Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Não seria mais fácil optar pelo espancamento?

Este título é arriscado, dado que aborda expressões nas quais por vezes sou o destinatário. Que se lixe, vou continuar a fiar-me no meu físico portentoso e no facto da União Zoófila zelar pela saúde do meu lombo.

Quando uma conversa não interessa ou começa a desagradar e se pretende que um dos interlocutores desampare a loja, eis que normalmente surgem frases como “vai dar uma curva”, isto quando não aparecem pérolas como “vai passear” ou “vai dar uma volta ao bilhar grande”.

Vamos lá a ver se nos entendemos. Então eu quero ver-me livre de alguém que me está a chatear e mando-o passear? Se eu estou aborrecido com alguém quero é que se vá encher de moscas, gritar “tenho um emprego em que não faço nada e recebo muito” à porta de um Centro de Emprego ou qualquer outra actividade potencialmente danosa para a sua saúde, nunca passear! E que dizer da volta ao bilhar grande? Isso é para quê, ter tempo de pestanejar? É sabido que os maiores bilhares têm dois metros e oitenta e quatro centímetros, pelo que em poucos segundos a melga está de volta, a zumbir-nos as orelhas. Bom seria espetar-lhe com o bilhar em cima, isso sim!

Por último, o “vai dar uma curva”. A quantidade de vezes que ouço esta... Mas, mais uma vez, trata-se de uma expressão infeliz, semelhante às proferidas por aquelas pessoas que querem dar uma de radicais horizontais e dizem que a sua vida deu uma volta de 360º. Lamento informar-vos, pá, mas nesse caso estão exactamente como estavam. Dar uma curva é quase a mesma coisa, pois mais cedo ou mais tarde acaba por nos trazer ao ponto de partida, ou seja, para junto da pessoa que se queria ver livre de nós. E de nada vale tentar inovar e dizer “vai dar uma recta”, pois é sabido que o mundo é uma aldeia, pelo que em menos de nada lá estará a melga a bater-vos nas costas e a retomar a conversa!

Vá, deixem-se de rodriguinhos (muito gostava de saber a origem desta expressão) e sejam directos, mandem a pessoa desaparecer-vos da frente, dos lados e restantes sítios!

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

41 comentários:

Diabba disse...

"Deixem-se de rodriguinhos"?? Isso só pode ser aplicado a fanáticos pelos ditos, ou a quem e esteja a fazer dieta apertada (como eu), de resto tb não estou a ver o sentido.
]:-P

enxofre

Seca para a Vera disse...

...por isso é que eu opto sempre por mandar "para o raio que te parta!"... Literalmente muito mais preciso, apesar de estatísticamente pouco provável...

Pepper disse...

Sempre gostei mais de dizer :"Vai dar uma curva ao bilhar grande!"

Pepper disse...

Sempre gostei mais de dizer :"Vai dar uma curva ao bilhar grande!"

Kapikua disse...

Eu, mal educado que sempre fui, opto por um simpático "vai prá raiz da PQTP" ou o célebre "vai fazer trapézio nos cornos do teu velhote"

Grane abraço

Textículos disse...

Vai ver se o mar tem chocos! :D

Tétisq disse...

Isso é um bom conselho, deviamos aplicar ao nosso amigo coelho de nome Pedro, cada vez que faz um discurso.*

JP disse...

Também se diz: "vai pentear macacos", "vai ver se chove"....ou "vai chatear o Camões".....


Abraço

► JOTA ENE ◄ disse...

Quando te questionarem o porquê desse fisico portentoso, diz-lhes apenas "Olha que levas um papo-seco" :)

S* disse...

Yap, mais vale, até porque muito boa gente é compreensão lenta.

the big fox disse...

é pá mais provérbios não...
lembras-te "...dar uma como os Coelhos..." ou "é como os coelhos vai ser tão bom não foi?"
eu pensava que era rápida mas afinal infelizmente nunca mais acaba....
e nem quero saber como começou.... quer mesmo é que acabe e depressa
abraço

AvoGI disse...

eita rafeirnho, hacanos nao caía aqui?
kis :=)

Marta disse...

A dos rodriguinhos não conhecia mas a minha favorita é a do vai ver se chove eh...

Teté disse...

Em miúda usava uma expressão muito "chique" para querer dizer tudo isso: vai cagar tremoços! E não era tão descabida assim, porque enquanto o indivíduo está naquele preparo, necessariamente moroso (veja-se o tamanho de um tremoço), não chateava! Posto que obedecesse à nossa ordem, o que realmente não costumava acontecer. As melgas nunca têm bem a noção que o são... :)))

Beijocas sem rodriguinhos!

Maria Flausina disse...

Não compreendo porque estás com tantos rodriguinhos e não nos mandas utilizar uma expressão tão comum no léxico Rafeiral: "vai mazé levar na peidola"...

Alguém que te quer bem disse...

Eu gosto mais da expressão(vai morrer
lonje)é a que uso quando me incomodam.
beijinhos.

Matilde Jones David disse...

"Vai para o raio que te parta" parece-me bem, embora quando digo isto já estou a deitar fumo pelas orelhas, ehehe.

Beijinhos

Maria Santos disse...

"VAI CAGAR UM PÉ!" era o que me apetecia dizer ao cagão do 1º... PARA QUEM NÃO VOTEI!!! Mas atepecia-me "porrar" o bilhar em cima dos seus chifres...
Desculpa, Rafeiro... mas a meditação não me está a ajudar...tenho de dizer uns palavrões... soft, eu sei!!!
Bjs

Graça Sampaio disse...

Também há quem diga «Vai ver se chove» ou «Vai ver se estou lá fora» ou «Vai para o quinto dos infernos» mas nada que se assemelhe ao inglês «Get lost!» é que assim o fulano perde-se e não volta...

Ai Rafeirinho, é tão mau! E, por causa disso, eu não estou a ficar melhor...

Pérola disse...

Rodriguinhos? Desconheço.

Quando estamos mesmo zangados nem mandamos dar uma volta, é tipico do português sair-se com uma asneira ou gesto mais agressivo.

Aquela do Centro de Emprego é forte. Olha que as pessoasporlánão andamcontentes, não te habilites a um linchamento público e eu contribuia.
És mauzinho.

É melhor fazer denúncia e pôr-te açaime.

Desta vez não te dou beijinho.

redonda disse...

:) Mesmo assim, "Desaparece-me da frente, dos lados e dos restantes sítios" não parece assim muito forte e é muito comprida...Espero que este post vá ter uma sequela com frases mais curtas e igualmente eficazes!
um beijinho
Gábi

Felina disse...

O politicamente correcto serve para empatar e evitar de levares um murro... mas mandar o tipo se foder deve ser mais eficaz

L.Maria disse...

As que mais uso são, "Vai ver se chove em mim lá fora", o que é altamente improvável, mas enquanto o dito vai e não vai, eu vou mesmo! Ou então "Vai para o raio que te parta" e contra esta não há argumentos! ;)

Maria Pitufa disse...

Eu gosto de dizer: vai para o raio que te parta!!! Não uso o Chatear o Camões porque acho que devem-se respeitar os mortos!! MAs quando estou muito danada gosto muito da expressão: Vai para a pata que te pôs!!

Rosa disse...

Porrada neles, logo!
[Essa dos rodriguinhos é que nunca ouvi...]

apenas umas letras disse...

olá. No caso de alguém me estar a chatear, invento uma desculpa e lá vou eu à minha vida. No caso de não querer ir à rua, e para que não tentem falar comigo, desligo o telemóvel. É assim que faço. Mas já pensei em dizer a alguém " vai ver se estou na esquina " mas até hoje nunca mandei ninguém " dar uma curva " um abraço

TERESA SANTOS disse...

Deselegante, tu.
Dizes, por exemplo, "já viu o filme...(a selecção é tua)? É uma maravilha. A próxima é sessão é daqui a uma hora. Se não se atrasar...". É assim que se faz, ouviu?!

Essa coisa de andar às curvas, ou rectas, ou..., não, não resulta.

Quanto à expressão "rodriguinhos", e como não quero que te falte nada, aqui fica:

"Deste modo, deixa-te de rodriguinhos significará, na sua acepção mais popular, digamos assim, «deixa-te de intrigas/de conversas sem interesse nenhum»."
in, Ciberdúvidas da Lingua Portuguesa.

Já sabias?
Pois!
Eu sabia que tu sabias, que tu...

Olha, vou-me embora.

HAJA PACIÊNCIA!!!!!

Mz disse...

Olha Rafeirito os meus amigos alentejanos gostam muito de dizer:

"Vai pôr-te num porco!"

Tio do Algarve disse...

É a diplomacia...Ou será o politicamente correcto?

Malena disse...

Eu é mais: Vai à merda!

Táxi Pluvioso disse...

Mas se for "vai dar uma reta", já fica ortograficamente melhor. bom dia do senhor com missas e bênçãos

Magia da Inês disse...

¸.•°`♥✿⊱╮

Aqui dizemos:
"Vá ver se estou na esquina"
ou "Vá catar coquinhos"

Boa semana!
Beijinhos.
De sua amiga brasileira.

Margarida Alegria disse...

Será mais exacto ordenar: "Vai dar uma elipse"?
Quanto aos rodriguinhos, poderia arriscar que tem algo a ver com os trejeitos fadistas ou algo assim. Mas não sei se será originário no actual fadista Rodrigo que canta os coentros e rabanetes... Deve ser algo de mais antigo e esse rodriguinho deveria ser algum picuinhas em alguma coisa.
Se a expressão fose recente, atrever-me-ia a sugerir que ter "rodriguinhos" seria fazer trejeitos de orelhas e de sorrisos à moda do Rodrigues dos Santos.
Já não se poderá relacionar com a ex-ministra sinistra da Educação Lurdes Rodrigues, que essa não era bem picuinhas: era mais tip carro de assalto ou bazooka! Nesse caso, "rodrigar" seria algo como "torturar" o próximo ou perguntar a criancinhas de quatro anos como se escreve a palavra Gato!
Bem.. vou ali dar uma volta e já venho, mads não é bem uma curva, é mais estilo "recta", mas voltarei ainda antes de um ano volvido!

Rafeiro Perfumado disse...

Diabba, vais-me dizer que “rodriguinhos” não é uma expressão fofa? Mesmo não tendo sentido? Beijoca!

Seca para a Vera, e em dias com céu limpo, como é que a pessoa faz para apanhar um raio?

Pepper, é uma das tais expressões sem sentido. Faz favor de mudar a partir de agora, ok?

Kapikua, gosto dessa do trapézio, apesar de outras figuras geométricas também serem adequadas. “Vai fazer um triângulo isósceles”, por exemplo. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Textículos, e se calha saíres da tua área de exclusividade económica? Perigoso, pá!

Tétisq, esse já passou o risco das bocas, já estamos na fase de arremessar coisas.

JP, coitado do Camões, já não bastam as tentativas de exumação? Abraço!

Jota Ene, esta do “físico portentoso” só funciona com malta que não me conhece!

Rafeiro Perfumado disse...

S*, nesses casos temos de falar muuuuuito devagar.

The Big Fox, pois cheira-me que ainda vamos aturar coelhos por uns tempos, e reza para que a coelheira fique de pé. Abraço!

AvoGI, e de quem é a culpa? Garanto que a porta esteve sempre aberta. Beijoca!

Marta, isso em países desérticos fica um bocado parva... ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Teté, se visses o bicho que me anda a cagar à porta (e o tamanho do presente) saberias que cagar tremoços para ele seria uma brincadeirinha! Beijocas!

Maria Flausina, tens toda a razão, mas essa é mais do meu domínio, se soubesses a quantidade de vezes que a digo ao dia...

Alguém que me quer bem, perto também se ajustaria, para termos a certeza que não voltaríamos a ser incomodados. Beijocas!

Matilde Jones David, olha que nesse caso podes estar com uma carga demasiado negativa e atrair algum raio! Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Maria Santos, estás à vontade, neste espaço não se pode fumar mas praguejar é à vontade. Beijocas!

Graça Sampaio, quem se perde sou eu, quando quero despachar alguns imbecis e eles não percebem...

Pérola, a do Centro de Emprego é para gozar com quem leva a t-shirt, não com os desafortunados que o frequentam, longe de mim gozar com a desgraça de quem não merece tal coisa. Beijoca! Safei-me do açaime?

Redonda, as frases grandes têm o condão de confundir as pessoas, o que as leva a ficarem meio perdidas, facilitando assim a nossa fuga! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Felina, a masturbação pode ser muito agradável, logo sou incapaz de mandar alguém receber prazer de si próprio!

L. Maria, essa do raio é muito vaga e com uma probabilidade baixa de sucesso. Que tal “vai armar-te em pára-raios”?

Maria Pitufa, e se a pessoa em causa não for um pato?

Rosa, juro que existe, não inventei! Quanto muito foi a minha mãe...

Rafeiro Perfumado disse...

Apenas umas Letras, eu costumo dizer “deixa-me colocar a minha cara de interessado no que vais dizer”. Costuma resultar. Abraço!

Teresa Santos, fico contente de saber que não inventei a expressão e que até faz sentido com o que disse. Essa do filme... e se a pessoa te diz que tem o DVD? Beijoca!

Mz, isso é demasiado sexual!

Tio do Algarve, o cúmulo da diplomacia é dizer “lindo cãozinho” até encontrar a primeira pedra.

Rafeiro Perfumado disse...

Malena, e se a pessoa não tiver vontade? Também serve “vai fazer xixi”?

Táxi Pluvioso, não me lixes com o acordo ortográfico!

Magia da Inês, coquinhos?!? Cocos pequeninos? Beijoca!

Margarida Alegria, tudo o que envolva políticos não pode levar “inhos”, têm de ser palavras terminadas em “ão”, para lhes mostrar que não há qualquer hipóteses de carinho!