Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Pela democratização da Santidade!

Eis-nos novamente na época dos Santos Populares. Confesso que é um tema que me traz muitas dúvidas, mas tantas que se tornaria fastidioso enumerá-las. Vou tentar focar-me apenas nas que me causam urticária:

1º O sexismo da coisa. Porque razão são “os Santos Populares” e não “as Santas Populares”? Bem sei que a posição da Igreja relativamente às mulheres é bastante depreciativa, mas esta é uma festa de cariz popular, razão pela qual deveria haver mais democracia na atribuição do carácter popularucho. Ou vão dizer-me que Santa Bárbara, Santa Agostinha ou Santa Etelvina não têm um lugarzinho nas vossas preces? Para quem não saiba Santa Etelvina é a padroeira das unhacas encravadas…

2º Tradições associadas. Mas quem é que elegeu a sardinha como alimento oficial destas festas? Houve alguma votação da qual não me informaram? E o manjerico? Quem fez dele a estrela floral desta época? Será que é a planta com mais tolerância a rimas foleiras? E nem vou falar das “pancadinhas” que se dão na cabeça com martelos, alhos porros e afins, pois seguramente iria acabar por descobrir conotações sexuais.

3º O termo popular. Se Santo António, São Pedro e São João são considerados populares, por onde andarão os impopulares? Escondidos em becos escuros, onde apenas alguns fãs incondicionais mantêm viva a tradição? Até já estou a ver as marchas desses santos:

Santa Sífilis já me apanhou
São Escorbuto está-me a matar
São Tesão, São Tesão, São Tesão
Dá cá uma transfusão
Para eu arribaaaaaaaaar!

E dito isto vou-me juntar aos festejos dos Santos Impopulares, servir-me de um belo refogado de iscas com brócolos, acompanhado com um belo copo de óleo de fígado de bacalhau!

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

18 comentários:

luisa disse...

Se juntamos os impopulares aos populares, nunca mais acabam as festas. :)

Janita disse...

Impopular vai ficar o gajo que se bandeou, para parte incerta, com a guita que lhe foi confiada pela organização de cinco Bairros de Lisboa, destinada aos trajes das Marchas Populares. Grande sacana!!!

Ehehehe
Para quem não tinha jeitinho nenhum para versejar até fizeste uma bela quintilha!

Com olhos de carvão tisnado
Vai o teu amor a passar
Requebrando ao som da Marcha
Chinela no pé; mais nadinha!

Formosa, cheia de graça
Brilhando como a sardinha
Mesmo sem seu traje a brilhar
Vai bela, segura e nuazinha...

Beijocas e Bons Santos Populares. :))

Ó menina disse...

Acho que os impopulares têm muitos fãs...

Teté disse...

Bora lá festejar também os santos impopulares. E as santas - e para quem não sabe a Bárbara é santa protectora das tempestades, raios e trovões. E até já houve uma telenovela da TVI com o seu nome, portanto não é como essa tal de Etelvina... :)

Beijocas cá desta santa!

Anónimo disse...

Queres juntar-te aos santos impopulares para teres feriado todos os dias?

ehehehehe...

Ricardo Santos disse...

Os Santos impopulares deves encontrá-los lá para os lados de São Bento !!! :)))

Coguie disse...

Segunda vou adorar...o transito será reduzido para 10%!!!!! Ufaaa :D

Manu disse...

Olha que nunca tinha pensado nesta tua reflexão tão assertiva.
E uma das coisas que me espantou é que para além de ser muito bem dotado para a prosa, os versos são também mais um dos teus dons, ou será que cheiraste o manjerico e ele te deu ainda mais imaginação? rsrsrs

Eu estou numa de santos impopulares e se fosse rafeira dava-lhes umas dentadas valentes.

Beijocas da Sta Manu

Teresa Durães disse...

Saiam da frente que o Rafeiro vai vomitar!

Utena Marques disse...

E posto isto a pergunta é aonde são os tais becos dos santos impopulares para lá passar?

Beijo Rafeirito

Elvira Carvalho disse...

Então bons festejos dos populares e dos impopulares que eu não gosto de exclusões.
Abraço

alfacinha disse...



Na Bélgica fica uma Santa extremamente popular. É a Santa Rita, chamada a Santa dos impossíveis, advogada dos casos desesperados.Todos os outros, são Santos de cal.
Adoro as festas dos Santos populares.

Boas festas

mixtu disse...

há muito que já não há santas...
jajajajaja
e ainda bem :)

Portuguesinha disse...

Temos poeta!
Só faltou uma alusão às mijadelas entre postes durante as festas Ksss!

Miúda disse...

se é pa festejar bora festejar :)

rosa-branca disse...

Olá Rafeiro e perfumado...só tu para me fazeres rir. Festeja lá os santos im/populares, pois até vais ter direito a um feriado e tudo o que é que queres mais? Boas festas Juninas e se não te apetecer guarda para o Natal...mas sem sardinhas claro. Quanto ás santas nem penses nisso. Não tinhas feriado nenhum e comias berbigão se o apanhasses...Beijos com carinho

LopesCa Blog disse...

LOL olha que eu adoro os santos :)

Blog LopesCa | Facebook

Vânia disse...

Então vá, 'bora criar um movimento a favor dos santos impopulares e das santas. Pode ser por petição para entregar na AR da igreja católica? Estou nessa! Para o ano é que vai ser, três meses de festividades de santos. E já agora podemos pedir que seja feriado em todos e para todos, porque isto de ser para uns e não para outros não está com nada!