Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Sai uma massagem bem passada!



Já repararam que aquela massagem em que nos colocam em cima pedras vulcânicas aquecidas é o contrário do bife na pedra? E agora faltava uma conclusão brilhante para isto, mas vocês também têm de contribuir com qualquer coisinha, não acham?

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

51 comentários:

Louise disse...

Bolas... e ainda não está aqui nenhum comentário! Esperava sacar algumas ideias para fazer a tal brilhante conclusão.

Bom, mas sentiste-te como um naco na pedra? (ok, não me saiu nada melhor)

Essa massagem é boa? Valeu a pena?

esquilinho disse...

Ahahah! Naco na pedra não, pedra no naco! :D

MRPereira disse...

Uma massagem com pedras quentes deve ser uma sensação fantástica! Desde que a pedra não venha quente demais, senão há-de parecer que estamos na depilação... :)

Quanto à conclusão... Uma massagem dessas há-de aumentar o apetite, com certeza!

Aquele abraço

Vício disse...

o modo de temperar a carne também é diferente?

Irritadinha disse...

Não é a mesma coisa ora essa, quando grelhas um bife o animal que o forneceu já está morto e na massagem com pedras quentes ainda está meio vivo. Só é semelhante se em cima da pele vermelha colocarem um cubinho de manteiga e alho... digo eu.

Mas sabes o que é parecido a uma matança do porco? Uma sessão de depilação a laser. Upa, upa... sais de lá com um cheiro a porco chamuscado entranhado no nariz...

BS of Life disse...

Conclusões brilhantes, é algo a que hoje não consigo chegar, no entanto, conheço quem já tenha feito essas massagens e parece que provoca alterações graves ao nível gástrico.

Vera, a Loira disse...

Ainda é de manhã, conclusões brilhantes só mais logo, mas cheira-me que tem algo a ver com comer...

Kapikua disse...

a que massagistas vais tu Rauf?

então elas metem-te a pedra no bife e depois?

Comem-te????

na Coreia já tinhas marchado há muito! :)

grande abraço

Cate disse...

Gostava de experimentar uma coisa dessas.

Maria disse...

Conclusão: A distância daqui a mamas, é a mesma, que de mamas aqui!

(desculpa a "ordinarice" mas foi o que me ocorreu logo)

Ti Coelha disse...

Eh pá... não me importava nada de uma massagem dessas... :)

Mal Educado disse...

ja tentei umas coisas assim... um calhau, e um bocado de lume, mas depois vinha a policia e apreendia-me aquilo, incluindo as mortalhas...

ainda não percebeste que isso dos SPAs é treino para o bife na pedra?

vão-te foder o lombo, e pagas com um sorriso

Textículos disse...

Eu a pensar que era pedra-nos-rins.

Kássia Kiss disse...

Sempre me saíste um bom bife...

(desculpa o atrevimento, mas foi o que saiu... ;)

Amelie disse...

Bem eu não tenho uma conclusão brilhante mas posso contar-te que no outro dia em conversas com uma amiga minha que é fisioterapeuta mas que também faz às pessoas massagem com pedras quentes (e detesta!) ela me disse que às vezes só lhe apetece pregar com as pedras na cabeça das pessoas. Ora eu que estava a pensar ir experimentar as massagens mudei logo de ideias.

P.S. Mudei de nome.

Malena disse...

Aqui no Norte deixa-se o pelo da ponta do rabo no cabrito esfolado para não nos venderem cão! Por isso, não corro riscos! :P

Felina disse...

E diz nos tu que parece que já passaste por essa experiência também soltaste sucos... como o bife

fj disse...

tem cuidado não vá a pedra aquecer demais e fiques com o rabo queimado :))

Capricho disse...

Não tenho nenhuma conclusão brilhante, até desconhecia essa massagem com pedras vulcânicas!

P.S Adorei o post das gravatas, mesmo :))

Beijinhos Rafeiro :)

Teté disse...

A conclusão óbvia, é que é pedra no bife. Ou bife pedrado. Ou o vago pensamento, na altura de pagar a massagem: "A minha jove vai apedrejar-me, quando souber!"

Beijocas!

turbolenta disse...

Pois posso dizer que a primeira coisa quando vi no meu blog o teu link com este título , a primeira coisa que pensei foi: queres ver que o Rafeiro tirou um curso e me vem massajar a cervical que tanto e dói?
Juro que foi verdade!
Pedras vulcânicas...se sÃO vulcânicas vêm dos vulcões.Portanto saem do interior da terra para a atmosfera...Ora se a massagem é feita com essas pedrinhas que ficam sobre o nosso corpo,têm a grande possibilidade de saltarem para o ar...sendo assim: a sua massagem não surte nenhum efeito, a menos na nossa carteira que fica bem mais leve.
Numa fiz massagem com essas pedrinhas... e tu, já fizeste?
Que achaste?
Sabes o que eu acho? Tudo serve para massagens.A propaganda é tão agressiva. todos prometem que naquele SpA os resultados são 100% garantidos, que as técnicas são infalíveis, que ficamos libertos de todo o stress, dores,moínhas e afins...
Se acreditarmos em tudo( e se tivermos guito, claro está) todos os dias podemos ser massajados com produtos diferentes e ficar como novos.
Agora a sério: Gosto de ir a Spatitude ali na 5 Outubro quase no cruzamento da D.AVILA. E sei que eles tambem as fazem mas...requinte dos requintes,..não são pedras vulcânicas são semi preciosas e com uns óleos muito bons. E podes pegar na tua jove e vão os dois ao mesmo tempo.Fica mais barato e vem os 2 como novos

Quando e como eu quiser disse...

Mas há diferenças. O bife na pedra é mais pequeno que a pedra. E nas massagens o dito bife é enorme comparado com as pedrinhas.

Só sedas disse...

Do que tu te foste lembrar... lol

Speedy disse...

prefiro o naco na grelha. pronto, ta resolvido. abraço

Maria Santos disse...

Queres uma conclusão???
Olha lá, então tu vais ás massagens e levas com pedras???? Eu quero é mãos, não é pedras...
Com as dores nas costas que ando apetece-me é que massagem e não "estacionem" lá 3 pedras quentes, aquecidas no microondas, onde pagas uma real pipa de massa... caneco!!!!

Marta disse...

Hum...nunca tinha pensado nisso mas de facto...resta saber como o queremos passado. Eu nunca experimentei mas já ouvi dizer que esse calor das pedras é algo de outro mundo, será?

Dono das galinhas disse...

Pedras?
Aparecem sempre depois dumas boas passas (eheheheh).
Àh, o assunto é sobre massagens?
E então? Não vai dar ao mesmo?

MEU DOCE AMOR disse...

Pedras no bife

centro das marradas disse...

...se não for muito incómodo, quero-me com molho de hortelã. Quero experimentar esta erva que não me irá fazer sentir trôpego, balbuciante ou até sedento por uma golada de água...

paulofski disse...

Ok, eu contribuo. Nas páginas dos classificados dos jornais diários não faltam ofertas de massagens, algumas ao domicílio. Pergunto então se esses serviços manuais deixam um gajo com o lombo tenrrinho ou a carne mais rija do que pedra!

Espaço do João disse...

Deve ser parecido como ter uma batata quente na boca.

ψ Psimento ψ disse...

Não tenho uma conclusão, tenho uma outra pergunta. Se em vez de serem vulcânicas, fossem uns quaisquer calhaus ou mesmo paralelos aquecidos, o resultado não seria o mesmo?
Abraços.

kakauzinha disse...

Menino, tu és culpado de mais um ataque de tosse aqui da je convalescente de uma constipação sulista. Mas valeu a pena a tossidela porque não há melhor do que rir à gargalhada. Ó pá, só tu!

Bem, eu não li os comentários e arrisco-me a repetir alguma coisa mas, se calhar, tiram as pedras que temos no sapato por causa da ladroeira que por cá se passa e colocam-nas à laia de Xanax para ver se se acalmam os ânimos.

(E off the record, que ninguém vai ler isto, naco na pedra já era no meu cardápio, mas como outros nacos que não ofendem o vegetarianismo. Que eu sou loura e vegetariana, mas não sou parva.)

Agradecida por mais um momento hilariante.

:))****

C Valente disse...

É um bife mal passado
Saudações amigas

Há.dias.assim disse...

Venho no fim
já não consigo dizer nada de novo.
Continuo a admirar as fotos tão adequadas ao título..

http://castperagestosa.blogspot.com disse...

As únicas pedras que o meu corpo suportou, eram frias e cairam de um parede que desabou. Apanhei cá um tratamento, que durante alguns meses estive inactivo com a violência da massagem...

Parisiense disse...

Andas a fazer-me concorrência é?????

Não são precisos pedras para uma boa massagem....eu cá prefiro mesmo umas mãos bem quentinhas, macias e com um bom creme...!!!!!

Está na hora de eu ir para a minha massagem....até mais.

Beijokitas

Little Tomato disse...

...isso quer dizer que comias a pedra e deixavas o bife?!

JB disse...

Acabei de conhecer o espaço do rafeiro perfumado e... adorei os seus dizeres, para além de que adoro cães!

Vou voltar!

Abraço com raufs :)

JP disse...

Cá para os meus lados: nem naco na pedra, nem pedra no naco!

aespumadosdias disse...

Não sei mas se calhar prefiro uma massagem com umas mãos muito delicadas. No entanto nunca fui fazer uma massagem.

Sofia disse...

Olá Rafeiro: bom, bom seria incluirem massagens como estas no OE, para todos os portugueses! Porque feitos em carne picada já nós estamos ;-)
Beijinhos e boa semana, Sofia

JB disse...

Eu acho que o rafeiro perfumado é que é um sortudo :), pois com uma massagem destas... quem precisa de espelho? :)))

Obrigada! Gostei do teu comentário.

Abraço com rauf!

CatJG disse...

falta o tempero :-) gostei do blog :-9

Sandra disse...

Bem as duas podem ter "happy endings"...para quem come o bife que fica feliz...e para quem leva com a massagem....
(esta foi muito má...não foi?)

deixa lá...corre melhor para a próxima!!!

bjs
sandrablogwithaview

Fragmentos Culturais disse...

... tu já experimentaste? Hum! Bom gosto! E bem estar :)

Blogadinha disse...

Eu contribuía, mas acabo de descobrir que sou vegetariana... lol

GF disse...

Segue-me|
Selinho para ti no meu blog:
http://retalhinhosgf-gf.blogspot.com/2010/10/selo-oferecido-por-angels.html
Beijinho GF

MZ disse...

Olha do que te lembras tu!
E como isto está a ficar negro,
passa a ser pedra no lombo... pois a vida não vai ser nada fácil daqui para a frente. Vai ser muito peso nas costas dos portugueses, ai vai, vai!

Táxi Pluvioso disse...

Na massagem sempre se come qualquer coisa, o bife muitas vezes é demasiado duro para o dente.

hesseherre disse...

COMPARAÇÃO PERFEITA:
SE COLOCAM AS PEDRAS NO DORSO, SAI UM FILÉ MIGNON NA CHAPA; MAS NAS NÁDEGAS É UM BELO CHURRASCO DE ALCATRA...PALAVRA DE QUEM SABE.