Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Rapidinha VIII - Onde pára o Império dos Sentidos?


Caminharemos no sentido de atrofiar totalmente os nossos sentidos? E não, isto não tem nada a ver com um certo filme.

Este texto, tão lindo que dá vontade de chorar, pode ser encontrado no livro
Rafeiro Perfumado - Are you ladraiting to me?!?

105 comentários:

PsYcHo_MiNd disse...

Está na hora da revolução dos sentidos! Mas ninguém tem tempo para isso.

patrícia disse...

e cada vez mais fazemos questão em negligenciá-los e em substituí-los por algo virtual ..os sentidos mais do que a forma de apreendermos o mundo, são o meio que temos para o conhecermos, a ele e a nós próprios .. e esse conhecer pode ser tão mais rico e único quanto mais os explorarmos.. não temos só os clássicos 5 sentidos, ou pelo menos não assim de uma forma tão linear, existem teorias que apontam cerca de 100..é brutal ..na verdade temos capacidades das quais nem se quer desconfiamos ou pelo menos não confiamos ter, sem falar na grande percentagem de massa cinzenta ou branca ou lá o que é que inda não se sabe para que serve..sem falar da consicência de que o nosso cérebro sabe muito mas muito mais do que aquilo que nos dá a conhecer.. enfim tudo um universo infinito de capacidades e informação que flui com uma "energia", uma viagem que começa para nós precisamente nos sentidos... o tempo mata-nos sem dúvida, deixamo-nos levar por todo este sistema de doidos, mas é uma pena.. contra a qual devemos mesmo lutar

Hydrargirum disse...

Então e o olfacto?...Não mencionaste o olfacto....!!!!

Talvez numa vertente de encharcamento em perfume...ou se formos pobrezinhos em roll-on baratucho....
Tb perturba este sentido a outrém não achas?...

3ros a comentar...isto está a melhorar pros meus lados!lol
Abraço:)

Hydrargirum disse...

Bem quer dizer...tu disseste "que não te cheira nada bem"....

Ok...mea culpa...tacada no olfacto!!!!

HM disse...

?????

O Império dos Sentidos. Onde pára?!?!?!
Precisamente no toque, pazinho!
E o toque provoca horror e asco?!?!
Credooooo, onde vives tu, homem???
Começo a ficar preocupada:

-O rafeiro anda a negligenciar progressivamente os sentidos e o cérebro também;

-É expert em atletismo, 100 metros sem barreiras;

-Degusta e desgosta se não corta a meta do bacalhau com todos;

-Precisa de algumas rennie pra azia do toque, mesmo que viola seja, o toque da viola, claro;

-Quando viola é sempre por acidente e desafina;

-Prefere o bailado da chapada ao rebolar da lambada, bem mais sensual;

-É cusca, por isso valoriza a periferia da visão;

-Chamar-lhe burro não o ofende porque dispensa as palas;

-Vai aprender a conduzir um carrinho de castanhas pra se governar;

-Aprecia o similar em detrimento do dissimular;

-Qualquer buraco serve não é a sua filosofia: entalá-lo na orelha, mais propriamente no canal, nem pensar;

-Frequenta lugarejos onde as ETAR's não funcionam na perfeição....

Depois disto tudo, acho que vou alugar o filme para encontrar algum sentido!!

Bjs rafeirosos
HM

HM disse...

:)))))

E como fui a quinta (não confundir com "fui à quinta"...) assiste-me o direito de gritar bem alto:
É A PENÚLTIMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!

Sim, porque aqui o jeitoso avariou-me o ZEN!!! :((, onde já se viu referir pontos fracos onde não existem, hein?????

lol
Bjs rafeirosos
HM

Stephen King disse...

Era o Yeats que nos advertia para pararmos e cheirarmos as flores, mas a verdade é que nesta lógica "Huxleliana" de admirável mundo novo da pressa e do produzir a todo o custo, os pequenos crimes entre as pessoas, e mesmo delas para consigo mesmo, estão a dar os resultados que se vê.
As pessoas acabam por esquecer o que é importante, ou melhor, aquilo que deveria também fazer parte da construção pessoal, como a percepção do mundo de morfologia das suas maravilhas simples, e não apenas o que se consegue ter para mostrar...

Smell the flowers While ye may...

Abraços

inês disse...

stresssss? cansaço? ó home, andem aí... e com os "sentidos" todos!!!

(hummmm talvez a gradução a precisar de mudar...)

wednesday disse...

Não te cheira bem? Se calhar são os efeitos secundários das castanhas... :P

Realmente hoje em dia não é só o tempo que tá maluco, os sentidos pelos vistos também.

SoNosCredita disse...

tenho de concordar ctg!

Laredo disse...

Os sentidos já sofreram os efeitos da overdose de informação diária a que são submetidos, agora defendem-se! Obrigam-nos a criar uma auréola virtual de sensações controladas para não entrarem em overload. No meio deste correpio e bombardeamento constante, já não havia sentidos que aguentassem.

Então queriam que o cérebro pusesse cá pra fora tudo o que sente e sabe?? Se já não conseguimos lidar com o mais curriqueiro, aquele tipo de dados que ele já fornecia aos nossos antepassados macaquídeos, imaginem lá onde é que iríamos buscar fusíveis, que conseguissem lidar com a amperagem toda que vai lá por dentro das catacumbas, de tanta prega aparentemente sem uso.

peace_love disse...

Realmente tens razão..

carvoeirita disse...

acho que não é uma perda..é uma diferenciação dos sentidos...

Amores, amizades mantidas a milhares de quilometros de distância através de um teclado,conseguir ver, sem no entanto sentir a presença de quem gosto, perceber que estão bem, que se tem alimentado bem e não estão doentes mesmo sem conseguir colocar a minha mão na testa a medir a temperatura...
rir-me e "ouvi-los" rir através de loools e smiles...
sentir o coração bater forte ao ler (online) ao ver o bonequinho verde...
Nada supera a presença,o toque, o cheiro...mas talvez hajam mais sentidos dos que se encontram padronizados..
Na verdade esta foi sempre a minha opinião..mais em relação a nós mulheres, que ouvimos o silêncio do que não se diz, o não dito nas chamadas que misteriosamente não se podem atender...
O baterestranho do coração, a ansiedade do algo de estarnho que está a acontecer, a percepção do desconhecido que parecemos alcançar...
um beijinho grande ou um beijão pequenino: o que mais confusão te fizer!!! (alcançaste a ironia mesmo sem me ouvires ou veres? são os sentidos em acção!!)

lollll!

Paula Raposo disse...

Realmente cada vez está pior!! Os sentidos que são do mais importante andam um bocado tapados...

rui disse...

Olá Rafeiro Perfumado

Então! Ainda não te tinhas apercebido?
Isto é o reflexo da nossa actual e exigente sociedade de consumo!
Põe-nos a correr desenfreadamente de um lado para outro e, a implicarmos uns com os outros (esta é a parte mais interessante), distribuindo mimos e carícias a torto e a direito.

Grande abraço, rafeirinho

Marta disse...

Essa parte da chapada não é totalmente má! A gente até pode tocar acidentalmente em algumas pessoas só pelo prazer de lhes batermos depois! :)

conchita disse...

Bem, pelo menos o teu olfato continua a funcionar a 100%, já que te cheira mal este Imperio dos Sentidos, hihihihi!!
Um abraço...mas não andes a porrada comigo, porque foi um abraço a roçar, levezinho!

Dragão Azul disse...

Realmente tens razão Rafeiro Perfumado... agora confeça la á gente que esta coisa de fazer posts em forma de rapidinhas é um dos sintomas de que os teus sentidos estão totalmente alterados.... eheheheheh

Um abraço.

Boa semana.

Arcanjo disse...

Esta gente de agora não sabe o que é bom!!!

Vamos fazer uma revolução???

Beijinhos béu-béu***

Sofia disse...

Mas o olfacto do nosso rafeiro lindo, está bem desenvolvido!
Festinhas na barriga!

eu mesma! disse...

olha os meus sentidos estão muito apurados para a parte negativa dos mesmos, passo a explicar:
- tenho um olfacto apuradissimo para os maus cheiros....
- as minhas papilas gustativas estão alerta e detectam muito bem, maus sabores, ou sabores a congelados disfarçados...
- detesto toques de gajos porcos, suados ou similares
- vejo lixo em todo o lado
- oiço sempre as coisas inconvenientes....

Yashmeen disse...

Eu recuso-me a fazer refeições de pé; nem que seja um cafézinho. A minha equipa é a do império dos sentados :))

SILÊNCIO CULPADO disse...

É tão grave o que se passa que a tua observação é séria e profunda sem aquele toque de humor risonho com que, normalmente, nos presenteias. Concordo que estamos a perder a nossa natureza animal, no sentido mais nobre, aquela que nos aproxima da terra e da natureza das coisas. Que nos faz sentir sensuais e quase perfeitos.
Hoje tenho um post no Notas Soltas & Ideias Tontas (http://notassoltasideiastontas.blogspot.com) em que fiz um apanhado de dados oficiais sobre os "cancros" que o país padece e que mostram, de forma nua e crua, as realidades com que nos confrontamos.
Se tiveres um pouquito de tempo gostaria de ouvir a tua opinião sobre temas tão gritantes quanto aqueles.

Joana disse...

Passei para te mandar um beijo.

Rita disse...

Para mim a hora da refeição é sagrada e a comidinha é saboreada com requintes de malvadez porque eu além de adorar comer, gosto de o fazer muito calmamante e devagar. Normalmente sou a modos que a última a acabar...
O toque depende de quem se toca porque há toques e toques...
Os óculos são fundamentais mesmo em dias de chuva porque senão ando toda franzida e não tarda nada peciso de uma plástica...
Headphones não uso porque senão era um atentado pois como normalmente quando estou a ouvir música vou cantando não era nada agradável para quem ouve porque assim como assim a música ainda abafa a minha"bela" voz...
Quanto ao smell não dispenso o banho diário, nunca saio de casa sem desodorizante e uma gotinha de perfume nunca fez mal a ninguém...
Equeceste-te do Sexto Sentido mas sobre isso não há nada a dizer...
Festas Grandes (em comment grande)

tavguinu disse...

se não te cheira bem muda de perfume !

Teté disse...

A malta nem se apercebe, mas tem uma vida de... cão (sem ofensa)!

Este Império dos (sem) Sentidos, leva a que cada um viva uma vida cada vez mais isolada, numa ilha deserta, tal como Robinson Crusoé, sem Sexta-feira...

Farejaste bem: isto cheira a esturro!

Desta vez segue só um aceno de xau, não vá qualquer toque gerar uma nova cena de chapada!

turbolenta disse...

Há toques que são de evitar(principalmente no eléctrico- carreira 28).
Senão...lá fica a carteira..
Essa dos óculos (escuros e grandes) é comigo! Assim....sempre tenho a desculpa de só ver o que me convém .
O meu olfacto, mesmo assim anda apurado: mas tem-me andado a cheirar muito mal à minha volta...
E o menino fala, mas vá deitando umas olhadelas para auscultar o mercado e uma possível hipótese de arranjar um trabalhinho extra, como complemento de reforma: talvez: vender castanhas no Inverno e gelados no Verão. Porque....da maneira que isto vai qualquer dia não há reformas para ninguém!
E agora vou trabalhar!

Loira disse...

O Ano passado ofereci livros do "Vida de casado", este ano vou oferecer rafeiros em livro a toda a gente! E dps kero comissao ;)

Sara disse...

É mesmo isso: o Império dos Sentidos não pára. ;)

Mad disse...

Vim bem recomendada e cheira-me que vou voltar mais vezes.
Bjs.

Amsilva disse...

cada vez mais as pessoas por conviniência desleixam o convivio entre seres, mesmo em casa por vezes ha barreiras de conhecimento entre os usuários da residencia!!
vivem sem viver

Kalinka disse...

Também me lastimo pois cada dia que passa, as pessoas não têm tempo para NADA...no entanto, estamos a chegar a uma época do ano, a mais hipócrita do ano - parece que todos se vão lembrar de todos...rrssssssss, que raiva!!!

Eu nunca me esquecerei do País que me viu nascer:
"Cahora Bassa é nossa" foi a célebre frase que mais se ouviu ONTEM em Moçambique!!!

Beijitos.

Andreia do Flautim disse...

humm, pois, se calhar não cheira mesmo!

Bruno disse...

Cheiro o que não vejo.
Vejo o que não sinto.
Sinto o que não quero.
Quero o que não tenho.

Que raio de sentidos...

Vanadis disse...

Isto não é uma rapidinha! è uma rapidona!! Ou seja, uma rapidinha grande!! Tas a ver os beijinhos grandes?? Ah pois, agora já vês!!! ;-)

Corridas de 100 metros?? Mas onde andas tu a comer??? Por aqui são corridas a um mm por hora, heheheh! Temos pausa para pequeno almoço, almoço, lanche e jantar! Degustar? Eu degusto! E tu?

Sim, o toque acidental é motivo para andar à chapada. Se não tomas cuidado, vais contra o muro do lado, ups, foi também um acidente!!! Pronto, mas isto sou eu que sou violenta e nada adepta de toques acidentais...

Os meus oculitos têm hastes pequenitas, visão que se preze, vê pra todos os lados!!! Até pra dentro!!!

Fones, fones...eu até comentava os fones. Apesar de usar fones de vez em qd. Apesar de arrancar uns fones de vez em quando.

Faltou, sim o olfacto. Especialmente vindo de um rafeiro!!! perfumado!!! Busca, busca, vá!

E o sexto sentido?? Não há império dos sentidos sem sexto sentido!! I see death people!!!

isto tá a fazer algum sentido? Tá? Ok, então explica-me, que não me estou a perceber nada...

Schlumpy disse...

É para desenvolver a percepção extra-sensorial

Vanadis disse...

E olha lá, como é que sabias da cara que eu tava a fazer???? Mmm, o rafeiro, além de perfumado, tem um dom extra-sensorial com um sentido número seis. Está perdoada a falta de olfacto. ;-p

Vanadis disse...

Mas, tb faltou falar dos desgraçados (será que são desgraçados mesmo?) que têm sinestesia e baralham os sentidos, ouvindo o que vêem e vendo o que ouvem!!! Como será que conseguem lidar com isso? Mais os fones, mais as hastes! Além de não ouvirem o que vêem, não podem ver o ouvem!!! Como é que vão ver o que ouvem e ouvir o que vêem?...mmmm...dúvida existencial...já não durmo hoje...

Vanadis disse...

E vai mais um!!!!! É o castigo por teres tanta piada... ;-)

paula disse...

Olha rafeiro, também já escrevi sobre isso no meu blogue... e é mesmo uma pena, que cada vez menos se vivam as coisas de forma sensorial. Mas isso agora dava pano para mangas e eu que gosto tanto de escrever, não me calava e esticava-me...e esticava-me...
beijo

Cati disse...

Olha que bem observado... só mesmo tu Rafeiro!!!
Disseste tudo... a vida hoje em dia não dá azo a grande exploração sensorial - tirando aquela bela sensação de bocejar ou coçar aquele sítio que comicha, tudo isto pelo mais básico instinto primário...

Cultivemos os sentidos!!! Afinal também são eles que nos distinguem dos demais animais...

Festinhas nesse cachaço!!! e um beijinho...

Tiago Carneiro disse...

RAFEIROTE,

acabas de receber um prémio!
http://democraciaemportugal.blogspot.com/2007/11/prmio-diz-que-at-no-um-mau-blog.html
Foste nomeado.
É com prazer que venho cá espreitar os teus excelentes textos.
Continua, por favor.

Abraço
Tiago
http://democraciaemportugal.blogspot.com

Metamorfose disse...

Oh Rafeiro, hoje em dia a malta curte tudo o que é virtual, depois queixam-se... sabes, aqui pelos meus caminhos que tu conheces e bem, onde gostas tanto de descansar, ainde se usam um pouco os sentidos, saboreia-se comida caseira e bem saborosa, cheira-se o mar e o ver dos campos e os toques, bem estes ainda se apreciam. amigo, se reparares não se foram as 7 palavras, estão lá só que mais escondidas entre as outras, dou-te um doce se as descobrires. Beijos grandes, para não te confundir...

Oliver Pickwick disse...

Caro Rafeiro, eu também ouvi falar nesse tal Acordo Ortográfico. Mas, até agora não vi nenhuma diferença, todos aqui continuam escrevendo "úmida" e "ação" do mesmo jeito de sempre. Esses caras devem estar loucos!
Outro dia, digitei um cê a mais na palavra ação, assim: acção. Rapaz, o Word sublinhou de imediato a palavra com um traço mais vermelho do que um antigo comunista albanês.
É sempre divertido estar aqui.
Um abraço, e tenha a melhor das semanas!

Um Momento disse...

Xiiiiii
OLha lá... bora começar essa revoluçãi urgentemente...
é que o flashinho e a estrelinha já andam a pensar que os meus óculos de sol já não estão bem lá no sitio deles...
isso é contagioso!!!
Beijo sorridente:)))
(*)

Anónimo disse...

Oh Rafeiro, lamento dizer mas estás a ficar velhote e sem SENTIDO para a mudança de SENTIDOS, ou melhor tens é que acelerar os teus sentidos pq há mais coisas para fazer do que "saborar umas iscas" durante horas brrrr !
Tens tb que te modernizar, então haveriamos de ficar sp com os mesmos feitios de oculos???, ia ser tudo um gde aborrecimento se não existisse MUDANÇA e MOVIMENTO!

Mexe-te pá!

Beijinhos

"Anónima"

rascunhos disse...

Tu �s um aut�ntico despertar (peludo) para a realidade!!!


Confesso, desta vez o desenvolvimento que deste ao titulo, surpreendeu-me...

( as mentes preversas que n�s somos)


LOL


beijo

vsuzano disse...

Bem já quase tudo foi dito...resta-me apenas dizer que o meu cão anda muito "sentido" passa o tempo a cheirar o chão e a olhar a ver vse vê aquela cadelita toda catita...para usar os seus sentidos...

De resto já se sabe que actualmente andamos a 500; ouvimos coisas que nos entram a 10 e saiem a 600; esquecemos de tocar nem que seja de vez em quando; vemos, mas olhamos para o lado...
Eu pessoalmente tento sempre gozar a vida o melhor possível...senão a vida goza-me é a mim...

Abraço

Francis disse...

não foi nesse filme que o gajo se lixou ?
tem cuidado pá, não fales nisto ao pé uma japa, senão...zuca, fora com ele.

Fallen Angel disse...

E eu a pensar que ia sair daqui qualquer coisa japonesa que falava da criação de galinhas e de uma forma inovador de chocar ovos...

Mas fica o abraço!

carla granja disse...

a malta gosta de ir na rua a curtir um som :) ou secalhar já vao a ouvir o meu cd com os meus poemas calientes :) olha hje deixo um tao quente ,tao quente k nem tive palvras paar o descrever :) lollllllllllllllllllllllllllll
+______088880____0____0____088880
+____088888880___00__00___088888880
+___088888888880__0__0__088888888880
+___088888888880___00___088888888880
+____088888888880______088888888880
+____0888888888880_00_0888888888880
+_______0888888880_00_0888888880
+______08888888880_00_08888888880
+____0888888888880_00_0888888888880
+___08888888888880_00_08888888888880
+____0888888888880_00_0888888888880
+______08888888880____08888888880
+________08888880______08888880
+__________0880__________0880
+___________00____________00

*´¨)
¸.*´¸.*´¨)¸.*¨)
(¸.*´ (¸.*` * Beijos...
carla granja

Pitanga disse...

Sempre quis entrar aqui. Desde quando ias lá na Likas e deixavas teus comentários pra lá de divertidos. Hoje vim pela Hands of Time mas agora estou com medo. É que sou brasileira e não tenho nada com isso da mudança ortográfica...eu nem estava lá no MEC, nesse dia...hehe.

Vamos continuar "harmonizando" com "humor" que aqui também se escreve com H, viu? Assim como Hoje e bem Haja.
Mas de quem terá sido a idéia? Acho ótimo (sem P) quando vou a Portugal e compro livros e vejo a escrita diferente. Há mais de 500 anos que a gente se entende. Não vamos agora precisar ir à farmácia (sem ph) só por causa disto.

abraços de fato (sem C)

se quiser ir ao Pitanga e me conhecer de verdade vá ao post "Quem vem e atravessa o rio..." no dia 3 de julho deste ano.

Nanny disse...

Há dias em que mais vale não ver, não ouvir, não sentir... mas, efectivamente, as pessoas andam com os sentidos bem mais desligados...

Beijocas rafeirote

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

"Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os “is” em detrimento de um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos"
já dizia Neruda...

é bom começarmos a reavaliar os sentidos...

beijossss

Marisa disse...

Concordo com o senhor rafeiro sim senhor!
- Sei que a maioria das pessoas que trabalham têm 1 horinha para almoçar o que khe parece pouco... pois eu sou estudante do ensiono superior e tenho, nada mais, nada menos, que 15/20 minutos para aspirar uma sandes!
- Não gosto muito que me toquem não!
- Pronto, aqui discordo (hihi) os oculos de sol tamanho XL são muito giros!...
- Headphones só no comboio e metro, na rua dispenso! Gosto de estar com os sentidos alerta :p

Rafeiro Perfumado disse...

PsYcHo MiNd, eu ao fim da tarde ainda tenho uns minutitos livres…

Patrícia, é uma pena um comentário tão completo e cheio de conteúdo como o teu ser utilizado num texto non sense como o meu. E não estou a ser irónico. Beijoca.

Hydrargirum, ainda bem que reparaste a tempo, já me estava a imaginar a envergonhar-te em público, apontando para a frase onde o olfacto está, enquanto gritava “E ESTA FRASE, HUM, FALA DO QUÊ, MEU PALHAÇO?!?”. Abraço!

HM, onde é que lês que o toque é o meu, rapariga? Só há um toque que me arrepia, ou melhor, ao pensamento de que um dia mo vão fazer, felizmente daqui a muitos anos! E não me digas que esta decomposição do texto, por forma a tornar ainda mais evidentes as fragilidades do mesmo, foi só por te ter dado cabo do ZEN? Fará se te tivesse pisado algum pé... ;) Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Stephen King, com o rumo que as coisas levam, acho que em breve nem flores nem narizes existem para cheirar e serem cheiradas. Abraço.

Inês, tu estás mesmo a mandar avançar os homens e em sentido? Hum.....

Wednesday, o tempo anda maluco? Isso poderia explicar o porquê do meu termómetro ter feito greve... Beijoca.

SoNosCredita, ainda bem, pá!

Rafeiro Perfumado disse...

Laredo, mas uma coisa é fazer uma selecção da informação que recebemos, outra é evacuar completamente no meio que nos rodeia..

Peace&Love, dizes isso como se fosse uma surpresa, jove!

Carvoeirita, se não conseguirmos lidar com os sentidos básicos, como poderemos sequer tentar lidar com os que nem conhecemos bem? Quanto à maior sensibilidade das mulheres, é assunto no qual nem me meto, sei bem quais as “batalhas” que posso ou não travar! Viste? Também sei usar a ironia! ;)

Paula Raposo, mas apenas estão tapados quando utilizados por malta tapadinha... ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Rui, ainda não, porque venho sempre com os headphones a altos berros, custa perceber o que se passa à minha volta! Abraço!

Marta, o pior é se tocas em alguém muito maior que tu. Olha, tocaste-me! Chega aqui...

Conchita, e eu lá quero abraços teus? Beijoca, se faz favor! ;)

Dragão Azul, confesso que esta cena das rapidinhas não funcionou como eu esperava, mas quanto aos meus sentidos e sentimentos, continuam intactos! ;) Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Arcanjo, “revolução dos sentidos” seria um bom título para a sequela do “Império dos Sentidos”. Continuas a querer fazê-la? ;) Beijos!

Sofia, se tu visses o tamanho do meu nariz, percebias logo o porquê de tal desenvolvimento! Beijo!

Eu Mesma!, e quando os toques são de gaijos lavadinhos, cheirosos ou similares, como reagem os teus sentidos?

Yashmeen, completamente de acordo. Afinal, se me custa a ganhar o dinheiro para comprar a comida, porque motivo lhe haveria de lhe facilitar a vida ao endireitar o caminho até ao estômago? Beijo e RAUF!

Rafeiro Perfumado disse...

Silêncio Culpado, a parte do humor estava dentro do carrinho das castanhas, mas pelos vistos não foi o suficiente! ;) E claro que terei um tempo para lá ir. Beijoca.

Joana, só? Nem dois dedos de conversa, nem nada?

Rita, não esqueci não, como é que achas que eu descobri a cara que algumas pessoas fizeram ao ler isto? E mantém os headphones trancados, ok, é que eu de manhã sou um bocado agressivo, especialmente a sons agudos... Beijocas do tamanho do teu comentário!

Tavguinu, mas o meu perfume é excelente, agora o dos outros...

Rafeiro Perfumado disse...

Teté, uma vida sem sexta-feira, e consequentemente sem FDS, ainda conseguia ser pior que uma vida sem sentidos! E a reacção aos toques não é minha, cara amiga, eu limito-me a ser um observador da chapadaria! Beijo!

Turbolenta, mas nem me passaria pela cabeça que a menina não tivesse os sentidos apurados e aguçados, tal a acutilância das tuas respostas! Quanto ao trabalho extra, não me parece que vá por aí na minha reforma, sou mais capaz de começar a andar na carreira 28! ;)

Loira, se todos tivessem o teu sentido de oportunidade, eu seria um rafeiro feliz. Beijoca e boa sorte na tua cruzada!

Sara, nem mais, sempre a rebobinar, rebobinar, rebobinar... ;)

Rafeiro Perfumado disse...

MAD, ia perguntar-te onde foi a recomendação mas “cacei-te” sem querer! Beijoca!

AMSilva, é o que tu chamas às portas, “barreiras de conhecimento”? ;)

Kalinka, quanto a Cahora Bassa, acho sinceramente que para sustentar Elefantes Brancos já nos bastam os que cá temos... mais um dossier muito mal conduzido, mas enfim... Beijoca.

Andreia do Flautim, e não és tu que tens a cabeça enfiada dentro do balde! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Bruno, e que raio de sistema de saúde, esses sintomas que referes só podem querer dizer alguma coisa ruim! ;)

Vanadis, quando eu falo de correr ao almoço, refiro-me à classe trabalhadora, não sei se estás a ver... no que se refere aos toques, juro que não pensei nem por um momento na tua habilidade a estacionar! E não faltou nada, não viste a ironia da última frase? Não é a do adeus, a outra última! Quanto ao “I see dead people”, já estiveste mais longe de entrar no argumento... ;)

Schlumpy, que venha de lá o carrinho das castanhas que desenvolvem é o aerodinamismo, quando forem pelo ar!

Paula, mas a malta gosta é de esticanços, pá! Frnacamente, és visita aqui do tasco há mais de 3 semanas e ainda não percebeste a política da casa? Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Cati, esqueceste-te do espreguiçar, das coisas mais naturais e satisfatórias que existem, pouco atrás de outra coisa ainda mais natural! Beijinho!

Tiago Carneiro, pois muito obrigado e continuarei, claro. Um abraço!

Metamorfose, e que tipo e tamanho de doce é esse? Vou já buscar o bloco de notas e a lanterna de explorador! Beijos grandes!

Oliver Pickwick, e espero que continuem a escrever, tal como eu continuarei a escrever, seguramente, da forma como aprendi. E não achas que é mais interessante, sermos primos chegados do que irmãos à força? Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Um Momento, ainda vou passar por revolucionário, está visto. É por causa da língua, por causa dos sentidos. E uma revolução para dar um plasma ao rafeiro, que tal? Beijo!

“Anónima”, e porque razão a mudança dos óculos têm de ser no sentido de “empalar” os olhos em vez de lhe dar mais amplitude de visão? E nem todos podem ser eléctricos como tu, cara amiga, ainda há quem goste de passear e conseguir ver a paisagem sem ser de forma desfocada! Beijo!

Rascunhos, o título foi apenas uma tentativa grosseira de cativar (mais) tarados aqui para o blog. Se eu metesse como título “o embotar das sensações”, ainda me vinha aqui parar o JCB! Beijo!

Vsuzano, o teu cão é que faz bem, aproveita o dia como se fosse o último! E excelente frase essa, a de gozar com a vida antes que ela nos goze... Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Francis, aqui que ninguém nos ouve, nunca vi o Império dos Sentidos. Caladinho, que isto não fica bem no currículo dum macho como eu!

Fallen Angel, mas podes sempre sair com uma garrafinha de champanhe, já que parece que não a queres pagar... Grande abraço!

Carla Granja, até vou calçar as luvas de cozinha para receber beijo tão tórrido! Beijoca!

Pitanga, medo? Nunca ninguém foi maltratado neste blog (o coelho foi um acidente lamentável), e enquanto for eu o rafeiro residente, nunca será. E pelo que leio, és da minha opinião, é nas pequenas diferenças que está a graça. Evolução é uma coisa, terraplanagem linguística é outra. Beijoca para ti.

Rafeiro Perfumado disse...

Nanny, sim, infelizmente certas coisas mais vale ficar longe, é por isso que eu codifiquei o Canal Parlamento. Mas outras ainda vale bem a pena andar atento. Beijo, Gata.

E se eu fosse puta, tu lias? O Neruda dizia uma coisas porreiras, e ainda por cima acertadas. Temos é de passar do papel para a vida, e aí é que a porca torce o rabo (Outra expressão estúpida, mas adequada). Beijo!

Marisa, aspirar uma sandes? Tens de a passar pelo liquidificador primeiro, não? E anda cá para eu te dar um abracinho pegajoso... vá lá, não fujas!!!

Girafa cor de rosa disse...

Meu caro rafeiro que palavras tão sábias que escreves neste mundo virtual! Andamos todos com umas grandes palas!! Isolados uns dos outros e do próprio mundo! Hajam pessoas como tu para a partilha das palavras e dos sentires! Beijo.

Safira disse...

A malta dos headphones é particularmente irritante quando põe o volume no máximo e obriga o incauto passageiro do metro a levar com os 'untz untz'. N se aguenta!!!!

Por isso, concordo plenamente com o investimento que propões no desnvolver dos sentidos. Até proponho que se desenvolva o gosto pelo sentido do tacto, e se toque (com muita força e mão fechada) na cara do infeliz que ouve essas porcarias em altos berros no metro!

Marrie disse...

Ainda bem q os meus sentidos ainda estão démodé.........

almoçamos sempre juntos... e em casa...
detesto óculos q me tomam toda a a cara...
se me tocam... apaixono-me...rs
e adoooooro um belo som nas alturas!!!

EStou brega mesmo, pois não? E daí... sou feliz é o q importa!

bjs rauf, rauf

zé (do beco) disse...

Eu fico completamente estarrecido quando a minha miúda, de 25 anos, me diz que o tempo passa a correr. Enquanto nos meus 25 anos os dias eram uma seca, demoravam uma eternidade a passar e um "gajo" de 40 anos era, para mim, um "velhadas" e a reforma era uma coisa tão distante que nem me passava pela cabeça, a "chavala" já anda deprimida e a pensar na velhice.
Será porque agora temos tudo à mão? Dantes eu andava 6 meses a juntar dinheiro para comprar uns sapatos. Parecia que nunca mais chegava o dia de me ver de sapatos novos. Agora andamos a tropeçar na roupa e nos sapatos, sem saber qual havemos de usar hoje… deixou de haver expectativa.
Depois passamos a vida a correr para nada e mesmo sem correr, todos os acontecimentos que vão por esse Mundo fora nos entram pela porta (televisão) dentro. Acho que, hoje em dia, já não vivemos apenas a nossa vida. Vivemos milhões de vidas ao mesmo tempo. Só assim se explica (explicará?) a velocidade com que passamos pelas coisas.
Lembro-me de andar na 2ª classe e escrever as cartas à avó que estava na Beira. Primeiro que aquela carta seguisse, era preciso que alguém fosse à vila. Depois a resposta era dada ao mesmo ritmo da vida. Escrevíamos e recebíamos duas ou três cartas por ano.
Deixámos de viver a vida. Deixámos de olhar para as coisas, com olhos de ver. Deixámos de cheirar, de saborear (o que é que há para saborear? Hambúrgueres?) e para não nos tocamos no Metro, em hora de ponta, levamos duas horas para chegar ao emprego de carro.
Há dias em que a vida parece mesmo uma mer**.
Abraço.

oArtista disse...

O Império à muito que é apenas uma miragem.
Os sentidos cada vez se usam menos.
Esta geração não sabe o prazer que se pode tirar de uns sentidos bem desenvolvidos...então se se for carteiro....

Atlantys disse...

Os óculos com as hastes largas são fashion Rafeirito =P

medusasss disse...

Rafeiro, depois de um 2º lugar no post anterior, eis-me aqui na 2ª leva de comentários! Comentas o meu comment? :p
Pois é, tens toda a razão no que dizes, mas se reparares bem tudo o que invocaste são símbolos de uma sociedade cada vez mais individualista e egoísta. Transmitir uma imagem moderna e chic é mto importante. Se para isso o teu campo de visão fica limitado, tanto pior! (por isso uso lentes de contacto, mas não dispenso os óculos de sol).
Comer depressa sem saborear... que queres tu saborear rafeiro? a comida de restaurante sabe tudo ao mesmo, quando não comes num fast-food! Mas ficas avisado rafeiro, está na moda os clubes gastronómicos e enólogos! Só para apreciadores!
Quanto ao toque... eu peço desculpa, mas só me tocam com o meu aval. E sim, quem me apalpar só leva chapada, porque mais do isso é considerado ofensa à integridade física e eu quero o meu registo criminal limpinho!
Ok, ok... os headphones! Tens razão! Andas de transportes públicos? Não há nada pior que ouvir conversas privadas: ou são absolutamente corriqueiras e estupidificantes, ou então de fazer corar as pedras da calçada...
Esqueceste-te do cheiro rafeiro PERFUMADO! Talvez porque para ti o perfume seja uma mais valia sensorial e não um seu limitador. Pois eu tenho algo a dizer nesse sentido! Detesto estar 10 metros atrás de uma pessoa e sentir o perfume! 10 metros! Pôs o frasco inteiro antes de sair de casa? Fico com o nariz todo irritado!
Bem... grande comment!
Beijinhos PERFUMADO!

Casemiro dos Plásticos disse...

coisas da vida pá, coisas da vida... haja paciencia...

patrícia disse...

oh obrigado..mas não é verdade, nada é non sense e com os textos geras pensamentos partilham-se opiniões (lá está, uma coisa que infelizmente nos é bem mais difícil de fazer ao vivo.. falta-nos a ágora ou o fórum romano.. a ágora é mais fixe ..todo aquele partilhar natural de vivências.. mas pronto estamos a caminhar e como acima de tudo somos animais, racionais mas animais e só por isso somos humanos, acabamos sempre por nos render às mais básicas experiências vontades e desejos..por isso seja lá para onde vamos, não há-de ser assim tão mau..espero) mais do que isso fazes-nos rir, tu e o pessoal que comenta.. não vejo nada de non sense nisso.. é muito bom encontrar tanta vontade de dizer disparates junta :) beijoca para ti também

Vício disse...

eu tenho um sentido a evoluir! cada vez mais encontro na sociedade um crescente mau gosto

São disse...

Lá cheguei!
"Império dos sentidos"?
Não, é mais o "império sem sentido"
Boa noite!

Pitanga disse...

Obrigada por teres ido ao Pitanga.

abraços

Sandra disse...

:))

realmente, é triste :))

oya lá e por falares em phones, ontem apanhei a minha mãe a dar a ferro c phones, axo kela num suporta o vapor nozóvidios lolollllllllllllll

raias parta a moda :))

besuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu

Carracinha linda! disse...

Então e não falas do cheiro?

Ás vezes passam pessoas por nós que tresandam a perfume que até parecem uma garrafa de alcool ambulante. E outras que cheiram tão mal...devem tomar banho 1 vez por mês (ou menos!).

Tu pelo menos és um rafeiro moderadamente perfumado! :D

Bjs

Olá!! disse...

Acho que fui apanhada pelo clima das rapidinhas... ia jurar que postei aqui (com lambeta e tudo)...
Como sou uma troglodita, não uso oculos, headphones e similares.
Como com as mãos e demoro muito tempo a roer os ossos que depois servem de arma de arremesso...
Tenho 5 sentidos bem apurados mais 1 extra (não digo qual é rs)
hehe lambeta pra ti rafeiro

D*ana disse...

Esse cão na imagem faz-me lembrar alguém...

Beijos *

Belzebu disse...

E esta maldita constipação que nos impede de cheirar o perfume do rafeiro?

eheh!! Aquele abraço infernal!

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt disse...

hello:) e que tal vires ler o meu ultimo poema ? :) te garaanto k nao perdes mais que 5 segundos :)
+______088880____0____0____088880
+____088888880___00__00___088888880
+___088888888880__0__0__088888888880
+___088888888880___00___088888888880
+____088888888880______088888888880
+____0888888888880_00_0888888888880
+_______0888888880_00_0888888880
+______08888888880_00_08888888880
+____0888888888880_00_0888888888880
+___08888888888880_00_08888888888880
+____0888888888880_00_0888888888880
+______08888888880____08888888880
+________08888880______08888880
+__________0880__________0880
+___________00____________00

*´¨)
¸.*´¸.*´¨)¸.*¨)
(¸.*´ (¸.*` * Beijos...
carla granja
bom fim de semana

Bichodeconta disse...

Dizer estas verdades num ar que até parece de brincadeira é uma arte maior.. Parabéns amigo, esta denuncia está sempre a dar no sitio certo, mas há quem teime em não ver.. um abraço, ell

Vanadis disse...

Descurpa lá, mas yo estaciono mucho mucho bem!!! e ainda nem tenho 3 anos de carta!!! ;-p

Entrar no argumento??? mas eu não si ded pipal!!!!

Pois, é verdade, o olfacto ficou intacto...tás descurpado. :)

E agora a sério. É bem verdade que vivemos numa sociedade cheia de pressa e de trabalho. Não paramos para apreciar o que está á nossa volta. Esquecemo-nos de cheirar as flores (desde que não sejam cravos e aquela planta carnivora que cheira a podre lá para os cofins da amazonia...pô eu juro que estou a tentar ser séria!!), de ouvirmos o mar a enrolar na areia, de sentir o sol a bater-nos na cara ou a areia a enterrar-nos os pés. De apreciar as cores que o arco-iris nos deu...não paramos para interagir com o mundo...esquecemo-nos que há todo um mundo em nosso redor e que cada pequena coisa que dispara um dos nossos sentidos até podia tornar-nos o/a jóve mais feliz à face da Terra!
E ao deixarmos de usar os sentidos, tb deixamos de usar a imaginação...

Mulheka disse...

E o Império dos Sentados? "Loooooooooooonge de tiiiiiiiiiiiii, jã não possoooooooooooo viver assiiiiiiiiiiiiim..."

Lusófona disse...

É o preço do progresso que nos deixa assim, tão sem sentidos....

Beijokas e bom fim de semana

Laura disse...

Gostei mais dessa do gajo ou gaja de eadfhones ou lá os mp3 nas órelhas e do carrinho das castanhas mais o coiso de barro de as assar,o assador, cheio delas, mais o carvão na saca e mais a gorda da mulher que as assas (são todas gordas) e o lindinho de mp3 no meio do caminho das castanhas e do carrinho..Lindo, lindo, só tu moço...
Beijinho...

FG disse...

Aiiiiiiiiiiii ... deixa lá os oculos em paz que são objecto de culto ... quanto aos headphones servem para evitar conversas parvas ... espera, não porque mesmo com headphones certas pessoas batem-me no ombro para partilhar comigo esta informação essencial: "está trânsito, não está??"

Bxana disse...

Olá rafeirito!

1. Eu demoro cerca de uma hora a almoçar. Sempre.

2. Isso do toque é mto relativo, né ;)

3. Eu só uso óculos quando estou a trabalhar, logo, quando estou sozinha. Basta estar uma pessoa ao pé de mim para eu deixar logo de produzir. Chefe incluido.

4. Eu não consigo mais viver sem o meu leitor de mp3, já lá vão 2 anos desde que o adquiri. Mas... antes da moda dos headfones, já eu me escondia das pessoas nos transportes publicos, portanto, isso de não comunicar já vem de longe :P

Miaus grandes!

Pascoalita disse...

É bem verdade! Os sentidos, à semelhança de outras coisas, andam muito "adormecidos". Cá pra mim estão a precisar duma boa burrifadela daquele novo spray, sabes?

Rafeiro Perfumado disse...

Girafa cor de rosa, nem eu saberia o que fazer neste mundo se não fosse partilhar parv…. perdão, pensamentos com todos os outros! Beijo!

Safira, mas quanta violência! Vens aqui pela primeira vez e já queres partir a cara à malta? Vá, inspira, expira, inspira, expira… mais calma? Então pira-te, que eu quero ouvir o meu MP3.

Marrie, tirando essa do “se me tocam apaixono-me”. Isso quando andas nos transportes públicos deve ser lixado para a fidelidade, não? Beijo!

Zé do Beco, mais um exemplo de um comentário demasiado bom para o texto em questão. Claro que por detrás da ironia, preocupa-me o facto de fingirmos que vivemos, que os dias sejam sempre iguais e que nos preocupemos demasiado com tretas que no fundo não têm valor nenhum. Um abraço.

Rafeiro Perfumado disse...

O Artista, o carteiro, se não correr bem, sente o sentido do tacto (dos meus dentes) na sua peidola…

Atlantys, mas perdes 1/3 das coisas interessantes que por aí andam…

Medusasss, com a tua salvaguarda de “só dares chapadas”, acho que as tuas viagens vão passar a ser mais animadas. E não, não me esqueci do cheiro. Reparaste onde o canito da imagem tem a cabeçona? Beijoca! Qual é a linha de metro onde andas, já agora? ;)

Casemiro dos Plásticos, haja mas é porrada nesses insensíveis! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Patrícia, concordo contigo, à excepção da cena do fórum romano. É que gosto de dizer os meus disparates sem correr o perigo de levar uma naifada ou ir servir de snack aos leões! Beijoca!

Vício, tu tens vários sentidos a evoluir. Acho que nunca te disse, mas acho que és das pessoas mais inteligentes que por aqui anda. Vá, nada de lágrimas.

São, o teu título ficaria muito mais giro que o meu. Raios! ;)

Pitanga, não fui obrigado, fui mesmo de livre e espontânea vontade! Beijos!

Rafeiro Perfumado disse...

Sandra, eu quando era obrigado a lavar a carpete, em casa da minha mãe, fazia-o com uns phones e os Queen a bombar! Beijocas!

Carracinha Linda, o cheiro ficou na última frase, quando digo que há algo que não me cheira bem… e que cena é essa de “moderadamente”?!? Queres apanhar, é?

Olá!! Vá lá, conta lá qual é o sexto sentido! Não me digas que vês pessoas mortas? Beijoca!

Diana, caladinha, vê lá se queres ser riscada do testamento! Beijos!

Rafeiro Perfumado disse...

Belzebu, também é da maneira como evitas cheirar outras coisas do rafeiro! Um grande RAUF para ti!

Carla Granja, é já! Mas depois tu chateias-te comigo, pá… beijo!

Bicho de Conta, só não vê quem não quer, realmente, mas a minha crítica é soft, uma vez que eu próprio tenho muito a melhorar! Beijo!

Vanadis, a avaliar a maneira como estacionas aqui no blog, ui ui! É que nem o portão se safa! Fosca-se, essa de deixar de usar os sentidos implicar deixar de usar a imaginação é linda, importas-te que a tatue nas costas? ;)

Mulheka, eu até te desculpo os agudos, uma vez que sei que deves estar com umas beiças do tamanho da 2ª circular… ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Lusófona, mas que raio de progresso é esse, que nos embrutece? Beijocas!

Laura, olha que na estação onde eu desço há lá um jove lingrinhas a vender castanhas, pelos vistos não deve comer o que vende! Beijinho!

FG, eu também uso headphones, mas apenas quando vejo que à volta não há hipóteses de haver conversas “interessantes”. Aprende-se tanto, nos transportes públicos! ;)

Bxana, mas conta lá como é que te escondias antes, era no compartimento da bagagem? Beijo e um RAUF enorme para ti!

Pascoalita, era mas é borrifá-los e a seguir mandar-lhes um fósforo, a ver se acordam! Beijo!

LopesCa disse...

Muito stress :(
Infelizmente eu almoço bem.
Coitadinhas ... das castanhas :|

Rafeiro Perfumado disse...

Lopesca, e de quem leva com o carrinho, não tens pena?

SF disse...

Eu como... e bem. Faço as pausas que forem necessárias para manter a barriguinha confortável e aconchegada.
Eu sou muito física... gosto de toques, de tocar, que me toquem (mas nesta parte já sou muito selectiva, confesso).
Uso sempre óculos de sol, porque sem eles não consigo manter os olhinhos abertos... portanto, parece-me melhor a emenda que o soneto, neste caso.
Não uso headphones... cusca como sou, ainda perdia alguma conversa interessante do transeunte ao meu lado. No way!

Não percebo onde encaixo neste teu post, muito menos entendo porque me justifico perante um rafeiro (mesmo que perfumado), mas há-de ter algum propósito... whatever!

De qualquer forma, o 'Império dos Sentidos' faz-me regredir no tempo e voltar à altura em que devia passar na tv e me foi recomendado pelos PAIS que NÃO visse... lol, é claro que não vou ver... convosco! Com tantas televisões em casa, nem precisam de saber.
Pois é! Azar! Falhou a luz em toda a cidade do Porto... e até hoje não sei do que se trata. Ouvi dizer que era de terror!!! Será?! :p

Rafeiro Perfumado disse...

SF, aqui que ninguém nos lê, acreditas que eu nunca vi o filme? Mas sei o suficiente que é de terror para os homens, por causa da maneira como termina. Até tenho suores frios só de pensar! ;)

Beijoca!