Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Atrevam-se lá!

Se eu topo que me metem uma gravata depois de morto, vão arrepender-se amargamente!


Texto tão brilhante que teve de ser removido para um local mais seguro, mais precisamente o livro Agarrem-me ou dou cabo desses palhacitos!

77 comentários:

Pedro Pisco disse...

Subscrevo!
Esse infeliz hábito foi incutido pelos franciús que após uma guerra com a Croácia em tempos muito idos, adoraram as fardas dos soldados croatas que tinham uma espécie de lenço caído ao pescoço.
Começaram, no próprio exército francês a vestirem-se "a la croate", ou seja, a usarem o estúpido pedaço de pano ao pescoço, hábito que rápidamente se espalhou pelo resto do mundo ocidental, não fosse a França, de há muito, um país criador de modas...
Quando soube disto, fiquei completamente desiludido pois, durante anos, sonhei que o uso da gravata tinha sido ideia de um só homem e sempre esperei que tivesse morrido enforcado numa...

MRPereira disse...

Eu uso fato no trabalho mas não uso gravata! Essa é a primeira!

A casamentos gosto de ir engravatado, por respeito ao noivo, essa é a segunda!

Nos funerais, só vou engravatado a pedido da família do defunto. No entanto, não me agrada, esta é a terceira (e última)...

Aquele abraço

Louco disse...

Diz que a gravata dinstingue.
Mas isto é o que se diz, eu não sei.
Eu cá só usei duas vezes, numa delas tinha uma nodoa na camisa, junto aos botões, na outra tinha um braço partido e tinha que andar com ele junto ao peito. É.

Vício disse...

tanta conversa sobre gravatas só para assumir a tara de assistir a cenas de sexo sentado na mesinha de cabeceira... podias ter assumido logo :D

PKB disse...

ahahahahah! cuidem-se, herdeiros do Rafeiro. Ele vai mesmo assombrar-vos nos momentos mais inusitados...

Saltos Altos Vermelhos disse...

a mim não me chateia nada lol não uso!

Dragão Azul disse...

Nem mais Rafeiro, tens toda a razão eu nem no trabalho utilizo gravata, nem nos funerais e que me lembre só utilizei gravata por uma vez e porque fui obrigado em tom de ameaça, por isso até a posso vender, esta nova.

Abraço!

Imperator disse...

oh pá como compreendo essa coisa de andar com um pedaço de pano, quase, inútil pendurado ao pescoço

digo quase, porque sempre vai servindo para limpar os óculos...

mas de resto... completamente inútil

Mie disse...

Tenta ver as coisas pelo lado positivo, podes sempre utiliza-la para estrangular alguem ;)

Kássia Kiss disse...

Sim, eu também me pergunto porque é que esse pedaço de pano dá tanto prestígio ao portador (que não é cheque).

Um homem honesto e simpático, se surgir numa festa de engravatados envergando roupa "prática", é encarado com desconfiança e sarcasmo;

Um vigarista, que surja engravatado, é olhado com respeito e admiração...

Vá-se lá entender os humanos!!!
Já dizia o outro: "Kleider machen Leute"!

Tulipa disse...

Como em tudo na vida, não basta ser tem que se parecer também...e já viste algum morto sem gravata? ;)

Vera, a Loira disse...

Depois disto, duvido que alguém se atreva a colocar-te uma gravata, mesmo depois de morto. Eu até gosto de gravatas, um dia destes vesti uns jeans, uns saltos pretos, uma camisa branca, um blazer e uma gravata preta, mas só aguentei com aquilo até à hora de almoço, não havia ninguém que não comentasse a minha roupa, enfim...

Peter of Pan disse...

Rafa, tens toda a razão. Abaixo a gravata! Fora! E não a substituam por um laço, que é ainda mais foleiro.

the big fox disse...

não entendo o teu problema....
mas qual é o problema de usar um fato azul as riscas com uma gravata rosa as bolinhas e uma camisa amarela de xadrez??? até qué bonito..
e a historia dos casamentos já pensaste que depois se perdia aquelas fotos com os convidados em avancado estado de sangue no alcool e gravata nos joelhos...
agora nos funerais cá para mim é para chatear ..., só pode ser...

abraço e vai lá pedir desculpa aoGermano e a Etelvina pelas figuras que não te lembras...

Vani disse...

Gravata? qué isso?? ahahahah! :P

Maria disse...

Pois eu cá acho um forte estímulo à minha imaginação perversa, mas isso sou eu que não sou obrigada a usar...agora me lembro que tenho uma que usei quando fiz 15 anos...e adoro fazer nós de gravata.

De mortos:

mortalha

1.retângulo de papel onde se enrola o tabaco ou cannabis picado para se fumar
2.cobertura ou lençol que envolve o cadáver que vai ser sepultado
3.vestidura branca que certos penitentes usam para cumprir um voto
4.fantasia usada nos blocos carnavalescos da Bahia, antes do advento do abadá, que servia como ingresso para o festejo

Não encontrei nada que refira gravatas...é mania portuguesa, só pode

Cate disse...

É bom ser mulher! Ahah.

centro das marradas disse...

...Coloquem-me de fato e gravata na urna, vá! É para queimar e é!...

Felina disse...

O habito faz o monge, em qualquer lugar até num simples supermercado as pessoas mais bens vestidas são mais bem tratadas, o jogo triste da aparência... agora quanto à gravata só não percebo uma coisa a maioria dos homens são contra e detestam gravatas porque razão teimam em usar ? porque não as queimam como fizeram as mulheres nos anos 60 com os sutiãs?

Tulipa Negra disse...

Pois eu até acho que num funeral se dispensava qualquer tipo de roupa no defunto. Quer seja para queimar, quer para ser consumido pelos bichinhos da terra, aquilo é tudo um desperdício. A não ser que se trate do fato-de-treino com que o morto costumava passear no shopping ao domingo...

paulofski disse...

Põe-te fino, põe-te, e ainda acabas de lacinho colorido ou como aqueles que fantasiam o acto sexual de trela ao pescoço.

Eu cá não suporto usar esse apêndice ridículo. Só na tropa fui obrigado a usar o bacalhau e o mesmo nó durou 15 meses!

BS of Life disse...

Ao fazeres essa assombração, habilitas-te a não teres mais descendência, pensa bem, Rafeiro!
A parte de mandar os mortos de fato é mesmo má, ainda por cima porque o fato cheira a mofo e naftalina.

Mirian Martin disse...

Puxa... E eu sempre achei tão sexy homens de gravata... estimulando a imaginação. Tantas coisas a se fazer com uma gravata. Enfim, com um morto, claro, não há sentido em usa-la.

beijocas

turbolenta disse...

O tipo mais engravatado No serviço(e não só,porque também usa colete e assim que começa o Verão complementa a bela indumentária com camisas....de manga curta )
lol lol
Pois esse animal é a coisa mais burra que já conheci na minha vida. Mas de gravata, fatinho e pastinha na mão até parece um doutor!
Pois eu não acho graça nenhuma às gravatas.E na verdade dá cá uma trabalheira conjugar uma gravata com o resto da indumentária.
Agora vou contar como o meu filho ganhou 2 fatos completos,4 camisas,4 gravatas, 2 cintos e 2 pares de sapatos.
Como o tipo andava a brincar no liceu eu acabei por o matricular numa escola profissional. Quando acabou o equivalente ao 12º ano,veio o estágio.Teve sorte o petiz pois foi dos únicos que o conseguiu numa boa empresa, com um bom ordenado.Logo no dia em que se apresentou ao serviço,parece que o estou a ver:calça beje, camisa de quadradinhos e um pulover a condizer. Foi chamado ao director pois queriam que ele usasse fato e gravata.E a partir daquele dia.
Isto foi a uma 6ª feira.
No sábado fomos ás compras para adquirir todo aquele arsenal.
2ª feira parecia um doutor.
Ao fim de uma semana a firma onde estava a trabalhar teve um problema qualquer com a direcção da empresa de serviços que o tinha colocado .Chamaram o rapaz e disseram-lhe que já não trabalhava mais.
O miúdo, furioso,foi á empresa prestadora de serviços, na qual tinha assinado um contrato por 4 meses,no qual nada referia que se tinha de vestir de fatinho.
Lá contou da exigência que lhe havia sido feita,apresentou as facturas.Disse que se não trabalhava lá era por causa da má gestão da administração.Que não foi com ele que cancelaram o trabalho mas sim com a tal empresa...etcc...etc....
Concluindo: Recebeu os 4 meses de vencimento por inteiro.E assim teve os fatinhos e as gravatinhas de borla.
Estão no roupeiro.
à espera de melhores dias...
(mas entretanto, levou nas orelhas, passou a estudar a sério e agora anda na faculdade )

Rafeiro Perfumado disse...

Pedro Pisco, pois eu aposto que o tipo que inventou a gravata nunca usou uma, foi apenas uma forma que ele encontrou de se vingar da humanidade masculina!

MRPereira, por respeito ao noivo? Olha que os políticos andam de gravata, achas que é por respeito a nós? Abraço!

Louco, só usaste gravata duas vezes? Odeio-te.

Vício, tendo em conta que tal tara envolveria familiares meus, acho que a explicação tem de residir em outra coisa!

Rafeiro Perfumado disse...

PKB, e não há oportunidade nenhuma que eu deixe passar para lhes lembrar issp!

Saltos Altos Vermelhos, começo a desconfiar que a gravata é a vingança feminina pela invenção do aparelho que faz as mamografias.

Dragão Azul, pois eu nem que me ameacem, fora dos dias laborais (2ª a 5ª) não me apanham com ela! Abraço!

Imperator, ou quando se está ranhoso e não temos lenço. Pior é se depois se cola à camisa...

Rafeiro Perfumado disse...

Mie, ou a mim mesmo, caso vá a correr e ela se prenda a algum poste!

Kássia Kiss, kleider quê? Espero bem que não tenhas insultado nenhum familiar meu...

Tulipa, não, não vi, daí a minha preocupação em deixar bem claro a minha aversão à mesma!

Vera, a Loira, garantidamente que eu comentaria a tua indumentária. Seria talvez o meu último acto em vida, mas comentaria!

Rafeiro Perfumado disse...

Peter of Pan, até me faltam adjectivos para falar do laço. Mas digo-te que não eram nada simpáticos!

The Big Fox, já para não falar dos jantares de natal em que o pessoal lá para o fim faz da gravata um lenço para a cabeça, não é? Abraço!

Vani, queres que te diga o símbolo químico? ;)

Maria, isso roça a perversão, adorar fazer nós de gravata. E infelizmente a gravata é mais global do que a mortalha, e uma costuma estar ligada à outra. No meu caso, acho que quando me reformar vou fumar uma ou outra gravata.

Rafeiro Perfumado disse...

Cate, mas nós mijamos de pé, toma!

Centro das Marradas, e depois se aquilo se pega aos pêlos do peito? Já imaginaste o que é apareceres ao São Pedro nessa figura?

Felina, tive essa constatação quando andei a comprar móveis para a casa. Como era ao FDS e eu costumo andar parecido com um sem-abrigo, levei com uns quantos olhares desconfiados. Quanto à queima, não quero ser queimado no emprego, logo tenho de ir aguentando o trapo.

Tulipa Negra, tens consciência da tua sugestão? Os cadáveres nuzinhos, e em rigoris mortis no caixão? Já estou a ver os comentários “ai que desperdício”, “mas que grande homem que se perdeu” ou mesmo “sempre foi um tipo rijo”.

Rafeiro Perfumado disse...

Paulofski, deixa lá, eu já vou em 16 anos a usar o dito trapo, e ainda não me habituei...

BS of Life, e se eu conseguir cumprir esta ameaça, não serei o único a ficar sem descendência!

Mirian Martin, preferes brincar com o embrulho ou com o presente? ;) Beijocas!

Turbolenta, essa história faz-me lembrar o FDS antes de eu começar a trabalhar. Também fui com a minha mãe comprar casacos e calças, para poder ir condignamente para o trabalho. Curioso como ligam a qualidade do nosso trabalho à nossa apresentação, e não à competência que demonstramos. Como se fosse a gravata que trabalhasse... Beijocas!

Sandra. disse...

:))

Tu roças a malvadez né?? tives te alguma inspriencia para-anormal pa seres assim?? isto craro pa num falar nas datas kiscolhes, é ca tua pontaria é do mihuriu meu trol!! e pouco barulhinhu pq qm debia taperta a grabatex era eu mema!!

Besuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus

nb - sabes q o biciante anda a dezer q somos parecidos?? ahpoizé...bÊ se resolves essa cena antes q contrate unzengravatados pa vos tratarem...das gravatas :O)))

Textículos disse...

A utilização de objectos semelhantes a gravatas foram identificadas na cultura egípcia, arqueólogos descobriram à volta do pescoço de múmias uma espécie de amuleto conhecido como “Sangue de Ísis”, em cerâmica ou ouro, um cordão fixado com um nó, cuja a função seria de protegê-la dos perigos da eternidade, ou pelo menos garantir que não respirava mais, digo eu. :)

Ao que parece os romanos usaram um acessório parecido com o objectivo de aquecer a garganta, antes de usarem da retórica no senado, qualidade sem a qual se estaria condenado a alguma facada pelas costas.

Sandra. disse...

:))

Gabo o gosto a qm te bestir candu fores desta pa mihor...seria melhor se fosses nu pois assim a malta fikava a conhecer os teus pontos fracos :O)))

besuuuuuuuuuuuuuuuuuus

Teté disse...

Ahahah, pois eu houve uma altura em que usava bastante gravatas (do meu pai), que era assim uma espécie de lenço ao pescoço... :)

Mas nos casamentos, baptizados e funerais alheios, podes sempre pôr um lacinho, que é trés chic! :D

Quanto ao meu funeral não estou minimamente preocupada, mesmo que alguém tenha a infeliz ideia de ela até gostava de usar gravata: quando se é cremado, não é necessária roupinha nenhuma! :)))

Beijocas!

TM disse...

Podes sempre usar um laçarote.... ;)

AmSilva® disse...

Ao contrário de ti, não acho esse pequeno pedaço de pano semi inútil mas, completamente inútil!!!
Essa do profissionalismo... conheço um paspalho... que com a sua camisa cor de rosa combina ainda umas gravatas de tons ainda menos duvidosos... e isto ao balcão de uma daqueles entidades de dinheiros...
Tem calma, o bancário é ali do centro do país!!

Manuela disse...

Caro Rafeiro, existem certas ocasiões em que é mesmo necessário, por uma questão de educação. E nem todos somos o Bono ;)
É melhor deixares escrito em lugar visível os teus últimos desejos, senão lá levas com a dita cuja!
Beijinhos

Maria Santos disse...

Chorei a rir... e choro a rir sempre que vejo o desgraçado do meu pai com uma gravata! A ultima vez foi no dia 4 de Setembro, quando a minha maninha casou (essa foi outra, o que não sofri com o raio dos saltos!!!), o homem só dizia: "quando é que posso tirar isto??"... imaginas um sapinho bem gordinho e bem insuflado com uma gravata a apertar o garganhol? e a ficar assim para o lados dos vermelhos arroxeados??? É o meu pai...
Logo, compreendo-te perfeitamente! E nem sempre quem usa gravata a nivel profissional é assim tããããão profissional!
Ri-me!
Disse!

Parisiense disse...

Estás com problemas com uma gravata....se ainda fosse com um fio dental!!!!!!

Pois eu não me preocupo nada....nunca uso ( gravata):):):)

Beijokitas

Marta disse...

Pois que deixa-me dizer que concordo plenamente com essa tua aversão ao pedaço de pano neles pendurado. De facto não trás nada de bom e sinceramente até faz os homens mais velhos, demasiado sérios.

Se me voltasse a casar abolia com o traje tradicional e mandava o pessoal ir sem essa bosta de pano ao pescoço.

Beijos

Sandra disse...

Estava assim a modos que a tentar encontrar algo na mulher que se assemelhasse na indumentária, mas realmente não encontrei...depois li os comentários acima e pensei...realmente...fio dental (e não me refiro aos dos dentes)...eu até que gosto...mas ás vezes é cá um desconforto...e olha que um homem de gravata alargar o nó da mesma, não fica muito mal... mas agora imagina o que faz uma mulher quando o fio dental incomoda...pois...não é lá muito bonito....
;)

MEU DOCE AMOR disse...

Então e aqueles que usam as gravatas, todos pipis e depois espetam a barriga,inclinam as pernas para trás, colocam as mãos nos bolsos sem abrir um botão do caso e enquanto conversam vão balançando o corpo para a frente e para trás???

Muito innnnn!!!E muito profissional...

Beijo doce

Caia disse...

Alguns homens de gravata... upa upa

:P

(não fica bem a qualquer um e nem sempre é sinónimo de bom gosto)

Irritadinha disse...

Parente, tu tens uma festa do Avante dentro de ti, pá. E lá ninguém usa gravata e todos cheiram a frango assado e ninguém franze o sobrolho. (Não sei de onde me saiu esta do frango assado, mas agora também não interessa nada...).

Diz-me cá, e se os teus herdeiros em lugar da gravata optarem pelo laçarote? Ou uma coleira cheia de picos? Também os assombras?

Beijoca!

Xana disse...

Estou mesmo a ver... escreveste isto de gravata e estavas a sufocar !!! hehehehehe
Quanto aos herdeiros, ainda matas os joves pá!!!!
beijinho

ψ Psimento ψ disse...

O aspecto é muito importante e cheira-me que no céu também se deve meter cunhas para os mais jeitosos. Quanto à gravata também não uso em casamentos, uma camisa mais cuidada e uma roupa a condizer é mais que suficiente. De resto também não compreendo a utilidade do acessório, actualmente só uso no traje. Há anos trabalhei num super mercado e usava gravata, era algo muito higiénico sempre a roçar-se em todo o lado e nas compras dos clientes quando a registava… o que importa é ser bonito. Agora que há a quem fique muito bem um fato e gravata isso há!! ;)
Um abraço.

Catwoman disse...

Eh pá já estou mais feliz só de saber que há mais alguém para além de mim que está disposto a vir do além assombrar os que não lhes façam a última vontade. Fixe!

http://castperagestosa.blogspot.com disse...

Antes de mais quero dizer que me ri bastante com este post, que sendo uma realidade própria de peralvilhos não deixa de ser um bom momento de boa disposição. Aqui na minha terra havia um individuo que andava sempre de gravata e até dormia com ela. Além da que trazia colocada ao pescoço, trazia sempre mais 3 ou 4 nos bolsos! Faleceu à pouco mais de um ano, e era conhecido pelo gravatas.

Só sedas disse...

Rafeiro, peço que esse pedaço de pano a que todos chamam gravata além de profissionalismo indica solemnidade, daí enterrarem as pessoas assim... não assombres ninguém, por favor!

Dono das galinhas disse...

Essa de assumires que irás para o céu não deixa de ter a sua piada.
Achas mesmo?
Partindo do pressuposto que ele (o céu) existe, acreditas mesmo que lá vais por a 4 patas?
Estás a ver-te à entrada do céu abanando a cauda à espera que te abram a porta?
Òh pá, deixa-te disso que nem com gravata te salvas. O mais certo é atirarem-te um oiço, isto é, um ôsso e deixarem-te à porta como segurança! E já vais com sorte...
Quanto ao uso da gravata raramente uso!

1 abraço pah! (e 1 bife)

Blogadinha disse...

Podes usar um papillon... Há rafeiros no céu?... Ou vestir uma camisola com gravata desenhada... A tua gravata pelos meus saltos, isso sim um aperto daqueles!!... :P

aespumadosdias disse...

Eu não uso em nenhuma situação.

Nuvem disse...

POis... infelizmente vivemos num país de "Drs" em que se dá mais valor a coisas fúteis que a funcionais.
Mas essa tua ameaça deve fazer tremer os teus herdeiros :)
Felizmente sou mulher e não tenho essa coisa da gravata... mas é muito pior... tem de ser o salto alto, a maquilhagem, tudo arranjado e nos conformes... que trabalheira ;)
venha de lá a gravata que dá menos trabalho :)

mas aqui entre nós... não gosto de gravata... é um ar muito formal ou muito vendedor de carros... não faz o meu estilo :)

Rei da Lã disse...

Eu nem no trabalho usaria essa coisa!

Nem no Carnaval, quanto mais...

Há.dias.assim disse...

rafeiro,
gosto muito de te ler, mas apareceres-me como um fantasma é coisa que não me agrada.
Quanto aos defuntos, já reparaste que alguns até lhe põem uma flor na lapela?
Ainda no domingo fui a um a funeral e reparei no pormenor. Paz à alma do homem e que não me venha atazanar...

maria teresa disse...

Eu gosto de ver esse pedaço de pano em determinadas situações :):):)
De tal modo que sou a única pessoa da família mais chegada que aprendeu a fazer o nó...chego a ser "requisitada" para tal tarefa.

Malena disse...

Olha que uma gravata pode ser usada de forma muiiiito especial...:P

Octávio disse...

durante algum tempo andei todos dias com essa coisa bonita pendurada ao pescoço, e tirando aquecer o pescoço no inverno e limpar os óculos, não me serviu para mais nada.

hoje, ganhei juízo, e só raramente, quase como um exercício para ver se não me esqueci como se faz um nó bonito, é que as uso.

a moda das coisas penduradas ao pescoço devia ser eliminada, mera regra de apresentação social totalmente inútil

Gata2000 disse...

Pois eu digo-te que gosto de ver um homem de fato e gravata, de vez em quando, ficam bonitos.
Mas a verdade é que para mim não passa disso, um balsamo para os olhos, já para os visados, deve ser umas horitas de desconforto, ou um meio para atingir um fim, aposto que um homem de fato e gravata tem mais sorte com as senhoras ;)

Ministar disse...

Seria bem pior se a acrescer a isso, tivesse que andar de saltos altos e pelo menos 4 a 5 dias por mês estivesse menstruado.

Pense ainda que as mulheres cada vez que comem têm que pensar nas calorias que consomem e ainda têm o trabalho árduo de ter que parir uma criança.

Se calhar, usar gravata, não é assim tão mau, ou será?

Anónimo disse...

Podes destilar o veneno que quiseres, aliás não é isso que costumas fazer?- Mas esse pedaço de pano inútil, chamado gravata, é um acessório que faz parte da indumentária masculina e que eu gosto de ver em pessoas que as sabem usar e principalmente escolher.
E o antigo e chiquérrimo papillon?? Não sabes o que é?? Pois, contigo é só perfume...
Traduz isso para francês e vais ficar a saber...espero.

Afinal já tens descendentes???
Ora bolas, tiráste-me o interesse todo!!- E eu a pensar que eras um jove inconciente...e livre!!

Fragmentos Culturais disse...

... pois se já avisas, melhor não te tentar ;))

.:.Joaninha.:. (percy) disse...

adorei :)

Rafeiro Perfumado disse...

Sandra., roçar? Eu lá sou gato para me andar a roçar no que quer que seja?!? Não sabias aguentar o puto mais umas horas, não?
Beijocas!

Textículos, e ambos sabemos o que aconteceu a essas civilizações, não é?

Sandra., chama-lhe pontos fracos, chama. Ainda me embalsamavam para demonstrar que nem tudo em Portugal é défice!

Teté, trés chic? TRÉS CHIC?!? Mas o que é que tem de chique um pedaço de pano que ainda por cima tem tendência a ir para dentro da sopa?!? Não levas beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

TM, isso é o mesmo que a malta escolher fazer a barba com uma enxada ou com um ancinho...

AMSilva, fizeste bem em colocar essa ressalva. Mas olha que pela descrição pareceu-me familiar. Abraço!

Manuela, prova-me que a gravata está associada à educação e logo conversamos. E até te digo, o Sócrates usa uma, o Alberto João também e até o Hitler usava! Beijocas!

Maria Santos, fosse eu teu pai e tu te risses de mim por usar gravata e já sabias que era a tua mana que iria herdar tudo!

Rafeiro Perfumado disse...

Parisiense, pois eu também uso fio dental, a higiene assim o obriga. A higiene da boca, entenda-se!!! Beijocas!

Marta, eu garanto que se me voltasse a casar ia tudo como bem entendesse, desde o nu ao vestido de gala. Quanto a mim, a bela da camisa e da calça de ganga, sem dúvida! Beijos!

Sandra, pois, mas confesso que prefiro 1037 vezes uma mulher de fio dental do que um homem de gravata. Ou mesmo mais!

Meu Doce Amor, tens a certeza que isso não são gigantones do Carnaval? É que a imagem é demasiado ridícula. Beijo!

Rafeiro Perfumado disse...

Caia, não estamos a falar só de mim, jove!

Irritadinha, por acaso andava aqui com uma indisposição, agora já sei o que é. E qualquer que seja a opção dos meus parentes que não envolva a que eu desejo e é assombração na certa! Beijoca!

Xana, estas ideias costumam vir-me exactamente quando sinto que o cérebro não está a oxigenar como devia, à conta da gravata. Beijinho!

Psimento, achas então que o JCB vai para o céu? Consegues imaginá-lo por lá? É que se for assim vou já ali espancar umas velhinhas para assegurar que não vou também! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Catwoman, não só os que não me fizerem a vontade como os que me chatearem. Então a minha vizinha, coitada, nunca mais vai conseguir ter as luzes apagadas.

Castanheira Pera, na volta não a sabia tirar, daí o dormir com ela! ;)

Só Sedas, solenidade, para mim, tem outro significado. Significa uma despedida sentida, de preferência no local que o defunto gostava, cercado pelos seus amigos. Ná, nisto não entra a gravata!

Dono das Galinhas, é que se usares gravata tens muitas mais hipóteses de ir parar ao inferno. Digo-te só duas classes que a usam constantemente: políticos e advogados. Convencido? Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Blogadinha, e és obrigada a usar saltos? É que eu sou “obrigado” a usar gravata!

Aespumadosdias, és um cão, sabias?

Nuvem, eu acho a gravata um artifício quase tão grande como os soutien push-up das mulheres, pois na prática estás a querer transmitir uma imagem que quase certamente não corresponde à realidade. Beijocas!

Rei da Lá, então e no Halloween, quando quiseres assustar a malta e te disfarçares de membro do Governo?

Rafeiro Perfumado disse...

Há dias assim, na volta a flor é para ver se ele está mesmo vivo, pois se tiver alergias ainda desata a espirrar.

Maria Teresa, e mesmo assim ainda te falam?

Malena, as sedosas aposto que sim!

Octávio, pois eu farei questão de me esquecer de como fazer nós! Disso e do dinheiro que gastei com o raio das gravatas!

Rafeiro Perfumado disse...

Gata2000, percebo o que dizes, mas nem todos são como eu, e olha que há por aí muito tipo que parece um presunto mal enchoiriçado dentro do fato. Quanto à tua teoria, prefiro não responder!

Ministar, andar de saltos altos dispenso, pois estou contente com a minha altura. Deitar sangue todos os meses, bem, no outro dia o gato arranhou-me e andei ali uma semana para sarar. Quanto ao parir a criança, nem pensar, que é para vocês aprenderem a deixar o raio da maçã no lugar!

Anónimo, a única coisa que destilo é suor, veneno ainda não tenho essa qualidade. Tirei-te o interesse? Não me digas que estavas à espera que te adoptasse!

Fragmentos Culturais, mesmo não sendo minha herdeira, é melhor... ;)

Joaninha (percy), obrigado e uma beijoca para ti!

C Valente disse...

Tive disso mas curei-me
Saudações amigas

Sofia disse...

Lol, Rafeiro no seu melhor! A tua sorte é que eu não sei mesmo dar nós de gravata, lol!
Beijinhos,Sofia

Blogadinha disse...

Obrigação implícita: este país não é para "rodinhas baixas"! :p

MZ disse...

Já valeu a pena vir aqui hoje, fizeste-me rir com este final. Estava a ver que te tinhas esquecido que a gravata é um símbolo fálico.
Foste a tempo!
:)

A. disse...

o meu pai tem uma tecnica muito interessante para se livrar da gravata num casamento:
- usa-a na igreja
- folga-a no carro
- entra no copo de agua e bebe uns copos
- põe a gravata à volta da cabeça como o rambo
- quando passa a "alegria" dobra-a e põe-a no bolso

resulta sempre XD

Olhos Dourados disse...

Para dizer a verdade adoro ver homens de gravata. Acho que ficam mais charmosos!