Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 14 de abril de 2014

O milagre da multiplicação geométrica ou mesmo exponencial

Apesar de não ser tão viajado como gostaria, tento compensar essa lacuna prestando uma atenção redobrada aos sítios que visito.

No decorrer das minhas deambulações, tenho visitado muitas igrejas. São edifícios, na sua maioria, fabulosos, capazes de nos transmitirem muitas informações sobre o que simbolizam e sobre as pessoas que as construíram.

No entanto, no meio de tanta oferta, é normal que cada uma tente arranjar forma de se distinguir e assim cativar a visita dos fiéis. Como ainda não chegámos à fase do cartão-cliente, onde após 10 visitas temos direito a uma hóstia suplementar, as igrejas vão-se socorrendo dos instrumentos habituais da fé, as chamadas relíquias, que vão desde objectos que algum santo manuseou (ou foi manuseado com) até aos restos mortais de santos, passando por artigos ligados à vida de Jesus. E é aqui que a coisa fica estranha.

É que dei-me ao trabalho de fazer as contas relativamente aos espinhos da coroa de Jesus e aos pedaços da cruz na qual ele foi crucificado que se encontram espalhados pelo mundo e cheguei a conclusões aterradoras: a coroa de espinhos foi obtida a partir de alguma espécie mutante com 137 espinhos por centímetro quadrado e Jesus foi crucificado numa sequóia gigante! É que de outra forma não estou a ver como é que centenas de igrejas afirmam ter este tipo de objectos, pá! Ainda por cima sabe-se que na religião católica é pecado mentir, certo?

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

10 comentários:

Beth/Lilás disse...

Há tempos não vinha por aqui e me delicio com esta postagem pra lá de verdadeira. POis não é, querido Rafeiro, tens toda razão, nunca vi tanta gente portando ou comprando baboseiras na fé cega que os consome.
um grande abraço carioca

Teté disse...

Tu estás a duvidar da origem dessas relíquias espalhadas pelo mundo?!? Ai, que não sei se é pecado... :)))

Beijocas

Sérgio Pontes disse...

Ahahahaha, Boa Pascoa!

António Jesus Batalha disse...

Meu amigo há muitas heresias, a respeito de muita coisa, as pessoas quando sentem necessidade de Deus, acontece que geralmente vão por caminhos inadequados e não vão chegar. Sabe? eu não acredito que todos os caminhos vão dar a Roma. A Bíblia mostra claramente que há só um caminho, note, não estou a falar de religião. Caminho para Deus é Só Jesus.Nós muitas vezes é que traçamos nossos caminhos, mas Jesus disse: ninguém vai ao Pai a não ser por mim.
Desejo-lhe uma Páscoa muito feliz em companhia de seus amigos.
Peregrino E Servo.

S* disse...

Adoro deixar-me cativar por novos lugares.

Sun Iou Miou disse...

Não esqueças que os católicos tem o sacramento da confissão para poderem mentir à vontade.

Kok disse...

Oh pá, se Jesus (o Cristo, não o Jorge) multiplicou pães porque não haveria de, depois de morrer, multiplicarem-se os espinhos e as lascas de madeira?
A solução,caro rafeiro, está no acreditar!
E porque eu acredito, tenho a certeza que o SLB será campeão!

1 abraço pah!

Cristina Torrão disse...

Após 10 visitas uma hóstia suplementar? 'Tou nessa ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Beth/Lilás, infelizmente só agora também voltei ao teu blog. Mas mais vale tarde do que nunca, certo? Beijinho!

Teté, não sei que pecado será maior, eu não acreditar ou tentarem impingir estas tretas à malta. Beijoca!

Sérgio Pontes, bom Carnaval!

António Jesus Batalha, também acredito que nem todos os caminhos vão dar a Roma. Ainda no outro dia me meti no IC19 e quando dei por mim estava em Ranholas. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

S*, é dos maiores prazeres que tenho nesta vida.

Sun Iou Miou, os sacanas têm a coisa bem planeada. Infelizmente quem tiver QI acima de dois dígitos percebe bem a marosca. Beijoca!

Kok, olhando para a data do teu comentário, acertaste em cheio. Já a multiplicação me cheira a engenharia genética da barata. Abraço!

Cristina Torrão, e com direito a colocar um top na dita!