque são mesmo muito mal educados!

Maria Flausina, e gostei muito de te conhecer, mesmo “incógnita”! Beijoca!

Redonda, ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Inês, aí já depende da qualidade da dita.

Black Angel, e eu sou muito elitista naquilo que trinco. Beijoca e obrigado!

Pássaro Viajeiro, o princípio deverá ser esse, recordar os ensinamentos dos nossos pais, de nunca falar com pessoas estranhas.

S*, não sou nada, sou é mauzinho.

Rafeiro Perfumado disse...

Carolina Tavares, tens toda a razão, ando armado em preguiçoso, nem sequer criei a página do FB para o livro. Beijoca!

Paula, podes usar, está livre de direitos de autor!

60 Sinais, se bem que a tua solução me parece bem mais gira do que a minha!

Alien David Sousa, isso se ficares em condições de escrever. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Imperator, e resulta?

Tétisq, és uma melga, já te sugeri um dia e recusaste. E sim, tenho raízes nessa aldeia, pois sou o único membro da família que não nasceu lá.

Gota de Vidro, a esses digo sempre que já tenho, até ao dia que consigam obrigar-me a abrir a carteira estou safo! Beijocas!

Magia da Inês, qualquer RAUF dado nestas circunstâncias é um RAUF bem dado. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Ana Simões, se quiseres, um dia envio-te a explicação para este horário. ;)

Conchita, e perdes assim uma oportunidade de confraternizar? Beijocas!

JP, muito simples, basta ires ao site da Bizâncio ou da Wook, os portes até são acessíveis e tudo. Abraço!

Marta, devem ser os mesmos que se agarram a mim, pois ando pela mesma zona que tu.

Rafeiro Perfumado disse...

Coruja, infelizmente não, mas cheira-me a incobrável.

Malena, à frente daquela gente toda? Ainda ia preso por exibicionismo!

Táxi Pluvioso, depende do sexo do apalpado!

Pérola disse...

Vou experimentar a receita!
Uma dúvida ainda por esclarecer: Quando me referi aos blogueiros mais famosos e aos livros editados (no blog da tétisq), tu fizeste-me o reparo para não confundir bloguistas profissionais com pessoas com livros editados (nem todos são escritores, pois não?).
Afinal em que categoria te inseres?
Sou a dar para o distraído, mas esta não me esqueci.
Um beijo ou, melhor, uma lambidela.

Rafeiro Perfumado disse...

Pérola, apesar de já te ter respondido, volto aqui a deixar a minha opinião. Um bloguista profissional é alguém que vê neste meio uma forma de fazer dinheiro, muito dinheiro, e seguramente não é o meu caso. Por outro lado, também não confundir escritores com pessoas que editam livros, pois no meu caso foi mais fruto da circunstância que outra coisa, a minha profissão continua a ser outra. Beijoca!