Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Não, não sou o único!

Os portugueses são uma raça muito dissimulada. Podia fazer aqui um enquadramento profundo deste raciocínio, mas não me apetece, pelo que vou directo ao assunto.

Fui informado pela minha conselheira meteorológica, a jove, que hoje iria chover como o catano, pelo que fui aconselhado a trazer um chapéu gigante. Qual não é o meu espanto quando chego à estação de comboios e portadores de chapéu eram eu e uma senhora com um ar muito envergonhado, ambos rodeados por palhacitos que olhavam para nós com desdém, como se fôssemos criaturas de outro planeta.

O que me chateia é saber que, mal caísse a primeira pinga, chapéus seriam sacados de todos os lados, e não estivesse eu com atenção até o meu marchava! Mas assim à primeira vista, aquilo é malta que está preparada é para ir para a praia, não para enfrentar um temporal.

Logo à tarde vou ter uma conversinha com a jove, que me aconselhou a levar o tal chapéu gigante, e não a habitual pasta onde guardo um pequeno. Tivesse eu evacuado nos seus conselhos e estaria todo contente, a olhar de forma superior para a senhora envergonhada, enquanto pensava «grande tansa, trazer chapéu com este tempo».

Até sempre,
Rafeiro Perfumado

57 comentários:

Sun Iou Miou disse...

Tivesses evacuado nos seus conselhos, estarias a olhar com ares de superioridade para a senhora envergonhada, mas esta noite dormias no tapete.

(Mas podes dizer, subtilmente, à jove para aprender a distinguir no mapa meteorológico o norte do sul, porque aqui está mesmo a chover como o catano.)

A. disse...

Ao centro também chove... e muito!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Assim foste solidário e fizeste a tua boa acção do dia!

Rui Pascoal disse...

Como as "nossas patroas" não lêem este blogue... devemos ouvir sempre a opinião delas, quanto mais não seja só para as contrariar.
:)

the big fox disse...

como dizem os "bifes" está previsto para hoje "chover gatos e cães" por isso o melhor mesmo é teres buuuuueeeee de cuidado não vas aterrar num sitio menos proprio...
abraço

Tia Cremilde disse...

Porque acredito que vá chover e muito... (se é que já não começou), faça questão de se passear à chuva com o seu largo chapéu, armado com o seu olhar 32 (aquele que mistura o desdém e o gozo) e espalhe a sua magia junto da malta pingada que não acreditou que hoje iria chover.

maria teresa disse...

Não gostas de ser diferente? A tal senhora é que não devia ter levado chapéu, estava a ofuscar-te...

Barroca disse...

AH AH AH, bom post, gostei! És um canito mui bem treinado. ;P

Utena disse...

Não sabes que é sempre bom juntarmos-nos ás minorias?
Traz sempre mais vantagens
Trust me

carpe vitam! disse...

aqui já choveu e o dia ainda não terminou, pelo que se eu fosse a ti, não evacuaria assim em conselhos sábios com essa ligeireza toda... e depois, rafeiro prevenido é rafeiro protegido! ;)

EC disse...

Bem podias esperar pelo final do dia para agradecer à tua jove.
Acho melhor não evacuar nesses conselhos sábios pois quem sabe ainda vais utulizar o chapéu de chuva hoje!! Mau feitio!!!;)

ADLuxor disse...

Basta ver um pouquinho de sol e atiram-se logo para a praia mas depois cai-lhes uma chuvada em cima que nem sabem que terra são! MAs depois quem se ri é quem trás o chapéu!
Abraço!

Petra disse...

Oh Rafeiro olha que ainda vai chover e bem....

Anna^ disse...

A tua jove tem razão em fazer de ti um rafeiro prevenido, pois que inté vai cair granizo algures.E nessa altura se estiveres nesse algures, vais agradecer!
(e marcaste pela diferença,o que é sempre bom).

continuação de um bom dia...a seco! :p

Luis disse...

Meu Caro Amigo,
Afinal por onde andou que não apanhou chuva? Olhe que a jove teve razão pois houve chuva com'ó catano por todo o lado...
Teve sorte nessa sua saída foi o que foi!
Um abraço amigo e chuvoso.

Rita Almeida Pinto disse...

Ora, ora, meu amigo,
Estivesse você morando aqui em São Paulo, e com o tempo mais do que maluco que temos tido nesta semana, seu "guarda-chuva" seria necessário e muito útil(não que saísse de casa com a certeza do horário em que ele fosse preciso) Você olharia ao redor e veria todo tipo de gente, vestidos e aparatados das mais diversas maneiras. Uma verdadeira loteria. Aqui precisamos estar preparados para tudo. Nesta terra temos tido as quatro estações em apenas um dia. Há dias em que carregamos botas, cachecol, guarda-chuva, sobretudo. Isso sem ter por baixo a camiseta de mangas curtas, afinal, nunca se sabe quando vai esquentar! rsrsrs Beijos

Maria Santos disse...

Aí não sei... mas aqui, em Santiago do Cacém já choveu como o catano!
Mas agora???
Tá um calor mesmo fixe para ir para a praia dar uns mergulhos... e eu enfiada neste gabinete! :-(

Bjocas

TERESA SANTOS disse...

Entre "ouvir" a conversinha (o tom ameaçador é para assustar quem?) e aturar-te com uma gripe valente, a jove - que mostra ser super inteligente -, optou pelo mal menor.
Aturar-te?
Fazer-te cházinhos com mel, medir-te a temperatura, meter-te as Aspirinas na boquinha?
A pobre não fez mal a ninguém, digo eu!

Teté disse...

Eheheh, vê lá tu que eu também li essa de que hoje ia ser dia de temporal! Onde? No FB de uma jove do Sul... :)))

O que é natural, porque depois do temporal de ontem à noite, é possível que as previsões fossem para que este se deslocasse rumo ao Algarve! Em abono da verdade, até os próprios meteorologistas falham imenso, imagina os leigos... :D

Beijocas!

bee disse...

eu sofro deste mal. basta-me trazer o guarda-chuva um dia, para garantir que não chove. e lá me passeio o dia todo com aquela coisa pendurada...
...e hoje esteve sol o dia todo (em lisboa).

Gata2000 disse...

Pensa positivo, uma amiga minha quando era adolescente a mãe teve uma retina descolada, um dos sintomas é ver riscos de tempos a tempos, que ela confundia com raios - a minha amiga passou meses a levar guarda chuva e casaco para a escola porque a mãe achava que como estava a ver raios ia haver tempestade.

turbolenta disse...

Mas pior que trazer um chapéu de chuva- qualquer que seja o seu tamanho- são aquelas aves raras que, mal aparecem os primeiros pingos e ainda com um calor abrasador resolvem atafulhar-se de casacos de malha, camisolas de gola alta e botas. Num destes dias andavam algumas destas espécies aqui no shopping da minha parvónia. Andavam mais afogueadas que sei lá o quê.
Mas pronto... tinham exibido algumas das peças que haviam comprado a pensar na próxima -chuvosa e fria estação-. Então tiveram tanto trabalho a escolher as peças e gastaram tanto dinheiro e a roupita não saia à rua á primeira oportunidade.
Mas olha que um chapéu de chuva dá sempre jeito nestes dias que correm De vez em quando vem cada esgravanada de água e olha que os comprados nos chineses não te servem para nada.
Por outro lado, se não serve para a chuva pode sempre servir como arma de defesa contra alguns mininus que às vezes aparecem de escantilhão no combóio da tua zona e levam tudo à frente.
E olha que homem prevenido vale por dois....
beijos rafeirosos.
Desejo um óptimo fim de semana.

C Valente disse...

Saudações amigas

S* disse...

Já somos dois... enganados e bem enganados.

AmSilva® disse...

Mas confessa que no caso de chover " apostes", ou as simples gotas que caiem do céu, tu não estarias com ar superior e um certo gozo interior ao olhar para os desprevenidos?!?!?
Eu por causa dessas dúvidas climatéricas nunca uso guarda-chuva...
Abraço

FATifer disse...

Pois, pois … de manhã também vesti o fato de chuva só por causa do “sray” mas à tarde foi mesmo para não ficar encharcado… parece estúpido mas até já tinha saudades de achar que tenho uma moto de água! ;)

Abraço,
FATifer

Kok disse...

O que te posso dizer?
Somente parafrasear-te: que grande tanso, trazeres um chapéu (enorme) com este tempo... eheheheh!!!

Akele abraço, pah!

Eva Gonçalves disse...

Geralmente quando sou só eu a levar pela mão o meu chuço trambolho (não me refiro a ninguém em particular, mas ao guarda-chuva mesmo!), sinto um pequeno orgulhozinho(parvo vá lá) de saber que sou uma mulher prevenida e que quando chover (como hoje cá no Norte e muito ao fim da tarde!!), vão olhar com inveja aqui para a minha pessoa (sequinha...) :)Beijo

Carolina Tavares disse...

Acabei de fazer uma visita ao Patife e por lá há dois selos no canto, um com uma corneta e outro com uma caneta. Bem... estou eu aqui a imaginar como seria um com um chapéu gigante...

Rafeiro Perfumado disse...

Sun Iou Miou, só dormiria se ela descobrisse onde eu tinha escondido o chapéu! E desta vez quem se arriscou foi ela, pois andei o dia todo a passear o chapéu para nada. Abracinho!

A., pois eu nem uma pinga, e olha que até andei à procura de varandas onde estivesse a regar flores!

Especialmente Gaspas, a boa acção fiz quando cheguei a casa e não contribuí para a estatística de violência doméstica.

Rui Pascoal, mas a minha tem amigas que a avisam, as sacanas...

Rafeiro Perfumado disse...

The Big Fox, desde que não esteja previsto chover vacas e cavalos, mas aí seria necessário um furacão. Abraço!

Tia Cremilde, o pior é que essa malta também traz chapéu, mas escondido, para poder gozar com quem não consegue dissimular o chapéu!

Maria Teresa, neste caso gostaria que a diferença estivesse toda na senhora envergonhada. Aliás, ela estava com um ar tão acanhado que aposto que mesmo que hoje chova não traz chapéu!

Barroca, bem treinado?!? Crente, isso sim!

Rafeiro Perfumado disse...

Utena, as minorias têm fama de serem perseguidas, achas isso bem?

Carpe vitam!, pois teria feito bem em evacuar, pois nem um pingo para amostra. Rafeiro chapelado (desnecessariamente) é rafeiro gozado!

EC, pois não utilizei, e só não lhe “agradeci” porque ela se escondeu bem!

ADLuxor, ainda hoje me fartei de ver pessoas, umas com botas e outras com chinelos. Garantidamente metade irá gozar com a outra metade, eu à cautela estou a pensar em calçar um de cada! Abraço!

Rafeiro Perfumado disse...

Petra, mas não em cima de mim, que cheguei sequinho a casa!

Anna^, nesse caso convinha a minha jove engordar-me, não vá haver um furacão algures e eu estar lá. ;)

Luís, pelos vistos andei no eixo Sintra – Lisboa a um horário que me permitiu escapar incólume. Adoro esta palavra, incólume. Abraço!

Rita Almeida Pinto, nesse caso só tenho uma coisa a sugerir: tele-trabalho! Beijocas!

Rafeiro Perfumado disse...

Maria Santos, mete um manequim na secretária e pira-te, pá. Possa, tenho de te ensinar tudo? Beijocas!

Teresa Santos, claro que a jove é super inteligente, além de ter um extremo bom gosto no que toca à escolha de parceiros, daqueles que são fantásticos até doentes e a chamar por atenção de três em três minutos!

Teté, mas os meteorologistas a malta não sabe onde vivem, para lhes darmos uns calduços, já os leigos... beijocas!

Bee, podes fazer-me o favor de começar a dizer-me quando trazes guarda-chuva? Sempre era menos uma pessoa a ser gozada...

Rafeiro Perfumado disse...

Gata2000, sorte teve essa tua amiga, a mãe dela não ter pensado que eram pés de feijão mágicos e obrigado a desgraçada a trepar por eles. ;)

Turbolenta, felizmente nunca tive nenhum episódio desses no comboio, mas a avaliar pelo tamanho de alguns dos meninos, não era um chapéu que me safava, por muito gigante que fosse. Beijocas!

C Valente, um abraço.

S*, a minha jove também falou contigo, é?

Rafeiro Perfumado disse...

AmSilva, não estaria porque nessa situação poucos seriam o que não teriam chapéu. Só que são daqueles de bolso, que se escondem para esconder ao gozo! Abraço!

FATifer, pelo motivo que foi, acho que até em pelota tu ias andar de mota! Abraço!

Kok, eu já me castiguei bastante frente ao espelho, acredita, e com palavras piores que essas. Abraço!

Eva Gonçalves, espero que esse orgulho não se aplique aos dias em que não existe uma única nuvem no céu. ;) Beijoca!

Carolina Tavares, seria certamente um selo destinado a proteger os bloguistas dos anónimos, mais a sua chuva de perdigotos. ;)

conchita disse...

Lol!!!, se estivesses cá no norte esse chapeu gigante faria todo o sentido e acredita que não passavas por embaraço nenhum, hoje de manhã passei por muitos, mas neste caso eu não trazia nenhum, por isso quem ficou com cara de tansa fui eu, lol!!
Beijos molhados (foi da chuva que apanhei claro, lol!!)

ψ Psimento ψ disse...

Ora aqui está um problema de que não sofro. Nunca ando de guarda-chuva nem que o céu caia. Além de não gostar o meu poder psicológico manifesta-se fazendo-me esquecer dos guarda-chuvas em qualquer lado. Perdi dezenas deles e então desisti. Tenho outro problema no entanto que é, de quando em vez apanho uma valente molha. Abraços

Lyn disse...

O qué certo é que choveu a potes!

TERESA SANTOS disse...

Três minutos? Três segundos. Claro, um engano qualquer tem.
Pobrezita!
Não tens vergonha?????

Magia da Inês disse...

°º♫
°º✿
º° ✿♥ ♫° ·.
Se não choveu, paciência!
Mas a chuva também é necessária.
Beijinhos.
Brasil.

°º♫
°º✿
º° ✿♥ ♫° ·.

redonda disse...

:)) Pelo menos, assim a senhora não esteve sozinha...

BlueShell disse...

ah...que mau...depois era mais um a olhar para a senhora, coitada!!!
mas te digo...homem prevenido...e além disso o guarda-chuva é um adereço ...não uma necessidade! Olha que está na moda...
BShell

LopesCa disse...

LOL LOL LOL
Eu prefiro apanhar chuva e parecer um pinto ;)

Marta disse...

Homem prevenido vale por dois ;) pelo menos não corrias o risco de ficar molhado.

Brown Eyes disse...

Pois é meu amigo; aconteceu-me uma coisa parecida, mas eu não saí de chapéu...apenas mais agasalhada porque costumo levar o carro para o emprego.
Mas cheia de medo pela tempestade que me aguardava, que nem os óculos de sol levei. Resumindo, passei um calor imenso e não via um palmo à frente do nariz, com a luminosidade do sol e eu sem óculos!

Canephora disse...

Parece-me que ficaste foi equivocado...
a jove disse que chovia e não um temporal... o conselho foi bem dado... olha que é melhor tomares cuidado que vai chover e náo , leva o guarda sol, que podes sempre aproveitar para fazer kite surf, se atares o cinto à porta do comboio...

Táxi Pluvioso disse...

Nessas ocasiões de chapéu na mão dava jeito sermos lordes ingleses.

Maria Santos disse...

Por um acaso, nesses 6 minutos nao te deu uma grande "...eia"????
Ideia, por exemplo... ja estavas a pensar coisas sujas...Bolas!

Boboquinha disse...

Deixas te afectar pelo que as pessoas possam pensar por carregares um chapéu de chuva? Ora!

Mas quem passa cartão aos que os outros trazem consigo? Isso foi na província?

Não estarias tu constrangido e veio de ti essa consciência? Pior era se andasses com chapéu na cabeça! Aí sim, alguns pescoços iam girar!

(Ai,ai... Pessoalmente ia adorar ver retornar os chapéus às cabecinhas dos senhores e das senhoras... mas eu até acho piada aos fatos de banho de antigamente LOL)

Rafeiro Perfumado disse...

Conchita, e eu retribuo com beijos secos. É que está por aqui uma destas ventanias...

Psimento, cheira-me que ficas várias vezes constipado, à conta dessa obstinação anti-chapéu! Abraço!

Lyn, mas não aqui!

Teresa Santos, é coisa que não me apoquenta, a vergonha.

Rafeiro Perfumado disse...

Magia da Inês, claro que é necessária, especialmente quando os meus colegas vão de férias. Beijoca!

Redonda, neste caso não me senti com grande espírito solidário.

BlueShell, também a gravata é moda, e eu detesto usá-la! Beijoca!

LopesCa, e não tens medo que te metam a churrascar?

Rafeiro Perfumado disse...

Marta, prefiro o risco de ficar molhado do que enxovalhado.

Brown Eyes, isso ainda era pior, ao menos o chapéu eu podia mandá-lo fora disfarçadamente.

Canephora, ela disse que chovia e fez muitos gestos alarmados, daí eu ter levado a sério.

Rafeiro Perfumado disse...

Táxi Pluvioso, ou simplesmente patos, para sermos impermeáveis.

Maria Santos, eu vivo a pensar coisas sujas, não preciso de ajuda! ;)

Boboquinha, não sou perfeito, e confesso que fico constrangido por andar de chapéu sem necessidade. Mas olha que para compensar tenho muitas qualidades!

LopesCa disse...

Pintos não servem para churrasco, especialmente pintos molhados :)

Rafeiro Perfumado disse...

LopesCa, depende da fome e da intensidade da chama!

LopesCa disse...

Xiiii não me aproximo de ti podes querer testar essa teoria :)