Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quarta-feira, 6 de junho de 2012

O cavalheirismo tem limites!

Sempre me intrigou o porquê de se chamar ao jogo de tabuleiro “Damas” e não “Cavalheiros”. Mas depois lembrei-me que um dos objectivos é colocar uma peça em cima da outra...

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

36 comentários:

Pérola disse...

Tu rasgas horizontes!

luisa disse...

Depende do ponto de vista...

Matilde disse...

Isso não é motivo porque a ordem, ou seja, a posição dos factores é arbitrária, julgo eu:)
Chama-se damas e não cavalheiros porque nesse jogo as pedras são comidas,:)
Já viste se se chamasse jogo dos cavalheiros a má imagem que dava isso?
ihihih....
Prevejo hoje um dia radioso para mim.
beijinho e simpatia.

Rita Esteves disse...

Rafeiro,
Acho que não justifica! O Kama Sutra devia ter sido lido há muito.....

Beijinho

Maria disse...

Pois uma dama em cima de outra dama, sempre é uma melhor visão, do que um cavalheiro em cima de outro cavalheiro. ;)

S* disse...

Ahhhhh... tem toda a lógica. :D

pássaro viajeiro disse...

Concordo com as leitoras, que pelos vistos nesta coisa de jogos percebem disso a valer.
Nós e tirando o futebol, somos uns ignorantes de todo o tamanho que só percebemos mesmo é de pontapés.
Damas sim senhor! Por baixo, por cima e comidas à fartazana.
És um rapaz que até percebe da coisa, mas às vezes sais-te com cada uma que é de bradar aos céus.

Abraço.

Janita disse...

Hummm...como sou assim um bocadito pró lerdo, será que não havendo aqui nenhuma conotação religiosa nem política, só pode ser sexual?
Ah Rafeirito, muito eu gostava de ser inteligente como tu!

Beijiiiinhos.

Utena disse...

Ora então porque?
Os cavalheiros também não se colocam por baixo e em alguns casos uns por cima dos outros?

lena disse...

Talvez o jogo se chame Damas porque é um quebra cabeças para os cavalheiros e para quem queira jogar...
Beijinhos grandes

Vic disse...

Eu percebi o subentendido. Mas olha que há tipos que gostam de ficar por baixo. De outros

Inês disse...

Lá está....está tudo nas entrelinhas...

Luis disse...

Caro Amigo,
É tudo uma questão de gosto... Não será assim?

Carolina Tavares disse...

Ahaha... Boa! E tem mais de um duplo sentido, ambos de gênero. Um diz respeito ao sexo, e o outro a competição e rusgas entre mulheres. Será que algo me escapou?

Beijoca

Barroca disse...

Eu cá prefiro o xadrez, a dama/rainha anda por onde quer a 100 à hora! ;)

Teté disse...

O objetivo é colocar uma peça em cima da outra... para fazer dama! Um jogo muito feminista, portanto... :)))

Beijocas!

tétisq disse...

ahahah...*

60 Sinais disse...

Sim...efectivamente as damas apreciam muito mais beliches que os homens...(e é este o meu comentário sem nexo algum...--')

hesseherre disse...

Mente suja, calha te mandar um coco-dog para colocares em teu blogue.

Mz disse...

Eu acho que foi só para disfarsar. Porque a história diz-nos que sempre existiram homens que gostam de se fazer passar por mulheres, isso não é de hoje.

hesseherre disse...

Rafeiroodasférias trianuais, entendo que esta interpretação está errada. O jogo de damas não é um jogo machista é pois um jogo lésbico, já que uma dama está sempre a subir noutra....Passárgadas!

Graça Sampaio disse...

Não pensam noutra coisa.... Piores que os rafeiros!...

Táxi Pluvioso disse...

Deveria chamar-se Gajas e não Damas, estas só a corte inglesa é que as produz, as outras vêm das maternidades.

Fabio Ruben Lopes Paulos disse...

acaba por ser um jogo lésbico ahah

André Miguel disse...

Eheheheh!!!
É tanto um jogo de cavalheiros que o objectivo é "comer" as damas todas do outro.

Marta disse...

Ah ah tás a ver como chegaste lá ;)

Sara disse...

pois mas na sua maioria os jogadores são homens o que vem a reforçar a ideia de que os homens gostam de ver "damas" que se comem umas as outras...

beijo

pássaro viajeiro disse...

Ó Sara; francamente!
Iam lá agora gostar duma coisa dessas!?
Nem sonhá-lo, quanto mais pensá-lo!
Eheh...

Maria Pitufa disse...

Ahahaha que riso... do que tu te lembras rafeirinho!!

Rafeiro Perfumado disse...

Pérola, e garanto que é a única coisa que rasgo!

Luísa, sim, atendendo às peças pode ser um ponto de vista de cima ou de baixo.

Matilde, podia ser chamado de canibalismo. Beijoca!

Rita Esteves, suponho que poderia investigar qual foi inventado primeiro, mas era coisa para dar trabalho. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Maria, estamos 100% de acordo!!!

S*, não fosse eu um ferrenho da lógica!

Pássaro Viajeiro, só às vezes? Então talvez ainda tenha salvação… Abraço!

Janita, e alguma vez eu conotei sexualmente os meus textos? Quase que me ofendes… Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Utena, nesse caso não se chamam cavalheiros, chamam-se praticantes humanos de Tetris.

Lena, quebra-cabeças só quando um dos concorrentes se passa e dá com o tabuleiro na cabeça do adversário. beijoca!

Vic, claro que há, cada um procura a felicidade como bem entende, quem sou eu para os recriminar?

Inês, neste caso em cima das linhas ou das peças!

Rafeiro Perfumado disse...

Luís, claro que é! Abraço!

Carolina Tavares, não só não te escapou como foste mais além do que eu! Beijoca!

Barroca, e come toda a gente, desde o bispo até ao cavalo!

Teté, quer dizer que são precisas duas mulheres para fazer uma dama? Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Tétisq, depois o insensível sou eu…

60 Sinais, e eu a pensar que beliches era precisamente para a malta não ficar uma em cima da outra.

Hesseherre, mente suja, eu?!? Lavo-a todos os dias!

Mz, então no Carnaval, são aos milhares!

Rafeiro Perfumado disse...

Hesseherre, no meu caso são mais férias quintuanuais! Abraço!

Graça Sampaio, pelo menos não me consta que os jogadores de damas cheirem o traseiro uns dos outros!

Táxi Pluvioso, as inglesas, damas?!? Ui, isso é cá um tiro na water…

Fábio Ruben Lopes Paulos, ou seja, um jogo nada aborrecido!

Rafeiro Perfumado disse...

André Miguel, bem visto! Mas qual será a finalidade de meterem umas às cavalitas das outras?

Marta, chego sempre, a velocidade é que varia!

Sara, e aquele que não gostar não é digno de se chamar homem! Beijoca!

Pássaro Viajeiro, não sejas mentiroso, pá! ;)

Maria Pitufa, e isto é só aquilo que posso publicar aqui.