Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Vai mas é pedir gorjeta pró...!!! (é favor substituir as reticências pela palavra que consideres mais ofensiva)

Espero bem que depois de leres isto me deixes uma gorjeta.

Texto tão brilhante que teve de ser removido para um local mais seguro, mais precisamente o livro Agarrem-me ou dou cabo desses palhacitos!

201 comentários:

1 – 200 de 201   Mais recente›   Mais recente»
Solita disse...

heheheh!!!!!!!!!!!

Concordo plenamente, ja me estou a ver de bolsos cheios, se receber .50€ por cada indormaçao k der já recebo para o almoço de certeza.



heheheh


boa noite,


jokas

Mimo Azul disse...

Não tenho esse hábito! Sou contra mesmo!!!
O ordenado não lhes chega?! Ora essa!!! O nosso é que não dá para tudo se dermos gorjetas, esmolas e afins... qq dia andamos nós a pedir :(

bjcaaaaaaaaa

Teté disse...

Hummm... isso é alguma desculpa para a forretice?!

Quanto ao teu emprego, ainda está com sorte do teu chefe te dizer "fixe" de vez em quando. Há aqueles que só abrem a boca para refilar ou calcar nos subordinados...

A gorjeta pelo bife chamuscado era merecida: se caiu no chão três vezes e estava lá a empregada da limpeza, pelo menos o chão devia estar LIMPO!!! :)))

Beijocas!

Caramela disse...

és o Mr. Pink do Reservoir Dogs do Tarantino! :P

http://www.youtube.com/watch?v=zBFUDbOldMs

A Teoria do Kaos disse...

Como eu te compreendo, já há uns tempos tinha pensado em algo do género.

Abraço

paulofski disse...

Procura bem aí nos bolsos que ainda encontras uns trocos e assim contribuir para a 2ª opção:
00:30 - grojeta ao comentador que teve a amabilidade de entrar no blogue,ler o texto e comentá-lo, escrevendo com muita piada mais uma dica para tu gastares uma ínfima percentagem do parco ordenado que recebes todo o fim do mês.

Van disse...

OOOOOOOOOOOOOOOOOOH o paulofski tirou-me as teclas dos dedos...bolas...fiquei sem comentário...mas posso receber uma gorjeta na mesma, posso?... ;-)

Bolas, totalmente de acordo contigo, Rauf! Na verdade, sempre fui ensinada que gorjeta só deixa quem tem trocos a mais no bolso. De vez em qd, dada a amabilidade, ou destreza, ou atenção do empregado de mesa, até é com gosto q deixo gorjeta. Porque, atenção, há pessoas que se esmeram no seu trabalho e merecem uma atenção.

Agora, gorjeta obrigatória?? Vai mas é pró...pró...(eu até dizia, mas ando a ver se deixo de dizer palavrões...)...

susana disse...

Eu recuso-me a dar gorgetas a mim também ninguém me paga mais um cêntimo e desconto ainda por cima. Quando dou dinheiro dou-o porque sim, não porque obedeço ao conceito de gorjeta. Acho uma parvoíce pegada. e eu finalizo... com .... vai dar uma volta ao bilhar grande:P!!!
su

Mnemósine disse...

Apesar de concordar contigo e fazer um esforço imenso para não dar nem um centimo quando sou mal atendida, as pessoas que me rodeiam dão sempre independentemente da qualidade do serviço (que eu acho ainda pior do que o próprio conceito).

mjf disse...

Olá!
Eu considero a " gorgeta" um insulto, para quem a recebe ( eu mandava-me para o chão, se alguem tivesse o descaramento de me dar uma notinha...por isso , e por principio não dou ( desde a altura em que havia arrumadores nos cinemas)
Mas dou aos arrumadores de carros ...pudera que o meu pópó custou-me um dinheirito ;=(
Aqui posso chamar-lhe uma " propina" como em alguns países, lhes chamam , tipo México, Cuba...etc.etc.. :=(
:=(


Beijocas

Noivo disse...

em certos países, os funcionários apenas recebem o que ganham das gorjetas. agora quem tem o seu salário e ainda fica chateado pq não tem gorja....enfim....

Sun Iou Miou disse...

A gorjeta não é mais do que a desculpa dos chefes para pagarem menos. Se eles são bons no que fazem que recebam o salário que merecem; se não rua, como o resto do mundo mundial.

Ha! Ainda me lembra quando meu pai deixavam gorjeta na bomba de gasolina!!! (Por estas coisas é que a gente percebe que é velha, he!)

piggy disse...

Vão trabalhar óóóó....

Gratifique-se quem realmente precisa, porque também os há.
Assim de repente só me lembro dos bombeiros, mas pronto.

Cristiana disse...

Rafeiro,
Abaixo as GORJAS, país de pedinchisse aguda!

Diabba disse...

E quem nunca deu gorjeta que atire a primeira pedra! (nem vale a pena esconder-me)

Informo que foi hábito/obrigação que perdi há anos!

beijo d'enxofre

nota: buga ao arroz de pato sem o dito?

Inês Brito disse...

Só espero que as clientes lá do sitio onde trabalho nunca venham a ler isto!! Caso contrário metade do meu rendimento mensal vai plo cano abaixo!

Bj,
(i)

nOgS disse...

ahahahahah!

O primeiro pensamento que me veio à cabeça quando comecei a ler este post foi exactamente o mesmo da Caramela: "és o Mr. Pink do Reservoir Dogs do Tarantino!"
AHahahahah!

Eu costumo dar gorjeta nos sítios onde me atendem bem, sim... mas também sei que tens razão em relação a algumas coisas que dizes.

anyway, gorjeta por gorjeta, é favor depositar gorjeta na minha conta e dos restantes comentadores por virmos aqui assiduamente ler, rir, reflectir e comentar os teus post:P

Lambidela

Sandra. disse...

:))

sô raf, depois de o ler xego à brilhante conclusão, sim brilhante pq eu n faço por menos, q o senhor é um ismifrado :))))))))))))))

larga mazé os cordões à bolsa e toca a gorgetar !!

beixuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus

ines disse...

dá cá uma gorja, dá cá dá cá,. dá cá uma gorja, não dou não dou ...

(estou-te a imaginar, naqueles paises em que é obrigatório, "rabiar" os empregados com a cauda a dar, a dar..., tipo Mutley)

A Senhora disse...

Menino, eu sempre havia dado gorjetas, principalmente em épocas como Natal. Então, mudei-me de cidade e, justamente perto do Natal, lá foi o carteiro entregar a correspondência e, lá fui eu dar a gorjeta.
Ele olha para mim, ofendidíssimo:
- Eu já recebo o meu salário.
E não levou a gorjeta!
A partir desse dia não dei gorjeta para mais ninguém, a menos que pedissem explicitamente (daí seria esmola! :))))).

Bjs

Luis Bento disse...

Bem... se o chefe não disser "fixe" a mais ninguém...já pode ser considerada uma gorjeta verbal...

Teresa Durães disse...

gorjeta ao chefe porque me deu trabalho? ena, trantos trocos necessários!

Parisiense disse...

Ora venha a gorgeta por eu estar aqui a ler o que escreves-te, pois durante esse tempo não estou a trabalhar e por isso o chefe não me paga.

Beijokitas

Pax disse...

AHAHAHAHAH
10:50 - gorjeta a ti por me teres feito rir!

:)

Peter of Pan disse...

Rafa, este teu post merecia uma gorjeta! Mas depois de lê-lo, concluo que até tens razão, por isso não levas nada!

Bongop disse...

Não queres gorjeta por teres escrito o post das gorjetas... pois não??
É que se foi com a intenção de receberes umas grojas que escreveste o "postezinho" tás muito bem enganado!!!
:P

francis disse...

ora porra, esqueci-me de dar gorjeta...

já agora pá, dá aí uma gorjeta por ter vinda aqui...

Eduardo Ramos disse...

... depois de teres escrito isto tens coragem de sair à rua?
Isso é que é To... ragem!
:D

Ana disse...

Eu como ja venho atrasada ja sei que se nao havia trocos naquela altura, agora ainda menos mas eu como ate sou uma moca pouco exigente ate aceito a bela da groja em especimes! Pode ate ser o teu livro...que tal?
E depois quando o terminar de ler ainda me ficas a dever uma...
Obrigatorio pffff!

Teresa Durães disse...

Estive aqui a pensar melhor:
1-Gorjeta dos meus pais, por existir
2-Gorjeta dos meus filhos por lhes dar todos os dias uma refeição, ir ao supermercado, assistir às festas e afins
3-Gorjeta dos amigos por os visitar e ouvi-los
4-Gorjeta das livrarias por as ter escolhido para comprar livros (e todo o resto de estabelecimentos, claro)
5-Gorjeta da câmara por pagar o IMI, das finanças por ter entregue o IRS
6-Gorjeta por cada trabalho que finalizo
7-Gorjeta no hospital por dar aos médicos a possibilidade de me curarem
8-Gorjeta nas auto-estradas por ter circulado e pago a portagem (e Sá bastantes!)

Não parece ser mal pensado!

vício disse...

ainda bem que ficaste sem trocos! caso contrário podias falar de gorgetas que não convinha falar!
eu até te pedia uma gorgeta por este comentário mas como estás sem trocos, desta vez passa!

Atlantys disse...

No sítio onde tu moras os transportes ainda não têm aquelas maquinetas para verificar os titulos de transporte??? É que sempre é menos uma gorjeta a do motiorista hihihi

Que se note que sou o mais possível de acordo com a tua posição ;-)***

Mundo dos Tesourinhos disse...

Adorei! E é completamente verdade! A mim também ninguem me dá gorjeta no trabalho. Agora o que me irrita mesmo muito, são os senhores arrumadores, em que temos que tirar o ticket se não os senhores da Imel não perdoam e eles vêm por trás ainda pedir uns "trocos". A minha sorte é que o meu carro é velho, podem riscá-lo à vontade...(e até agora ainda não riscaram)

C. disse...

As reticências são a melhor pontuação que podiam ter inventado...!
As do post de hoje substituo-as pela palavra "governo" ...ou então.. " para o chulo do teu(DELA) patrão"... lol
Beijocas!

vita disse...

Pois, as gorjetas são um mal necessário para muitos, culpa dos patrões que já dão baixo salário a contar com elas.

Eu não as dou, porque não posso, e porque acho que não tenho que pagar a ninguém pelo seu trabalho, não sou patroa.

Fazes-me lembrar aqueles prémios que se criam em certas empresas, é prémios por assiduidade, prémios de pontualidad etc tc, não está expliito que devemos ser isso tudo?
Um profissional não tem de ser recompensado por chegar a horas ao trabalho, não faz mais que a obrigação dele, em relação a faltas igual, enfim, podia continuar, mas não tenho tempo, e o meu tempo é dinheiro, eh eh

Beijo cheiroso

Andreia do Flautim disse...

Sim, é a modos que coiso...

Noiva Judia disse...

É verdade. E o mais chocante ainda são aqueles tipos que andam a distribuir as listas telefónicas e a recolher as antigas. A lata com que depois de lhe entregarmos a antiga, se viram para nós e dizem: "Então não há uma gratificaçãozinha"? Juro que a primeira vez que me disseram aquilo, fiquei muda de espanto e nem consegui dizer nada, limitando-me a fechar-lhe a porta na cara. Nos anos seguintes levam sempre com a mesma resposta: "Gratificação? Você não é pago para andar aqui a fazer isto? Pois eu sou paga para fazer o meu trabalho e não recebo gratificações extra. Ponha-se na alheta!"

liamaral disse...

Pode ser pró c******?!
:)

Mitsou disse...

E nos cabeleireiros?
Pelo menos à menina que lava as cabeças :)

Beijocas

Patrícia disse...

Olá olá
Já dei gorjetas, já me recusei a dá-las. Não dou gorjeta aos taxistas... mesmo quando eles ficam a remexer nas moedinhas 10minutos. É ver-me a ficar sentadinha à espera dos 0.30€....
Mas em países como os USA a gorjeta é obrigatória e tabelada. Até há pessoas cujo ordenado contempla a gorjeta.
Aconteceu-me, num hotel, ao tomar o pequeno almoço, incluido no preço da estadia, ao assinar o papelinho não escrever nada no campo da gojeta... no dia seguinte já vinha escrito 15%!!!! Têm cá uma lata!
bjs
Patrícia

Gata2000 disse...

Eu não costumo dar gorgeta, a menos que conclua que o trabalho foi realmente bem feito, no entanto, quando estou a trabalhar no teatro acabo por receber porque a gorgeta é distribuida por todos, embora no meu "posto" nunca se receba, aliás quando lá comecei a trabalhar, houve um senhor que gentilmente me estendeu uma moeda e eu disse com um ar muito espantado, "não, não, não precisa!", isto porque sempre achei que de facto já recebemos o nosso pagamento pelo trabalho no ordenado. Reconheço no entanto que há trabalhos muito mal remunerados, nos quais é uma grande benção receber uma gorgeta - tipo os arrumadores de sala do Teatro São Carlos (if you get my point!).

Libelinha disse...

Ao autor do post e comentadores... Sabiam que a gorjeta deveria ser também declarada no IRS (existe mesmo lei para isso)? Mas ainda bem que a maioria do povo não o faz... Pois já acho que o estado chula muito e pouco faz pelo povo, mas isso é outra história!...

Não sou apologista das gorjetas pois acho que já são pagos pelo trabalho que fazem... Também já recebi gosrjetas e infelizmente era para uma caixinha para dividir por todos e eu nunca vi a cor desse dinheiro... Ficou de certeza com a patroa (foi um trabalho de verão)... Lembro-me de uma nota de dez contos ter-me sido arrancada das mãos por ela para guradar na caixinha... Eram um grupo de estrangeiros e eu era uma das poucas pessoas que sabia um pouco mais que o portugês, naquela aldeia toda... Enfim...

Fim ás gorjas e aos patrões que ficam com elas, quando se elas são dadas são mérito do empregado!...

beijos

Carlos II disse...

Não se compreende.
São memórias do nosso subdesenvolvimento.

Um abraço

Felina disse...

Tu estás mesmo contra as gorjetas ou queres lixar o governo?

(Eles agora querem que se declare as gorjetas nas finanças, já pensaste que pode ser a solução para a crise?)

Rita disse...

Eu é muito raro dar gorjetas, esporádicamente quando a pessoa é muito mas mesmo muito simpática e se teve alguma actitude EE (exceed expectations - isto tem a ver com as nossas avaliações aqui no officce) porque de trombudos mal educados e macambúzios andamos nós fartos. Nem mesmo aos arrumadores eu dou groja, só se ele me desencantar um lugarzinho muito escondidinho lá no cú de Judas e que eu não seria capaz de encontrar sozinha...
Jokas

Alguém disse...

LOL! Até te emprestava algumas moedas mas acabei à bocadinho com elas e vou ter de começar a distribuir notas ;)

Daqui a pouco, nos hóteis, ainda vão começar a fixar uma tabela de gorjetas!

beijinho

animalcandysugar disse...

ó rafeiro, eu que gosto de ler coisinhas pequeninas e "queridas" (talvez aqui não encontre muito disso) vou a algumas das tuas postagens anteriores ainda presentes na página principal e não consigo comentar sempre que tenho algo de interessante para dizer uu.
e agora vá, trabalha e muda isso que não está com nada.
*

LOURO disse...

Olá Rafeiro,estou de acordo contigo
vai pedir grojeta para o ......
Espero que não seja uma maneira airosa de de pedires por este teu no blog...

Abraço

Lourenço

Skynet disse...

É uma coisa muita rara de eu fazer, só se o serviço tiver sido mesmo uma coisa extraórdinaria ou quando não têm troco para me dar e eu não me apetece estar à espera, então eu digo que fica de gorjeta lol

ines disse...

mais gajo, mais 10 cêntimos, e estes é para ires lá ver o post da tarde!

Sunshine disse...

Pois ... tb não dou, salvo raras excepções, que apesar de tudo ainda existem.

Agora um exercício interessante é observar as expressões dos prestadores de serviços diversos quando não recebem a dita, é cá cada olhar que quase "fuzila" quem não a deixou.

Enfim, mais uma na "mouche" ...

Bjinhos :)

Mariazita disse...

Concordo que é um hábito que deveria ser completamente banido!
Suja as mãos de quem dá e de quem recebe.

Beijocas
Mariazita

Rafeiro Perfumado disse...

Solita, ou dás poucas informações ou almoças muito caro! Beijoca!

Mimo Azul, é esse o espírito, porrada nesses chupistas! Beijo!

Teté, e quem te diz que na realidade o bife não vinha em sangue e o aspecto chamuscado era por causa do chão? ;) Beijocas!

Caramela, já usei a barba daquela forma! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

A Teoria do Kaos, quando assim fores não guardes isso dentro de ti, pode provocar úlceras! Abraço!

Paulofski, claro que dou, vou mandar-te um e-mail e a gorjeta vai como anexo, pode ser? Abraço!

Van, portanto deixa ver se eu percebo. Eu escrevo neste blog, todas as semanas, de forma gratuita. Tu, que em vez de estares a fazer a tese andas por aqui, querias receber dinheiro por isso. Não sei, sinto que há uma falha algures no teu raciocínio...

Susana, nem mais, e que aproveite e visite também o pequeno! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Mnemósine, faz o seguinte, tenta ser a última a sair da mesa e gama a gorjeta! ;)

MJF, se alguém me desse gorjetas em forma de notas, eu também me começaria a mandar para o chão, logo após a ter apagado este texto! :D Beijocas!

Noivo, há sítios em que os estabelecimentos já são construídos de raiz com um cestinho e uma nota de um dólar lá dentro! Abraço!

Sun Lou Miou, gorjeta na bomba da gasolina?!? E depois fazia o motor do carro pegar com uma manivela, não? ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Piggy, tem alguma coisa a ver com o uso de mangueiras?

CristiAna, nem mais! BUUUU! Fora!!! Querem oferecer coisas que ofereçam plasmas!

Diabba, olha que pode haver por aqui algum fundamentalista e estás lixada. Quanto ao arroz de pato, sabes que estou sempre pronto para esses programas! Beijo!

Inês Brito, não que isso possa ocorrer, mas trabalhas onde, mesmo? ;) Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Nogs, depositar gorjeta? Sua desnaturada, então a mandar elogios, que eu faço rir, que animo os teus dias, e tal, e depois eu tinha de te pagar? Vou amuar, pá... Beijo amuado!

Sandra., não dou, não dou, não dou! Beijo!

Inês, e zumba na gorjeta, e na gorjeta zumba! E não, não me consegues a fazer nada a empregados que inclua o verbo “rabiar”!

A Senhora, esse funcionário já deve ter sido morto pelos colegas, por dar mau nome à profissão! ;) Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Luís Bento, e será que depois posso utilizar essa gorjeta para pagar a conta do talho?

Teresa Durães, nada como experimentar, o pior é se ele começava a achar piada e te dava ainda mais trabalho. Beijo.

Parisiense, tu é que tens de dar essa gorjeta ao teu chefe, olha! Beijo!

Pax, onde é que a meteste? ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Peter of Pan, damn! Detesto ter razão! Abraço!

Bongop, não queres fazer justiça ao ditado “a excepção que confirma a regra”? Abraço!

Francis, com todo o gosto, mas acabaram-se os trocos. Aceitas um cheque do BPN?

Eduardo Ramos, claro que tenho, eu corro como o caraças! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Ana, tenho apenas dois exemplares, que guardo para lá de religiosamente. Vais ter de pensar noutro tipo de pagamento. Beijoca!

Teresa Durães, ainda és mais fundamentalista que eu. Mas sempre queria ver as Finanças a darem-te gorjeta por pagares os impostos... Beijoca!

Vício, achas que foi inocente terminar o poste daquela forma? Abraço!

Atlantys, claro que tenho, mas com sorte ainda tenho de dar gorjeta aos técnicos que vão lá todos os dias concertar aquilo. Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Mundo dos Tesourinhos, eu chego a estacionar o carro mais perto de casa do que do sítio onde quero ir, mas a essas sanguessugas não dou um cêntimo. Beijo!

C., a palavra “governo” talvez não seja a mais indicada, porque esses obrigam-nos a dar tanta coisa, lá pelo meio vão gorjetas de certeza. Beijocas!

Vita, esses prémios são um reflexo da nossa sociedade, em que se premeia a mediania, a normalidade. Mas hoje não quero falar nisso, ainda substituía as reticências por algum palavrão mais cabeludo. Beijo!

Andreia do Flautim, bota coiso nisso!

Rafeiro Perfumado disse...

Noiva Judia, como se a satisfação de levar um monte de papel para reciclagem não fosse suficiente. Onde pára a consciência ecológica desta gente? Beijo!

Liamaral, das melhores sugestões até agora! Beijo!

Mitsou, só posso falar do que sei! ;) Beijo!

Patrícia, 15%?!? Fosca-se, isso não é gorjeta, é um roubo legalizado! Quer dizer, mesmo que o tipo te entorne o café em cima e te calque os pés com a mesa, tens de dar na mesma! Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Gata2000, ao ler o teu comentário sei que tentaste fazer passar uma qualquer mensagem subliminar, mas não percebi bem qual... ;)

Libelinha, olha que começar a ser declarada no IRS é uma chulice a ser aplicada a outra! Quanto à gorja que te foi surripiada, isso era motivo para espancar a chefe! Beijoca!

Carlos II, memórias que teimam em persistir e, em certos casos, agravar-se. Abraço!

Felina, posso substituir o teu “ou” por um “e”? Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Rita, e essa gorja por meter o carro no cu de Judas, compensa o que depois tens de gastar na lavagem e ambientador? Jokas!

Alguém, se vais começar a distribuir notas, mudo já de opinião! Beijo!

Animalcandysugar, aqui é assim, ou se comenta na altura (ou no espaço de 43 dias) ou se calam para sempre. É que estava a ficar cansado de ter de ir lá abaixo responder! Mas podes sempre mandar-me um e-mail com a tua opinião, sobrinha! Beijo!

Louro, nunca me passaria tal pela cabeça, isso iria contra tudo o que eu defendo. Mas só por curiosidade, estaríamos a falar de quanto? ;) Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Skynet, de que género de serviço é que estás a falar, para ser mais exacto? ;)

Inês, sabes que a ti faço à borla. Esta soa tão mal...

Sunshine, é exactamente esse olhar que me motiva a na próxima voltar a fazer o mesmo. Beijoca!

Mariazita, eu ando a tentar, juro! Beijo!

André disse...

Concordo contigo, mas há muitos locais em que se ganha muito menos de salário fixo, já por que se conta que o empregado irá receber bem nas gorjetas, não sei até que ponto aceitaria isso ou se é no mínimo 'legal', mas é o que acontece e por isso se muitas vezes não fossem as gorjetas andava muita gente a ser mal paga!

medusasss disse...

Caro Rafeiro,

Subscrevo o que dizes, mas ainda tenho mais umas coisitas a dizer, coisa pouca:

A gorjeta é um fenómeno essencialmente cultural. Para quem não saiba nos EUA o salário base é uma ninharia, e os empregados da área da restauração e outros serviços (spas, ginásios, etc) são profundamente dependentes da gorjeta para "sobreviver", daí que geralmente na continha venha discriminado o preço do serviço, com 10% de gorjeta já incluído e ainda uma clarificação no sentido de apelar ao cliente para oferecer mais de gorjeta para premiar o serviço excepcional.

Caro Rafeiro, e para quem já passeou e correu mundo... a verdade é que os malucos dos americanos estão habituados a dar de gorjeta o valor do serviço. Ou seja, se tiveram uma massagem de 100$, costumam deixar uma gorjeta de 100$. Para eles um mau serviço é uma gorjeta de $30, por exemplo.

E é verdade que os patrões vêem quais os empregados mais produtivos pela quantidade e qualidade das gorjetas.

É por esses hábitos consumistas e gastadores que o pessoal decidiu inventar técnicas infalíveis para ainda enriquecerem mais (porque eles ganham mal, muito mal) com truques financeiros baratos e depois deu no que deu.

Críticas à parte, em Roma sê romano, e como em Portugal os hábitos são outros, só deixo gorjeta quando acho que fui exceppcionalmente bem tratada (como arranjarem-me a melhor mesa, recomendarem-me a melhor refeição e ser efectivamente muito boa, e etc).

À parte tudo isto, só me sinto obrigada a dar gorjeta ao arrumador! :p

***

Huma Senhora disse...

Caro Rafeiro, deixo aqui o meu comentário como gorjeta pelo seu post.

PKB disse...

Para onde mando morada para me ser enviada gorjeta por ler o blogue? =)

Beijinhos!

Mel disse...

Uma vez deixei o troco de 2 cêntimos no cabeleireiro...até fui simpática, não?

Gata Verde disse...

...que mau feitio!!!

;))

Casemiro dos Plásticos disse...

Pois realmente a gorjeta está em vias de extinção devido á crise, é bom que se habituem lá os empregados e tal...
Este post fez-me lembrar aquele anuncio dos cereais: "não me olhes assim que não penso dar-te".
Boa semana, abraço

Sunshine disse...

Como nunca recebia "gorja" o dito cujo foi-se embora e deixou os passageiros á vontade.

O que vale é que o ninho do "passarito" por assim dizer, é aqui pertinho.

Bjinhos para ti e para a jove.

;)

Francisco Castelo Branco disse...

A Gorjeta é visto como um sinal de simpatia, de sermos bem tratados porquem nos serviu ou atendeu....

E se isso acontecer pode ser que voltemos lá e deixarmos outra vez gorjetas.....

Francisco Castelo Branco disse...

Nao custa nada ser simpatico

Nitrox disse...

Presenteamos o dono do restaurante voltando lá e consumindo e o empregado com a gorjeta.

Pelo menos vejo um pouco as coisas assim.

Anónimo disse...

Ja mandou uma cuspidela ao dono do seu azul comboio(e a todos os outros, como ele!?) - sim sera apenas quando o fizer, de uma forma definitiva, que eu poderei, eventualmente, establecer uma relativamente diplomatica ralacao, para consigo.

...

Vieira Calado disse...

Tem razão!
Principalmente nos Cafés, onde os empregados já não são criados... mas... empregados (de mesa)...

Um forte abraço

Andy disse...

noutro dia fui cortar o cabelo, e a minha mae perguntou-m se tinha deixado gorjeta, mas é claro que nao deixei, nao cortaram o cabelo como eu queria e ainda me levaram 8euros

a essas pessoas VÃO MAS È TRABALHAR

BlueVelvet disse...

Acho humilhante receber gorjetas por isso não as dou.
Mas reconheço que em certos empregos, são uma enorme ajuda para o parco ordenado recebido.
E há sítios, Nova iorque por exemplo, que se não dás mordem-te os calcanhares:)
A propósito,queira o Rafeiro mais fino da blogosfera deslocar-se ao meu estaminé que tem lá uns ossos para si.
Raufs de veludo

provocação disse...

Eu sempre deixei gorjetas nos serviços mais personalizados e não acho mal mas por imposição é que já não vou lá, os arrumadores de carros por exemplo, nos cabeleireiros em que cobram um balúrdio e a cabeleireira regra geral já é comissionista...a questão é essa, é que em muitos sítios os funcionários além do salário têm comissão...

Roderick disse...

Esqueceste-te do mais importante. Gorjeta ao pessoal que lê o teu blog. AHAHAHAHAH

Dualidades disse...

Porra! A mim ninguém me dá gorjeta porque é que vou dar aos outros!

mundo azul disse...

_______________________________

Concordo inteiramente com você!

Gorjeta, deve ser um ato espontâneo e nunca, obrigação...

Os restaurantes, quase todos, já adicionam 10% sobre o valor da sua conta... É horrível!
E mais horrível é que acabamos pagando, quando na verdade, não somos obrigados a isso.

Gostei demais do seu texto, que aliás, é sempre muito bom!!!

Beijos de luz e um dia feliz...

__________________________________

AP disse...

Deixa de ser sovina e começa mas é a dar gorjetas ao pessoal que vem para aqui comentar! ;)

francis disse...

Ó Rafas pá, por causa aqui de uns acertos e de uma, ou duas, off shores que tenho, dava-me mais jeito se fosse do BPP. Ou então de algum banco em Porto Rico.

rouxinol de Bernardim disse...

o tema é muito complexo, profundo e nºão pode ser analisado de forma tão aligeirada. Há quem sobreviva com gorjetas e seja muito útil, não me refiro aos arrumadores...

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

QUERIDO RAFEIRINHO, TENS TODA A RAZÃO E ENTÃO NOS RESTAURANTES É GRITANTE... SE NÃO DAMOS UMA BOA GORJETA, NA PRÓXIMA NÃO SOMOS TÃO BEM ATENDIDOS... CLARO QUE HÁ EXCEPÇÕES... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Cão Sarnento disse...

"Epá! É mále! É mále, bacano! Ixto tá mále, se ux bacanos nã dão aquilo ca gente lhs péde. É ca'ssim a malta ná tein guito nein pó ciguerrinho, tás javêri? É que dpois a malta é qué uns sacânas, tás javêri? Dixzem qué a genti que rixca as portas e gama as antenas, tas javêri? Epá, dejenrasca aí um ciguerrinho! (fungadela absolutamente tuberculosa)"

- depoiemento de um profissional do estacionamento, quando interpelado por um estudante universitário, durante um estudo acerca da importância das gorjetas no orçamento familiar dos profissionais liberais -

Cão Sarnento disse...

nota: a palavra "depoimento" está incorrectamente escrita na resposta anterior como "depoiemento", porque o paizinho do estudante universitário que levou a cabo o inquérito deu uma gorjeta para que o filhinho pudesse entrar na universidade. Que fique esclarecido.

Vanessa. disse...

Eheheh qualquer coisa me diz que eu estou completamente de acordo contigo :P

Carracinha Linda! disse...

É isso mesmo Rafeiro!

Não há cá gorjetas para ninguém! Se eu só recebo o ordenado e nada mais por fazer o meu trabalho (que giro... acabaram-me pedir... perdão... exigir que vá fazer o inventário a 5 lojas durante a noite, começando às 00:00 e terminando sabe-se lá quando, e sem compensação nenhuma... agora é que eu percebo a razão dos mails recebidos de Espanha a dizer "servicio atascado"... ou seja... WC entupido... pudera... quando lá vão só têm ideias de m****!)

Bom... voltando às gorjetas... ainda assim o que mais me irrita são os arrumadores que "gerem" o parque de estacionamento e que olham de lado quando passo sem lhes dar a dita moedinha! Cambada de bêbados e drogados!!!!! Vão mas é trabalhar!!! Mas trabalhar a sério!

Desculpa lá... mas é que a neura está a ficar grave...

Bjs

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


Como eu concordo... mas esqueceste-te das secretárias dos médicos!!

Ai odeio gorjetas! E a mim que sou tão simpática e eficiente só me calha o salário (e é um pau!)...

:D

beijocas

eu mesma! disse...

Detesto dar gorgetas, pois acho que não tenho de substituir os patrões. Em certos paises a gorgeta é o unico pagamento que o empregado tem e aí sim, deves dar e premiar se considerares que foste bem atendido, agora cá... e ainda por cima a maior parte é arrogante e acha que está a fazer um favor. Não dou em princípio, só em casos muito excepcionais além de que os meus trocos vão todos para os fdp da Emel!

LeniB disse...

A mim ninguém me dá uma gorjeta pelo trabalho que faço. Logo não dou gorjetas. Vão mas é trabalhar!!
bjs

Rafeiro Perfumado disse...

André, mesmo com gorjetas anda muita gente a ser mal paga. E, tal como disseram lá para trás, isso é uma forma de manter essa situação, pois contam com uma componente variável que depende da generosidade dos clientes. Abraço!

Medusasss, e que coisitas. Só tive uma passagem fugaz pelos States, não deu tempo de dar gorjetas a ninguém, mas já vi uns quantos filmes que deram para ter essa ideia. Continuo a ser contra, sinceramente. Se adquires um serviço, deverás pagar o preço justo por ele, preço esse que já deverá inclui a “mão-de-obra”. E qualquer coisa que saia disto irá sempre cheirar-me a chulice. Beijoca!

Huma Senhora, e foi das melhores gorjetas que já recebi até hoje! ;)

PKB, pode ser para o meu e-mail. Não te admires é que a gorjeta seja entregue por um bando de romenos. Beijinhos!

Rafeiro Perfumado disse...

Mel, eu já deixei um cêntimo... ;)

Gata Verde, queres ver uma demonstração do mau feitio, queres?

Casemiro dos Plásticos, eu acho é que com a crise a pedinchice das gorjetas vai aumentar exponencialmente! Abraço!

Sunshine, do mal o menos, então, sempre dá para num instante matares as saudades. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Francisco Castelo Branco, se eu for bem tratado, volto lá, e essa deveria ser a maior recompensa que se dá a uma empresa de oferta de serviços. E sou muito simpático, quando o merecem! Abraço!

Nitrox, se não voltarmos, o restaurante fecha e o empregado vai para a rua. Não é suficiente sermos clientes habituais? Abraço!

Anónimo, para nós termos uma relação diplomática, relativa ou não, vai ser preciso bem mais que uma cuspidela em alguém.

Vieira Calado, nunca considerei ninguém como criado, da mesma forma como não os considero pedintes da minha generosidade. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Andy, esse é um dos casos mais dramáticos, pois vamos a um lado, tiram-nos uma parte de nós e ainda temos de pagar! Beijo!

Blue Velvet, tu estragas-me com mimos... ;) Beijo!

Provocação, já viste tanta maneira diferente que existem de nos esvaziarem a conta bancária? Beijoca! PS: estou com uma certa dificuldade em aceder ao teu blog...

Roderick, o prazer que sentem em vir cá não é suficiente? ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Dualidades, trata-se já disso, desde que tu me dês em dobro o que eu te der a ti! ;)

Mundo Azul, essa situação ainda é a mais caricata, o serviço vir incluído na conta, independentemente de ser bom ou não. Beijoca!

AP, queres arrumar de vez com as minhas férias na Costa da Caparica, é? ;)

Francis, serve então um fundo do Madoff?

Rafeiro Perfumado disse...

Rouxinol de Bernardim, mas o que eu gosto é de aligeirar temas profundos, nem sabes o que me divirto com isso. Abraço!

Fernandinha, mas depois há o reverso da medalha, não me servem bem nunca mais lá meto as patas, e aí nem conta nem gorjeta. Beijocas!

Cão Sarnento, tratando-se do testemunho de um arrumador de carros, acho que a expressão mais adequada seria mesmo “de-poia-mento”. Abraço!

Vanessa, essa qualquer coisa que te leva a concordar comigo dá pelo nome de inteligência e capacidade de reconhecer um raciocínio brilhante. ;) Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Carracinha Linda!, também recebes ordens castelhanas? Bem vinda ao clube. Quanto aos arrumadores, um dia vou falar sobre esses camelos de três bossas. Beijo e desneura-te, não vale a pena!

E se eu fosse puta, tu lias? Ora aí está uma classe à qual nunca dei gorjeta. Já fiz olhinhos, a ver se passava à frente, agora gorja? E tu recebes de salário um pau?!? Que exploração! ;) Beijo!

Eu Mesma!, disseste bem, em certos países. Aqui se querem ganhar dinheiro fácil vão para o Rendimento Social Garantido, ou mínimo, ou o raio que os parta. Beijo!

LeniB, não? Nem uma maçã em cima da secretária, nem nada? Beijoca!

piggy disse...

lol
Nem por isso.
Gratificaria eternamente os que recolhem estropiados nas estradas e os carregam meio in/out para os hospitais...

Se bem que no uso das ditas também são uns heróis esquecidos...

Zabour disse...

A mim o k me custa mais é às vezes até dar gorgeta pk fui bem atendida e o parvo ou parva ficar a olhar com akele ar:"Só isto?"
Apetece-me logo pedir os cascalhos de volta,rsrsrs...

Beijokas

CoRa disse...

Como sempre muito sensato e absolutamente correcto! Pior é morar num sobrado onde nas datas comemorativas até os varredores de rua (que só aparecem nas ditas datas) veem buscar algum.

Guguita disse...

E nos orçamentos que apresentam para os cruzeiros!?! Onde escandalosamente vem especificada uma verba destinada às gorjetas???No último que pedi apresentaram €70,00 por pessoa... nem queria acreditar!!!! É que nem podes entrar para o barco se não pagares previamente a bela da gorjeta de €70,00...

Já não se pode viajar em paz!!!

CãoSarnento disse...

Sabes que em certas profissões o patrão já paga o mínimo, em virtude da dita profissão ser bastante aliciante porque se recebem boas gorjetas.
Eu gosto de dar gorjetas e tenho pena de não poder dar mais. Não é ao fogareiro do taxi que me rouba na "corrida" e que muitas vezes é o dono da viatura. Já os empregados de mesa nem sempre merecem, porque são uns lambuzas que metem o polegar dentro da travessa. Agora os fulanos que andam nas entregas, grande parte são emigrantes que passam o dia a alombar com electrodomésticos e mobílias e ganham um salário miserável, a esses só não dou mais porque não posso.
Recordo-me dos meus 12 anos trabalhar em lojas até às 19 horas e depois do horário de trabalho ir entregar encomendas. E quantas vezes a minha mãe estava à espera que eu chegasse com gorjetas para ir à mercearia comprar qualquer coisa para o jantar...
Esmolas nem sempre dou, porque um tipo entra no metro e são mais os pedintes do que os passageiros. Agora gorjetas, só se eu estiver mesmo sem trocos.

Andy disse...

principalmente nas operaçoes, roubam sempre algo e ainda por cima temos de pagar tudo

beijos

PKB disse...

http://thepassarocaknowsbest.blogspot.com/2009/01/mimos-miminhos-mimalhices.html

Um ossinho suculento...

Luis disse...

começa a dar notas

fotógrafa disse...

Não sei se a minha palavra de substituição foi a mais audaciosa...mas....rsrsrs
abraço

sonhos/pesadelos disse...

a minha gorjeta por ler e comentar hein? e pelos elogios que te faço hum? mau mau...
olha, sabes que mais? vou continuar a ler ya???? a gorjeta que se fo.....a
ah ah ah
bjs endiabrados

Violeta disse...

e eu sem dinheiro...
bjs

Tá-se bem! disse...

Sempre tive vergonha de dar gorjeta... afinal estava certo! Deveria ser embaraçoso para quem recebe também... ??

Pois..

Abraço ;)

Moi disse...

E porque não gorjeta ao canito?
:)

Carla disse...

junto-me ao manifesto anti-gorjeta
és um espectáculo
beijos

I.D.Pena disse...

Mas aposto, rafeiro querido, que se te dessem gorjeta tu aceitavas !

Festinhas nas orelhas

ahah

Marta disse...

Olha eu não me importava nadinha que o meu chefe me desse gorjetas todos os dias no final do dia de trabalho!
:))))

bejufas

Capriccio disse...

Tu é que mereces uma gorjeta, pela maneira simpática como escreves.
Abraço :)))))

julie disse...

Se começar a ser moda dar gorjetas a todas as profissões ia ser lindo ia.
Então se forem aos professores universitários, os alunos vão dar gorjetas mesmo que sejam chumbados pelos profs?? Ia ser giro ia!!

Eu não dou gorjetas a ninguém, e tens razão as pessoas são pagos para executar uma tarefa e tem que executar bem senão podem ser despedidas.

bjs
julie

Mary disse...

Li, e tou a comentar. E então, orientas aí uma "gorja"? :)

GK disse...

Nas empresas, o termo "gorgeta" é trocado pelo de "prémio de produtividade"... ;)

Fragmentos Intemporais disse...

Qualquer dia até eu peço gorgeta.

Ser funcionária pública não rima com grandes luxos!!!

Beijocas.

Eduarda disse...

Rafeirinho devia dar-te uma groja por te ter deixado aqui ao abandono ... ou devias ser tu a mim pelo tamanho descanso??
Beijinhos

Carraça disse...

Caro Rafeiro
Mais uma vez concordo contigo a 100%!
Eu sou a forreta das gorjetas!!
Bjs

entrelinhas. disse...

falta ai as grojetas aos comentadores deste blog :P

acho fantastico como arranjas imagens adequadas a cada post! sim senhor!

beijo, sara

d e n i s e disse...

.
Rafeiro
tem selinho pra ti no meu blog
passa lá!
beijos
.

★ Aralis ★ disse...

lol
concordo MESMO! cambada de chupistas, e chegou ao cúmulo de em certos locais a gorjeta estar incluida na conta (!)
descrição da mesma : 20% - gorjeta
!!!
acho que isto é completamente idiota!
mas sempre que refilo ao pé de pessoal amigo, levo com os olhares - é forreta!!!
Estigmatizada como se ñ houvesse amanhã, porque ñ deixo o euro (qd ñ é mais) ao rapazolas do sítio...

rrrrrrrrrr rauf!
bj

C Valente disse...

Vamos fazer greve ás grojetas, certo
Saudações amigas

Toze disse...

Só não deixo gorjeta nas Igrejas, mas isso é porque nunca lá vou !!!

Bernardo Moura disse...

É. De facto a gorjeta é uma hipocrisia.

Bom fim-de-semana!

Ab

Rogéryo de Sá disse...

Se não houvesse gorjetas como seria possível fazer aprovar uma lei num governo de gestão?

Vá! Responda-me!

Sobre questões de etimologia, proponho a derivação do francês, de "gorge", garganta.

A tese é sustentada pela expressão que se tornou proverbial: "vale mais um euro pela gorja abaixo do que dois pelo c... acima".

carla granja disse...

OLÁ AMIGO ! JÁ ESTAVA COM SAUDADES DE AQUI VIR E DE RIR CONTIGO EHEHEHE. AMIGO,TENHO ANDADO OCUPADA COM A VENDA DO MEU LIVRO E NÃO TENHO TIDO TEMPO PARA VISITAS ,MAS HOJE CÁ ESPERO POR TI PARA VER AS NOVIDADES
BJO E BOM FINAL DE SEMANA
CARLA GRANJA

tulipa disse...

EU...
ainda estou que nem me conheço, sinto-me levitando.

Que ninguém
hoje me diga nada.
Ainda estou em transe,
após a montagem da exposição...
Imaginemos que era daqueles eventos
em que, havia inauguração com a artista presente, fotógrafos e comunicação social à volta...
Ui...nem quero pensar nisso!!!
Um acto de absoluta solidão
deu-me tanto prazer,
com uma imensidão
de pessoas, como seria?

Anuncio e faço o convite para a minha exposição no blog:
http://momentos-perfeitos.blogspot.com/

Lógico que entendo não ser possível todas as pessoas a quem participo, estarem presentes, no entanto gostaria que visses o convite, pois escolhi a melhor foto da exposição para o fazer.

Bom fim de semana

tulipa disse...

Como sempre, mais uma das tuas belas ideias: falar de algo que acontece e eu também não concordo.

Eu recuso-me a dar gorgetas a mim também ninguém me paga nem mais um cêntimo e desconto ainda por cima.

Gorjeta-porquê?
Já não lhe pagam o salário, como a mim? Chega...que remédio!!!

Joaninha disse...

Por acaso raramente dou gorjetas e, como sou daquelas que tem um carrinho já entradote e todo riscado, também não dou moedinhas aos praga dos arrumadores de carros, ao pé do ginásio o homem já nem se chega ao meu carro, já sabe que aquilo que leva e um "bom dia" com má cara, porque ninguém tem boa cara às 7.00 da manhã.

Kruzes Kanhoto disse...

Onde é que acaba a gorjeta e começa o suborno?!

Inconstante disse...

Quem é que quer deixar o 138º comentário..eu cá não. bah! vou mas é comentar para um blog menos concorrido.

Laura disse...

Uma coisa é certa; desgraçado de quem a inventou...ou era tolo ou tinha demaiadas moedas e vaid ai, entretinha-se a dar cabo delas, se nalguns lados é bem necessária, pois os ordenados são tão sovinas porque já contam com as gorgetas para o aumentar... Mas salário é salário e ninguém é obrigado a dá-las, embora todos fiquem à espera, mas que rico pé de meia para alguns... Conheço quem se encheu e as punha religiosamente no banco todos os meses....
Beijinhos e tamos quase lá...

Rafeiro Perfumado disse...

Piggy, eternamente não ficaria demasiado dispendioso? Olha que ainda tens de comprar coisas para comer, pagar a renda da casa, etc.

Zabour, nessa altura é dizeres “é à medida do seu desempenho, e agradeça o facto de não lhe poder tirar dinheiro”. Beijo!

Cora, esses não me apareceram, mas tenho uma chulice anual de 70 euros, o guarda-nocturno. É que nunca vi o tipo sem ser para receber o dinheiro. Beijo.

Guguita, quem te manda ir ter férias finas? Vai para a Costa da Caparica, como eu, e já não és roubada dessa maneira. Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Cão Sarnento, esmolas é raríssimo dar, prefiro entrar numa loja e comprar comida para dar a alguém. Quanto às gorjetas, claro que de vez em quando dou, mas continuo na minha, o ordenado deveria ser motivo suficiente para a prestação de um bom serviço. Abraço.

Andy, há operações em que metem coisas, nem que seja pacemakers, placas de titânio, etc... Beijos!

PKB, da próxima um bifinho suculento, ok, é que os dentes já não são o que eram.

Luís, olha, ao que me atendeu esta sexta-feira dou um Medíocre menos, pela tromba com que me atendeu.

Rafeiro Perfumado disse...

Fotógrafa, pelo menos entrou no TOP 27, de certeza! Beijo!

Sonhos / Pesadelos, com esses elogios todos, estava convencido que um dia irias pagar para ler. ;) Beijo!

Violeta, não olhes para mim! Beijo!

Tá-se bem!, claro que é, não os vês a ficarem vermelhos? Mas de raiva, se as moedas forem das escuras. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Moi, ora aí está um comentário acertado. Queres ser tu a primeira? ;)

Carla, com um comentário desses quase me apeteceu dar-te uma gorjeta. Beijo!

I.D.Pena, só se ninguém estivesse a ver... ;) Beijo!

Marta, isso soa tão mal, jove... Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Capriccio, obrigado, és uma querida. Então? Estou à espera... beijo!

Julie, aí dariam uma gorjeta mais pequenina, se bem que não me admiro que haja quem as dê para passar. Beijos!

Mary, entrando no espírito do teu último poste, “not a chance, girl”. Kiss.

GK, aí é mais conhecido como cenoura! ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Fragmentos Intemporais, no teu caso talvez seja simples, “ou gorjeta ou o seu processo vai para o fim da pilha, que tal?”. Beijoca!

Eduarda, já começava a pensar o que te teria feito, para me abandonares. Sim, porque eu imprimi o teu comentário que irias, em 2009, ser sempre a primeira. Beijos!

Carraça, mais uma vez? Não é sempre?!? Beijos!

Entelinhas, obrigado por notares esse esforço titânico que eu tenho, apesar de ter a sensação que a malta não liga muito. Beijoca, Sara!

Rafeiro Perfumado disse...

Denise, muito obrigado, é sempre um prazer ser “selado”. Beijos!

Aralis, a mim aconteceu-me uma do género. Uma vez fui jantar com uns amigos e quando chegou a altura da gorjeta, deixei 20 cêntimos. Um amigo vira-se para mim e diz:
- Vais deixar isso?!?
- Porquê, achas muito?
Acabou-se a discussão... Beijo!

C Valente, é uma greve na qual só temos a poupar. Abraço!

Toze, aí não é gorjeta, é suborno, para ver se entramos no céu. Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Bernardo Moura, hipocrisia para não dizer burrice da nossa parte. Abraço!

Rogéryo de Sá, nalguns casos é mesmo aí que me apetece enfiar-lhes a gorjeta. Quanto à questão que colocaste, que tal com uma pistola apontada às partes baixas dos responsáveis pela aprovação?

Carla Granja, uma grande beijoca e muito sucesso com o teu livro. Aproveita, pois é uma experiência fantástica, ver as nossas palavras encadernadas.

Tulipa, espero bem que possas fazer outra exposição que também abra aos FDS, é que ir para a Moita à semana é impossível. Em todo o caso, os meus parabéns e espero que mais se sigam! E sem gorjetas! Beijos!

Rafeiro Perfumado disse...

Joaninha, às 7 da manhã eu nem cara tenho, é um borrão parecido com a fronha da almofada. Beijo!

Kruzes Kanhoto, para mim a gorjeta é um suborno legalizado, logo a fronteira é muito sombria.

Inconstante, ouvi dizer que o do Zézé Camarinha ainda só tem 18 comentários, se correres ainda apanhas o 19º.

Laurinha, então se soubesses as contas bancárias de alguns pedintes aqui de Lisboa... Beijo, e sim, está quase!

Humorista disse...

Não deixo gorjeta... mas deixo um RAUF! Abraço!

Zaka disse...

Eu não dou! :D

Conde disse...

Nos EUA nos restaurantes mais caros a percentagem de gorjeta "obrigatoria" vem impressa na factura. Ninguem ainda me explicou o que acontece a quem não paga, parece que só de falar nisso vão passar férias a um sitio que se chama Guantála...Guantamaco...olha não sei, qualquer coisa assim!!

Safira disse...

pois comigo estão tramados. Dou gorjeta nos restaurantes, mas só quando a almoçarada é grande. Almoço de todos os dias, servido ali à pressão e com o olhar 'vê lá se te despachas, que tenho mais gente à espera', népia.
E, ó horror dos horrores, não dou gorjeta à menina que lava o cabelo no cabeleireiro. Era o que faltava!

Sanxeri disse...

Só deixo gorjeta quando me tratam BEM. Quando me tratam friamente, ignoro a "obrigaçao".

Pax disse...

"onde é que a meteste?"

Com a crise que para aqui vai, achavas que seria o suficiente para a notares?!
Querias!

;)

animalcandysugar disse...

obrigada!

ps.- já ando pelo twitter :3

Pisces Girl disse...

Eu costumo dar gorjeta nalguns restaurantes e no cabeleireiro, mas nunca ultrapassa o valor de um euro.

Um beijinho grande,

Pisces Girl.

Naty disse...

Não haveria bolso que aguentasse tantas gorjetas.

Marisa disse...

Gorjeta ao Rafeiro Perfumado que escreveu este belo post :)

p.s.- e agora, já mudaste de ideias quanto às gorjetas? eheheheh.

Rafeiro Perfumado disse...

Humorista, um RAUF em letras maiusculas? Tens a certeza que não te vai fazer falta? Abraço!

Zaka, e fazes tu muito bem! Beijo!

Conde, vê as coisas pelo lado positivo, podias dizer que tinhas ido passar férias a Cuba! Abraço!

Safira, e de vez em quando a menina que lava o cabelo não te arrepela sem querer? Beijoca!

Sanxeri, e se fores tratada muito bem na secção de peixe congelado? ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Pax, eu sou um numismáta, acredita que até num cêntimo eu reparava!

Animalcandysugar, sempre à tua disposição, cara sobrinha! Beijoca!

Pisces Girl, sua forreta... Beijo grande!

Naty, para guardar ou para dar? ;)

Marisa, se a dita gorjeta tiver vários zeros, é já! Beijo!

Anjo Negro disse...

Oi Rafeirinho ...

Como sempre, um assunto deveras interessante:
"Dar ou não dar gorjetas e o porque das mesmas"!

Lindo ... Como sempre consegues colocar num assunto "Galhofeiro" ainda mais graça ...

Eu só dou gorjetas a quem eu sei que trabalha bem e por gosto!
Sim, já sei que me vais falar do tal "Brio Profissional", mas gosto de recompensar quem trabalha por gosto ...

Mas, devo-te dizer que pertendo dar gorjeta ao moço dos ctt quando me vier entregar o teu livro que encomendei na wook!!!! ehehehehehe

Beijinhos Rafeirinho

Salto-Alto disse...

LOOL! Muito bom este teu post. A fúria deixa-te inspirado! :)

Andy disse...

ou compressas de ensopar o sangue e dps dizem que se esqueçeram lá disso

beijo

Leonor disse...

ah, pois, faltam imensas gorjetas aos imensos comentário!!!

sim, que vida de comentador tb é dura...

Donnola disse...

(165) concordo, bolas tou sempre a concordar q falta de opinião :P

além da gorjeta há aquele habito igualmente cretino de dar uma prenda ao funcionario publico q nos atendeu bem e resolveu o nosso problema...q n passa da obrigação dele, mas ele espera pela prenda

Je Vois la Vie en Vert disse...

Escrevi o meu comentário e aconteceu um erro qualquer e desapareceu o meu comentário ! NÃO VAIS RECEBER GORJETA !

mas só beijijnhos verdinhos

Je Vois la Vie en Vert disse...

BOA aquela de saltar no palco e tocar algum instrumento !
Quando o André Rieu vier em Portugal, faço uma aposta contigo em que não és capaz de fazer isto...e se fores, dou-te um gorjeta...

Verdinha

Menina do Rio disse...

Tás a negar o pagamento dos pobres garçons que se esmeram pra servir-te? Que vergonha! Pois saiba que em muitos restaurantes, os garçons não tem remuneração e vivem das parcas gorjetas de alguns com boa vontade. Tanto que os restaurantes já exigem que as contas sejam fechadas com o acréscimo de 10%. É praxe. Garçon não tem piso salarial, nem FGTS, nem previdencia, nem seguro desemprego. E tu não tens consciencia ô Rafeiro? Quanto ao Presidente da Câmara, tu nem precisa dar nada. ele mesmo mete a mão no teu bolso...

Um beijo e fuiiiiiiii...

Kok disse...

Há estudos de como a "coisa" começou?
Foi feita alguma regulamentação e/ou decreto lei sobre o caso?
Não?!
Késsdzer que táss a praticar um acto que até pode ser ilícito?
Fôsga-se...

AEnima disse...

Meu caro,

Foi por pensamentos do estilo que a Uniao Sovietica se viu na situacao que se viu no final da dec de 80 a pedir esmola aos "gorgeteiros" Estados Unidos. Afinal, toda a gente trabalha com mais afinco quando tem um incentivo extra - gorgeta, "isencao de horario de trabalho", reparticao de lucros da empresa ao fim do ano, etc.

Se a estrategia de marketing de recursos humanos eh filosoficamente correcta, eh outra conversa. Afinal, apenas pagam o que eh justo, so se lhes chamam outros nomes.

E com esta vou-me. Para que se fique saber, caso houvesse duvida... sim... sou a favor da gorjeta. A banalizacao desta em certo tipo de emprego flexibiliza o mercado de trabalho - possibilita emprego temporario facil, e contratacao e despedimento de MO muito mais rapido e sem custos de burocracia. O mercado auto-ajusta-se muito mais facilmente. Claro que estou a falar de um sector muito especificico do mercado de trabalho - o nao-qualificado, logo sujeito a salario minimo, ou caso esse nao exista (que nao estou certa que deva existir) as remuneracoes mais baixas.

Beijinhos

AEnima disse...

ah... e deixa-me que te digue que tb julgo as pessoas que nao dao gorgeta... que sovinice... que caracter e' o de um fulano sentado numa esplanada a pedir isto e aquilo e "ah e tal, mas era com gelo" e esta o empregado todo o dia a ouvir chatos desses por quantias piores que salario minimo...

Ainda nao conehci uma pessoa de bons principios e valores que nao desse gorgeta. Desconfio sempre do forreta que nao da nada a ninguem.

alfabeta disse...

Aposto que dás gorjeta aos arrumadores de carros!:)

Dou mais depressa esmola a um velho ou a um deficiente, do que gorjeta a empregados de café.

Esqueceste o arrumador de carros, uma profissão bem remunerada e livre de impostos!

_Malinha viajante disse...

Só quando me tratam bem é que deixo gorjeta e mai nada...
bjs
_malinha

Nanny disse...

Eu também acho as gorjetas uma cretinice!!

A mim niguém me dá gorjetas, pá!

Agora também quero uma gorjeta por este comentário... :P

Nanny disse...

Ps. Tu fazes alguma coisa antes das 6:57???
Ressonar, não?????

:P

Rogéryo de Sá disse...

Obrigado pelo seu comentário. Pessoalmente, não tomo partido neste affaire. Não procuro a verdade porque há biliões de verdades neste planeta. Diletantemente, vou roubando as toalhas com que se cobrem estes nudistas envergonhados. E não escolho as vítimas.

Rafeiro Perfumado disse...

Anjo Negro, e não achas que quem trabalha por gosto até dispensava o salário, quando mais as gorjetas? E fico muito contente com a tua aquisição, depois espero uma crítica sincera, ok? Grande beijoca!

Salto-Alto, fúria? Este é o meu estado calmo, quando estou em fúria a minha letra fica ininteligível. ;) Beijo!

Andy, nesses casos era ires à farmácia e comprares uma caixinha para lhes dares, afinal não queremos que eles tenham prejuízo, certo? Beijo!

Leonor, é dura mas têm sempre a minha atenção, o meu carinho, as minhas lágrimas. Sim, porque eu sofro por vocês! ;) Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Donnola, isso não é falta de opinião, é sinal de elevada inteligência! Quanto ao caso referido, deve ter sido por isso que o gás lá de casa só foi aprovado à quarta inspecção, é que do meu bolso não saiu nada.

Je Vois la Vie en Vert, faz favor de reclamar com o blogger, eu limito-me a meter textos cá dentro! Quanto à aposta, eu se fosse a ti não metia muito dinheiro em jogo...Beijos!

Menina do Rio, se eles se esmerassem aí talvez merecessem, agora quando andam de trombas e ainda acham que é nossa obrigação dar a gorjeta, sim, nego e com todo o prazer! Beijo!

Kok, na volta é pecado e tudo! AAAAAHHHHHHHH!

Rafeiro Perfumado disse...

Aenima, claro que em todo o lado se instituem “cenouras”, por forma a que os empregados vão além do exigível. A mais recente de que me lembro foi o aumento do período de férias de 22 para 25 dias, para premiar a assiduidade. No fundo, quem foi verdadeiramente beneficiado com isto, eu que nunca faltei, mesmo trabalhando doente, ou o calão que assim deixou de meter umas baixas fraudulentas para poder gozar mais três dias? E claro que estás no teu direito de julgar as pessoas pela gorjeta que dão ou não, tal como eu estou no meu direito de avaliar muito bem quem merece receber e quem merecia ir para o olho da rua por nitidamente não ter competência para trabalhar na área de serviços. Ena, estiquei-me, mas é de comentários como o teu que eu gosto, quase tenho vontade de te dar uma gorjeta! :D Beijos!

Alfabeta, dou gorjetas em várias situações, mas essa é uma em que não. Chego a estacionar o carro a quilómetros do destino (e não estou a exagerar) agora sustentar parasitas não! E não falei porque são uma raça que merece uma atenção própria, um dia destes. Beijo!

Malinha Viajante, então e se te tratarem muito, mas muito bem, como por exemplo, olha, neste blog? ;) Beijo!

Nanny, se tivesses comentado antes das 06:57 eras capaz de ter sorte, agora é um bocado tarde... ;) Beijoca!

Rogéryo de Sá, tarefa tão meritória quanto infinita, essa a que te propões. Em todo o caso, boa sorte nessa acção naturista! Abraço!

AEnima disse...

Aceito de muito bom grado!!! Ao menos nunca perdes o humor. Beijinhos :)

Andy disse...

eles têm muitas compressas, o que eu gosto mesmo é do gel de banho que há no hospital, ainda tive pra 'trazer' um, mas podiam dar por falta dele

beijoca

Viajante disse...

Meu caro Rafeiro, estava a ver que nunca mais aqui chegava. Alguma alma peregrina resolveu não marcar convenientemente os trilhos do Caramulo e não tive outra sorte senão dar uma valente gorja a um pastor para ele me tirar dali para fora.
Quando o tipo me disse que aceitava multibanco, foi aí que percebi quem era o autor do "vandalismo das placas" :-\

Moral da história: um gajo bem quer safar-se à gorja mas não tem sorte nenhuma.
A propósito já foste aos States? Ias-te dar bem por lá :-)

Abraço!!

joana disse...

Desculpe não há por ai uma gorjeta para quem lhe visita o blog? É uma gorjeta merecida esta,já sei não concordas certo?
Beijinhos;)

Lúcio Ferro disse...

Em inglês é «tip» que por sua vez rima com «zip», que, grosso modo, rima com «lip». Ou por outra, com boca cerrada.

Cumprimentos meu caro.

Miriamdomar disse...

Em Portugal,há muita gente que vive á custa das gorjetas!
E já não falo daquelas ,com nomes como suborno, saco azul e tráfico de influências etc.!
Mas falo daquelas que aumentam o subsídio de reinserção social !
Eu costumo dar gorjeta ao arrumador de carros que me arranja um lugar e que me ajuda a levar o carrinho das compras, até ao carro!
Depois deste serviço prestado, que me ajuda bastante ,acho que a gorjeta ,é merecida!
E depois de ter visto, a famila dele com duas crianças para sustentar , tive pena!
Este, é um caso que conheço mas há mesmo muitos!
Este é um tema que merece gorjeta!:)
beijoca

francis disse...

Do madoff ? Esquemas piramidais ? Cenas tóxicas ? Olha que não levas gorjeta...ou comissão neste caso.

Bem, mas o queria dizer é que stou bastante intrigado com o tema de amanha...Bobone e saude na mesma frase ? fronha-se dá-me cá uma coisa...

Kalua disse...

a mim o que me chateia mais ainda é a moedinha para aos arrumadores, quando vejo e estaciono muito melhor sem eles por perto a fazer de conta que dão dicas e a meterem-se à frente do carro! raramente vou a sítios onde gorjeta seja da praxe e também sou contra a obrigatoriedade de a dar, mas pronto... embora também seja raro, por vezes lá tenho de estacionar em sitios onde há arrumadores e deixar a dita moedinha, contra vontade...
bjs

Laura disse...

Olá. Ai que demoras a mudar de letras e cantigas...
As gorgetas já eram...Bora pra cá novas ideias...Beijinho da laura.aui que chatinha, coitada de mim...

Táxi Pluvioso disse...

Se dessem gorgeta aos juízes a Justiça andava depressa.

Nestes dias assistimos a um fenómeno que poucos relataram. Porque é que depois de deixarem jogar o Mantorras o caso Freeport desapareceu dos jornais?

bjecas disse...

Eu dou boas gorjas mas peço sempre recibo...

Abraço pá

\m/

Simplesmente eu... disse...

Desta vez concordo contigo em tudo, não mudo uma virgula ao k disseste!
Mas a verdade é que isso está de tal forma enraizado k se não deres gorjeta o melhor é não voltares lá!!!
abraço

ines disse...

191 de gorjas? quer dizer 192. Vê lá se falas aos pobres, que se ficam pelos 6!

Beijo gajo

Rafeiro Perfumado disse...

AEnima, se não o perco ao ver o estado do país, iria perder com malta porreira como tu? ;) Beijoca!

Andy, não descontarem o que gastas ao te lavares já é uma sorte! Beijo!

Viajante, és um vendido, pá! Era ameaçar o tipo que metias no Youtube os vídeos dele com as ovelhas, até te tirava da serra às cavalitas! Abraço!

Joana, exactamente, vai contra a minha religião! ;) Beijinhos!

Rafeiro Perfumado disse...

Lúcio Ferro, apanhando esse raciocínio, defenderás que dar uma tip é chic? Abraço!

Miriam do Mar, nesse caso não é uma gorjeta, é uma boa acção. Triste é sermos nós a ter de providenciar um sustento mínimo a uma família, era suposto ser o Estado a ter esse papel. Mas os nossos impostos devem ter fins mais importantes... Beijo!

Francis, olha que eu mando-te um daqueles e-mails em que só tens de investir 6 euros! Quanto à Bobone, pá, eu avisei-te que gostava bastante dos textos de Fevereiro. Abraço!

Kalua, e quando os arrumadores estão em zonas controladas por parquímetros?É a exploração ao quadrado! Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Laurinha, mais umas horitas, tens de ter paciência! Beijoca!

Táxi Pluvioso, será que deram uma gorjeta aos jornalistas?

Bjecas, se eles souberem isso com antecedência ainda tens o prato com um condimento especial. Abraço, pá!

Simplesmente eu, curiosamente os sítios em que faço questão de não dar gorjeta são os sítios em que faço questão de não voltar a meter as patas. Abraço!

Inês, tens seis mas muito bons, eu sei porque o meu é um deles! Beijo! ;)

nOgS disse...

Oh rafeirinhooo!
Não amues, por favor! Não suporto lamúrios latinososss!
Considerarei como gorjeta as risadas que me ofereces com os teus posts, então. Oki du ki?

BeijOOO na bochecha e ânimo nos bigodes, pá!

:P

Rafeiro Perfumado disse...

Nogs, por esta passa, mas da próxima até prendo a respiração com a birra! Beijo!

António Sabão disse...

Nunca recebi uma gorgeta! Dassss...Qual será a sensação?

Abraço

Rafeiro Perfumado disse...

António Sabão, garanto que quando eu receber uma tratarei de te informar imediatamente! Abraço!

Eli disse...

200

hehe

«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 201   Mais recente› Mais recente»