Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Doente? Nunquinha, violência doméstica!


Os casos de violência doméstica passam a partir de hoje a estar isentos de pagar a taxa moderadora nos hospitais. Não sei se os autores desta medida têm consciência da trapalhada em que acabaram de se meter, pois estão a contribuir para um aumento brutal dos casos de violência doméstica.

É que, sabedores disto, não hão-de faltar por esse país fora montes de poupadinhos que, antes de levarem as mulheres ou maridos para o hospital, farão questão de criarem as condições necessárias para estes caírem dentro dessa isenção:

- Ai, Manel, dói-me tanto a garganta, não me queres levar ao Hospital?
- Claro, amorzeco, mas antes chega aqui! TUNGA! Pronto, assim já não tenho de gastar o dinheiro da mensalidade da SPORTV!
- Ui... tenho... ai... um marido... ui... tão inteligente...

A mim parece-me também bastante discriminatório o facto de, se levarmos um tiro de um larápio, termos de pagar a taxa moderadora, enquanto se for a nossa jove a espetar-nos com um balázio, ficamos isentos. À conta disso, situações como esta poderão tornar-se corriqueiras:
Ladrão: Passa já para cá a massa!
Rafeiro: E se eu não der, se calhar mordes, não?
Ladrão: Morder não digo, mas espeto-te um tiro na perna!
Rafeiro: Tiro na perna? Posso só pedir-te para que seja a minha jove a fazer isso? É que assim sempre evitava pagar a taxa moderadora...
Ladrão: Ok, pá, mas só porque simpatizei contigo!

Até sempre (e desde que a jove tenha boa pontaria),
Rafeiro Perfumado

69 comentários:

A Grafonola disse...

PRIMEIRAAAAAAA!!! Looooooooool! MUAHAHAHAHAHAH!! TREMEI MORTAIS!!! E já agora os imortais também. Mas, dependerá do que se entende por violencia domestica... se o jóve abrir a porta de repente e me der com ela nas fuças, sem intenção, isso é violencia doméstica? Querem ver que agora em vez de se tentar provar que não se teve intenção de magoar, vai ser uma corrida aos motivos para espancar um cônjugue?...

Stuckinha disse...

Ai que eu não acredito, vim só dar uma espreitadela e não é que tou no TOP 10.
Essa agora, também já estou a ver as filas no hospital a aumentarem com casos de espancamento, facadas, e afins, só para terem a isenção.
Será que nos casos de acidentes rodoviários, se o condutor do veiculo for o conjuge será considerada violência doméstica ????

Beijokas

Vício disse...

fiquei preocupado contigo!
pensei que lhe fosses pedir para casar contigo antes de te dar o tiro!

Zabour disse...

Epá! Agora deixaste-me preocupada. Quer dizer que se já havia por aí tanto marmanjos/as que não tinham vergonha na cara agora é k não vão ter msm nenhuma...
Bravo!!!O Zé Povonho agradece a gentileza!!!!Realmente a este passo acho melhor venderem o país aos espanhóis.Eles pelo menos têm a ETA, naõ precisam de violência doméstica para se divertirem...

Bjs

P.S.-Eu tenho que ir fazer uns exames de rotina, achas que se disser que são por causa da violência doméstica não tenho que os pagar?Nunca se sabe?

Maga disse...

ouve lá ó rafeiro, então tu não "postas" à quarta? olha que até fui ali a baixo confirmar e está lá dia 6! depois voltei cá cima para confirmar a data e está: terça-feira, agosto 05, 2008!!! ai que tu andas-me a enganar...
estou mesmo a ver que isto faz parte do treino! andas a arranjar motivo para levar umas lapadas da tua jove, é o que é... talvez seja mais seguro que um tiro na perna, ou já lhe andas a pagar lições de tiro? é que convém acertar... na perna... ihihih
beijufas!

Teté disse...

E nós TUNGA, e nós TUNGA!, vai passar a cantar o Emanuel...

Também acho que se meteram numa camisa de 11 varas, parece que não conhecem os tugas... e o que são capazes de fazer para poupar uns tostanitos!

Boas risadas se dão por aqui! :D

Beijoca!

D.Antónia Ferreirinha disse...

Rafeiro, fónix, quando terei eu o prazer de comentar em 1º lugar?
é isso pá vamos espancar-nos dentro de casa antes de irmos para o hospital.
Rsrsrsrs.
Ele há com cada uma , do caneco.
Prioritário? parece?...
Ahahahah.
Em mim ninguem pões aos mãozinhas, espero eu.
Beijinhos.

Ninja! disse...

Lol, boa observação. Com certeza também se passará o inverso, uma esposa a dar umas traulitadas no marido para poderem poupar uns cobres. Depois o chato é que provavelmente enquanto é tratado, também é gozado.

Abraço =)

Mitsou disse...

Rsrsrsrs

De facto, não lembra ao diabo!

Isso é marketing; aumenta-se o número de ocorrências e faz-se como o Continente: "pontos" a descontar em cartão.

Beijocas :)

BlueVelvet disse...

Se assim numa noite mais entusiasmante o meu me der uma dentada posso dizer que foste tu rafeirinho lindo?
Rsrsrsrsrs
Bjokinhas

ψ Psimento ψ disse...

Lol Deixa sempre um sorriso na cara vir aqui ao teu blog loool. Pois olha tu devias ter um cargo importante no parlamento para alertar para estas situações! Eu votava em ti!
Só esperemos que a jove tenha boa pontaria mesmo… se calhar é melhor deixar o ladrão dar o tiro e depois dizer que foi a jove. XD O ladrão sempre terá um pouco de “solidariedade masculina” quando decidir onde acertar.

Dragão Azul disse...

Boa observação Rafeiro.... sera que também consideram uma dentada de um Rafeiro como violencia domestica?

Abraço

liamaral disse...

Eina, eina já posso bater nos gajos à vontade e se algum deles disser que não é meu companheiro, ainda leva por cima!!

:) Beijinho

Blondie disse...

Perante esta situação imagino as inúmeras situações que vão começar a aparecer. Por exemplo, já ninguém vai cair nas escada, mas vão ter sempre "alguém que as empurre":)
Beijocas

AnA disse...

Estou ali como a tété(sempre sábia, cof cof)......jove anda cá ké por uma boa causa.....tungas...agora já podes ir mostrar a unha encravada, mas aproveita e mostra tb a cabeça que acabei de te partir.

Amsilva disse...

Na perna é demasiado perigoso, se ela fecha os olhos ainda se vai o abono de familia!!

mas por falar nisso, a minha irmã disse que tem de ir ao hospital, se eu a empurrar da varanda também conta como violência doméstica???
Abraço

cris disse...

Bueno, se esta medida tiver como contrapartida a prisão dos agressores... eheheheheheh vai ser mailindo ainda. Beijocas directamente das... urgências

Kok disse...

Oh pah, os gajos que decidiram essa coisa pensaram bem no assunto;
talvez até tenham levado umas porradas lá em casa, ou na casa da amante, sei lá....!

Maria Manuela disse...

Isso é que é imaginação... sim sra....


eheheheh

bj

Nitrox disse...

Ao ligarmos inadvertidamente a televisão lá de casa e apanharmos com o Sócrates a dizer que o pais está bem, pode configurar um caso de violência doméstica?

Acho que sim! É extremamente violento e acontece em casa! Logo pode usar-se sempre essa desculpa.

-Ah! E tal estava a ver televisão e vi o Ministro Mário Lino dizer que a margem sul do Tejo era um deserto, vai daí deu-me esta valente diarreia!

Eu acho que até colava, não acham?

vita disse...

ahahahahahahah

Podes crer agora é simples, basta dar umas cacetadas antes (cacetadas de cacete) e pronto, vamos ao hospital de borla.
Isto é capaz de dar umas ideias fixes à malta.
Sempre podem desculpar-se, a mulher faz a denuncia e eles dizem logo "oh sor policia, eu não lhe bati, era só para não pagar taxa moderadora, doia-lhe os dentes parti-lhe a boca".;)

Beijoooo

paulofski disse...

É mesmo Rafeiro, onde é que estes tipos das leis deste país andam com a cabeça? Pró que lhes deu isentarem as vítimas do rolo da massa e os adeptos do olho à belenenses!!! Assim a desperdiçar desta maneira o SNS vai pró maneta, ai vai, vai! E tu que és beneficiário da Sociedade Protectora dos Animais é que estás bem pá...

Pega lá os ossos.

mjf disse...

Olá!
Violência domestica???...mas os tecnicos de saúde vão ter de participar á policia ( há sempre um agente nos servços de urg~encia) e deve ser aplicada uma coima...e esta hã????
Serve???
Talvez desencorage uns tantos ;=)

Beijocas

julie disse...

Hum será que as pessoas vão começar a praticar boxe para não pagarem uma taxa moderadora? Bem... talvez algumas, há pessoas para tudo!!

Vai ser lindo, ver nos hospitais tudo com nódoas negras!!

bjs
julie

Snoopy disse...

ahahaha tb conta nos veterinarios??lool é q ja otu a congeminar aki contra a bobby q precisa de fazer a laquiação! :)

Tá-se bem! disse...

É preocupante, é preocupante...

abraço :|

Andreia do Flautim disse...

Olha do que te foste lembrar!! lol

Cláudia disse...

Quando vi a noticia pensei:
Quando tiver doente, vou mandar-me da escada :))))

Assim não pago a taxa e digo que é violência :)))

Credo a gozar com assuntos sérios!

Bongop disse...

Tou desgraçado !!!!!!!
A Diabba vai receber-me de frigideira em punho, e eu defendo-me com o candeeiro da sala! É mentira, mas podemos sempre experimentar umas lutas conjugais, agora que o tratamento é de borla...
Bem, mas há casos em que os tipos(as) deveriam ir veterinário e não ao médico... acho que isso devia ser acautelado!

Atlantys disse...

Uma postagem à 3ª feira??? E depois outra à 4.ª??? Isso é para compensar os preguiçosos e preguiçosas que têm os blogs mais ou menos às moscas? =P

Eduarda disse...

mas porque é que mandaste vir 2 posts ao mesmo tempo?? para me baralhares as ideias... ve la se nao queres apanhar e depois não ha cá descontos para ninguem!!!!!!!

PsYcHo_MiNd disse...

Essa da isenção de taxa moderadora é que não conhecia, agora o macho latino que leva da mulher sempre pode dizer que era por causa da dita taxa!

AP disse...

A brincar com coisas sérias... Sem comentários.

Paulo Tomás Neves disse...

O que é interessante é que basta uma mera declaração logo não é preciso provar coisa alguma. A caminho do hospital agora leva-se uma moedinha para pagar ao arrumador da esquina para nos aplicar um "penso" (de isenção).
- Então o que lhe aconteceu?
- Foi o meu primo que me bateu.
:-P

Paula disse...

Eh pá! E eu que andava com dores nas homoplatas e nas costelas por causa do exercício e não aproveitei!
Podia ter pedido ao Nuno que me batesse com um ferro e depois, não pagava...
Credo! Fora de brincadeiras, acho muito bem! Mas o mesmo se devia aplicar, a quem leva tiros de marmanjos e não só da sua jove ou do seu jove!
:)
Bjs!

Diabba disse...

Qué qué isto? um poste penetra?

Oh pá, se me deixares dar-te um tiro, eu responsabilizo-me pela taxa moderadora... só para fazer o gostinho ao dedo! hihihihi

beijo d'enxofre

Rafeiro Perfumado disse...

A Grafonola, sabias que podias levar um processo por abuso de informação privilegiada? E sim, já estou a ver os cônjuges a tentarem decidir quem leva o carro, dando porrada um no outro!

Stuckinha, a tua observação é bem feita, mas simples de responder. Caso seja a mulher a conduzir, não é violência doméstica, é nabice, mesmo! Beijocas!

Vício, nesse caso mais valia dar-lhe logo o dinheiro todo, ia dar ao mesmo!

Zabour, para que precisamos nós da ETA, já temos os nossos legisladores! Quanto aos teus exames, pede a um familiar que te espanque, just in case! Beijos!

Rafeiro Perfumado disse...

Maga, desta vez foi uma daquelas situações que ou era agora ou perdia-se o momento, peço imensa desculpa. A minha esperança é que a jove quando se caçasse com a arma na mão desse um tiro no gatuno. Beijo!

Teté, explica-me lá essa da camisa de 11 varas... ;) Beijos!

D. Antónia Ferreirinha, ninguém te mete as mãozinhas? Depois admira-te de levares com a senha verde. Quanto ao inaugurares os comentários, basta vires cá a uma quarta-feira, às 00:02! Beijo!

Ninja, repara que eu meti duas situações, em que na segunda é a jove que atira no jove, já para não ser acusado de machismo! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Mitsou, do género “dois olhos negros dá direito a uma endoscopia grátis”! Beijoca!

Blue Velvet, é que nem pensar! Então outro tinha o prazer e eu levava com as culpas? O tanas! Beijocas!

Psimento, já uma vez mandei a escada, e constatei que 8 pessoas votariam em mim. Quanto à solidariedade masculina, se isso fosse verdade ele dava era um tiro na jove! Abraço!

Dragão Azul, se o rafeiro viver lá em casa, é bem provável! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Liamaral, mas olha que tem de ser em casa, na rua pode não ser considerado doméstico! Beijo!

Blondie, e não podem ser as escadas do emprego, se forem têm de se arrastar até casa para poderem chamar a ambulância! Beijocas!

AnA, na prática a violência doméstica vai ser o salvo-conduto para furar as filas nos hospitais! ;)

AMSilva, claro que conta, espero é que ela não more num andar muito alto, ou passa a contar como queda livre! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Cris, prisão? Agressores? Isso era desvirtuar a lei, jove! Beijos!

Kok, só pode ser, foram parar ao hospital e viram que assim não podia ser. Espero o dia em que achem caro meter gasolina! Abraço!

Maria Manuela, mas não minha, deles! Beijo!

Nitrox, mas nesse caso o Sócrates teria de ser teu familiar, o que seria demasiado arriscado para o teu bem-estar! E colaria, mas só se fosse num hospital na margem sul! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Vita, isto vai abrir todo um novo campo de acção a quem quiser poupar dinheiro “Supositório? Eu te digo, mulher! Chega cá!”. Beijo!

Paulofski, eu até estou a pensar em contratar uma empregada doméstica, para quando tiver de ir ao hospital. Basta pedir-lhe para me sacudir os tapetes nas costas! Abraço!

MJF, para isso era preciso que o agressor fosse junto, supostamente fica em casa a ver a SPORTV e a comer tremoços. A não ser que multem a agredida, o que também não me admiraria. Beijocas!

Julie, por um lado era bom sinal, de que as pessoas iam para o hospital por motivos a sério. É que conheço muita boa gente que basta um espirro e VUUUUUU, urgências com eles. Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Snoopy, duvido, cãopanheiro, no nosso caso vamos continuar a levar porrada em vão!

Tá-se bem!, se é! Eu vou deixar de espirrar à frente da minha jove! Abraço!

Andreia do Flautim, eu não, eles, eu lá tinha imaginação para tamanha parvoeira!

Cláudia, acho que auto-violência não vale, vais ter mesmo de pedir para ser agredida!

Rafeiro Perfumado disse...

Bongop, eu aposto na Diabba, não leves a mal. Quanto à distinção, os agressores a sério sem dúvida que o local deles seria o veterinário, mas para levarem uma pica. Abraço!

Atlantys, é o meu contributo para lutar contra a pasmaceira Agostal da blogosfera! Beijo!

Eduarda, mas primeiro tinhas de casar comigo, pá, porque não quero pagar taxas! Beijo!

Psycho Mind, é a desculpa perfeita, até se pode gabar disso aos amigos. “A minha Maria é uma poupada, afinfou-me dois tabefes só para eu não ter despesas hospitalares!”.

Rafeiro Perfumado disse...

AP, como já disse várias vezes, é com os assuntos sérios que devemos brincar, os outros já são engraçados por natureza. Abraço.

Paulo Tomás Neves, mas aposto que ainda perguntam
- Era primo direito?
- Não, em 3º grau.
- Então lamento, és um simples agredido...

Paula, reside exactamente aí a minha perplexidade relativamente a esta lei. Beijoca!

Diabba, “poste penetra” soa tão mal... deixar-te dar-me um tiro? Mais facilmente metia uma t-shirt a dizer “I LOVE BUSH” e ia fazer turismo para o Iraque!

Mariazita disse...

De forma humorística e sempre com muita graça, que te é habitual, chamas a atenção para um assunto muito sério.
Não me refiro à violência doméstica - por demais conhecida e comprovada - mas aos fazedores de leis que, uma vez mais, mandam cá para fora os seus bitates, que cada um interpreta a seu bel-prazer.
Como comprovar que se trata, efectivamente, de violência doméstica??? Se é assim tão fácil fazê-lo, como se justifica que uma vítima tenha sido sujeita à taxa moderadora e mais o resto?
E o hospital alegou falta de regulamentação...
A violência estamos todos nós, contribuintes, sujeitos.
Não queria dar um ar muito sério a esta "conversa"...mas...deixei-me embalar! Desculpa.
Coitadinho do canito, de perna enfaixada! Esse merece um beijo.
Até sempre.
Beijinhos
Mariazita

Noiva Judia disse...

é uma daquelas medidas bem intencionadas, se não houvesse logo uma carrada de chicos espertos a querer aproveitar-se da situação. assim, paga o justo pelo pecador. é como o pessoal que metia baixa fraudulenta para terminar cursos, ir de férias e fazer outras coisas do género, lixando quem efectivamente precisava desse estatuto.

Rocket disse...

por acaso... no outro dia dei com o frigorífico a observar-me, a tirar-me as medidas...
fico mais descansado, se ele ou o escadote me atacarem sei que poupo uns aéreos...

abraço

Diabba disse...

Oh deixa, vá lá... eu tenho má pontaria! hihihihihi

beijo d'enxofre

miriamdomar disse...

Boa pontaria rafeiro!
Contigo é tiro e queda!eheheheh:))
Eu acho que esta medida ,não vai durar muito tempo, a ser substituida ,por outra!
Em Portugal , registam-se grandes numeros de violência doméstica contra as mulheres, crianças e idosos!
Por isso, o estado ,vai sair penalisado!
Isto sem contar, com os sabidolas que vão inventar violências domésticas!
E depois, vão difamar os familiares que por sua vez ,os levam a tribunal por difamação !
E está o estado ,a pagar outra vez !
Com a crise em que estamos , ainda vamos ver os portugueses vitimas de violência doméstica, a entrarem para o GUINESS!
Bjs

Ninja! disse...

Rafeiro, tens toda a razão! Peço desculpa por ter nascido. =P

rascunhos disse...

Lembras-te de cada uma Rafeirovski

rsssssss

bjoka

Stuckinha disse...

Rafeirito, simplesmente te pergunto ... mas sabes porque é que há para aí tantas mulheres a conduzir mal??? ... simples, porque a maioria dos instrutores ainda são homens (e em vez de explicarem o que é e como é, ficam com os olhos vidrados no decote ou na mini-saia). No entanto e só para informação, a taxa de acidentes que envolvem mulheres ao volante é deveras inferior à que envolve homens. Agora se querem culpabilizar as mulheres pelos azares que acontecem quando um condutor (daqueles masculos, homens mesmo) se põe a tentar ver se a menina que vai a conduzir o carro do lado leva um belo de um decote ou se tem a pernoca à mostra ou mesmo aquela braza (tipo Nicole Kidman) que vai a passear do outro lado da rua, pronto aí já é outra história ... as mulheres aí são mesmo culpadas pelos acidentes rodoviários. Mas também admito, ele há para aí com cada azelha (feminino e masculino) ao volante que mais valia ter aproveitado o tempo das aulas de condução para ficar em casa a fazer tricô.

joana disse...

Ele ha cada uma.
Podiamos espancarmo nos todos.
Dó ré mi fá sol lá si dó?E se for dó si lá sol fá mi ré dó como ficamos?
Beijinhos

Salto-Alto disse...

LOL!!! Este texto está divinal! Mesmo! Muitos parabéns!!!

Rafeiro Perfumado disse...

Mariazita, não peças desculpa, a maior parte das pessoas não topa mas é essa a minha intenção, dar umas “tacadas” em situações que só mesmo neste rectângula à beira-mar plantado. Beijoca!

Noiva Judia, e não vivemos nós na terra do chico-espertismo? O pior é que por muito boa que seja uma lei, há sempre um “inteligente” que lhe encontra uma lacuna ou uma forma de dar a volta. Veja-se o caso das Câmaras Municipais com o aluguer dos contadores...

Rocket, o frigorífico ainda é o menos, agora quando for a banheira e a torradeira, corre! Abraço!

Diabba, é exactamente esse o meu medo! Beijo!

Miriam do Mar, será substituída por outra e quanto é que apostas que será igualmente absurda? Mas que esta lei é parva de toda, disso não há dúvidas! Beijos!

Rafeiro Perfumado disse...

Ninja, não vás tão longe, pá, umas auto-chibatadas e não se fala mais disso!

Rascunhos, não sou eu que me lembro, os legisladores provocam! Beijoca!

Stuckinha, tenho quase a certeza que tens razão no que dizes, mas não prestei muita atenção. Quem te manda aparecer aqui com uma mini-saia e um decote desses?!? ;) Beijocas!

Joana, eu estou fora desse espancamento colectivo! Mas se quiseres ajuda... Beijinhos!

Salto-alto, obrigado, jove, beijoca para ti!

jasmimdomeuquintal disse...

com sou dadora de sangue estou isente da taxa moderadora. poupas-me o tiro? tenho muito medo d ador física...

bjecas disse...

Rafeirolas, vê lá não vá a jove fazer potaria alta e lá se vão as miudezas...

Abraço pá

\m/

Iveta disse...

Rafeirito, fico pasma com a preocupação que aqui o pessoal comentador tem com as tuas "miudezas", no entanto, com a pata ninguem se preocupa...???
beijo na patinha, e muito perfume...

Rafeiro Perfumado disse...

Jasmim do meu Quintal, eu poupava-te de tudo, já o legislador não sei o que lhe vai na cabeça. Beijoca!

Bjecas, o perigo é enorme, quase tão grande como o alvo! Abraço, pá!

Iveta, eu fico pasmo é com a mania que as pessoas têm em lhes chamarem “miudezas”. Não me quero estar a gabar, mas são mais “grandezas”... ;) Beijo!

Pássaros Perdidos disse...

Há dias fui assaltado e fui parar às urgências. Hoje chegou-me uma valente conta pra pagar, muito maior do que se tivesse ido a umas consultas particulares.

Por coincidência, há dias vi o documentário do Michael Moore sobre o sistema de saúde americano / canadiano / europeu. A realidade portuguesa é perigosamente cada vez mais parecida à americana.

Rafeiro Perfumado disse...

Pássaros Perdidos, acredita que neste caso não fico nada contente com o facto do teu caso dar razão ao meu poste. Mas que realmente é uma estupidez pegada, isso é. Abraço e as melhoras!

Nogs disse...

Espero mesmo que a tua "jove" tenha pontaria Rasteirinho, senão lá se vai a descendência real:P


Beijoca

PS: Não fazia ideia disto... Cada vez abomino mais os "senhores" que fazem "política"...

Devias arranjar lá um cantinho no Parlamento para ver se punhas ordem aí ao canil!

Rafeiro Perfumado disse...

Nogs, e eu espero que ela não tenha de disparar. E se tiver, que o faça no Parlamento, aí não haveria balas perdidas! Beijoca!

RiC_aRd0_ disse...

Primeiro dizes que és do Benfica, depois falas em violência doméstica... Estou com medo, estarei a ver um padrão?

Mhuhahaahahahah,

RAUF!

Rafeiro Perfumado disse...

Ricardo, como é que adivinhaste que o ladrão não era do Benfica? ;)

CARPE DIEM disse...

Não é por nada mas como o Mundo está não se pode dizer que é um post alucinado... se calhar real é o melhor termo.

Rafeiro Perfumado disse...

Carpe Diem, alucinado é quem fez esta lei, infelizmente isto não anda muito longe da verdade. Beijoca!