Cuidado com o Rafeiro! Não é que morda, mas podes pisá-lo sem querer...

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Cenas que me causam rugas em partes aleatórias do corpo

Está actualmente em exibição o novo filme do homem-aranha. Considerações cinematográficas à parte, ao visualizar o trailer tive uma espécie de flash, sinal de que alguma coisa não computou no meu cérebro.

Vamos por partes:
- O homem-aranha deve os seus poderes a uma picadela de uma aranha radioactiva, certo? Certo.
- Esta picada fez com que o seu corpo sofresse mutações, passando a ter várias das capacidades e características das aranhas, certo? Certo.
- Uma dessas características é a capacidade de produzir teias, certo? Certo.

Então porque raio as teias lhe saem pelos pulsos e não pelo mesmo sítio das aranhas? Bem sei que cinematograficamente não seria tão apelativo ver o homem-aranha a expelir teias pelo cu, mas seria bem mais verosímil! Claro que depois alguns criminosos mais sensíveis poderiam queixar-se das teias terem um cheiro estranho e não serem brancas, mas quem é que liga às queixas da ralé da sociedade?

Espero que se juntem a mim nesta cruzada para tornar o homem-aranha mais realista, a minha carta indignada já seguiu para os estúdios!
 
Até sempre,
Rafeiro Perfumado

3 comentários:

Janita disse...

Só para te lembrar de algo muito importante...
A razão? É que esse 'olho' é cego! Ora como poderiam as teias sair assim, a torto e a direito, sem direcção pré definida?
Daaaaa...

Fica bem Rafeirito, uma beijoca sem teias de aranha.

Golimix disse...

Há muita coisa mal explicada nesse homem-aranha! Junto-me na indignação ����

Vânia disse...

Acho que é motivo para se ponderar uma petição. 'Bora?