Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Raízes bancárias

Porque carga de líquido é que os cheques sem provisão são chamados de "carecas"? Estamos na presença de um problema de liquidez de fundos ou de excesso de testosterona? Não seria mais correcto chamarem-lhe "cheque teso" ou mesmo "cheque-grande buraco"? Ainda por cima, e acreditando no mito de que as mulheres preferem os carecas, isto era coisa para lixar as finanças femininas! Como se elas precisassem de ajuda nesse tema...

Outra forma para falar destes cheques é que não têm cobertura. Olhando para isto numa perspectiva sexual, não poderia ser mais falso, pois quem recebe um cheque desses fica verdadeiramente fecundado.

Até sempre,
Rafeiro Perfumado


13 comentários:

Cristina Torrão disse...

Tenho pena é do canito que não pode entrar na casotinha por causa dos sacos...
;)

Boop disse...

Uma questão muito pertinente, mais uma vez!!!
:)

Carolina Tavares disse...

¨Cheque sem fundo¨... então se vá a pensar no tal ¨fundo¨. Talvez esteja relacionado a expressão, ¨o que tem o cu a ver com as calças.¨

:)

redonda disse...

Por outro lado então os cheques com provisão, serão cabeludos e com cobertura...

Kruzes Kanhoto disse...

E se, para evitar a falta de fundos, fizermos um depósito que dê cobertura ao cheque pode dizer-se que estamos a fazer um implante?

Til disse...

Olá,eu sou a Til!
E tu?

luisa disse...

Eu não me conformo é com o facto dos cheques perderem a validade. :)

Táxi Pluvioso disse...

Passos está a ficar carece, veremos se é cheque. boa semana

Tétisq disse...

aquele comentário sobre as mulheres e as finanças é totalmente despropositado... quem se arrisca a ficar sem pêlo és tu!

:)

Rosa dos Ventos disse...

Mas há quem dê cobertura a cheques carecas e assim o problema fica resolvido! :)

Abraço

Rafeiro Perfumado disse...

Cristina Torrão, já reparaste que está um dia radioso? O tipo fica melhor cá fora!

Boop, e por acaso eu coloco aqui outro tipo de questões?

Carolina Tavares, o que nos leva à questão de como se paga algo que não tem fundo. Espero que o cu não esteja envolvido!

Redonda, então os cheques gordos deveriam vir com escova, de tão cabeludos que são.

Rafeiro Perfumado disse...

Kruzes Kanhoto, sim, e quando o cheque é levantado e ficamos com a conta a zero é como se fossemos à máquina zero!

Til, muito prazer em conhecer-te. Eu sou o Rafeiro Perfumado.

Luísa, é como se tivessem demasiada testosterona e o cabelo começasse a cair!

Rafeiro Perfumado disse...

Táxi Pluvioso, felizmente esse tem validade, e para breve. Abraço!

Tétisq, limito-me a afirmar o que aparece nas buscas do google, nada mais!

Rosa dos Ventos, mas esses arriscam-se a ficar com o pelo eriçado! Abraço!